1. Spirit Fanfics >
  2. A Aposta >
  3. Tempo mais tarde....

História A Aposta - Capítulo 57


Escrita por:


Notas do Autor


Olá amados e amadas
Aqui estou eu para trazer mais um capítulo para vocês, vocês querendo ou não kkkkk pq sou dessas

Capítulo 57 - Tempo mais tarde....


TEMPO MAIS TARDE 

POVS SN 

Se passou exatos 3 meses, o corpo de novo não foi mais encontrado, acreditamos que ele tenha queimado durante a explosão ou simplesmente ter afundado no fundo do mar, Eu sinto tanta falta dele eu sinto tanta culpa ao mesmo tempo eu deveria ter aproveitado todo amor e carinho que ele me dava, eu deveria ter aceitado voltar com ele, eu deveria ter amado ele mais e não ter culpado tanto assim... e agora eu carrego remorso pelo resto da minha vida porque agora ele já não está mais aqui. Eu me sinto extremamente péssima, a minha depressão voltou com uma força extraordinária que nem eu consigo me controlar as vezes nos braços vivem cortados e a minha barriga nem se fala a culpa que eu tô carregando até hoje mesmo depois de três meses...

A família dele é meio que nos unimos, Conseguimos dar força são para os outros principalmente para mim, Lin e Nico tem cido os meus portos Seguros, eu entendo a dor deles perder um irmão não é fácil só que no meu caso é perdi o amor da minha vida... quando o Arthur ele vive tristinho para lá e para cá e ele disse que ainda tem esperanças do pai ainda está vivo e a gente tá tentando explicar para ele que não tem jeito dela estar vivo porque não tinha nada por perto ali onde ele pudesse sobreviver, porque se ele sobreviver assim os bombeiros EA polícia teriam encontrado e o traseiro de volta para cá mas a gente nem o corpo se quer encontrou...

Aí agora eu estou aqui no meu quarto quando começa escutar um barulho forte vindo do quarto do Arthur então eu desesperada eu corro até lá e ele estava lá chorando muito e não parava de se mexer na cama e aquilo me doeu: 

: O que foi filho ? 

Arthur: Eu...eu quero o papai *a abraço* 

: Eu também quero filho 

Arthur: Eu me recuso mãe, ele não morreu, eu sinto aqui dentro de mim que ele está vivo 

: Filho... eu sei que é difícil de acreditar mas agora ele está morto, algum grande peixe já deve ter comido seu corpo ou simplesmente ele queimou no meio daquela explosão brilhante e grande não tenho que fazer a gente vai ter que aprender a viver sem ele de novo como era antes lembra quando você não tinha papai

Arthur: Antes era fácil Por que não sabia da existência dele mas agora eu sei da existência dele e ele tá morto *choro mais alto* 

NICO CHEGA NO QUARTO 

Nico: O que houve ? 

: ele ainda quer o pai 

Nico: Pequeno... o seu pai não está mais entre nós, ele virou uma estrelinha bem brilhante mas que tá todo dia olhando para você 

Arthur: Tio Nico... eu quero meu pai eu me recuso a acreditar que ele tá morto eu quero ele aqui comigo dando um abraço para colocando aquelas canções dele favorita, principalmente Good Intentions, eu quero ele fazendo carinho em mim, eu quero ele fazendo cafuné na mamãe, eu quero ver os dois se beijarem eu ainda preciso ver os dois em um altar se casando...

: Filho calma *O Abraço mais forte* com O tempo a dor diminui 

Arthur: Mais ela não some...

: eu sei que a dor não some mas você precisa ser forte, a mamãe também não tá muito bem, Principalmente eu não estou bem, eu não amava o seu pai o tanto que ele deveria ser amado, não retribui o mesmo tipo de amor e você sabe bem e agora eu carrego essa culpa dentro de mim por não ter amado ele do jeito que ele me amava, eu tô com vontade de morrer

Arthur: Não mamãe *a abraço forte* eu já perdi o papai eu não posso perder você também, você é a coisa mais importante que tá aqui agora, o papai iria querer que você cuidasse de mim ia ficar do meu lado e não que você fosse embora também por favor fica comigo promete, Promete que não vai fazer nada *encaro ela*

: Prometo filho, prometo porque você tem razão o seu pai gostaria que eu ficasse aqui cuidando de você, ele ia queria ver nós dois juntos e felizes mesmo sem a presença dele agora o que nos resta é tentar fazer alguma coisa para o funeral....

Nico: A minha família já está vendo tudo para o enterro que na verdade não vai ter corpo mas que a gente sabe que não é a vida também não é confirmada Já compraram as flores e o caixão O Enterro vai ser daqui uma semana...

: Entendi....obrigada o aviso 

Nico: Por nada e por favor tenta descansar um pouco vocês estão bem agitados, eu sei que vai doer muito e muito tempo mas a gente tá aqui também mesmo sendo o irmão dele essa dor tá sendo muito horrível para mim também quanto tá sendo para vocês e eu também carrego um remorso dele de todas as vezes que eu gritei com ele não pude pedir perdão mas agora a gente precisa unir forças, SN acalma ele e você Arthur cuida da sua mãe é isso que o Noah iria querer que vocês fizessem

: Com certeza Nico....com certeza 

Logo ele sai da sala eu apenas fica abraçado ali com o Arthur, ambos chorando muito forte, eu dei um banho nele ele é bem bonitinho, eu só não cantei a música favorita dele porque ele ia gostar que eu fizesse isso então apenas tem que fazer nos mesmos barulhinhos que eu fazia para ele de quando ele era criança, eu fazia uns barulhinhos para ele conseguir dormir e até que ajudava, até que ele pegou no sono mas estava com a carinha inchada de tanto chorar Imagina minha então, eu decidi me arrumar e Finalmente consegui me deitar e descansar um pouco....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...