História A Aposta (Yoonmin) - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Comedia, Homossexualidade, Romance, Taekook, Yoonmin
Visualizações 76
Palavras 5.012
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Apareci, como vcs estão? Cap novo na área - e enorme também.
Uma boa tarde e uma boa leitura pra vcs.
Os erros eu corrijo depois.

Capítulo 5 - Eu aceito


Estávamos quase chegando na chácara quando.. o pneu do carro furou. Eu falei pro Taehyung ir devagar, falei não, GRITEI, mas ninguém nesse grupo me escuta, aí depois dizem que eu só falo merda, o cu deles.

- Merda! Porra! - berrou Taehyung.

- Tem algum estepe aqui? - Namjoon perguntou.

- Não. - respondeu Taehyung.

- Merda! Como a gente vai chegar lá agora, tá muito longe? - perguntou Jungkook tentando esconder que estava desesperado.

- Calma gente, se acalma. - falou Taehyung com cara que ele estava calma, muito pelo contrário, ele tava desesperado, só não queria demonstrar.

- CALMA É O MEU CU TAEHYUNG! TÁ ESCURECENDO E A GENTE TÁ NO MEIO DO NADA E VOCÊ QUERENDO PRA GENTE FICAR CALMO??! VAI PRA PORRA TAEHYUNG!! - berrou Seokjin, primeira vez que o vejo puto da vid de verdade. E realmente estava escurecendo, olhei no meu celular e era umas 17h47, daqui a pouco escurece e o pânico vem junto.

- O que a gente vai fazer? - perguntei.

- Vamos empurrar o carro. - sugeriu Seokjin e todos o olharam incrédulo.

- Saiem todos do carro - mandou Taehyung.

E assim fizemos, todos saíram do carro (menos Seokjin e Namjoon) e ficaram encarando o mesmo. Todos encaravam o carro pensando em como tirar essa engenhoca - lê-se carro - do meio da estrada antes que alguém passasse por cima.

- Primeiramente, é quase impossível empurrar esse carro, apesar dele ser pequeno, ele é pesado. Pesado pra caralho. - disse Taehyung.

- Então, o que a gente faz? - Yoongi perguntou.

- Empurra o carro. - Taehyung disse e a gente ficou com uma cara de cu.

- Mas você mesmo disse que não dava de empurrar essa merda. - disse Jungkook.

- Foda-se, vamo empurrar esse caralho agora! - ordenou Taehyung.

- Seokjin, Namjoon. Saiem daí porra, se abracem depois. - chamei eles, sim, eles estavam abraçados e quase dormindo, que nem eu e o Yoongi, tava fofo isso, eles tomaram um susto ao perceber que estavam abraçados mas nada disseram,.apenas se afastaram aos poucos.

- Tirem as coisas das malas, ponham elas nas costas de vocês e nóis empurra o carro, a gente precisa fazer isso pro carro ficar mais leve. - explicou Taehyung.

- Dá pra medir, em metros, a distância daqui até a chácara? - perguntou Yoongi.

- Sim dá, se não me engano... falta um quilômetro até a chácara. - porra!

- Puta que pariu! Um quilômetro?! Vamos acampar aqui mesmo. - berrou Jungkook.

- Teu cu, vamos empurrar. - todos se posicionaram atrás do carro e foram empurrando.

Taehyung estava do lado esquerdo do carro, Yoongi tava do lado dele, eu tava do lado do Yoongi, Seokjin estava do meu lado, Namjoon do lado de Seokjin e Jungkook do lado direito do carro.

Todos começaram a empurrar gemendo de dor e fazendo força, o carro andava, só que muito devagar. De fato, iríamos nos foder até chegar lá, só que, em meio a gemidos, pessoas fazendo força, Taehyung mandando na gente com cara que ele mesmo estava fazendo alguma coisa, Jungkook gritando e, eu e Yoongi se entreolhando e sorrindo um pro outro, estava acontecendo do meu lado, uma conversa suspeita entre Seokjin e Namjoon.

- Você não é nada parecido com que os outros dizem. - disse Seokjin se referindo a Namjoon.

