História A angel for jade - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Amadas, esse na foto é o Dylan

Espero que gostem e deixem uma chuva de comentários.

Capítulo 2 - Minha menina


Fanfic / Fanfiction A angel for jade - Capítulo 2 - Minha menina

                     Pov Jade.                       

“A maioria das histórias de amor falam de pessoas que se apaixonam entre si. Mas o que acontece com os demais? E as nossas histórias? Aquelas que nos apaixonamos? Somos vítimas de uma aventura unilateral. Somos os amaldiçoados dos seres queridos. Os seres não queridos. Os feridos que se valem por si mesmos. Os incapacitados sem estacionamento reservado.”

10 de março de 2020

08h45 da manhã

Amor, fizemos inúmeras juras de amor durante anos, eu me entreguei para uma pessoa que só fez me quebrar por dentro e por fora.

Respirei fundo e levantei da cama. Tenho que seguir enfrente, não posso parar a minha vida por causa disso. Preciso escolher a nova capa da revista. Antes de descer, eu tomei um bom banho, coloquei a minha melhor roupa e fui tomar café. Eu já liguei para todos os empregados e mandei eles voltarem, eu tinha dispensado todo mundo.

_ bom dia !_ olho para minha filha_ Já tomou café ?_ Coloco minha bolsa no sofá.

_ Não estou com fome!_ Ela puxa o lençol que a cobria em uma forma falha de se aquecer.

_ Você está bem ?_ Toco sua testa_ está queimando de febre jai._ Me preocupo_ porquê não me chamou ?

_eu fui no seu quarto ontem a noite mãe, você mandou eu sair de lá, lembra ?

_ Ow,_ Me sinto estúpida ao lembrar que ignorei ela ontem_ Você não tomou nenhum remédio não né ?

_ Não !_ Ela fecha os olhos.

_ Vem, vamos para o hospital_ Ajudo ela a levantar do sofá e a guio até a garagem._ oque você está sentindo ?_ Dou partida no carro.

_ Eu não sei, dor de cabeça, fraqueza._ Ela da de ombros.

_ Mas que droga, logo hoje que iria voltar para a agência.

_ Não precisa ficar comigo se não quiser, eu posso ligar para a minha madrinha._ Ela suspira.

_ Até parece que ela vai ter tempo de ficar com você, a agência vai roubar toda a nossa atenção esse mês._ Estaciono o carro enfrente ao hospital.

_ Então eu vou ficar sozinha ?_ Ela desce do carro.

_ Não, vou ter que contratar uma babá para você.

_ Então eu vou ficar de lado outra vez ? Ja não basta eu ter sido abandonada? Ela para na minha frente.

_ Olha só garota, não enche o meu saco, você ainda acha que vai ter alguém para te aturar.

_ Tudo bem!_ Ela enxuga algumas lágrimas que cairam pelo seu rosto._ Pode ir para a sua agência, eu não vou mas tomar o seu tempo._ Ela dar meia volta e sai andando em direção a um ponto de ônibus.

_ Para onde você vai ?_ Ando atrás dela.

_ Me deixa em paz Jade,_ ela me olha magoada_ Você até agora so pensou em si mesma_ Ela funga_ Eu fui abandonada pela minha mãe, você está me tratando com arrogância e nem se quer está se importando comigo... Eu não tenho culpa dela ter ido embora, com um tempo a sua dor vai passar, você pode conhecer outra pessoa, casar e ter filhos. Mas e eu ? Como eu vou ficar nessa história toda ?

_ Olha só, para início de conversa, ela nem gostava de você, se não fosse por me você nem teria nascido garota, todo mundo via que ela te desprezava._ Cruzo os braços_  agora deixa de papo e entra logo nesse hospital.

_ Me deixe em paz_ Ela passa a mão no rosto e me da as costas voltando para o ponto de ônibus. 

_ Mas que merda!_ Chuto uma latinha que estava próxima a me_ Porquê você fez isso Jadelyn ? É sua filha, a sua menina que está precisando de ajuda._ Me viro para pedir desculpas a ela mas a mesma sumiu. Percorro meu olhar por todo o local mas não consigo acha-lá._ Tudo bem Jade, pensa para onde ela deve ter ido_ Entro no carro e dou partida_ Já sei, ela foi atrás da Dinah, a jai só pode ter ido para a casa dela.

                Pov Jai

Ouvir aquelas coisas da minha mãe doeu muito, todo mundo sabe que a Ariana não gostava muito de me, mas as vezes ela me dava um pouco de anteçao e para mim isso era o suficiente.

Eu peguei um Táxi e pedir para ele me levar até a casa do Dylan, ele é meu melhor amigo, nos conhecemos na escola a dois anos, ele está no auge dos seus dezessete anos.

