1. Spirit Fanfics >
  2. A Ajuda Está a Caminho. >
  3. Meus melhores amigo coloridos

História A Ajuda Está a Caminho. - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem.

Capítulo 1 - Meus melhores amigo coloridos


   Eu sou uma casca vazia tão frágil como um ovo.
Sem amarelo ou branco dentro: Somente um cinza e um corpo oco olhando para o teto cheio de mofo. Camisa jogada no sofá. luz do quarto apagado e luz de outro cômodo entrando: uma completa solidão.
    I é nessa hora que tudo começa.
Dentro de mim existe um arco íris de 4 cores, as mais importantes que fazem de mim quem sou.
I nessas horas cinzentas esses espíritos, entidades que criei, essas personalidades vem me ajudar, por algum motivo.
São também minhas amigas essas minhas pequenas partes.
Primeiro vem a amarela; me trázendo o celular. Ela o coloca nas minhas mãos Frias.
Me olha com um sorriso bonito e dentes perfeitos; Senta e me abraça com força, me cobre com a própria pele amarelada como ouro, dizendo baixinho " calma".
   Me faz pensar que pelo menos  um pouquinho, não estou só.
---- Julinha minha linda! - com sua voz sensual e firme - para de chorar, levanta dessa cama Princesa.
Eu a olho com os olhos vermelhos de tanto chorar e minha boca nem se meche para responder.
Ela pega meu celular e coloca a música "baby I'm Yours"
---- Ouve essa música!.
A luz do celular iluminado meu rosto: ela o equilibrou no meu rosto. Eu vejo minha amiga mandando mensagem, pego ele e digo que estou bem, com o ribel todo borrado..

    A Amarela é a minha parte mais maravilhosa, ela carega meus talentos. Quando ela me possui eu sou brilhante: meu sorriso é como um jato de luz.
    Ela é como alguém que parece que sabe o que faz dá vida, as pessoas me adimiram mais quando sou ela. Mas nem sabem como sou sem a amarela. Tambem ficamos só nos duas quando estou me distraindo, fazendo alguma arte: pintando,escrevendo, cantando, desenhando.
    Não faz parte de mim quando estou triste. Ela Simplesmente some. Toma forma humana,e pra tentar entrar dentro de mim de novo ela tenta me ajudar.
Tão educada e gentil esse meu lado..
--- Você quer dançar?
"Agora não"
--- levanta você dança tão bem
" não não danço..."
---- dança sim coisa boba kkk
Jogo um travesseiro nela i ela cai no chão.
"Qual o problema?" Amarela volta ao meu lado tão perfeita como antes, me abraçando com seus cabelos crespos e loiros reluzentes em volta de mim. Como um pó estrelar iluminado.Iluminando a escuridão do meu quarto e tentando dar um pouco de luz, ao meus olhos opacos.
--- Vou chamar a rosa ela vai me ajudar...Para de chorar.---
Mesmo assim não parei. Ela gritou a rosa que estava em algum canto do meu coração. Trancada. mas ela sabia como destrancar.

