1. Spirit Fanfics >
  2. A 16 passos de ti >
  3. Verdades e Confrontos

História A 16 passos de ti - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Cá vai mais um capítulo.

Boas leituras.

Capítulo 9 - Verdades e Confrontos


Fanfic / Fanfiction A 16 passos de ti - Capítulo 9 - Verdades e Confrontos

Flora bieber :

Depois de ter saído da casa da Lauren, foi para casa da minha avó. 

Então meu amor como foi que correu??? - perguntou me.

Mal, ela não me perdoo avó. - disse chorando.

O que?? O meu amor eu sinto muito, mas eu acho que a lauren está a te dar uma lição isso sim querida. - disse a minha avó mexendo no meu cabelo. 

Mas, eu fui falar com ele e fui lhe pedir desculpa, porque que ela não me aceita?-perguntei com as lágrimas nos olhos. 

Oh meu amor, a tua mãe fico magoada da maneira que lhe tratas te, até eu ficava Flora ela fartou se de querer se aproximar de ti e tu nunca quiseste, agora é ela que não quer que te aproximes dela. - disse a minha avó. 

Olha ela é que perde mas depois que não venha depois pedinchar que eu não lhe vou ligar nenhuma. - disse magoada. 

Não digas isso filha. - disse a minha avó me limpando as lágrimas. 

Nesse momento a porta de casa abriu se entrando por lá o meu pai e o meu avô Jeremy. 

Filha, então o que foi que aconteceu. - disse  o meu pai se sentando ao pé de mim. 

Aconteceu que eu fui tentar resolver as coisas com a Lauren e ela correu me da casa dela, ela não quer me na vida dela. - disse com magoa deixando recorrer  as lágrimas. 

Filha tenta entender, quantas vezes a lauren tentou chegar perto de ti e do a renegaste como mãe? - perguntou me o meu pai. 

Mas eu tava magoada com ela pai ela mentiu me, eu pensei durante 16 anos que ela estava a viajar pelo o mundo sempre em farra quando afinal estava presa, por ser uma assassina. - disse nervosa. 

Pois sou eu agora que a vou castigar. - disse me levando do sofá.

Flora... Filha as coisas não funcionam a sim. - disse o meu pai suspirando.

Eu vou para o meu quarto. - disse e subi.

Justin bieber :

A minha menina está tão triste, custa me vê la assim. - disse a minha mãe.

Eu tenho que falar com a Lauren a cerca disto todo quer dizer ela primeiro anda louca para estar ao pé da Flora e agora a miúda vai ter com ela e, ela rejeita a . - disse inconformado. 

Filho vai com calma, a lauren também está magoado não te esqueças disso. - disse a minha mãe. 

Teja descansada eu agora preciso sair. - disse pegando na chave do carro. 

Desculpei me alguém pode me explicar o que se está a passar aqui, eu fico quase 7 meses fora e quando chego sei que o justin divorciou se da Elena e a mãe biológica da Flora voltou. Será que alguém me pode explicar ou vou ter que descobrir sozinho?- disse o meu pai. 

Oh pai a mãe que te explique eu agora preciso ir falar com a Lauren, até logo. - disse abrindo a porta da rua. 

Cuidado querido. - disse a minha mãe e ouvi ela a falar com o meu pai e fechei a porta de casa e entrei no carro indo em direção da casa da Lauren. 

Depois de um tempo, cheguei ao pé do restaurante da Lauren, pois tinha ido à casa dela mas a Mel disse que ela estava no restaurante. 

Quando entrei encontrei a,  a arrumar uma mesa. 

Preciso de falar contigo! Agora! - disse chegando ao pé dela dando lhe um susto. 

Em primeiro lugar boa tarde, em segundo lugar calma e em terceiro vamos falar para o escritório eu não quero confusões aqui, já bastou a confusao da inauguração. - disse ela e conduziu me para o escritório. 

Eu posso saber porque razão, rejeitaste a Flora quando ela foi ter contigo? - perguntei me sentando na cadeira. Quer dizer andas louca para que eu te ajude a te aproximares da Flora e depois rejeitas a, mas o que é isto, achas que ela é algum boneco, algum nenuco, hoje quero te como minha filha amanhã já não quero, se achas que isso vai ser assim estás muito mal enganada. - disse irritado lhe apontando o dedo. TU TENS NOÇÃO DE COMO ELA FICOU TRISTE E MAGOADA POR NÃO A QUERES NA TUA VIDA!!-gritei com ela. 

AH! A FLORA TEM SENTIMENTOS! E EU NÃO TENHO É ISSO, ELA PODE FAZER TODO O QUE QUER E SE EU FIZER ALGUMA COISA CONTRA A VONTADE DA MENINA EU JA SOU A MA DA FITA. - gritou se pondo de pé. 

