1. Spirit Fanfics >
  2. A 16 passos de ti >
  3. Fazendo amor e perdão de Flora

História A 16 passos de ti - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Cá vai mais um.

Bem eu cada vez fico mais animada escrevendo esta fic.

Capítulo 10 - Fazendo amor e perdão de Flora


Fanfic / Fanfiction A 16 passos de ti - Capítulo 10 - Fazendo amor e perdão de Flora

Lauren :

Eu sentia tantas saudades do justin, do beijo dele, do toque, do perfume, enquanto ele me beijava eu cada vez me entregava mais. 

Quando dei por mim eu já estava no meu quarto com o justin me beijando o pescoço enquanto que eu suspirava por estar outra vez nos braços dele. 

Eu tirei a camisa do justin e comecei a lhe beijar ao pé da orelha.

Quando dei por mim já estava sem roupa e o justin também. Eu sentia a erecção dele ao pé da minha barriga. 

Justin.. - suspirei ao pé do ouvido dele.

Uhmm!! - resmungou me beijando o pescoço.

Tem um preservativo na gaveta de cima. - disse lhe dando um selinho. 

E ele foi até lá e pegou um o desenrolando no penis. 

Eu te amo tanto. - disse beijando o meu pescoço e me tanto selinhos me fazendo rir.

Eu também te amo!! - disse o beijando.

E senti ele me penetrar, gemendo junto com ele.

Justin!.. - gemi puxando o cabelo dele.

Enquanto ele me penetrava eu puxava o cabelo dele sentido aquele prazer tao bom. 

Uhmmm.. Eu tinha tantas saudades tuas! - sussurei e ele beijou me sorrindo.

Eu também tinha!! -disse e sorri e ele voltou a mexer se.

Depois de um tempo eu senti que estava perto do clímax e ele também estava, o que fez com que ele fosse mais rápido. 

Ahh Lauren!! - gemeu o meu nome apertando os lençóis.

Justin!! - arrameilhe as costas e senti o meu gozo escorrer pelo penis do justin e ele veio logo a seguir.

Ahhhh!! - gemeu e gozou no  preservativo.

Uhmm eu amo tanto meu amor. - disse me puxando para o peito dele e beijou me.

Eu também te amo!! - disse o beijando sentindo o coração dele a bater acelerado.

Justin eu estive  pensando e, eu vou pedir desculpa à Flora. - disse olhando para ele.

Eu acho uma ótima ideia. - disse me dando um beijo na cabeça.

Eu sei que eu fui injusta com ela mas eu estava me sentindo magoada com ela. - disse deixando uma lágrima escorrer. 

Ei eu sei, e eu tenho a certeza que a Flora também vai entender. - disse limpando as minhas lágrimas. 

Eu vou amanhã falar com ela. - disse e ele beijou me e eu adormeci nos braços dele. 

No dia seguinte a lauren estava a caminho da casa de Pattie para falar com a Flora. 

Lauren querida, bom dia entra!-disse a Pattie quando abriu a porta. 

Bom dia! - disse lhe dando um beijinho e entrei.  A Flora está eu precisava falar com ela. - disse olhando para ela. 

Sim ela está lá fora eu vou chamá-la. -disse. 

Não eu vou lá ter com ela se não se importar. - disse. 

Não querida fica à vontade. - disse e eu vui até ao jardim. 

Quando lá cheguei vi ela deitada na rede a ler um livro. 

Flora?? - chamei e ela olhou para mim. 

O que é que tu estás a fazer aqui?? - perguntou me. 

Flora calma deixa me primeiro falar contigo não me atires já pedras por favor. - disse olhando para ela. 

Vamos conversar que foi uma coisa que nunca fizemos dês que eu voltei, por favor. - disse. 

Muito bem, podes falar. - dissse ficando de pé. 

Não era eu que vinha a conduzir na noite em que aquele homem morreu,... Não fui eu que atropelei aquele homem. - disse chorando. 

Então quem foi?? - perguntou me. 

Foi a tua tia... Foi a Elena. - disse deixando as lágrimas escorrem. 

O que?? Isso não faz sentido nenhum. - disse limpando uma lágrima. 

Então porque que tu é que foste presa?? - perguntou me. 