- Verdade, todos aqui me acham fechado estranho mas eu não sou assim.- disse Namjoon.

- Eu não acho isso de você. - eles começaram a se encarar. - Eles podem achar mas eu não, muito pelo contrário, eu gosto desse seu jeito Namjoon - eita porra! Eu tava sorrindo de orelha a orelha.

- Obrigado, pelo ou menos eu tenho você aqui, alguém que me entenda e que possa conversar comigo. - sorriram um pro outro.

- Valeu Namjoon, você é mais do que os outros pensam. - eu vou usar o Seokjin como psicólogo futuramente, não sabia que ele sabia dar conselhos pra alguém, chocaderrímo.

- Puxa, não sei nem como te agradecer Seokjin, você tá sendo tão legal comigo. - Seokjin ficou corado e eu não entendo como ninguém percebeu que eu e Jungkook estávamos olhando caladinhos. - Olha, eu achava que essa viagem seria uma bosta, de fato estar sendo, mas você estando aqui, tudo muda, tudo parece mais legal, mais divertido, tanto é que eu estou me divertindo a beça mesmo estando nesse caos aqui.

- Uau, eu nem sei o que dizer mas eu acho que eu também acho isso. - Seokjin estava afoito.

- Não sei por quê a gente nunca se falou antes. - disse Namjoon e Jungkook começou a sorrir.

- Temos tanta coisa em comum e eu só percebi isso agora. - riram. Caralho, eu e Jungkook, só faltava a gente soltar fogos de artifícios porque estávamos loucos. Seokjin se aproximou do ouvido de Namjoon. - Eu gostei de sentar no seu colo. - sussurou no ouvido de Namjoon que ficou mais vermelho que uma maçã madura. Jungkook sorria tanto quanto eu, e eu estava impressionado porque Taehyung não percebeu nada e Yoongi estava no mundo da lua, típico dele. - É confortável, macio, parece um travesseiro. - riram baixo. - Você é fofo, sabia?

- Eu sei que eu sou fofo e irresistível. - disse Namjoon imitando uma voz engraçada e começaram a rir.

- Por que que cês tão rindo caralho? - berrou Taehyung puto da vida, como sempre.

- Nada não. - disse Seokjin e ele piscou pra Namjoon que fez o mesmo.

Foi aí que o Jungkook a começou a rir, ela ria, ria alto, acompanhado por mim que ria até mais alto que ele, a essa altura, paramos de empurrar o carro e nos sentamos no chão quase infartando de tanto rir. Todo mundo nos olhava com um ponto de interrogação.

Eu nunca segurei uma risada com tanta força, eu quase explodi.

- Eu tou drogado ou o Jungkook tá rindo? E de quê ele tá rindo? - perguntou Taehyung.

- Meu Deus, eu vou morrer. - disse Jungkook chorando de rir.

- Eu também, migo, nós morre junto. - segurei no braço dele e rimos juntos mais alto que antes.

- Chega! De quê que cês tão rindo? - perguntou Yoongi.

- Nada não. - respondi ainda rindo.

- Hello, temos um carro pra empurrar e um caminho pra chegar. - falou Taehyung irritado.

- Depois a gente conversa sobre esse negócio que rolou, certo Jungkook? - sorri pra ela.

- Vamos conversar a madrugada toda quando chegarmos lá. - falou.

- Enfim, vamos voltar ao trabalho. - todo mundo se posicionou e voltou a empurrar o carro com todo aquele clima em cima de Seokjin e Namjoon. 

//

Depois de empurrar o carro por quase duas horas, depois de ter que aguentar o Taehyung me perguntando por quê o Jungkook riu, depois de quase morrer empurrando a desgraça daquele carro, chegamos na porra de chácara. Nós jogamos o carro em um canto qualquer, que não fosse na estrada.

- Graças a Ave Maria, estou fodidamente fodido. - disse Taehyung se jogando no chão.

- Taehyung! Abre a merda desse portão! - berrou Seokjin já que Taehyung estava com as chaves.