ELA É UMA MIÚDA DE 16 ANOS, QUERIAS O QUE?? QUE QUANDO VOLTASSES ELA TE RECEBESSE DE BRAÇOS ABERTOS?? VAMOS COMEÇAR DE NOVO MÃE COMO SE EU TIVESSE MESES AINDA!!!! - gritei irritado. 

NÃO MAS QUE POR O MENOS ME RESPEITA SE!! EU TENTEI TANTAS VEZES ME APROXIMAR DELA E ELA REJEITOU ME EM TODAS AS MINHAS TENTIVAS, MAS ELA NÃO QUIS SABER DE MIM, SE ELA NÃO QUER NÃO VOU SER EU QUE VOU CORRER ATRÁS!! - gritei chorando magoada. 

EU NÃO ACREDITO NISTO!! - gritei. 

TU FALAS DA TUA IRMÃ, MAS ÉS IGUAL A ELA, SÓ PENSAS EM TI!! E DEPOIS VENS FALAR DELA COMO SE FOSSES A DONA DA RAZÃO, MAS SABES QUE MAIS ÉS IGUAL À ELENA UMA EGOÍSTA!! - gritei ficando vermelho da raiva que estava a sentir. 

OLHA PODE SER QUE ELA ASSIM APRENDA A RESPEITAR AS PESSOAS PRINCIPALMENTE A MIM QUE SOU MÃE DELA!! - gritou e depois limpou as lágrimas. E NUNCA MAIS VOLTES A COMPARAR ME COM A MINHA IRMÃ, PORQUE TU NÃO SABES NEM DA MISSA A METADE, NÃO SABES A PESSOA QUE A ELENA É!! - gritou.

TU NÃO SABES A VERDADEIRA RAZÃO PARA EU ME TER SEPARADO DA FLORA!!! E SE EU SOUBESSE O QUE SEI AGORA, EU NUNCA TERIA INTEGRADO A MINHA FILHA A ELA, NUNCA MESMO, PORQUE EM VEZ DELA CUIDAR DA FLORA, ELA VIROU A MINHA FILHA CONTRA MIM!!!!ELA ROUBOU MA!! - berrou com magoa ficando vermelha com as lágrimas  a lhe escorrer. ELA NÃO DESCANSOU ENQUANTO NÃO FEZ A MINHA FILHA ME ODEIAR!! E TU.. NÃO.. SABES.. O QUANTO... ISSO... MAGOA.. - gritou soluçando. SER RENEGADA PELA FILHA SER REJEITADA PELA PRÓPRIA FILHA!! - gritou, sentido falta de ar. 

E achas que isso é motivo para a tratares assim? - perguntei. 

Eu não sei que moral tens para falar de mim, quando és igual  a tua ex mulher. - disse olhando para mim. 

O que?? Tas a falar de quê?? - perguntei. 

Eu estou a falar da mensagem que me mandaste depois da noite que passamos juntos. - disse e bebeu água. 

Uma mensagem?? Eu não te mandei mensagem nenhuma. - disse me encostando à mesa. 

Tu mandaste me uma mensagem a dizer para me encontrar contigo no vosso apartamento e que a porta estava aberta, eu pensei que a Elena tivesse saído. E adivinha quando cheguei a tua casa com o que me deparei? Tu com a Elena na cama e calculo que pela maneira que estavas a noite de sexo tinha sido muito boa. - disse e eu nunca estive tão às cegas como hoje. 

Eu juro que não me lembro... Espera.. A Elena perguntou  se eu tinha gostado da noite de amor com ela... Ela... Não... Não... Pode ser... Ela.. - disse com as mãos na cabeça. 

Ela drogou te... Ela queria que eu visse vos na cama para que eu me afasta se de ti, e ela dopou te para tu não me veres e também para ires para a cama com ela. - disse olhando para mim espantada. 

Aquela cabra como é possível eu ter sido casado durante 16 anos com uma filha da puta como ela. - disse irritado. 

Ja mais nada me surpreende vindo da minha irmã, é impressionante. - disse ela com as mãos na cara. 

Lauren, eu já mais iria para a cama com a tua irmã, tu tens que acreditar em mim. - disse a segurando pelos pulsos. 

Eu gostava de acreditar Justin, mas eu não consigo desculpa eu tento, mas a minha irmã esgota me as energias. - disse chorando. 

Eu te amo por favor não me faças isto. - disse com as lágrimas nos olhos. 

Eu também gostava de te amar sem ter sempre alguém a me tirar as pessoas que eu amo e que eu me preocupo. - disse nervosa. 

Eu vou falar com a Elena e vou resolver isto todo. - disse lhe limpando as lágrimas.

