História A Aposta (Yoonmin) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Comedia, Homossexualidade, Romance, Taekook, Yoonmin
Visualizações 148
Palavras 1.770
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Capítulo legalzinho pra vocês e eu tô conseguindo postar diaramente!!
Eu ouvi um ALELUIA irmãos?!
Obrigada a todos vcs que favoritaram e comentar, vcs são uns anjos, amo vcs bitchs!
Ignorem os erros e uma boa leitura e uma boa tarde também.

Capítulo 4 - Uma viagem bem normal


Depois de flagrar meu irmão fodendo horrores no quarto, eu e o Yoongi corremos junto com o Taehyung e nos escondemos embaixo da cama da minha mãe.

O Seokjin levou umas chineladas no rabo pra saber o que é bom, o coitado deu um grito quando o Hoseok o acertou com uma chinelada bem no cu, uma chinelada precisa, eu ri tanto quando ele saiu de casa correndo passando a mão na bunda dizendo que fez sexo anal com a chinela.

Ai, ai.

O Namjoon foi correndo atrás do Seokjin pra acudí-lo e levou uma chinelada na cabeça.

Bom, o Namjoon é meio cabeça quente e é claro que isso não ficou barato não, ele pegou o controle da TV e lascou certeiro bem na cara do Hoseok e saiu avoado atrás do Seokjin e eu já tô shipando esses dois.

Será que temos casal novo na área?

Tomara, meus amigos têm o direito de tomar no cu junto comigo, né?

O Yoongi, eu e o faladeiro do Taehyung ficamos embaixo da cama por quase duas horas ouvindo o Taehyung falar sobre o Jungkook e quase morrendo por causa dos peidos mais tóxicos que bombas nucleares que o Tae soltava a cada dois segundos.

O Yoongi queria matar ele mas eu não deixei.

Preciso desse viado para muitas coisas.

Essa semana passou como um cão, eu e o Yoongi começamos a nos aproximar mais e nos tornamos amigos.

"Amigos" meus queridos, nós nunca mais nos beijamos, apenas estamos nos conhecendo de novo e "do jeito certo", de acordo com o Yoongi.

O Taehyung e o Jungkook só vivem brigando e eu nem sei se eles namoram ou não.

O Seokjin e o Namjoon estão virando amigões e daqui a pouco parte pro rala rola, é só esperar.

//

A hora da saída chegou e o louco do Taehyung saiu da sala gritando o nome de todo mundo.

- EI JIMIN, JUNGKOOK, SEOKJIN, NAMJOON, YOONGI, NÓS VAMOS VIAJAR ESSE FINAL DE SEMANA!! - disse Taehyung gritando.

- PRA ONDE? - berrou Seokjin.

- Pra casa do caralho... tou brincando, pra chácara dos meus pais. - riu.

- Essa desgraça fica aonde? - perguntou Yoongi, tão delicado.

- No buraco do teu cu! - respondeu Taehyung.

- Falando sério, onde fica essa chácara? - perguntei. 

- Na zona rural, na buceta cabeluda da cidade, no lugar aonde o wifi não pega e o sinal é uma desgraça, é lá que fica. - respondeu Taehyung.

- Puta que pariu, eu não vou não. - falou Yoongi.

- Vai sim. - falei.

- Por quê? - olhamos nos olhos um do outro.

- Porque eu vou e se eu for você tem que ir também. - sorrimos um pro outro.

- Então tá certo. - todos do grupo nos olhavam estranho.

- Querem transar na rua? não pode, ah não ser que vocês sejam dois cachorros loucos com uma louca vontade de dar. - qual o problema do Taehyung? meu pai. - Cês tão na maior vibe. - eu e Yoongi rimos baixo.

- Só se for a vibe do teu cu. - falei.

- Vocês vão ou não caralho?! - Perguntou Taehyung fazendo escândalo.

- Vamos. - responderam todos em uníssono.

- Que dia? - perguntou Namjoon se manifestando.

