1. Spirit Fanfics >
  2. A Aposta | Babictor ( continuação no Wattpad) >
  3. The Party

História A Aposta | Babictor ( continuação no Wattpad) - Capítulo 39


Escrita por: 94sbieber

Capítulo 39 - The Party


Bárbara narrando 



Entrei no camarim do desfile que estava cheirando a laquê e desespero. Falei com o produtor que me direcionou onde eu me arrumaria. 


Me sentei em frente ao espelho com lâmpadas e observei meu reflexo, eu estava terrível. Passei a mão em meus olhos para ver se melhorava. Malditas olheiras mas eu não poderia fazer nada. Não consegui pregar os olhos na noite passada. Me reveizei entre andar de um lado para o outro e tomar intermináveis xícaras de chá de camomila. 


O tempo que fiquei sentada na cadeira pude pensar em tudo o que iria acontecer daqui pra frente. Uma vida isolada da cidade não seria tão ruim. Não ficaríamos muito tempo também, tempo suficiente até a polícia pegar Bruno e o prender. As meninas poderiam ir para a escola de onde morariamos. Eu trabalharia em algo por lá também. 


Victor aproveitou a noite de ontem para colocar os assuntos da empresa em boas mãos. Ele parecia preocupado em quem confiar. Gabriel já está sobrecarregado o suficiente. 


Ritta era a saída. Ritta era a irmã de Bruno. Uma filha que o pai dele teve fora do casamento com uma amante polonesa. Ela voltou à dois anos e era diferente da família. Eu acho que o pai de Bruni não convivia com ela mas a colocou no tratamento mesmo assim. 


Usei meu tempo da noite anterior para pesquisar mais sobre a tal de Ellie. Eu tínha razão. Ela era linda. Me senti uma formiga comparada a ela. Na foto ela usava um vestido preto com uma fenda que deixava sua perna grossa a mostra, ela tinha a pele morena e cabelos pretos bem cacheados. Transpirava Superioridade


Terminaram meu cabelo e eu fui para o camarim pegar meu figurino. Abri a porta e sei de cara com uma pessoa que não via a quatro anos.


 Mary. 


Ainda não contei o que houve na vida dela não é mesmo? Bom, ela também foi julgada por ter ajudado Bruno com uma parte do plano. Mas o júri entendeu que ela também estava sendo ameassada e concedeu a ela só sete meses de cadeia. Depois disso ela foi para longe, alguns falam que ela fugiu para o México. Eu falo que foi para Escócia. Era o lugar de origem da sua família. Depois foi para Milão e começou a carreira de modelo lá também. Casou com um velho milionário que morreu meses depois dela descobrir que estava grávida. Advinha?! O bebê ficou com toda a herança, mas como ele ainda é incapaz de saber que não pode colocar o dedo na tomada, quem controla tudo é ela. E além de tudo, ela estava com os cabelos platinados. 


-Babi. Olhe só para você.-Ela disse alegre.-Você está lindíssima. 


-Oi Mary. Você também está muito bonita. Como está o Francis?-Falei gentil. 


-Um príncipe. Estava brincando com duas garotinhas esquisitinhas. 


-Que bom que ele gostou das minhas filhas esquisitas.-Sai bufando com o meu vestido nas mãos. 


Cheguei ao lugar da troca de roupa e uma das costureiras me ajudou a colocar o vestido.





Me sentei na janela e um fotógrafo que cobriria os bastidores do evento logo veio até mim. Estava começando a escurecer. Fiz uma pose e ele logo tirou a foto. 


Estava ansiosa para ver ser Ellie estava realmente aqui. 


Caminhei até a cortina vermelha que estava fechada até que a outra modelo chegasse. Mary voltou da passarela, respirei fundo e andei confiante até o degrau onde eu pararia. Dei um sorriso e comecei a desfilar. Olhei para todos os lados, as pessoas estavam me aplaudindo e quando eu a vi meu mundo simplesmente parou. 


Eu fiz um carão só para não perder a confiança da passarela. Meu sorriso voltou quando vi minhas filhas lindas, sorrindo e acenando. Joguei um beijo para elas e voltei para cortina. 


Horas mais tarde... 


As meninas estavam no play ground do hotel onde estava acontecendlo a festa pós desfile. Lá tinham algumas pessoas que cuidaria delas. Mary se aproximou de nós com uma taça de champanhe nas mãos. 


-Babi e Victor. Eu preciso falar com vocês. Vocês já sabem que o Bruno está de volta. A gente tem que sumir.-Ela falou baixo. 


-Ficamos sabendo. Ontem ele falou com uma das meninas.-Falei dando um gole no meu champanhe.


-O que? Entäo o próximo alvo dele será o Francis.-Ela disse nervosa.-Ficar aqui é perigoso para todos nós. Eu vou pegar o Francis.-Ela saiu arrastando a cauda do seu longo vestido preto. 


-A gente também deveria ir. Se o próximo alvo do Bruno for o filho da Mary, ele está por perto. 


- A gente tem que ir logo.-Falei virando todo o líquido que tinha dentro da taça.- Prepare o carro que eu vou pegar as meninas. 


Andei em direção ao parquinho e Allice estava segurando uma flor. Uma flor vermelha. 


-Olha mãezinha.-Ela veio até mim junto com Aurora e me mostrou a flor. 


-É linda filha. Quem deu ela a você?-Perguntei pegando sua mão. 


-Um moço de terno preto. Ele disse que você, o papai e ele eram grandes amigos. Ele disse que vermelho era a cor só sangue. 


-E é verdade. Nosso sangue é vermelho.-Droga.. 


Andei mais rápido com elas até chegar a saída. Elas entraram no carro, as coloquei na caderinhas. 


-Ele deu uma flor para Allice. Falou que vermelho era a cor do sangue. Ele está aqui Victor-Falei enquanto estávamos fora do carro para as meninas não escutarem


- Ele não está medindo esforços para nos atingir. A gente vai pra casa amanhã de manhã. Arrumamos nossas coisas e o quanto antes vamos para a fazenda. 


-Uma fazenda?-Falei entrando no carro. 


-Sim. No interior do estado. Eu sempre ia para lá. Ninguém me về desde os meus doze anos. Eu vou ser o novo adminstrador da Fazenda.- Ele disse sem tirou o olho da estrada.-A casa que nós vamos ficar é pequena. Dois quartoS, um banheiro, cozinha e sala. Lá nós seremos empregados. Tem uma escola lá perto. Fiquei sabendo que eles estão precisando de uma professora de leitura. Está acontecendo rápido demais. 


-Desculpa. Eu só não entendo como o Bruno consegue desmoronar nossas vidas tão rápido.-Disse enquanto eu admirava Los Angeles. 


-Vai ficar tudo bem. Confia em mim. - Victor falou pegando minha mão. 


As borboletas do começo do nosso casamento voltaram. 


Eu ainda confiava nele.





Guess who's back 😋



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...