História A Aposta (Yoonmin) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Comedia, Homossexualidade, Romance, Taekook, Yoonmin
Visualizações 121
Palavras 1.386
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Segundo capítulo aqui e eu só queria dizer um bagulho:
Vlw vcs que favoritaram e comentaram, vcs são fodas, amo vcs.
Ignorem qualquer merda de erro que eu não reviso capítulos.

Capítulo 2 - Eu não posso estar apaixonado pelo Yoongi!!!


Puta que pariu!

É possível matarmos uma pessoa sem sermos presos ou condenados?

Porque é isso que eu quero fazer com o Taehyung, eu quero matá-lo de todas as formas existentes por ter me obrigado a beijar o Yoongi.

Porra Taehyung. Porra.

Eu ainda tô sentado nessa desgraça de banco tentando raciocionar como um homo sapiens mas não tô conseguindo, até porque qualquer merda que eu pense, sempre me vem a imagem do Yoongi na cabeça.

Falando sério, eu pensei até em um vídeo que eu vi de um queijo dançando mas me vinha na cabeça o Yoongi dançando.

Por outro lado, isso foi engraçado.

- VIADO!! QUE FOI ISSO?! MANA, TÔ CHOCADERRÍMA!! - aparece Taehyung saindo de uma moita que ficava de frente pro banco gritando feito um doido com um celular na mão.

- TAEHYUNG!! O QUE EU MAIS QUERO AGORA É TE COLOCAR DE JOELHOS EM UMAS TROCENTAS TAMPINHAS DE REFRIGERANTE PRA VOCÊ SANGRAR ATÉ MORRER. - falei com raiva dele.

- Calma Jiminzinho. Eu gravei tudo e bati umas fotos. - balança o celular com a mão e eu fiquei puto na hora.

- Seu filho da puta.

- A foto de vocês se beijando será meu novo papel de parede. - disse rindo da minha cara de "se fizer isso, enfio um poste tão fundo no teu cu que nem o melhor cirurgião do mundo conseguirá tirar de lá".

- Apague essa desgraça de foto agora! - gritei.

- Para de gritar com os outros Jimin, é pior que mulher parindo.

- Olha só quem fala.

- Na real, vocês são fofos, shippo muito. - disse e nessa hora eu me engasguei com a minha própria saliva e comecei a tossir feito um louco. - As pessoas costumam tossir feito loucas quando falamos o óbvio. - provoca e o encaro com raiva, mas aí percebo que estou corado feito um morango maduro e fico com vergonha, isso foi o incentivo perfeito pro Taehyung continuar me zoando. - O JIMIN QUER FODER COM O YOONGI! O JIMIN É AFIM DO YOONGI! O JIMIN QUER DAR O CU PRO YOONGI!! UHU. - falou isso em forma de música.

- Eu não.. gosto.. do... Yoongi... - foi tudo o que eu disse antes de sair correndo feito o Usain Bolt daquela porra de escola.

//

Sai avoado da escola que nem uma galinha assustada e corri até uma sorveteria, digamos que eu parei na sorveteria porque eu tava cansado mesmo.

Me sentei e pedi um sorvete de menta.

Por quê diabos eu fui pedir um sorvete de menta?

Sabe o que isso me lembro?

Vocês nem precisam ser uns gênios, adivinhos, médiuns ou macumbeiros pra saber que eu pensei no Yoongi.

Ou melhor, no nosso beijo.

Tô falando até nosso, Ave Maria.

Eu só lembrei disso por um motivo:

A boca do Yoongi tem sabor de menta.

E de novo eu começo a pensar no nosso beijo feito um príncipe apaixonado pela princesa - nesse caso, é pelo princeso.

- Mais que merda! Sai da minha cabeça porra! - pensei em voz alta e as pessoas começam a me olhar como se eu fosse um ET ou Jesus voltando.

Volto a me concentrar no meu sorvete mas a imagem do Yoongi vem em tudo que falo, penso e toco.

EM QUE CARALHOS EU FUI ME METER?

Digo, EM QUE CARALHOS O TAEHYUNG ME METEU?

Esse idiota me fodeu mas a minha vez de foder ele vai chegar.

Pago meu sorvete, termino de comer e saio dessa sorveteria e dou de cara com baque forte:

O Yoongi do outro da rua em uma loja com uma garota.

Mais que porra!

Era só o que faltava.

Nem Deus pode medir o tamanho do ódio que eu senti assim que eu pus os olhos naquela menina, se eu fosse aquele cara do X-Men que atira laisers pelos olhos, essa vaca já teria morrido derretida.

Ela fica toda hora pegando nele e passando a mão na bunda dele.

Ah! MAIS QUE RAIVA DOS INFERNOS!

Park Jimin ciumento é a mesma coisa que ver o próprio capeta na sua frente.

Não esqueça disso.

Mas hoje o negócio é diferente, eu odeio o Yoongi (embora meu subconsciente diga que é mentira), ele não é nada pra mim e só nos beijamos por causa de uma aposta desgraçada com uma pessoa mais desgraçada ainda.