- Entrem! - nem precisou Taehyung dizer isso, todo mundo saiu entrando correndo, passando, literalmente, por cima do coitado e indo direto pra dentro da chácara. Todo mundo se jogou no sofá em formato de L suspirando cansado enquanto Taehyung estava lá no portão, que, se não me engano, fica há uns 80 metros da chácara, jogada no chão, cheguei a cogitar a ideia de que ele morreu quando a derrubamos.

- Eu tou lascado, onde se banha aqui? - perguntou Jungkook.

- No andar de cima, primeira porta á esquerda do corredor. - explicou Seokjin.

- Valeu, menino tou fodido cadê o carro mesmo? - perguntou Jungkook fazendo uma cara de espanto e Taehyung saiu do quinto dos inferno e respondeu:

- Tá lá fora. - que burrice, meu Deus!

- Eu não sei porque me supreendo em saber o tanto que somos burros, puta que pariu. - falei irritado.

- Taehyung! Seu enviado do satã, vamos até lá fora pegar as minhas coisas, preciso banhar. - disse Jungkook irritado.

- Vai sozinho. - Jungkook lhe lançou um olhar assassino. - Tá bom desgraça, vamos. - eles saíram.

- Onde dormimos? - perguntou Yoongi.

- Essa chácara tem vários quartos que cabem de duas a três pessoas, tem sete pessoas aqui, que tal eu e Namjoon dormimos em um quarto, o Yoongi e o Jimin - piscou pra nós dois - dormem em um quarto e, o Jungkook, o Taehyung e o Hoseok dormem em um outro quarto. - explicou Seokjin.

- Por quê você e o Namjoon vão dormir em um quarto sozinhos? - perguntei e comecei a sorrir que nem um idiota, Seokjin ficou corado e Namjoon também.

- Vai á merda Jimin. - disse Seokjin comecei a rir alto e a tossir muito, Yoongi bateu as mãos nas minhas costas mas eu continuei rindo.

- Desculpa ser indelicado. - falei ainda rindo e, Yoongi me olhavaa com um ponto de interrogação na testa, puta que pariu.

- Para de rir JIMIN! - disse Taehyung injuriado, acho que ele tava possesso, tava parecendo um demônio, é como se, a qualquer momento ele fosse pegar uma das palmeiras que tem no sítio da chácara e enfiar no cu de todo mundo.

- O que foi? - perguntou o Yoongi.

- O idiota do Taehyung que esqueceu as coisas dele e disse que a culpa é minha! Vagabundo. - Jungkook entrou no recinto.

Essa discussão não faz nem sentido.

- A culpa é tua desgraça! - berrou Taehyung furioso e com uma puta vontade de voar no pescoço de Jungkook, eu estava atrás do Yoongi que estava com a mão na boca, teoricamente rindo da situação. O Hoseok se sentou no sofá ignorando a todos nós. Namjoon e Seokjin foram pro lado de fora. Eu e Yoongi, bom, nós ficamos ali pra evitar que elas se matassem, mas eu tava ali era pra ver a porrada e pra evitar que o Taehyung morresse porque ele é o único ali que sabe "dirigir" e eu não quero ficar preso no meio do nada, se bem que, o Yoongi tá aqui então não tenho nada a temer.

- Culpa minha! E desde quando eu tenho culpa da tua burrice e falta de atenção?! Tá achando que eu sou a tua mãe é misera!? - Jungkook lhe lançou um olhar assassino.

- Seu filho da puta! O que eu vou vestir agora? - o coitado parecia que queria matar o Jungkook.

- Minhas roupas besta.

- Eu acho que eu esqueci elas porque tava pensando muito em você. - disse Taehyung abraçando o Jungkook por trás. - Eu não me importo de vestir suas roupas, seu viado. - começou a beijar o Jungkook e eu nem quero descrever isso.

- Vamos lá pra fora Jimin. - disse Yoongi e eu concordei, e deixamos o casal que ainda não é casal mas que um dia vai ser brigando.

//

O Yoongi foi pra piscina e eu fiquei deitado numa rede mas não tava ventando nada, então fui andar.