- Nesse fim de semana, eu passo na casa de vocês com o carro do meu pai para irmos. - todos ficaram com medo e se entreolharam.

Taehyung não sabe dirigir muito bem, uma vez, nós fomos no carro do pai dele numa festa da piscina que ele tinha nos convidado, ele quase nos matou, a cada segundo ele dava uma freada brusca que nos fazia sacar até a frente do carro, sem contar que ele dirige muito rápido e dirige cantando com os olhos fechados. Sinceramente, esse garoto é maluco, igual todos os meus amigos.

- Você não vai nos matar, certo? - perguntou Seokjin.

- Se eu quisesse, já teria matado. - rimos. - eu prometo que vou dirigir com cuidado.

Mentiroso!

Eu vou admitir, tou com medo de morrer em um acidente de carro.

- Então tá certo, sexta quando sairmos da escola, vocês se arrumam e eu busco vocês. - disse Taehyung finalizando a conversa.

- Sexta é hoje seu desgraçado! - disse Namjoon berrando.

- Foda-se, se arrumem logo que, umas quatro horas eu busco vocês. - falou autoritário.

- Tá bom, eu hein, que mal humor Namjoon. - comentou Yoongi.

- Vai tomar no buraco do teu cu Yoongi! - disse meio alterado.

- Chega DESSA PORRA!! PUTA QUE PARIU!! MEU DEUS, TUDO AGORA É MOTIVO PRA BRIGA? VÃO SE FODER! - Taehyung gritou com a gente. - São doze horas, vão em casa, comam, descansem, arrumem as coisas de vocês e me esperem na porta de casa que eu vou buscar cada um.

- Tá. - esse "tá" foi mais morto do que gente morta respirando.

//

Eu estava com o Yoongi e o Hoseok (sim, ele vai porque a mamãe me obrigou a levá-lo) na porta da minha casa esperando o lazarento do Taehyung vir no carro do pai dele - ou dele, sei lá de quem é esse carro.

Ficamos esperando por uns 20 minutos mais ou menos quando um carro com um ronco de motor ensurdecedor virou a esquina da rua da minha casa, o carro vinha em alta velocidade e nem precisa ser um Einstein pra saber que, naquele carro, era Taehyung que dirigia. Ele chegou na porta da minha casa dando uma freada brusca.

- Ai seu DESGRAÇADO!! PORRA!! - berrou Seokjin por ter lascado a cabeça no banco da frente. Coitado. Eu sabia o que ele sentia.

- Ei seus viados, cês vão ficar vendo o Seokjin esfregando a mão na cara ou entrar? - disse Taehyung sorrindo e radiante, como há muito tempo eu não via.

Meio receoso, eu entrei naquele maldito carro seguido por Yoongi que tava nervoso, que nem eu. Esse nervosismo pode ser traduzido como: medo de morrer em um acidente de carro causado por Taehyung - coisa que não é difícil e nem ímpossivel.

- Tá faltando pegar a bandeira LGBT do Jungkook. - disse Taehyung e saiu arrancando o carro com tudo quase fazendo a gente ter um treco.

Hoseok foi na frente do carro e, coitado, tava quase morrendo. Seokjin, vish, tava querendo que o Taehyung morresse, isso era visível no olhar dele, o Namjoon não tava nem aí, ele é tão na dele que isso chega a ser estranho. Eu estava toda hora batendo minha cabeça no banco e Yoongi nem ligou pra nada, estava com um fone de ouvido, por isso estava desligado, daqui a pouco acordo ele.

Depois de dirigir em alta velocidade, passar em lombadas na velocidade do Papaléguas, passar por ruas com mais buracos que uma peneira, chegamos na casa do Jungkook.. que, aliás, parece um muquifo. Taehyung começou a buzinar impaciente pra porra e ele não vinha.

