História A Aposta - Capítulo 62


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Arthur Weasley, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Jorge Weasley, Molly Weasley, Ronald Weasley
Visualizações 55
Palavras 1.175
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Festa, Saga
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


e ai pessoal, espero que gostem :)

Capítulo 62 - Um traidor no FBI


Rony andava de um lado para o outro na sua sala junto com Jack e Tiffany. Já tinha pedido para deixar a Lara no hospital. A agente não conseguiu ver o rosto de quem a atacou, segundo ela tinha sido golpeada um pouco antes de Hermione chegar e quando conseguiu abrir os olhos a sua arma já não estava mais com ela e viu a morena sendo levada para um carro.

Rony estava impaciente, todos já tinham sido informados, mas o ASSAC pediu para que eles ficassem lá.

- Não é possível isso, como eles sabiam que a Hermione estaria aqui, será que eles têm um informante? – Rony perguntou para os amigos – precisamos rever nosso plano de ataque, a Hermione velho, tantas pessoas, mas eles a levaram, que droga, sabiam dela, sabiam que ela estaria aqui.

- Calma Rony, vamos dar um jeito, vamos rever nossas táticas, talvez possamos...

- Calem a boca vocês dois – Tiffany interrompeu antes que o marido pudesse falar. Pegou seu celular e começou a digitar uma mensagem.

- O que está fazendo? – Rony perguntou impaciente – que merda Dilan, para de se preocupar com a Hermione para digitar uma mensagem?

- quieto! – ela disse e mostrou o celular para Jack

Rony estava com vontade de gritar, o seu maior medo de tornou real, ver a vida da mulher que ama em perigo dessa forma, o pior era que ele não tinha nenhuma pista, sua vontade era pegar o seu calibre 38 e atirar na primeira pessoa que tinha pegado a sua morena.

Jack passou o celular para o Rony e ele leu a mensagem que Tiffany tinha escrito

“O mais provável é que tenha um infiltrante aqui, ou pior uma escuta, não sei como eles conseguiriam pegar a Hermione se já não soubesse de tudo isso com antecedência, vamos para casa e lá discutimos melhor”

Rony ficou pálido, olhou para a parceira e disse um será, sem sair som.

- Vamos para casa, não tem como resolver nada daqui e de cabeça quente.

Os três caminharam em silêncio até o carro do Jack, Rony não sabia bem o que estava fazendo, só estava seguindo os amigos, quando chegaram ao carro, Tiffany disse:

- Vou mandar uma mensagem para o Tener, dizer que possivelmente temos um traidor dentro do FBI.

- Só pode ser aquele Cormaco – Rony soltou – Que raiva daquele homem, se acha o certinho, aposto que ele está trabalhando com o Galo.

- Weasley ele é do Pentágono – disse Jack – é mais fácil um de nós ser o traidor do que ele.

Na mesma hora, Rony e Tiffany encaram Jack com cara de surpresa.

- O que? Vocês não estão achando que sou eu né? Ah gente, por favor, só estou querendo dizer que o Rony está com ciúmes dele e por isso já está jogando à culpa para ele. Meu palpite é a Lara.

Eles viraram a esquina e seguiam em direção a cara dos Dilan.

- Ela não se alto machucaria – comentou Tiffany

- Claro que sim amor, não sabemos o que está acontecendo, mas de algo temos certeza isso veio de dentro.

- Tener está ligando – Rony pegou o celular e atendeu

- Senhor?

- Onde vocês estão?

- estamos indo para a casa do Jack, achamos se seria perigoso está ai, por que provavelmente pode ter um ponto de escuta.

- diga a senhorita Dilan que ela estava certa ao pensar nisso, achamos uma na minha sala e outra na sua. O FBI ta de quarentena, vamos continua a investigar isso.

- Já analisou as câmeras? – perguntou o ruivo

- sim, quem fez isso pensou em todos os detalhes, as imagens estão sendo analisadas por um perito logo mais a noite teremos o resultado, não se preocupe Ronald, vamos encontrar a Hermione em segurança e dar dois tiros na bunda daqueles otários. Diga ao Jack que a casa dele vai ser nosso quartel general até as revistas aqui acabarem. Vou juntar uns homens e estou indo pra lá,

- Cuidado senhor, o traidor pode está ai ainda, enquanto não soubemos quem fez isso nunca poderemos pegar a Hermione, o informante dará ao Galo todos os nossos passos.

- Eu já pensei nisso, vamos pegar esse merda e depois vamos atrás da sua garota, eu coloquei ela nessa e vou tirar.

Eles desligaram bem na hora que Jack estacionou em frente ao seu prédio. Rony olhou para o relógio e viu que já estava quase na hora dos meninos saírem da escola. Estava preocupado com eles e com Hermione, tinha que contar isso a alguém, alguém que iria ajudar ele nessa.

- O que ele disse? – Perguntou Tiffany

- primeiro que você está de parabéns de ter pensado na escuta, realmente tinha pontos na minha sala e da sala do Tener, ele disse que sua casa vai ser o nosso QG hoje, até toda a sede do FBI ser inspecionada, ele vai juntar alguns homens e vai vim pra cá.

- é perigoso – comentou Jack abrindo a porta do seu apartamento.

- caraca, vocês moram em uma mansão. Quanto que vocês ganham hein, porque meu salário não compra uma casa assim.

- nós ganhamos essa casa do meu avô – Respondeu Tiffany

Rony deu de ombros e observou a casa, sentou no sofá e passou as mãos pelos cabelos.

- isso está me deixando louco, eu vou atrás dele.

Ele se levantou e fez menção de sair, mas Jack segurou seu braço.

- não vai bancar o idiota cara, precisamos de um plano.

Todos ficaram quietos, como se nas suas cabeças tivessem planejando algo.

- Um amigo meu pode vim aqui?

- quem? Você não vai contar pra seu cunhado vai?

- ele é meu melhor amigo e o da Hermione também, já basta de segredo, não quero mais esconder a minha profissão, não pra ele, e sei que ele não vai contar. Droga, cara eu preciso dele aqui e tem meus filhos – Rony suspirou – o Harry vai cuidar deles por enquanto eu sei disso, mas ele vai fazer preguntas e eu não estou nem com estrutura para mentir mais.

Antes que eles pudessem protestar, Rony pegou seu celular e ligou para o Harry.

- E ai cara? – disse o amigo quando atendeu.

- Harry eu preciso que você venha em um endereço que vou te passar.

- aconteceu alguma coisa?

- aconteceu, mas só posso te contar quando você estiver aqui.

- certo, manda o endereço que já estou indo.

- outra coisa Harry, não conte a Gina, não agora.

- você sabe que eu não minto pra minha esposa.

- é vida ou morte Potter, você vai entender quando chegar aqui, por favor.

- tudo bem.

Eles desligaram e Tiffany olhava para o ruivo com cara de julgamento.

- o ASSAC vai te matar.

- não estou mais ligando, agora o que importa para mim é a segurança de Hermione e dos meus filhos.

Rony sentou e mandou a mensagem para o Harry, não sabia como, mas ia tirar Hermione de onde quer que ela esteja.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...