Não eu é que vou ir falar com ela, e vou resolver isto num estante e é agora. - disse limpando as lágrimas.

Eu vou contigo. - disse.

Não eu vou sozinha depois eu ligo te, quando saíres fecha a porta. - disse e saiu do escritório.

Lauren :

Depois de ter saído do restaurante e entrar no meu carro, eu olhei para o espelho retrovisor e vi o justin ao loge e escapou me uma lágrima. 

Depois de um tempo cheguei a casa da cabra da minha irmã.

Quando cheguei à frente da porta toquei à campainha. 

Olha quem está aqui a minha little sister. - disse ela sorrindo para mim e eu dei lhe um estalo, e ela olhou com os olhos esbugalhados para mim.

Como é que tu não tens vergonha de teres drogado o justin só para ele ir para a cama contigo?? - perguntei lhe entrando no apartamento e fechei a porta com força.

Tu não tens escrúpulos nenhuns. - disse olhando para ela com nojo.

Como é que tu te atreves a me bater?? - perguntou me com a mão na cara.

SE EU BATI TE FOI PORQUE TU MERECES TE SUA CABRA!! - gritei.

Como é que tu tiveste coragem de ires para a cama com o justin e depois mandares um mensagem do telemóvel dele!? Querias o que? Que eu assistisse ele a te foder e tu a gemeres como uma puta??!! - gritei. Pena que isso não correu como pensas te, pena que o justin não se lembra da noite que voces tiveram. - disse sinica para ela. 

Ele até pode não se lembrar, mas eu garanto te que a nossa noite foi ótima, e que ele só sabia gemer pelo meu nome. - disse sorrindo com gozo. Não te esqueças lauren que foi o meu nome que ele gemeu durante 16 anos, enquanto tu apodrecias na cadeia. - disse olhando para mim. 

CALA TE!!! EU JÁ NÃO TE POSSO OUVIR!! - gritei e ela sorriu satisfeita. 

Custa a ouvir não é? Que o homem que tu amaste nem sempre foi só teu. - disse se aproximando de mim. 

Tu estás enganada eu ainda o amo, como ele me ama a mim.-disse olhando para ela. 

Pois foi mas foi eu que te roubei a filha.. - disse sorrindo e comecei a me irritar. 

Elena cala a boca ... - disse respirando fundo. 

Também fui eu que te roubei o homem que amas, e não sabes o prazer que isso me dá... 

Elena eu já te avisei para te calares... - disse.

E eu vou tirar-te todo o que é teu COMEÇANDO NA FLORA E ACABANDO NO JUSTIN!! - gritou e eu descontrolei me.

CALA TE!! - gritei e fui para cima dela caindo nos as duas no chão da sala e eu fiquei em cima dela e dei lhe uma estrelada, começando a aranha la.

A FLORA É MINHA FILHA, TAS A OUVIR, E TU NÃO A VAIS AFASTAR DE MIM OUTRA VEZ!! - gritei enquanto lhe batia.

PARA SAI DE CIMA DE MIM SUA LOUCA!! - gritou ela também me arranhado.

O JUSTIN É MEU, OUVISTE, E TU VAIS TE ARREPENDER DE O MEU TERES ROUBADO, VAIS TE ARREPENDER DE TODO O QUE ME FIZESTE!!! - gritei e continuei a lhe bater.

Para!!!! Socorro!! SAI DE CIMA DE MIM!! - gritou e eu ouvi a porta a abrir e ouvi a voz do justin.

LAUREN!! DEIXA A LAUREN POR FAVOR!! - gritou me tirando de cima daquela rameira.

ISTO NÃO VAI FICAR ASSIM OUVISTE, NÃO TE ATREVAS A TE APROXIMAR DA MINHA FILHA!! - gritei olhando com ódio para ela.

A FLORA É MINHA FILHA NA TUA!! - gritou e eu tentei  ir para cima  dela, mas o Ryan estava a segura la.

ELENA CALA TE!! - gritou o justin.

RYAN FICA COM ELA EU VOU LEVAR A LAUREN PARA CASA!! - disse o justin e saiu comigo.

Depois de um tempo tínhamos chegado a minha casa.

Tu estás bem?? - perguntou me o justin.

Sim ela so me fez alguns machucados. - disse olhando para o meu braço.

Mas eu gostei de saber que eu sou só teu. - disse sorrindo para mim, que senti a minha cara ficar vermelha.

Mas é verdade, tu és só meu tu e a Flora. - disse me aproximando dele e quando demos por nós já nos estávamos a nos beijar. 


Notas Finais


Espero que gostem.

Eu acho que o capítulo está um pouco grande.

Prometo voltar logo, logo👌


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...