História A ajuda do mar - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Meiwan, Sycaro
Visualizações 39
Palavras 577
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, LGBT, Misticismo, Sobrenatural, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Desculpe o atraso... Eu vou explicar o porque. Bem, eu fiz o capítulo, mas eu esqueci de terminar e de salvar as palavras porque podia perder e eu sou precária, menos nesse dia, sim eu perdi o capítulo que PASSEI A TARDE TODA FAZENDO. Fiquei bastante triste. Algumas pessoas me consolaram e eu tentei fazer um novo e talvez melhor. Bloqueio criativo bateu em minha porta... (Explicação na tirinha)
Mas enfim, eu conseguir pensar em algo e tarã capítulo novo

Capítulo 3 - É só um selinho ue? Parte 2


Fanfic / Fanfiction A ajuda do mar - Capítulo 3 - É só um selinho ue? Parte 2

-Não!-Dizia Meiaum cobrindo o rosto com o boné. Estava muito corado, com certeza, e sorria de orelha a orelha. Tawan estava na mesma olhando os sorrisos que o outro dava. O silêncio invade na hora errada, Ycaro e Saiko se entreolham estavam ainda com os olhos querendo loucuras. Eles deviam seus olhares, corados igual a pimentões. Para se separarem, sentaram no chão, para a felicidade e infelicidade deles, sentam muito perto um do outro, fazendo seus dedos tocarem lentamente nos outros, eles novamente se olham, agora tão perto que podiam sentir seus corações batarem mais rápido que o tempo. O Silêncio absurdo não parava, só escutavam as ondas do mar vim e ir embora. Ycaro já não aguentando tudo, se levanta e tira a camiseta "V-vamos ir n-nadar?" Todos o olham surpresos, mas concordam e começam a tirar as camisetas, joga-las na bolça e ir para o mar aberto. O loiro quando se divertia, esquecia de tudo o acontecido e começa a nadar até onde a água batia em sua cintura. Saiko, Meiaum e Tawan também estavam com o menor, o mêsmo começou a colocar as mãos na água e joga em cima dos outros. O moreno se surpreende com tal ato do pequeno ingênuo. E para se "vingar" ele jogou água de volta, logo, o de boné e o peruano se entreolham, sorriem e logo comessaram uma guerra de água. Todos se esquecem do acontecido, e o tempo passa rapidamente. 

• • •

-Que horas são?- Perguntava Ycaro já colocando sua camiseta "5:30!!" Diz saiko segurando o celular e arregalando os olhos. "O QUÊ?" Dizia Tawan e o loiro enquanto pegavam seus celulares. "Não vai dá para ir para casa nessa hora, ainda bem que eu trouxe barracas" Disse Meiaum olhando o mar com as mãos nos bolcos do casaco. "Você colocou barracas em meu carro?" O peruano estava morrendo de rir do o quanto era esquisito. "Então que tal a gente dormir ali?" Aponta Tawan para perto de uma mini montanha "Pode ser" Disseram todos em um coro. Ycaro estava realmente pertubado com o porque de meiaum ter trago barrancas "Porque tu trouxe Isso?" Pergunta Ycaro. "Para dormimos junto com os que amamos" sussurra o do boné rosa. "É O QUE MEIAUM?" Todos olham para o loiro que estava pasmo pelo comentário. "O que foi burro?" Saiko disse e o menor apenas negou e foi pegar as cabanas "Vem comigo MEIAUM!" Ele diz puxando o mesmo

• • •

-Duas barracas?- Ycaro olhava para Meiaum ainda incrédulo com o comentário. "Achou mesmo que eu estava brincando?" Ycaro engoliu a seco e apenas fingiu não escutar nada e levou para a mini montanha.

• • •

-Bem, como nos vamos dividir as duas cabanas? Já sei! Que tal assim, a gente divide com quem tem a primeira letra do nome?- Diz Tawan colocando as bolças nas barracas junto do saiko "Pensa bem rápido hein. Para mim tudo bem" Ele balança a cabeça. "TERMINAMOS E VOCÊS?" Grita André pulando nas costas de Tawan fazendo o mesmo pegar em suas pernas para não derruba-lo. "O que é isso Meiaum?" falava aos risos. Enquanto isso Saiko entra numa cabana e viu Ycaro já dormindo feito anjo. Ele queria dormir do lado dele, então, ignorou a ideia de tawan e deitou ao lado do pequeno ingênuo inocente.

-Como não se apaixonar por uma Fofura dessas?- Sussurra o moreno acariciando os cabelos compridos e loiro. Sem hesitar, ele se aproxima e o abraça, logo, começa a adormecer.







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...