Andei até a piscina e encontrei o Seokjin e Namjoon no canto da piscina conversando ignorando todos ao redor deles e Yoongi no meio da piscina boiando.

- Yoongi. - o chamei e ele tomou um susto e quase se afogou.

Ele saiu da piscina mais rápido que a velocidade da luz e veio correndo na minha direção e me abraçou com força, não se dando conta de que ele estava todo molhado e só de calção e eu enxuto.

- Maior love ai hein? - falou Seokjin, pau no cu.

- Vai se foder menino! - gritei.

- Jimin, não liga pra esse Zé Buceta não, vai trocar de roupa pra vir banhar comigo. - dizia todo sorridente, que coisinha fofa.

- Já volto, me espera.

Ele assentiu sorrindo e se jogou na piscina molhando de propósito Seokjin e Namjoon que ficaram xingando ele por ter atrapalhado o momento enquanto o Bruno ria.

Gente, cadê o Hoseok?

Fui pra piscina e vi o Yoongi na água e fiquei relutante se ía entrar ou não.

- Vai Jimimnie entra. - dizia o Yoongi com uma voz manhosa tentando me convencer. Decidi parar de ser um cu doce até pra água e pus a ponta do meu dedo e quase morri de tão gelado que tava esse caralho.

- Yoongi, desculpa mas.. nessa porra eu não entro. - falei me afastando da borda.

- Nem se eu te der um beijinho? - o olhei com espanto e resmunguei um "não". - E se eu te der vários beijinhos? - resmunguei outro "não". - Ah é? Peraí. - ele saiu da piscina, foi até mim e me agarrou.

- Ah não, não. - não deu outra, o filho da puta me jogou na água e todos começaram a rir da minha cara. - Porra Yoongi.

- Desculpa, não queria vir por bem, seria por mal. - sorriu, entrou na água e me abraçou.

Confesso que me assustei e não entendi cacete nenhum mas...

Eu deitei minha cabeça no ombro do Yoongi. e ele fez o mesmo no meu. Afundamos.

Ficamos abraçados em baixo d'água por um tempo até eu subir quase morrendo sem ar. O incrível disso tudo é que Namjoon e Seokjin estão tão concentrados na conversa deles que não viram o que tava rolando comigo e com o Yoongi.

- Sabe de uma coisa? Eu sempre quis beijar alguém embaixo d'água. - falei e rimos.

- Acho que todo mundo já quis isso algum dia.

- Você quer? - senti meu coração acelerar e senti um medo imenso.

- Quero. - sorrimos.

Yoongi colocou uma mão no meu pescoço e me puxou pra mais perto dele, eu pus a minha mão na cintura dele e começamos a afundar na água lentamente, de forma quase impercetível. Nossos olhos se encontraram e estava brilhando mais fortes que o Sol, selamos nossos lábios, a sensação de ter os lábios do Yoongi em contato com os meus é indescritível, é uma sensação maravilhosa, uma coisa única, uma coisa.. mágica.

Quando menos percebo, já estávamos embaixo d'água e nos beijávamos abraçados, ficamos um tempo assim mas subimos assim que eu quase morri sem ar.

- Que porra foi essa?!! Foi o melhor beijo que eu já dei na vida. - eu tava feliz e abracei o Yoongi, do nada, me deu vontade, eu só queria abraçar ele pelo resto da minha vida.

- Foi um dos melhores beijos que eu já dei em você e que já dei na vida. - disse Yoongi sorrindo e eu o apertei.

Jesus, que viadagem, mas eu não ligo, eu tô gostando muito desse menino e todo mundo tem o direito de saber.

//

São nove e meia da noite e eu e o Yoongi estamos assistindo a novela das nove naquele maldito sofá. Taehyung está tentando dobrar suas roupas. Jungkook estava tentando achar um sinal de celular e se acostumar com a roupa que o Taehyung que emprestou pra ela. Seokjin e Namjoon estavam no maior love, eles estavam em um quarto só pra eles, o filho da puta do Jungkook conseguiu dizendo que não dorme com outra pessoa sem ser o Taehyung porque tem medo de ser estuprado, foi aí que essa merda ficou assim: Seokjin e Namjoon em um quarto, eu, Yoongi e Hoseok em outro quarto e, Taehyung e Jungkook em outro quarto.