Assim que eu parei enfrente a casa dele, toquei a campanhia e fui atendida pela sua mãe.

_ Oi jai, como você está ?_ Ela me dar o seu melhor sorriso_ Vamos, entre._ Ela me da espaço e eu entro em sua casa.

_ eu estou bem, obrigada!_ Sorriu de lado_ O Dylan está aqui ?

_ Está sim, mas ele está com visita_ Ela anda até a cozinha_ Quer beber ou comer alguma coisa ? Estou te achando um pouco pálida.

_ Eu estou bem !_ Tento sentar no banquinho que está proximo ao balcão, mas uma tontura me atigi e eu acabo caindo no chão.

_ Meu Deus, Jai_ A senhora Sprouse corre até a me_ Você está ardendo de febre_ Ela me ajuda a sentar no sofá._ Você precisa ir para um hospital agora mesmo.

_ Não precisa se preocupar Dona Sara, eu já vou ficar bem._ Respiro fundo.

_ Como não é para eu me preocupar ?_ Ela pega seu celular_ Eu vou ligar para a sua mãe.

_ Ela não vai atender, está tendo uma reunião muito importante na agência_ Minto.

_ Que barulho foi esse mãe ?_ olho em direção a escada e vejo o Dylan descendo acompanhado da Lili.

_ A Jai está queimando de febre.

_ Oque ?_ Ele apressa seus passos e toca minha testa_ Temos que ir para um hospital agora.

_ Liga para a mãe dela_ Lili revira os olhos.

A gente nunca se deu bem, a escola toda sabe que ela é apaixonada pelo Dylan e a Lili tem ciúmes da minha amizade com ele. Dylan nunca deu bola para ela.

_ Ela disse que a mãe está em uma reunião importante na agência.

_ Então liga para a outra._ Lili da de ombros_ Ela não tem duas ?

_ Não começa Lili._ Dylan a repreende._ Fica calma jai, eu vou buscar um casaco para você e vou te levar para o hospital.

_ Não pode fazer isso Dylan, você prometeu que iria me ajudar com o meu trabalho do colégio.

_ Ela é muito mas importante agora, depois eu te ajudo._ Ele fala e sobe as escadas que o leva até os quartos da casa.

_ Você sempre encontra um jeito de me atrapalhar né garota ?

_ Não fale bobagens Lili_ Sara pega sua bolsa no sofá_ Vamos Jai.

_ Olha só Dona Sara_ Levanto do sofá_ Eu não quero atrapalhar vocês, eu só queria falar com o Dylan, não sabia que ele estava ocupado.

_ Vamos Jai,_Dylan coloca seu casaco por volta do meu ombro.

_Obrigada Dy,_ Sorriu de lado_ Não precisa desmarcar seu compromiso por minha causa.

_ Você é muito importante para me Jai_ ele toca meu rosto_ Não vou deixar você sozinha

              Pov Jade

Como assim ela não está na casa da Dinah ? Eu tinha certeza que ela iria vim para cá.

_ Como assim ela não está aqui ?_ Pulo do sofá_ Eu tinha certeza que ela ia vim para cá.

_ ela nunca fez isso_ Dinah pega seu celular_ Oque você disse para ela ?

_ Nada !_ Pigarreio.

_ Oque você fez jade ?_ Lauren levanta do sofá.

_ Eu... Eu disse coisas horríveis para ela_ Me sinto mal_ Disse que a Ariana não gostava dela, e que se não fosse por me ela nem teria nascido.

_ Você é uma cretina estúpida_ Dinah tenta avançar encima de me mas Lauren a segura.

_ No que você está se transformando Jade ?_ Lauren me olha com desprezo_ Ela é a sua filha, precisa muito de você e é assim que a trata ? Tem noção de como deve estar a cabeça dela nesse momento ?

_ Eu falei sem pensar, não queria magoar ela._ Suspiro_ Eu amo a minha filha mas que tudo nesse.

_ Então mestre isso a ela, não deixe o odio que esta sentindo pela Ariana te contaminar, a Jai é a principal vítima disso tudo.

(...)

Eu não queria ter falado aquelas coisas, eu disse sem pensar. Eu amo a minha filha e morreria se algo acontecesse com ela.

Dinah e Lauren foram procurar ela na rua, e eu passei na casa do melhor amigo dela, Dylan, mas não tinha ninguém lá.

Eu estou desesperada, ela está doente e sozinha, não sei mas onde procurar.

_Alô !_ Atendo meu celular que já tocou umas seis vezes.

_ Senhora Jadelyn, é o Dylan.

