História A Acompanhante - Justin Bieber - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber, Karen Gillan
Personagens Justin Bieber, Karen Gillan, Personagens Originais
Tags Acompanhante, Aimee, Amantes, Amizade, Amor, Armas, Bebida, Bieber, Boates, Chermont, Clichê, Derrotas, Drogas, Erros, Festas, Gangs, Gangsters, Gillian, Guerras, Homens, Intrigas, Justin, Justinbieber, Karen, Karengillian, Lealdade, Mortes, Mulheres, Roubos, Suspense, Trafico, Violencia, Vitorias
Visualizações 734
Palavras 1.641
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Tradução do capítulo: Desculpe-me?

Hey!!!
Olha... Eu apareci, perdão pelos dias de atraso.
Digamos que fiquei sem ideia e meio ocupada tentando montar o look de cada personagem que aparecerá no baile de máscaras da Aimee.

Só queria dizer que, segunda-feira, 14/05, foi meu aniversário, fiz 17 anos.
Então... PARABÉNS ATRASADO PRA MIM!!!!


Hm... BOA LEITURA!!!!!

Capítulo 26 - Excusez-moi?


Fanfic / Fanfiction A Acompanhante - Justin Bieber - Capítulo 26 - Excusez-moi?

❀ [̲̅A̲̲̅̅i̲̲̅̅m̲̲̅̅e̲̲̅̅e̲̲̅̅ ̲̲̅̅C̲̲̅̅h̲̲̅̅e̲̲̅̅r̲̲̅̅m̲̲̅̅o̲̲̅̅n̲̲̅̅t̲̲̅̅ ̲̲̅̅P̲̲̅̅.̲̲̅̅O̲̲̅̅.̲̲̅̅V̲̅] ❀

13° dia.

- Aimee? -Ouço a voz de Caitlin me chamar. - Podemos conversar? 

Me viro para a loira e seus olhos azuis me fitam. - E sobre o que seria? -Mantenho minha voz firme. 

- Ah... Sobre o almoço de ontem. -Se embaralha nas palavras. - Podemos? 

- Olha, eu não quero saber mais sobre as fodas que você e o Justin tiveram, ok?! -Me viro novamente em direção as escadas. - Agora me dê licença que eu tenho que ir falar com o cara com quem você já fodeu várias vezes. -Minha voz sai ríspida. Por que me sinto magoada com isso?

Não tenho nada com Justin, não tenho porque ter esse sentimento -que eu não faço a mínima ideia de qual que seja- por ele. Chega até ser idiota da minha parte.

Tenho certeza que nesses treze dias que estamos "juntos" ele já deve ter dormido com várias mulheres. Só de pensar isso meu coração dói.

Enquanto a idiota aqui está apaixonada por ele. Patético!

Wooow!! Eu usei a palavra apaixonada. Não sei se posso utilizar desta palavra. Ela é algo muito forte.
Mas eu sinto uma grande atração pelo Justin. Isso!!

Eu não estou apaixonada por ele, só sinto uma forte atração. Olha eu aqui me iludindo.

Tenho certeza que Justin não sente essa mesma "atração" que sinto por ele.

- Bieber? -Bato na porta do escritório e logo o loiro me autoriza a entrar.

- Bom dia, Aimee. -Me lançou um lindo sorriso. - Tudo bem?

- Ah, sim, tudo. -Sorri me aproximando mais do rapaz. - E você?

- Tudo bem. Só algumas coisas pra resolver. -Ok! Definitivamente Justin estava estranho. Ele nunca me pergunta se está tudo bem.

- Ah... Sim... Ah, eu vim avisar que estou indo no shopping. Ok?

- Beleza, a Caitlin vai com você. -Voltou sua atenção para os papéis em sua mesa.

- Quê! Por que ela tem que ir comigo? -Arqueei uma sombrancelha.

- Porque terá um evento em poucos dias e nenhum dos seus vestidos está de acordo com ele.

- E que evento seria esse?

- Um baile, mais exatamente um de máscaras. Então preciso que você e Caitlin vão ao shopping e escolham vestidos e máscaras para vocês.

Podia jurar que meus olhos brilhavam perante aquela notícia. Sempre tive vontade de ir a um baile de máscaras.