Merda, eu queria ficar sozinho com o Yoongi, só não me perguntem o porquê.

- Yoongi, eu tô com sono, vou me deitar. - falei me espreguiçando e soltando um bocejo.

- Vai dormir vai, seu preguiçoso.

- Boa noite.

- Boa noite. - andei em direção aos quartos.

Fui em direção ao quarto onde eu ía dormir. Os quartos dessa chácara são compostos por duas beliches mas os meus amigos são um bando de frescurento que tem medo uns dos outros, Jungkook é o exemplo perfeito.

Entrei no quarto e me joguei na minha cama, que seria a beliche de baixo, se fosse a de cima eu morreria caindo, isso já aconteceu uma vez mas eu não morri, eu tava na casa do meu primo numa festa de natal, eu tava com um sono da porra e a única cama que achei vazia foi a beliche de cima, fui lá e me deitei, no outro dia, acordei gritando de dor e jogado no chão, eu havia caído de lá, o meu pai é muito desesperado e logo me levou pro hospital, eu achando que havia quebrado um braço ou algo assim, não aconteceu foi porra nenhuma, fiquei puto porque eu devo ser a única pessoa que não pega nem gripe e que nunca quebrou um braço fazendo merda.

Voltando...

Eu tava tentando dormir e não estava conseguindo, então, fiquei apenas encarando o teto até que o Taehyung invadiu o quarto.

- JIMMMMMIIIINNNN!! - gritou Taehyung invadindo o quarto.

Eu nem preciso dizer que tomei um susto da porra e que quase fiquei surdo, certo? Então, eu quase lasco aquele beliche na cabeça da Taehyung.

- Que foi? - perguntei irritado, da próxima vez eu tranco o caralho dessa porta.

- SAI DESSE QUARTO AGORA!! A GENTE VEM AQUI PRA FICAR LOUCO E NÃO PRA DORMIR, SE QUISER DORMIR, QUE SEJE EM UM CAIXÃO, agora sai dessa porra de quarto e vai pra sala. - desgraçado! apenas bufei e sai do quarto quase rastejando.

Andei até a sala e peguei meu celular, um fone de ouvido e andei até a espreguiçadeira, me deitei lá e coloquei a música Kiss It Better, da Rihanna, pra eu poder relaxar um pouco.

Vocês acham que funcionou?

A resposta é um bonito e grande NÃO.

Na hora que deitei ali e estava quase relaxando, Seokjin e Namjoon pulam de mãos dadas na piscina esguicando água em mim, eu nem liguei pelo fato deles me molharem e sim porque eles molharam o meu precioso celular que não é a prova d'água. Eu não segurei o verbo.

- SEUS DESGRAÇADOS FILHOS DE UM BANDO DE CARALHO DOS INFERNOS, PORRA, VOCÊS MOLHARAM MEU CELULAR SEUS DESGRANHADOS PAU NO CU, MERDA!! VONTADE DE METER UM POSTE NO CÚ DE VOCÊS!! SUAS DESGRAÇAS!! - eu gritei tão alto, que todo mundo veio ver o que tava acontecendo, enquanto isso, aquelas desgraças estavam rindo da minha desgraça.

- Que merda tá acontecendo aqui? - chegou Taehyung berrando.

- Vai gritar alto assim lá na casa do caralho Jimin! - exclamou Hoseok irritado de algum lugar porque ninguém viu ele.

- Que gritaria é essa? - perguntou Yoongi que estava vindo em direção a piscina.

- Esses pau no cu aqui que molharam meu celular e o demônio do Taehyung me possuiu e eu fiquei xingando eles. - virei os olhos pros dois bobocas na piscina. - Se ele não funcionar mais, vocês vão me pagar um novo, seus bando de caralho! - me enxuguei com uma toalha.