_ Dylan, a Jai está com você ?_ Sinto um pouco de esperança.

_ Está sim, eu trouxe ela para o hospital, eu liguei para o seu celular algumas vezes mas a senhora não atendeu.

_ Me desculpa, eu não sabia que era você_ Respiro aliviada_ em qual hospital vocês estão ?

Dylan me passou todas as informações necessárias e na mesma hora eu mudei a rotatória do carro.

No meio do caminho eu liguei para as meninas e pedir para elas me encontrar lá.

_ Onde está a minha filha ?_ Entro no hospital a procura dela.

_ Calma Jade, ela está bem_ Sara sorrir para me_ os médicos levaram ela para fazer uns exames.

_ Ela está sentindo dor ou algo do tipo ?

_ Não, ela só está com um pouco de febre.

Ok, eu só vou ficar aliviada depois de ver a minha menina, Dinah e Lauren chegaram a alguns minutos, elas estão conversando com a Sara enquanto eu estou sentada ao lado do Dylan.

_Eu não quero ser intrometido, mas oque aconteceu para a Jai ficar assim ? Já faz alguns dias que ela não atende as minhas ligações e do nada ela apareceu na minha casa doente e com o olhar triste.

_ Aconteceram tantas coisas_ Suspiro_ não quero falar sobre isso agora.

_Tudo bem, mas por favor, não a machuque, a senhora pode não saber, mas existe muita mágoa no coração dela, e eu não quero que ela sofra.

As palavras dele ficaram martelando na minha cabeça, e eu posso adivinhar quais são essas mágoas.

_ Famíliares de Jaiane West Grande ?

_ Aqui!_ Levanto da cadeira_ Eu sou a mãe dela_ Me aproximo dele_Ela está bem ?

_ Está sim, conseguimos baixar a febre dela, realizamos alguns exames e eles não detectaram nada.

_ Graças a Deus_ Sorriu aliviada.

_Mas então oque foi que causou a febre dela ?_ Dinah enrijece a testa.

_ Eu pude notar que ela esta emocionalmente abalada, a febre e as tonturas são sintomas de um problema emocional muito forte. Eu surgiro que converse com ela e a leve para se consultar com uma psicóloga.

_ Eu vou fazer isso amanhã mesmo_ Sorriu de lado_ Obrigada doutor.

_ Ela está no quarto quarenta e dois, ela será liberada daqui a dois minutos.

Emocionalmente abala, como eu pude deixar as coisas chegarem a esse ponto ? Eu pensei somente em me e deixei ela de lado.

Já estamos todos em casa, Dylan veio com a gente, ela não quer desgrudar dele nem por um segundo.

_ vou mandar a Julia preparar uma comida bem leve para você_ Lauren fala seguindo para a cozinha.

_eu fiquei com tanto medo meu amor_seguro sua mão_ me perdoe pelas coisas que eu falei, eu te amo mas que tudo nesse mundo_ o peso das minhas palavras caem encima de me.

_ Tudo bem mãe_ Ela suspira_ eu também te amo_ Ela sorrir de lado.

_ Ela não pode ficar sozinha_ Dinah senta do nosso lado_ estamos atoladas de trabalho, a Lauren não pode largar o restaurante agora e Camila está com a cabeça a mil por conta da divulgação do novo livro.

_ Oque vamos fazer ?_ Respiro fundo_ Eu posso ficar uns dias afastada da agência, a Megan pode cuidar de tudo enquanto eu estiver fora.

_ Não precisam se preocupar tanto gente, é só procurar uma babá.

_ Claro que não, não vou te deixar sozinha com uma estranha_ Descarto essa hipótese_ Eu falei isso da boca para fora.

_ Mãe, todo mundo aqui sabe que não vai ter outro jeito, e eu não me importo com isso, só não quero ficar sozinha.

_ Tem certeza amor ?_ Dinah toca a ponta do nariz dela.

_ Tenho sim.

_ Olha, a amiga da minha mãe está a procura de emprego, ela fazia faculdade de psicologia, mas teve que trancar no último ano por falta de dinheiro._ Dylan fala sorrindo.

_ E será que uma mulher que está pestes a se formar em psicologia vai querer trabalhar de babá ?_ Pergunto meio duvidosa.

_ Você não conhece a Tori, ela é uma ótima pessoa e não liga para essas coisas. O mas importante para ela é ter o próprio dinheiro.

_ Tudo bem então, pede para ela vim aqui agora mesmo.

Espero que eu vá com a cara dela, não vou deixar a minha menina com qualquer pessoa.


Notas Finais


Oque acharam ? Jade foi muito estúpida.

Jori no próximo cap


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...