História A Alpha - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Hope Alpha Drama
Visualizações 38
Palavras 672
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 6 - Alexey?!


Fanfic / Fanfiction A Alpha - Capítulo 6 - Alexey?!

Alexey pov's

-Senhor algum problema?

-Hope se transformou, ela descobrirá tudo. Fique sempre de olho, se precisar faça amizade, quero saber o que estiver ao alcance.

-Pode deixar!

-Agora quero que a encontre, ela não deve estar muito longe.

Volto a ser um animal de quatro patas e saio para encontra-lá.

Alexey Off

Hope Pov's

Minha velocidade era incrível, poucos podiam ver. Mas nada estava me fazendo sentido...Eu? Uma lobisomem? Como era possível? Era esses tipos de perguntas que não saia da minha cabeça. Meu tamanho não era igual a de um lobo comum, chega a ser assustador.

Logo em frente tinha uma árvore enorme. Um ótimo lugar para descansar e raciocinar o ocorrido. Me sento e ali fico observando minhas patas, pingos caiam na grama, era lagrimas...Não consegui esconder a tristeza, isso acabava comigo.

-Hope? -diz em um tom baixo, percebo que era outro lobo

Me levanto rapidamente e me afasto enquanto solto rosnados

-Ei calma...Sou eu, Alexey!

-Alexey? -olhei confusa

-Minha nossa...Você é enorme! É o dobro do meu tamanho

Alexey era um lobo comum que nós humanos estamos acostumados a ver na Discovery Chanel. Mas eu ainda estava assustada

-Por que está assustada? -se aproxima de mim

-Você também é um lobo...É super assustador, como isso é possivel? Minha vida virou de ponta cabeça

-Como assim sua vida está de ponta cabeça? É incrível -diz alegre

-Incrivel? Eu quase matei meu pai!!! Você tem noção disso Alexey???

-Sim, eu tenho noção até demais.

Eu estava completamente desesperada, andava de um lado para o outro. Alexey me seguia com os seus olhos claros

-Você está me deixando tonto -diz Alexey

-Espera aí...O que você quer afinal?

-Não entendi -Inclina a cabeça para o lado

-Você surge do nada no colégio, sabe meu nome e é um lobisomem.

-Onde você quer chegar com isso Hope?

-Você sabe de algo, ou está envolvido em alguma coisa. -digo me aproximando -E outra...Como estamos nos comunicando?

-Estamos nos comunicando mentalmente. E sim eu sei sobre você, mas não significa que estou envolvido em algo

-E como você sabe sobre mim?

-Sabendo -Sai andando

-Ei volte aqui idiota!

-Você precisa saber sobre seus poderes.

-Não mude de assunto Alexey!

-Não estou mudando de assunto! Você precisa saber sobre seus poderes para se defender. E eu posso te ajudar

-Me ajudar? Eu quero é que esse pesadelo acabe

-Presta atenção -para em minha frente me olhando profundamente -Você precisa da minha ajuda, ou irá morrer

-Prefiro morrer do que machucar alguém

-E vai deixar sua familia em perigo? Hope você é a pessoa certa para protege-los...

-Mas eu sou um mons...-Alexey não permite que terminasse a frase

-Não somos monstro. Olha pense um pouquinho sobre isso, sou a pessoa certa para te tornar forte. Me encontre amanhã no mesmo horário se mudar de ideia.

-Tá...eu vou pensar -suspiro -Mas antes de irmos, como volto ao normal?

-Não sei te responder ao certo, cada lobisomem encontra seu ponto emocional para voltar a ser humano.

-Então eu preciso encontrar o meu...

-Exatamente. E mais uma coisa, alguém lhe deve explicações. Até mais Hope -sai correndo

-Espera...ah ele já foi. -olho para o céu e sinto a brisa fresca balançando meus pelos -E agora?

Começo a correr entre a floresta tentando achar algo que me faça voltar ao normal. Avisto uma praça que ficava próximo onde eu estava, observo e vejo dois garotos conversando.

-A-Alan? -permaneço ali mas escondida nos arbustos. Consigo ouvir perfeitamente o que eles diziam, a voz do Alan ecoava pelo meus ouvidos, aquilo me acalmava, sua bela voz era como música para meus ouvidos. Ele estava lindo como sempre.

Meus pelos começam a sumir junto com minhas presas e garras, meu corpo ia diminuindo e ficando úmido. Me ajoelho com um pouco de dor.

-Ele é a chave...-sorrio de lado e começo a tremer de frio -Ai meu deus...Estou sem minhas roupas e molhada. Por que estou molhada? Bem isso não importa agora,é melhor voltar pra casa -saio discretamente do arbustos e pego outro caminho sem que ninguém me veja -Espero que meu vô tenha uma boa explicação para isso!

Continua...


Notas Finais


Espero que tenham gostado desse capitulo, ainda tem muito que acontecer. Até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...