História 99 Cents (Min YoonGi - BTS) - Capítulo 1


Escrita por: e _manddyh

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Min Yoongi (Suga)
Tags Bangtan Boys (BTS), Imagine Bts, Imagine Kpop, Kpop, Min Yoongi, Oneshot, Suga, Termino
Visualizações 124
Palavras 946
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura :)
📖😘😘

Capítulo 1 - Like a Chocolate of 99 Cents (Single Chapter)


Ela queria surtar, mas não tinha um motivo concreto para surtar por descobrir aquilo. Tragando o cigarro inúmeras vezes, assoprava a fumaça pelos seus lábios tentando seguerar o choro que hora e meia sempre voltava quando decidia prestar atenção no mundo a sua volta e escutar os barulhinhos malditos misturados com o barulho dos carros passando pela rua. 

Estava escostada em um prédio qualquer, apenas esperando Min YoonGi terminar de foder com prostituta barata no beco para poder usar o dinheiro alheio para suas milagrosas bebidas – e sem gastar um centavos por elas – quais iria beber todas esta noite  assistindo filmes aleatórios apenas para afogar a dor estranha que sentia ao descobrir os chifres recém ganhados, em algumas boas garrafas cheias de vodka. 

Se irritava com os pedidos pervertidos da mulher que dava prazer ao outro, revirando os olhos pelo seu exagero no gemidos – mesmo que a garota não conseguisse negar, que seu ex companheiro realmente fodia bem. 

Agora ele apenas seria seu ex, alguma coisa. Na realidade... Eles não tinham nada... 

Min YoonGi era seu amante quando a garota o tinha na cama, mas apenas na cama. Para ele, ela era apenas uma amiga com benefícios e só. Não precisaria dar explicação nenhuma pelas seus momentos maliciosos com outras mulheres. 

Quando finalmente os barulhos enjoativos pararam, ela respirou fundo jogando o cigarro no chão na maior sem educação do mundo e pisou em cima para apaga-lo. Os passos foram se aproximando, e os olhos raivosos antes marejados miraram a face pálida parcialmente suada, que arregalou os olhos ao perceber a presença alheia onde ele tinha sua aventura prazerosa e proibida com uma qualquer. 

— O que... 

— Finalmente! — O outro não conseguiu completar seu questionamento, pois foi cortado de forma grossa pela garota que queria estrangula-lo, que queria mata-lo, mas apenas não o fazia por não querer passar anos na cadeia por cometer uma vingança futil contra um rapaz que lhe rendeu raiva extrema. Não valia a pena.  Raivosa, ela lhe deu as costas e caminhou em direção a loja de conveniência no posto de gasolina, do outro lado da rua. Olhou por cima dos ombros e percebeu o outro vindo, arrumando o ziper da calça. Revirou os olhos desgostosa, adentrando a porta e a soltando de propósito, escutando os resmungos de YoonGi ao ter a porta da loja batendo contra sua face ao sua “companheira” não fazer a gentileza para si. 

Enchou a cesta de bebidas e duas caixas de cigarro para desfrutar quando acordasse na madrugada necessitando de mais calmaria. Se dirigiu até o caixa, onde uma garota que aparentava estar no ensino médio, deslizava os dedos pela tela do smartphone com um sorriso alegre no rosto. Com uma mão somava os valores dos produtos na calculadora e a outra apenas batucava contra a tela do aparelho. Os olhos se desinteressavam ao olhar para as garrafas de bebida. 

Com uma troca de olhar, YoonGi entendeu o pedido silencioso e pagou pelos produtos, pegando a sacola em mãos.

Mas, antes de se dirigirem a saída, a garota pegou um chocolate qualquer de uma das prateleiras e jogou no caixa, escutando o bufar da caixa ao ter mais trabalho. 

— 99 centavos. — Falou desinteressada apenas com os olhos no celular. A garota pegou uma nota de um dolar e  jogou sobre o balcão e pegou o chocolate em mãos, se dirigindo a palavra ao pálido. 

— Sabe YoonGi... O que temos é que nem esse chocolate aqui. — Segurou em mãos e abriu a embalagem vagabunda com pouquissima força. — Pequeno, barato... —Continuou, apenas parando a frase no meio para morder um pedaço e sentir o gosto amargo, desgostoso. — Amargo... — Voltou a falar não controlando uma careta ao odiar o sabor do chocolate barato. — E induravel, então vou facilitar para nós e acabar o que quer que seja a porra que temos. Certo? Tchau! — Exclamou, dando um ponto final em seu raciocínio. Mesmo que a face fria do outro lhe deixasse raivosa, não queria mais lhe dirigir a palavra... Não queria mais saber de Min YoonGi. 

A garota pegou as sacolas das mãos alheias de forma rápida e grosseira, saindo da loja a passos rápidos e para seu desagrado... os passos também acelerados atrás de si.

— Você por acaso ta chapada? Que merda você ta falando?! Que porra é essa de chocolate e relacionamento?! Nem sabia que você gostava de chocolate. — YoonGi pronunciou de forma alta e em um tom claramente de deboche, tentando alcançar a garota que apenas queria ir para longe do mesmo 

— Para de me seguir, ok?! Exatamente isso que eu quis dizer, você não sabe sobre nada e não vale mais a pena eu perder a porra do meu tempo com alguém como você, ficou claro?! Só me deixa em paz. Agradeço! —Exigiu firme, ao olhar para o rapaz uma última vez por cima do ombro e lhe dar as costas novamente, voltando a andar com mais rapidez até chegar na esquina e se encostar na parede, com a respiração desregulada. 

Por um lado agradecia por YoonGi não insistir – algo que ela já sabia que iria acontecer – mas, por outro não conseguiu evitar a tristeza ao finalmente aceitar que YoonGi não tinha consideração por si, nem se quer um pouco. E ele deveria ficar em seu passado, como aquele chocolate amargo e induravel que a mesma digeriu apenas uma mordida e já foi o suficiente para querer joga-lo no lixo, o mesmo gosto ruim que sentiu ao saborear o chocolate amargo, era o mesmo ruim que sentia no fundo da garganta ao perceber tudo que sofreu calada por alguém que não merecia. 


Notas Finais


Obrigado por ler :)
E desculpe os erros :p
Siga meu perfil hehe
💕👉 @_manddy

E siga também meu perfil secundário 😇: @_manddyh

(Divulgacaozinha rápida :p)
Fic maravilhosa:
https://www.spiritfanfiction.com/historia/nao-conte-nada-a-ninguem-17590100

Autora desta maravilha: @xoliswa
💕😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...