1. Spirit Fanfics >
  2. A ALPHA - Imagine HUANG ZITAO- EXO.Ztao >
  3. Capítulo 13- Amor cruzado

História A ALPHA - Imagine HUANG ZITAO- EXO.Ztao - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


▪ Eu to tentando mudar um pouco a forma de escrita.
▪ "[...]" Esse quadradinho com 3 pontinhos vai significar a quebra de tempo, mudança de cena e etc...
▪ Em vez de LEMBRANÇA ON, irei colocar as lembranças em negrito e tentar fazer vocês entenderem que é lembrança.

Capítulo 14 - Capítulo 13- Amor cruzado


Fanfic / Fanfiction A ALPHA - Imagine HUANG ZITAO- EXO.Ztao - Capítulo 14 - Capítulo 13- Amor cruzado

            


Eu me sentia tonta, um nó se forma em minha garganta acompanhado de uma dor dilacerante em meio peito. Estava confusa, realmente tentei encarar tudo isso de uma forma positiva. Por mamãe...

 Nada mais fazia sentido, apenas parecia um grande surto coletivo. A dor em meio aumentava a cada instante, me fazendo soltar a fotografia em cima do livro enquanto lentamente me abaixava me encolhendo entre meu próprio corpo. Lágrimas escorria de meu rosto, demonstrando a exaustão de minha mente. Tento me recompor sozinha, como sempre fazia.

 Sem aviso sinto os braços do bruxo me envolver.Eu poderia resistir, mas eu não queria. Me acomodo contra seu peito, como um passarinho em um ninho. O calor de seu abraço me passa tranquilidade, sinto o cheiro amadeirado de sua colônia invadir minhas narinas.

- Esse cheiro... - Penso.

Aquele maldito cheiro, por que me parecia tão familiar? A visão que antes era perfeita se torna agora lentamente embaçada. Meus ouvidos são tomados por um canto, vozes de criança em uma perfeita harmonia. 

   " Com você eu vou dançar lento"


Fecho meu olhos como tentativa de me controlar, prendo a respiração soltando a tardiamente. Juntamente com meus olhos que se abrem dando visão a um novo cenário. 

[...]

- Mamãe, o Kai puxou meu cabelo!

- Kai, de novo implicando com a Lia?

- Anyo - Dizia o menino emburado - Ela não gosta de mim tia Ariane - Berrava o menino já deixando as lágrimas rolarem pelo rosto.

A dor em meu peito aumentava a cada instante, enquanto eu via em minha frente o que imagino que um dia foi um momento de minha vida. Kai fez parte da minha infância? Eu não sabia mais distinguir realidade de alucinação.

- Vem princesa, eu te protejo! - Dizia Zitao que sem delongas se pôs a segurar minha mão.


- Sempre me protegendendo Zitao - Falo a mim mesma que olhava a cena encantada.


Continuo acompanhando a cena, eu não queria sair. Não queria voltar, seja lá o que tivesse acontecendo... Eu só queria mais, mais um pouco.

[...]

O pequeno Huang Zitao me balançava no velho balanço de peneu enquanto cantarolava sem parar.

- Vou dançar lento, comm você eu vou dançar lento. Eu sei que os outros são legais e durões. E triste eu sou. Com você eu vou dançar lento.

- Com você eu vou dançar lento - Repito sem pensar em um coro com as duas crianças da memória em minha frente.


[...]


- Você tá bem? 

- Kai - Falo ainda com a visão turva, olho em redor vendo que estava na cama de meu quarto. O que me faz suspirar de frustação.

- Eu fiquei preocupado - Ele diz se sentando ao meu lado na cama.

- Você fez parte da minha infância? -Pergunto sem delongas, eu precisava de uma confirmação. Que tudo que eu vi um dia existiu.

Olho o garoto ao meu lado que parece pensar em uma resposta. 

- Eu não preciso responder algo que pelo jeito você sabe a resposta. - O mesmo diz desviando o olhar.

- Por que eu não me lembro de você...

- Ariane trancou suas memórias. lembra?

- Você não gostava de mim - Digo soltando uma risada ao lembrar do garoto puxando o cabelo da minha versão criança.

- Você que não gostava de mim - O mesmo responde formando um bico entre os lábios.

- Eu gosto agora. 

Em um pulo envolvo o corpo do bruxo em um abraço que o mesmo responde quase de imediato. 

- Por que eu sinto que esquecer de você foi o maior erro que eu já cometi? -Completo falando mais para mim mesma. 

As mãos do bruxo se afirmam em meu corpo, não era um simples abraço. Era o reencontro de uma paixão. Eu podia sentir todo meu corpo ser tomado pelo sentimento que um dia me foi escondido.

- Eu senti tanto a sua falta 

Sua voz era quase um sussurro, embargada de emoção.

- Eu não quero te esquecer de novo Kai.

- Mesmo que você se esqueça - Ele solta um dos braços de meu corpo, levando a mão até meu rosto e completando com um simples toque de seus dedos em meus labios- Eu farei você lembrar de mim, quantas vezes for preciso.


[...]

O tempo já não fazia diferença Kai a via se deitado em meu lado, me levando a me perder em seus braços. Eu finalmente conseguia respirar em paz, o que me faz notar a visão privilegiada que eu tinha. Kai era incrivelmente sexy, seu corpo bem desenhado, o jeito como seu peito subia e descia conforme sua respiração... Eu o desejava, mais do que nunca. 

- Já é tarde, tenho que ir - Ele anuncia apenas virando seu rosto para me olhar.

- Você pode dormir aqui... - Falo mordendo meus lábios.

O que faz o mesmo soltar uma fraca risada acompanhada de um sorriso ladino que forma em seus lábios.

- Me seduzindo Sr.Lia? Aigo, que mulher ousada.

Me solto de seus braços e subo sentando em seu corpo.

- Se eu falar que estou, você fica?

O mesmo me olha sem reação nenhuma por uns intantes.  Até que sinto sua mão em minha nuca, em um só movimento a distância de nossos rostos é  desfeita.

- Não me provoca Lia, eu tô me controlando garota - Fala o mesmo com os lábios quase colados aos meus.

- Me faz sua, Kai - Digo quase suplicando. 

Meus lábios são tomados pelos dos bruxos, sua língua invade minha boca pedindo passagem. Em um só movimento entramos em perfeita sincronia. Não era um beijo calmo, mas sim desesperado. Era o beijo de um amor que esperou anos para ter sua chance.

Kai pousa suas mãos em minhas nadegas apertando as mesmas sem o mínimo de delicadeza. O beijo se aprofunda a cada instante, nos obrigando a se afastar. Para assim então voltar a respirar.

- Você me enlouquece Lia - É tudo que eu ouço antes do rapaz voltar a domar meus lábios. 

Suas mãos vão a minha cintura, separo nossos lábios o ajudando a tirar minha camisa. Dando visão ao bruxo de meus seios duros pulando em sua frente. 

- Você tem certeza que quer?

- Cala boca e me fode!








Notas Finais


Eu sou péssima em hot, então tenham paciência.
O que acharam? O que será que Lia viu que a fez desejar tanto o Kai?
E a música que o Zitao cantou para nossa menininha, a muito iti malia.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...