- Tá. Mas eu não posso ir com a Pattie? -Sinceramente... Como dizem; a primeira impressão é a que fica, e Caitlin não me causou uma boa impressão. Ah, foda-se, não gostei dela por ela ser uma das ex do Justin.

- Não. -Respondeu secamente. - Pattie está organizando o evento, então ela está muito ocupada. Você terá que ir com Caitlin. -Me olhou desafiador.

Respirei fundo. - Beleza, Justin. Eu vou, mas se ela vier com aquele papo de vocês fodendo e tudo mais, não respondo por mim.

Soltou uma leve risada. - Está com ciúmes, Aimee?

- Ciúmes? -Soltei uma risada nervosa. - Eu? Com ciúmes de você, Bieber? Logo você? Você?

- Sim. Você. Lógico que você tem ciúmes de mim. Logo eu. Euzinho. -Se levantou de sua cadeira e chegou a frente da sua mesa, parando a poucos metros de mim.

- Por favor, não se iluda. -Soltei uma risada nervosa. - Por que eu sentiria ciúmes de você?

- Porque você me ama. -Sorriu galanteador. Soltei uma risada alta.

- Justin. Eu não te amo, meu amor. -Sorri.

- Ah não? -Me puxou pela cintura. - E o que sente então?

- Nada. -Dei de ombros ainda em seus braços. Seus olhos perderam o brilho. - Nada que chegue a ser amor ou paixão. -Sorrio de lado.

- Não minta. -Me aproximou ainda mais. - Sei que gosta de mim. -Roçou a ponta de seu nariz no meu.

- N-Não gosto. -Falhei ao falar quando seus lábios tocaram nos meus.

- Vamos, Chermont, não minta... -Mordeu o lóbulo da minha orelha. - Eu também gosto de você. -Sussurrou me arrancando arrepios pelo corpo.

🍓。・゚♡゚・。🍓。・゚♡゚・。🍓

- Vamos naquela loja. -Digo secamente para Caitlin ao meu lado.

Bufa. - Ok. -Seguimos para dentro do estabelecimento. - Aimee?

- Fala.

- Será que agora podemos conversar sobre o almoço de ontem? -Paramos no meio do corredor, com a Beadles mais nova a minha frente.

- O que você quer Caitlin? Não tenho nada pra falar com você. -Olho em volta a procura de alguma atendente.

- Quero te pedir desculpas. -Suas íris azuis se encontraram com as minhas castanhas.

- Pedir? Desculpas? Você? -Por que diabos eu estou falando dessa forma hoje?!

- Sim. Desculpas. Eu. -Me respondeu da mesma forma que o Justin.

- Por que disso? -Me olhou confusa. - Por que das desculpas? Logo agora? Depois daquilo.

- Porque tive uma conversa com o JB. E ele deixou bem claro que não quer nada comigo. Dá mesma forma como ele não quis nada quando éramos adolescentes. -Sua voz estava falha. Ela queria chorar?

- Não quer nada? -Arqueei uma sombrancelha.

- Olha, não vou mentir. -Respirou fundo. - Eu sou apaixonada por ele. Arrisco a dizer que o amo.

- Ama? -Sinto uma pontada no coração.

- Sim. Mas... -Se cortou. - Eu sei que não é de mim que ele gosta... -Limpou uma lágrima. - Então... -Suspirou.

- E de quem ele gosta? -Caitlin me olhou confusa.

- Não tá na cara? -Neguei. - É de você que ele gosta! -Disse indignada.

Gargalhei alto. - Ah, não mente Cait. -Limpei uma lágrima imaginaria. - Drew nunca vai gostar de mim. Não faço o tipo dele. -Digo amargurada.

Arqueou uma sobrancelha. - É isso que você acha? -Ela estava irritada? - Olha, Aimee Jenner, eu sei que o Justin não me ama, que ele tem raiva de mim pelo que fiz na nossa adolescência e o caralho a quatro. Mas eu também sei quando o cara que eu amo está amando outra pessoa!

O que ela fez pra ele ter raiva até hoje? Mas que merda de pensamentos são esses que eu tenho? Tão fora de contexto.