   A rosa é pequena porque ela mal aparece. Ela é um lado meu que eu não demonstro muito,( E quando menos eu a uso menor ela fica). Só quando estou sozinha, ou com pessoas que amo muito, muito mesmo, ela escapa e da uma aparecida pra assutar todo mundo.
Ela tem os olhos brilhantes como diamante, um sorriso como de uma criança que você aperta sem pensar duas vezes, os cabelos curtos e cacheados, cada mexa tem  uma tonalidade de rosa, alguns fracos outros fortes, ja vi algumas mexas tão claras que ficacam transparentes e outras tão escuras que ficavam vermelhas. Seu rosto é tão meigo apaixonante um rosto que nimguem teria coragem de machucar, se eu tivesse o rosto dela talvez minha vida fosse diferente. A voz dela é aguda quase irritante, e dentro de si existe uma vontade enorme de ajudar as pessoas ( oque muitas vezes deu muito errado). Ela as dá uns gritinhos loucos de tempo em tempo e também ri muito quando está contente é bastante barulhenta. As vezes antes de dormir me faz fazer coisas muito estranhas de contar. Mesmo sempre dando a entender que é pura como o ar.
Ela é amor e sentimento.
Ela é a emoção mais pura dentro de mim.
Ela que me faz entrar em grandes frias, e esquecer esse mundo injusto que vivo. Ela vive em um mundinho de princesa só dela omde tudo vai pra onde deve estar, vive vendo de séries e aventuras doidas com um romance foda e calhente. Mas sempre acaba machucada e chorando. Ou melhor, me fazendo chorar.
--- Oque ouve bebê???, Bebê!, Bebeeeeee, Amarela vai fazer um brigadeiro prá Julinha!!!
---- Para de gritar, olha a cara dela
---- Oque ela tem? Julinha aguenta firme! aí meu deus oque você tem meu nenémZinho? não chora não!, vamo ver uma série bem romântica pra você chorar e botar tudo pra fora. Quer um abraço vem cá.
- Não quero - consigo dizer.
Rosa se afasta magoada , vai para o meio do quarto e fica vindo de la pra cá com o rosto quase vermelho como de um pimentão: (Ela queria ajudar mas não sabia como), mas mesmo assim não desistia botou a cabeça pra funcionar,  queria ajudar e continua a pensar, pensando e pensando.
A amarela ficou alisando minhas costas com uma mão e a outra procurando uma música legal em meu celular, alguma música que me fizesse levantar de uma vez só dançar. Colocou varias músicas em meu ouvido " talk de khalid"," jangueo de alex rose" e Ali eu comecei a melhorar um pouco o brilho dela foi cafungando, cafungando em um cafune gostoso minhas mãos foram deixando de ficar tão geladas, ver minhas duas amigas tão preocupadas comigo e essas musicas. Sem perceber me distrairam um pouco do problema.
  A rosa voltou como se tivesse acendido uma ideia, olhou pra mim segurando minhas faces.
Me puxando pelo rosto pra perto dela disse:
--- É por causa daquele negócio né?... - eu balancei a cabeça confirmando.
Ela suspirou com mão no peito " eu descobri o motivo" a amarela olhou como quem ja sabia. Rosa disse " já falamos que não tem oque fazer, tem que superar esse negocio, e tem que esperar aquele outro negócio, não fica preocupada. Problemas assim não devemos ficar pensando meu anjo celestial, tudo vai ficar bem meu bebezinho de coração mole."
Eu me rendi um pouco.
---- Vamos no mercado então comprar chocolate pra fazer brigadeiro - disse eu.
--- Vamo! - as duas falaram.
--- Eu ia falar pra gente fazer isso hehe
--- Primeiro vamos chamar a vermelha pra nós levar vai que alguma coisa acontece - disse a amarela
--- sim sim, vermelha vermelha!

A vermelha apareceu com uma cara brava e debochada, quê ela sempre tem porque sabe bem como fazer, Ela estava dentro de mim só esperando alguém a chamar. Vermelha é uma parte de mim muito boa, mas também muito ruim. depende dá situação é egocêntrica e violenta mas tudo isso porque é protetora.
É muito nervosa, mas também muito onesta. Até de mais as vezes, de mais da conta.
Ela é musculosa toda coberta de pano ussa uma toca que cobre os olhos só vemos a sua boca grande e larga e a blusa aberta mostrando seu peito aberto.
Corajosa, forte. Quando queremos a agradecer por ter nos salvado dizemos que ela é isso e muito mais. Ou quando não queremos arrumar briga, ela é reclamona gosta de dar lição de moral de criar regra de cagar regra, ela é minha personalidade forte.
É alta porque ela está sempre em ação ressentimente, de vez em quando me domina de vez depois que me devolve o comando do meu corpo fico meio constrangido. Principalmente esses dias, as vezes quando eu fico cansada dela como agora a deixo de lado canso de ser forte e fico fraca. Ela me faz falar coisas que machucam as pessoas, ela me fez me afastar, me faz desconfiar. Ela fica na minha cabeça perto dos olhos, esquenta minha cabeça ao ponto deu ficar alucinanda.
Rosa e vermelha são irmãs. O laço delas é mais forte que qualquer coisa, estão sempre juntas.  Uma protegendo a outra do seu jeito.
Só que, não sei se faço bem ouvir tanto a vermelha, porque no fundo ela é fria e independente se eu deixae ela me afasta de todos e a rosa é quente e carente, muito dos dois não fas bem! Isso eu sei mais não estou afim de pensar agorra, não nesses dias.
A vermelha não deixou mais ninguém machucar a rosa, a colocou em meu coração trancada em um canto limpo a salvo das pessoas que a machucavam.
   A rosa da uma fugida as vezes, ela tem a copia da chave.. Mas ultimamente confio mais na vermelha doque na rosa.
   Infelizmente  essas duas dividindo esse corpo dá grandes confusões.
Mas amo essas duas partes minha.
Quando ela chegou, eu mudei de ideia. Falei que não queria mais sair porque tava muito feia.
--- Levanta daí sua bundona!
--- Para vermelha - disse a rosa.
--- Eu não tô brincando sério levanta. Olha se tá aí parada podia tá fazendo umonte de coisa estudando se sabe que não adianta ficar triste que doi mais poha, viu, se vai ficar deitada esperando algo bom acontecer
--- deixa ela chorar um pouco poxa, ela não tá aguentando continuar vivendo, eu sinto que ela tá cansada - disse a rosa
--- E duvidando de mim. A Alto estima dela tá um caco - disse a amarela.
--- Também de mim, eu sinto que ela me culpa um pouco por tudo - disse a rosa.
--- Para de se culparem garotas, ela tá mal porque a vida dela é uma droga, ela é pobre e não tem dinheiro para realizar seu sonho, odeia o corpo dela e por causa disso que ele não sai de casa, mas vocês conhecem a julia ela sempre fica mal por várias coisas nossa menina aguenta até não poder mais graças a mim.
--- E na onde isso é uma coisa boa?-- disse a amarela