- Vão fazer o que estavam fazendo, o que ocorreu foi só uma briga besta do Jimin. - disse Taehyung. Eu ignorei o que ele falou e fui pra uma parte afastada da chácara.

O terreno aonde a chácara se encontrava era enorme, sem contar que a chácara era na beira de um penhasco que tinha uma linda vista da praia lá embaixo e do horizonte. Como a chácara se localiza há uns 80 metros acima do nível do mar, é de se considerar que o vento aqui é forte, aqui venta demais, venta tanto que nem precisa de ventilador mas tem hora que aqui faz um frio e um calor dos infernos.

Eu andei até uma distância considerável da chácara para que ninguém pudesse me encontrar, eu armei a minha toalha no chão, deitei em cima, e.. GRAÇAS A DEUS a porra do meu celular ainda estava prestando que nem meu fone de ouvido, coloquei a música Perfect, do One Direction, e adormeci pensando no quão perfeito o Yoongi é.

Eu não devia tá pensando essas coisas.

//

(2h24)

Hahahahahahahaha.

São quase duas meia da manhã e todo mundo dessa chácara estava louco.

Sabe por quê?

Então, lembram quando eu me afastei pra dormir no chão, na grama, sentindo aquele ventinho gostoso batendo em mim, então, tudo foi atrapalhado quando os meus amigos (menos o Seokjin e o Namjoon, ainda tô com ranço deles) foram me procurar quando perceberam que eu desapareci.

Eles ficaram me procurando até dá meia noite e meia, quando finalmente me acharam dormindo feito um anjo naquela grama sentindo aquele ventindo gostoso.

Sabe como eles me acordaram?

Taehyung pegou uma cerveja, a abriu e derramou na minha cara, Seokjin e Namjoon gravaram tudo e eu dei um grito ensurdecedor, eu quase morri afogado com cerveja.

Bando de miserável.

Depois, eu acordei, óbvio, me enxuguei com a toalha (pedaço de pano, tanto faz) que eu dormi em cima, me levantei e Taehyung disse que hoje era dia de beber.

O que fizemos depois disso?

Fomos até a dispensa em pegamos duas grades de cerveja.. e começamos a beber.

Aviso logo que foi uma péssima idéia, na verdade, foi uma idéia desgraçada, os motivos vocês verão a seguir.

Eu bebi uns goles, Taehyung bebeu uma garrafa INTEIRA, até Hoseok entrou no cortiço porque bebeu duas garrafas, Jungkook bebeu uns copos, o Yoongi bebeu uns copos, Seokjin e Namjoon dividiram várias garrafas e eu acho que nem preciso dizer no que essa merda deu, certo?

Eu comecei a rir de tudo e a cair feito um retardado, eu mal conseguia me manter de pé. Yoongi ficou abraçado comigo e a gente ficou se beijando e falando besteira um pro outro. Taehyung pegou um ukulele que ela tirou do cú e cantou a canção "A Piroca No Bumbum" que ele acabava de inventar. Seokjin e Namjoon estavam se pegando, tipo, do nada, na verdade, foi o Namjoon que pegou o Seokjin e eles ficaram se beijando por metade dessa bebedeira e o Hoseok tá na piscina bolhando, falando de Satanás e que sonha que o inferno seje preto e tenha trevas e não que seje vermelho e tenha fogo.

Sinceramente, não saio com eles nunca mais.

Agora, eu estou abraçado com o Yoongi e os meus sentidos estão quase todos desligados e fodidos.

Lembrando que tudo que acontecerá a seguir é culpa da bebida.

DA BEBIDA!!! LEMBRE-SE DISSO!!!! É TUDO CULPA DO CACETE DO ÁLCOOL!!

- Eu te amo seu porra. - Yoongi me falou bêbado segurando uma garrafa.

- Também te amo desgraça, te amo tanto que poderia gritar pra todo mundo ouvir. - falei rindo feito um idiota.

- Então grita, grita pro mundo ouvir o quanto você me ama e o quanto eu te amo. - sugeriu o Yoongi e eu não pensei duas vezes, agarrei o braço dele e o puxei até a ponta do penhasco/barranco/precipício onde essa chácara se encontrava e comecei a gritar.