- Vou chamar esse caralho, peraí. - disse Taehyunf saindo do carro, só que quando ele saiu, ele apareceu.. com uma mala. - Pra que desgraça tu tá levando uma mala sendo que só iremos ficar dois dias fora? Nessa desgraça tem roupa pra um ano, tu é louco é Jungkook? Porra, enfia logo essa desgraça no porta malas. - saiu puxando o menino e a mala, a colocando no porta malas. - Entra! - empurrou o menino sem dó nem piedade em cima do Yoonfi, que tava do lado da janela e ficou puto com isso.

- Não dá de ir aqui atrás Taehyung, tu é burro é caralho?! - disse Jungkook.

- Se fundem, vai dar sim, um sobe no colo do outro. - todos se olharam esquisito.

- Vai te foder Taehyung! - disse Hoseok. - Eu não vou no colo de ninguém e ninguém vai no meu colo, porra!

- Eu vou no colo do Yoongi, aí dar. - falei e todos começaram a me olhar.

- Viadinho. - disse Hoseok.

- Olha quem fala. - falei baixo.

- Vai á merda. - Yoongi respondeu por mim.

- Andem logo caralho! Temos horário pra chegar! - berrou Taehyung já sentado no banco do motorista. - Jimin, senta logo no colo do Yoongi, que porra, mas, se sentir o volume dele me diz. - começou a rir e eu o encarei, dei dedo pra ele. - Eu tou brincando desgraça, anda se ajeitem logo.

Eu sentei no colo do Yoongi. A ordem tava assim: Taehyung dirigindo, Hoseok dormindo sentado no banco do carona, Seokjin do lado da janela do lado esquerdo, Yoongi no meio e eu sentado no colo dele do lado da janela direita e, Namjoon do lado do Seokjin. Esse carro é pequeno demais, por isso que tá impossível de respirar aqui, credo.

- Partiu! - disse Taehyung arrancando o carro fazendo o Seokjin bater a cabeça e o xingar de todos os palavrões existentes.

E nós seguimos em direção a porra dessa maldita chácara. É bem longe, fica na zona rural da cidade, a viagem, pela forma que o Taehyung dirige, vai levar, no máximo, 2 horas. É tão gostosinho sentar no colo do Yoongi, é macio, dá até pra dormir.

Acho que, num ímpeto, Yoongi me abraçou e ficou com a cabeça deitada nas minhas costas e eu fiquei deitado em cima dos meus braços no banco da frente aonde Hoseok dormia e roncava feito um urso, todos viram e nem ligaram, apenas suspiraram em conjunto e voltaram aos seus afazeres: ou dormir ou ouvir música. Por falar em música, Taehyung começou a cantar Hot N Cold da Katy Perry que tocava no rádio do carro e, eu acho que não preciso falar mais nada né? Quase morremos quando o carro quase bateu em um caminhão, o carro chacoalhava tanto que tava difícil ficar abraçado com o Yoongi desse jeito.

Já no meio do caminho, Jungkook e Namjoon começaram a discutir porque Namjoon o chamou de "o viado de arco-íris", o que fez Jungkook ficar puto e os dois trocarem farpas a maior parte da viagem. Eu acho que o Yoonfi dormiu me abraçando, ele tá tão confortável ali, eu tava adorando esse colo. Taehyung e Seokjin começaram a discutir sobre qual gênero musical é melhor: o pop ou o rock, é claro que essa discussão quase nos matou e quase nos fez furar o pneu do carro. Eu estava na minha com a cabeça na ponta do banco do carona sentado no colo mais macio que algodão do Yoongi. A viagem tava até normal: Jungkook e Namjoon discutindo sobre a sexualidade um do outro, Taehyung e  Seokjin discutindo sobre gêneros musicais e, eu e Yoongi no maior love relaxando, a viagem tava até legal.Tava legal até acontecer isso:

- CARALHO! - gritou Taehyung puto e o carro parou aos poucos.

- O que aconteceu com o carro? Por quê parou? - perguntou Seokjin.

- O pneu furou! O fodido filho da puta do pneu furou!!! - berrou Taehyung.

A viagem não tá legal não.


Notas Finais


Vou fazer um sacrifício e tentar postar o próximo amanhã
Beijinhos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...