- Amando? Olha... -Respiro fundo. - Eu sei que você não gosta de mim, por eu ser a "namorada" -Faço aspas com os dedos. - Do Justin, mas eu não tenho culpa. Ok? Eu fui contratada pra isso. Pra você saber, nunca passou de beijos em público pra manter as aparências. -Mentira!- E nem irá passar. Justin não me ama! Ele tem medo de se entregar a outra pessoa depois do que passou com a Selena Gomez. Por isso, tenho a mais absoluta certeza de que Justin Drew Bieber nunca irá me amar. Esta satisfeita? Agora você pode parar de sentir essa raiva sem sentido por mim. -Tomo fôlego. Falei tudo de uma vez. Sinto que minhas bochechas estão quentes e úmidas. Eu estava chorando.

- Você também o ama... -A loira me olhou espantada. - É recíproco. -Seus olhos soltaram mais algumas lágrimas.

- Eu não o amo! -Tento ser firme. - Não posso ama-lo... -Abraço meu próprio corpo.

- Não pode? Como assim não pode? Aimee, ele te ama! Porra, garota, abre os olhos! -Disse irritada. - Selena é passado!! Justin está se abrindo pra você.

- Não...

- Olha... Desde que eu voltei, percebi que a casa estava diferente... -Olhei confusa para a garota a minha frente que agora secava suas lágrimas. - Está com uma aura diferente... Você, você mudou todos naquela casa.

Cadê as atendentes dessa loja? Tem duas loucas discutindo aqui sobre o Justin já poder amar ou não e ninguém aparece para interromper.

Não quero ficar ouvindo o que ela diz... Pois tenho certeza que ela só irá dizer verdades

- Até o Chris começou a gostar de você, meu irmão! Ele não se interessa dessa forma por uma mulher a muito tempo. Cara! -Me olhou incrédula. - Espero que você saiba que vai ter que dizer ao Chris que não vai acontecer nada, pois você ama o Justin.

- Já deixei bem claro para o Christian que não vai rolar nada entre nós... -Limpei uma lágrima. - Olha... Eu não amo o Justin. Dá pra entender isso?

Soltou uma risada forçada. - Quando você vai entender que ficar negando esse sentimento por mais tempo só vai te destruir ainda mais quando esse mês acabar? O que custa se entregar a esse sentimento? Curtir o momento? Curtir esse amor que ele também sente por você?

- Ele... -Desviei o olhar. - Ele disse isso pra você?

Suspirou. - Não, ele tá igual a você, negando esse sentimento. -Se aproximou ainda mais colocando sua mão em meu rosto e me fazendo olhar em seus olhos. - Mas... -Seu olhar era triste. - Pelo brilho nos olhos dele quando está perto de você ou quando citam seu nome... Já dá pra ver de longe que ele te ama. -Me deu um sorriso fraco.

- Caitlin... -Voltei a chorar. - Eu não sei o que fazer. -Abracei meu corpo com mais força. - Desculpa... -Me olhou confusa. - Olha... Eu me sinto atraída pelo Justin... E tudo, mas... Eu não posso me apaixonar por ele, não posso ama-lo. Como você mesma já disse... Esse mês irá acabar, eu irei para outra pessoa... Não posso está amando o Justin e estar com outro cara. -Suspirei. - Entende?

- E por que não larga esse trabalho?

- Não posso...

- Por que não?

- Não posso dizer... Désolé.
[Desculpe]

- Tudo bem... -Respirou fundo. - Olha... Desculpe-me?

- Tudo bem. Eu te desculpo. -Sorri verdadeiramente.

Caitlin só agiu como qualquer outra mulher apaixonada. Acho que eu agiria da mesma forma.

A loira soltou um gritinho fino e logo me abraçou apertado. - Obrigada, Aimee. Prometo ser uma ótima amiga... -Olhei confusa para ela. - Quer dizer... Podemos ser amigas? -Sorri e balancei a cabeça em confirmação. A loira soltou outro gritinho fino. - Obrigada! Obrigada! Obrigada! Você não vai se arrepender. 


Notas Finais


Se gostou comente.
Se não gostou, comente também.
Sua opinião é sempre bem-vinda!

Acrescentei pequenos detalhes, como a quebra de tempo e o POV, gostaram? Irei dar uma revisada em todos os capítulos, e adicionar esses detalhes.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...