Eu comecei a chorar, agora como uma torneira ligada, lembrando de tudo que elas estavam falando comecei a ficar sem ar e chorar como uma criança.
Mudei as músicas para músicas bem tristes " Remember me de umi", "i'll still have me de cyn", " Dancing with your ghost de Sasha sloan". Puxando meu cabelo pra trás até doer, cai no chão e fui parar de baixo da cama.
As três ficaram discutindo na minha cabeça lembrando que numca namorei, i eu sentindo que numca nimguem vai me amar. Que já terminei a escola e não sei oque fazer dá vida, ficaram lembrando de como outras pessoas me fizeram mal, me lembrando que meus talentos são inúteis que meu país não ligam pra mim e como são exigentes, que eu não consigo mais dançar por causa da baixa alto estima me lembraram do grande problema que nem consigo dizer oque é que me atormenta, amarela lembrava que queria fazer vários cursos de desenho e canto mais a vermelha falava " ela não consegue um emprego sua tonta" elas me faziam piorar assim sem querer e foi assim depois de um tempo de tanto ficar no canto sem fazer nada, que meu lado azul apareceu.
Fazendo todas se acalmarem em um suspiro bem devagar.
É assim que ele surge, aparece sempre que eu lembro de respirar.

Meu lado azul é meu lado racional e enteligente, ele é "atento" é "sabedoria" e "razão". É uma inteligência meio positiva e pé no chão, nada de negatividade e sentimentos distorcidos sai dele.
" Você nunca namorou ninguém graças a mim, se acha que nunca tevê chances?..." 
"Eu nunca deixei você namorar um cara meia boca me agradeça por nunca ter namorado."
"Seus problemas não vão se resolver agora, faça o que você pode até chegar a grande hora, seu sonhos exigem força fazer as coisas de hoje para que tudo fique bem para o futuro"
"Pará que você possa ser o cara que você sempre quis ser."
" você tem que sair de baixo da cama, você tem que lutar com o que pode, você tem que ter paciência, você tem que se levantar, tem que se ajudar!"
Nesse momento parei de chorar. Sai de baixo da cama e vi:
Não tinha ninguém no meu quarto. Nem ninguém que se preocupasse comigo em casa. Mas eu sabia que dentro de mim tinha.

Em silêncio enquanto limpando as lágrimas, me arrumei: coloquei alguma Música alegre e alto astral como " wave de limesoda", ou "determinete de lemonade mouth" fui comer alguma coisa fui fazer alguma coisa nem que fosse desabafar com a minha amiga cis que manda mensagem,  mesmo que ela não entendesse " eu não estava só".
"O azul tinha razão como sempre".
Sorri como a amarela sorri. dei um gritinho no espelho como a rosa. Peguei fôlego e coragem com a vermelha e fiquei calma e racional como a/o azul
O azul nunca teve um gênero próprio assim como eu, ele pra mim é a parte de mim que mais tento ussar.
Ele é alto, lindo, quando o imagino o imagino como eu vou ser no futuro, depois de tudo que eu tenho que passar, pra ser feliz. Depois de toda a batalha, e um grande caminho, até ser como ele.
O maior sonho dele é ser quem ele quer ser, o sonho dele é me ver feliz.
  Então vermelha lute! O máximo que puder para nada me impedir de ser feliz, deixe a rosa sair e jogue a chave fora! Sem ela não somos reais sem ela nós perdemos e precjsamks nos achar porque quero no futuro deixar a amarela brilhar, sem se esconder mais. Sem se contentar em brilhar só pra mim.
Farei esse juramento mais de uma vez pra não parecer fake para vocês meus pequenos espíritos.
E assim foi eu me animando, me levantando espiritualmente, como qualquer outro 
dia comum.

Fim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...