- EU TE AMO YOONGI! TE AMO PRA CARALHO!! - comecei a rir feito um idiota e o Yoongi me deu um selinho.

- EU TAMBÉM TE AMO PARK JIMIN! TE AMO PRA PORRA! VOCÊ É O AMOR DA MINHA VIDA! TE AMO SEU DESGRAÇADO! - gritou Yoongi e eu calei ele com um beijo, eu não irei descrever o beijo mas vou pedir pra vocês imaginarem.

Sabe aqueles casais héteros de novelas que se beijam como se um fosse engolir o outro, então, foi assim que foi esse meu beijo com o Yoongi. O beijo mais intenso e louco que eu já dei, eu agarrava o Yoongi com força ele puxava os meus cabelos, não vou mentir não, esse caralho tava doendo, por isso parei o beijo e fiquei o olhando e o analisando. Eu dei mais dois beijinhos no Yoongi e a gente se sentou na grama desse jeito: Yoongi sentado e eu com a cabeça no colo dele.

Ele passava as mãos nas minha bochechas e fazia carinho no meu cabelo enquanto eu o olhava quase não acreditando que estamos aqui, agora, juntos.

- Amor, você já beijou algum menino? - perguntei.

- Não, você é o meu primeiro e único. - disse ele beijando minha testa. - E você? - estremeci.

- Na verdade não, a única pessoa que eu sempre quis beijar, sempre foi.. - o beijei - você. - sorri.

- E alguma menina?

- Sim, mas não porque eu quis, me obrigaram, vou contar uma história e presta atenção porque aconteceu comigo.

- Sou todo ouvidos. - me deu selinho.

Comecei - Uma vez, eu tava no segundo ano da escola e, por causa de uma brincadeira de verdade ou desafio, eu teria que beijar a Goo, considerada a menina mais gata da escola, se eu não a beijasse, eu levaria uns trocentos cascudos, então, eu fui até a sala dela e a beijei na boca, sabe o que eu fiz depois? Fui correndo até o banheiro masculino da escola e.. vomitei, eu vomitei comida de um ano atrás porque não foi pouco vômito não, foi vômito pra caralho. - Yoongi fez cara de nojo.

- Isso tudo porque beijou uma menina? Eu hein, a minha reação foi pior quando eu beijei uma. - ele riu sem humor.

- Que porra você fez Yoongi? - ele começou a contar.

- Essa bosta aconteceu no terceiro ano, eu era um menino besta e inocente, traduzindo, eu era um menino burro, aí um dia, os meus amigos disseram que Dryeny, uma menina doida, estava afim, de mim, fiquei muito puto e não sube reagir muito bem, eu apenas tossi e fingi um engasgo para mudarmos de assunto. Aí o dia seguinte chegou e a Dryeny chegou em mim e me beijou, tipo, do nada. - ri.

- Como você reagiu? - ele começou a rir alto.

- Foi engraçado, eu memorizei tudo o que eu disse, escuta: "Eca, que nojo, beijar a tua boca é a mesma coisa que beijar o diabo" - ri alto.

- O que aconteceu depois? - estou curioso e continuo rindo.

- Depois ela me deu um tapa forte, o que eu fiz? dei um tapa nela de volta e a gente ficou brigando, aí a diretora veio e fomos para a diretoria e essa foi a primeira vez que eu peguei uma suspensão. - gargalhamos feito duas hienas.

- Yoongi, promete ficar comigo pra sempre? - perguntei e entrelacei nossos dedos.

- É o que mais quero. - disse beijando a minha mão.

- Eu também, sabe? Eu fiquei tanto tempo me martirizando por gostar de você que eu até esqueci o que é viver e o que eu mais quero agora é viver contigo. - ele abriu um sorriso de orelha a orelha.

- Eu também, eu quero viver até últimos dias da minha vida com você, quero estar junto com você pra sempre, na vida e além dela. - demos um selinho.

- Quem diria que esses quase cinco anos de pura inimizade resultariam em um amor tão belo como o nosso.