Ah, a aposta, a maldita aposta, é tudo culpa dessa porra de aposta, TUDO POR CAUSA DESSE CARALHO DE APOSTA!

A garota beija o Yoongi na bochecha e eu não sei qual desses dois sentimentos ficou mais forte em mim:

A tristeza ou a raiva.

Eu fiquei com uma vontade de chorar e com vontade de voar no pescoço dela.

O pior de tudo é o idiota do Yoongi que não liga.

Meu Deus!

Eu não deveria estar com ciúmes do Yoongi!

Eu não devia, merda, por quê isso tá acontecendo comigo?

Eu devo ter feito uma merda muito grande na minha vida passada para estar passando por esse furdunço.

Balanço a cabeça e vou direto pra minha casa pensar e espairecer um pouco em relação a essa coisa estranha e quase incrontrolável que eu tô sentindo pelo Yoongi.

//

- Eu te amo Park Jimin! - diz Yoongi sorrindo pra mim feito um anjo.

- Eu também te amo Yoongi, te amo demais, mais do que você possa imaginar. - digo e pego no seu rosto tomando dua boca em um beijo feroz e..

****

- Acorda Jimin, a professora vai te partir no meio e você vai ficar que nem um cu. - disse Seokjin me balançando e..

Foi um sonho?

Porra meu.

Foi tão real.

Peraí, por quê eu tô querendo que fosse real?

Que porra é.. essa?

Yoongi!

Merda.

Dou um longo suspiro e me ajeito na minha carteira e colo meu olhos no que a professora tá explicando com a linda voz de cadáver apodrecido que ela tem.

Por quê eu sonhei com eu e Yoongi dizendo EU TE AMO um pro outro?

Tá bom, que macumba fizeram comigo? 

Gente, pensa numa macumba boa, porque essa desgraça tá me fazendo gostar de uma das pessoas que eu menos suporto na minha vida inteira.

Eu só quero entender que cacete tá acontecendo comigo.

É só ouvir o nome do Yoongi que eu fico mole que nem gelatina e tonto que nem bêbado.

Sem contar ainda com o fodido do meu coração que parece uma bateria em um show de metal toda vez que eu escuto, penso e falo o nome do Yoongi.

Essa porra tem nome?

Tem, é amor.

Mas eu não quero pensar nisso e..

NÃO!

Eu não posso estar apaixonado pelo Yoongi!!!

Eu prefiro namorar com uma garota do que está apaixonado pelo Yoongi.

E é aí que eu lembro de um ditado:

"A gente não escolhe por quem se apaixonar."

Isso me faz refletir e pensar que a chance de eu estar apaixonado pelo Yoongi é de 99,9%.

Puta que pariu.

Por quê comigo?

Não podia ser com o Taehyung não?!

Cacete.

Por falar em Yoongi.

Eu estou observando ele e ele me parece feliz, alegre e radiante.

Isso é esquisito porque eu nunca vi o Yoongi sorrindo - ah não ser quando ele faz coisas que me fodem.

Será que ele ficou assim por causa do beijo?

Não quero nem pensar mais nessa hipótese.

Só de pensar nisso, eu estremeço, na verdade...

CACETE! Eu tô sorrindo e nem percebi.

Eu preciso me internar no hospício mais próximo que encontrar.

De repente, o Yoongi me olha sorrindo e eu não resisti, sorri de volta.

Mais que merda tá acontecendo com nós dois?

Não, isso não é amor, isso não é amor porra!!

//

Finalmente é recreio e pela primeira vez em toda a minha vida, eu tô sozinho no recreio, me abandonaram, Taehyung está paparicando o Jungkook e, o Seokjin está com o Namjoom conversando e eu estou sozinho olhando esse bandos de animais - chamados carinhosamente de alunos - correndo feitos uns carros de fórmula 1.

Essa escola parece o círculo do inferno de tão calorenta que é.

Credo.

Me desvio desses pensamentos bostas quando um ser humano estala os dedos na frente dos meus olhos me fazendo sair do meu transe e fazendo o meu coração bater mais rápido.

- Yoo-Yoongi? - gaguejei e comecei a suar mas ele não percebeu.

- Oi Jimimnie. - me chamou de um nome estranho.

- Que nome é esse?

- Seu apelido. - diz sorrindo e se senta do meu lado. - E só eu posso te chamar dele, ninguém mais.

O que tá rolando nessa porra?

- Podemos conversar Jimin? - perguntou e eu fiquei receoso em responder.

- Tá bom.

- Já vou avisando que é sério.

- Tá bom Yoongi.

- Vamos sair daqui.. vamos pra um lugar mais reservado se você me entende. - sorrir se levantando e eu engulo em seco mas vou atrás dele.


Notas Finais


Próximo capítulo deverá sair depois de amanhã talvez, eu tô com duas provas fucking pra estudar e um trabalho do cacete pra fazer e talvez não saia depois de amanhã.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...