História A aposta das trevas - Capítulo 38


Escrita por:

Postado
Categorias 101 Dálmatas, A Bela Adormecida, A Bela e a Fera, Descendentes, Fantasia, Malévola (Maleficent)
Personagens Ally, Carlos de Vil, Chad, CJ, Dizzy, Evie, Freddie, Gil, Harry Gancho, Jane, Jay, Jordan, Lonnie, Mal, Malévola, Personagens Originais, Princesa Audrey, Princesa Aurora, Príncipe Ben, Ruby, Uma, Zevon
Visualizações 35
Palavras 455
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 38 - "Sonho"


Sonho on

(Malevola se encontra em um enorme jardim repleto apenas por Rosas brancas o sol o iluminava por todas as partes ela olhava para os lados e não via ninguém nem nada, ela caminha um pouco pelo lugar.)

- oi..... (a voz de uma menina de pouco menos de 2 anos era calma, doce e melodiosa, ñ a via apenas ouvia sua voz.)

Malevola: quem esta ai?

-nao tem que ter medo mamãe....

Malevola: c-como e possivel...

-vovó disse que eu podia fala com vc

Malevola: porque não posso ti ver

-ela disse que so pode mi ver quando eu nascer

Malevola: acho que nao agento espera

-mamãe...eu sei que to flaca mais...eu quero nascer...quero ver vc e o papai...(ela fala como si sorrise a cada palavra.)

Malevola: ficaria com medo da gente

-não fico não, o papai disse que eu so tenho que agenta mais 5 meses...que depois que eu nasce nao vou mais te que luta tanto (fala inocentemente.)

Malevola: ele ta certo, so aguente mais 5 meses depois que vc nascer vamos ti protejer

-mamae vc mi que?(fala como si estivese com medo da resposta.)

Malevola: quero, quero muito

-entao porque fica querendo mi expulsa? isso mi machuca mamae...(pergunta inocentimente como se si sentise culpada.)

Malevola: nao sou eu que faço isso, não sei porque meu corpo ti rejeita tanto mais eu nao faço isso por querer

-mamae eu nao sei si consigo mais tempo...foi dificiu continuar aqui quando vc nao sabia que eu existia...mais eu fiquei aqui mesmo com dor...(ela fala como si segurace pra nao chorar.)

Malevola: dor? que dor vc sente?

-quando seu corpo tenta mi explusar...doi...doi muito, mais dessa vez foi mais forte...mamae si eu nascer mi promete que nao vai deixa eu sentir dor denovo...e tao ruim...machuca muito...e mi deixa flaca...

Malevola: agenta mais um pouco que quando vc sair daqui eu nunca vou deixar nada de ruim acontecer com vc

-por isso eu quero nascer logo, pra ti ver, ver o papai gosto quando converssa comigo eu esqueco da dor, gosto de ouvir sua voz quando canta mais...nao gosto quando vc diz que nao e pra si apegar, que nao tem mais esperança...isso machuca...porque vem de vc...(ela diz triste.)

Malevola: mi desculpa...eu...nao imaginei que...si sentise assim, eu so dizia isso por medo...medo de mi apegar e...ti perder...mais quando pesebi ja estava apaixonada por vc mesmo em ti conhecer direito nem ti ter inteira

-mamae...eu sei que talvez eu de trabalho, uma vida de despesas mais...por favor mi deixa ficar...

Malevola: eu quero que fique

-mais...vc sofre eu posso sentir...si for pra ti ver chorar nao quero nasce

Malevola: nao e por sua calsa

-mamae...vc si arrepende?

Malevola: de vc nao

-mamae eu tenho que ir, mais vou lutar, ah mamae desculpa vc ter que sangrar...

Sonho off



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...