- Não é, isso poderia virar um livro, iria se chamar.. sei lá, sou péssimo com nomes. - gargalhamos.

- Você é lindo Jimin, lindo, fofo, maravilhoso, uma pessoa espetacular, xinga pra caralho que nem eu, arruma briga com qualquer pessoa e eu estou supreso por não brigarmos até agora... - o cortei.

- Tu quer brigar caralho? Então vamo brigar, deixa só eu arranjar um motivo.. - comecei a pensar. - Não sei, não achei nenhum mas em breve brigaremos. - rimos.

- Todo casal briga Jimin. - o encarei.

- Yoongi, somos um casal? Tipo, somos dois homens. - ele me encarou meio irritado e começou a sussurar no meu ouvido.

- Querido, um casal não é formado por um homem e uma mulher e sim por duas pessoas que se amam, como eu e você, meu Jimin. - mordeu o lóbulo da minha orelha.

- "Meu Jimin"? Que porra é essa menino? - ele começou a rir.

- Eita Jimin, não tou dizendo que você é minha propriedade, tou dizendo que você é meu amor porra, você precisa aprender mais coisas sobre namoro. - beijou me cabelos.

- Yoongi - lá vai a pergunta idiota -, a gente namora? - ele me olhou incrédulo. - Ninguém pediu ninguém em namoro.. - ele me interrompe.

- Quer namorar comigo Jimin? - fiquei sem reação e ele começou a rir. - Peraí, vou fazer melhor. - ele se levantou e ficou de joelhos e me colocou de pé. - Jimin, aceita ser meu namorado? - eita porra, caralho, desgraça, buceta, desgrama...!!

- Sim, porra, eu aceito ser teu namorado. - ele se levantou e me beijou agarrando nas minhas bochechas enquanto as minhas mãos arredondavam as costas dele e o puxava pra perto de mim, ele sugava meu lábio inferior e eu invadia a sua boca com a minha língua e percorria cada centímetro dessa boca, que aliás, é uma boca do caralho. O beijo acabou e ele me encarou.

- A nossa história começa aqui e tomara que nunca termine. - beijou minha bochecha e minha testa. - Te amo Jimin.

- Te amo Yoongi, que a nossa história seje linda assim como o nosso amor. - lhe dei um selinho e nos deitamos lado a lado na grama.

- É tão bom e mágico ter você aqui comigo, é uma sensação indescritível, é como se o meu mundo fosse você.. na verdade, você sempre foi o meu mundo, eu tou tão feliz Jimin. - comentou Yoongi sorrindo besta.

- Eu também, parece que quando estou com você, não existe nada e nem ninguém, é como se só existisse nós dois no Universo sabe? - o beijei e nos abraçamos de lado.

- Eu ainda tou meio bêbado e a maioria dos bêbados não lembram do que fazem as vezes quando bebem, eu acho que amanhã nem lembraremos disso e com certeza você irá querer me matar se de alguma forma lembrar que nos beijamos mais de uma vez e que eu te pedi em namoro e que você ainda aceitou o namoro. - disse beijando meu nariz e eu solto um bocejo. - Tá com sono Jimin? - óbvio!!

- Tô.

- Também, vamos dormir hoje aqui fora nesse ventinho gelado agarradinho? - pediu fazendo biquinho.

- Vamos, vai ser um sonho dormir junto contigo, Yoongi. - fechei meus olhos e o sono me atacou.

- Boa noite amor da minha vida. - disse Yoongi beijando meu pescoço e se aconchegando no meu abraço.

- Boa noite amor de toda minha vida. - falei o beijando e me ajeitando no chão.

E assim nós dois dormimos, bêbados, no chão e abraçados.

A essa altura, pelo o que pude ver, Hoseok dormiu bolhando na piscina, ele ainda vai morrer afogado, esperem. Seokjin e Namjoon dormiram um em cima do outro no chão e, Taehyung e Jungkook dormiram jogados no chão um em cima do outro.

Eu tenho uma puta certeza que não lembrarei de nada amanhã.


Notas Finais


........


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...