Era noite de final de ano, eu já estava grávida de ti, eu tinha descoberto naquele dia, por isso é que eu não bebi nada, o teu pai estava a estudar na Inglaterra. A tua tia tinha bebido muito , e ela insisto para trazer o carro, e... Eu deixei..  ninguém imaginava que a noite fosse acabar assim, nós vínhamos a conversar quando um homem apareceu a frente do carro e não deu tempo de travar, depois de eu ter assumido a culpa nos ficamos a saber que o homem tinha falecido. - disse limpando uma lágrima. 

É esta a verdade Flora!! - disse chorando. 

Mas e porque que a tia não contou a verdade? - perguntou. 

Porque eu fiz lhe prometer que não contava nada, era preciso alguém cá fora para cuidar de ti, e se ela disse se a verdade podíamos ser acusadas de cúmplices e tu precisas de alguém para cuidar de ti. 

Nós inventamos a desculpa de eu estar a viajar para que nunca soubesse da verdade, o que foi um erro pois só fez com que nos afastasse mos mais, e a tua tia aproveitou se disso para me afastar de ti, para se casar com o teu pai o homem que eu amo, eu entreguei a minha filha a uma pessoa que depois ma roubou. - disse olhando para ela que estava a chorar como eu. 

E porque que só me viste te dizer isso agora? O que é que ganhas com isso? - perguntou me. 

Acabar com os segredos, com todos eles, Flora eu contei te isto não foi para te virar contra a tua tia, foi para tu saberes da verdade, para saberes o motivo para te ter deixado com a tua tia. - disse olhando para ela a chorar. 

A minha vida foi uma mentira este tempo todo, eu pensei que a minha mãe não queria saber de mim porque andava pelo o mundo em festa, quando afinal estava presa a pagar pelo crime que não cometeu, a minha tia que defendi a vida inteira afinal é uma assassina que me vira contra a minha mãe, eu não sei mais o que pensar. - disse deixando lágrimas escorrer. 

Apenas diz me que me perdoas. - disse olhando para ela.

E ela ficou olhando para mim, até que ela me abraçou sem estar à espera. 

Eu perdou te mãe! - disse me abraçando com força e eu retribui da mesma maneira chorando de emoção.

Obrigada filha, oh meu amor é tão bom ouvir isso. - disse a abraçando.

Perdou a me por a maneira que eu te tratei. - dissse olhando para mim.

Eu fico tão feliz por finalmente nos estarmos a dar bem e eu perdoo o te meu amor claro que sim e não tem nada que perdoar filha . - disse lhe mexendo no cabelo.

Mãe,.. É tão estranho chamar te assim. - disse e nos rimos. O meu pai sabe desta história? - perguntou.

Não mas eu prometo te que vou dizer a ele. - disse olhando para ela e, ela concordou.

Ainda bem que a vossa conversa correu bem. - disse o justin chegando ao pé de nós e nos abraçando.

Eu também não acredito, que tenho a minha filha ao pé de mim, e o homem que eu amo também. - disse sorrindo e o justin deu me um selinho me fazendo rir.

Vocês estão juntos?? - perguntou a Flora.

Estamos, meu amor. - disse o justin. Tu concordas com isso? - perguntou lhe o justin.

É claro que concordo! - disse nos abraçando e eu sorri olhando para o justin que mandou me um beijinho me fazendo sorrir.

O que é que se passa aqui?? - perguntou a pattie quando chegou com o jeremy ao jardim.

Eu e a minha mãe fizemos as pazes. - disse a Flora sorrindo me fazendo sorrir por ouvi-la me chamar de mãe.

Meu Deus é tão bom ouvir-te chamares a Lauren de mãe. - disse a pattie emocionada.

Isso mesmo, e isto merece uma comemoração, vamos almoçar fora pago eu. - disse o Jeremy sorrindo.

É bom aproveitarmos visto que é o avô que está a pagar. - disse a Flora nos fazendo rir.

Eu aceito obrigada! - disse sorrindo ainda abraçada à Flora.

Então está decidido. - disse e nos sorrimos. 


Notas Finais


Espero que gostem e que comentam para eu saber se estão a gostar.

Até breve 👍👍😉


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...