História A Arte da Plenitude


Escrita por: ~


Sinopse:
Jung Hoseok era um cara bêbado deitado sobre o balcão de um bar, tentando superar o término de um relacionamento.
Min Yoongi era um barman que não gostava de ouvir as lamúrias dos clientes, mas queria continuar enchendo aquele copo.
Hoseok tinha um aquário cheio de peixes caros e raros, Yoongi tinha um gato sem nome.
Hoseok era um aquariano que não fazia muito jus ao nome e Yoongi era um pisciano das avessas.
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 1.223
Favoritos 147
Comentários 28
Listas de Leitura 31
Palavras 13.483
Terminada Não
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Aquário, Aquários, Artes, Bts, Gato, Hopega, Hoseok, Musica, Peixes, Sobi, Sope, Taequila, Yoongi, Yoonseok

Fanfic / Fanfiction A Arte da Plenitude
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Umas doses de lágrimas nos bares da vida
7
302
2.929
 
2.
Expresso
5
262
2.260
 
3.
De artes em tons diferentes
2
225
3.879
 
4.
O maldito libriano
7
227
2.897
 
5.
Dentre nosso favoritismo
7
207
1.518

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por ~Taimoshe
Capítulo 2 - Expresso
Usuário: ~Taimoshe
Usuário
Tenho que dizer que eu já tinha recebido as notificações da postagem da fic e do segundo capítulo, e eu estava com um belo tempo livre já que eu tava internado. Porém, eu sentei para ler só agora por questões de preguiça; e também tomei vergonha na cara, porque eu acabei de ler de uma vez só uma fanfic de 48 capítulos, aí olhei para as notificações e pensei "não, isso que eu tu tá fazendo é uma grande sacanagem, Nicholas". Foi assim que eu cheguei aqui. Sem contar aquelas suas duas oneshots que eu até comentei e gostei bastante (lê-se me apaixonei) que me levaram a seguir você e eu continuo amando o que você escreve, é isso (acho acabei de me confessar aqui).

Certo, eu vou comentar pelos dois capítulos aqui, não sei se vai ficar um comentário grande, mas autores gostam disso, não é?

Primeiro, não tenho preconceito com nenhum ship, tipo nenhum mesmo (ênfase no "mesmo"), porém Jikook não é um dos meus favoritos; mas eu acho que foi bem conveniente essa traição, pois foi a "causa principal" (não encontrei a palavra que eu queria usar aqui) do meu otp estar ocorrendo (desculpa, eu levo bastante pro pessoal).
Mas óbvio que eu também fiquei com muita pena do Jung, ninguém merece ser traído, mas convenhamos que o Jimin e aquele "Ninfetinho" se merecem (ainda amo vocês). Pra que um Park Jimin se Hoseok por ter seu próprio exemplar exclusivo de Min Yoongi?

Yoongi está bem fofo nessa fic, preocupadinho e gentilzinho. Eu gostei disso, em toda fic que eu leio o Yoongi é sempre aquele mais frio, fechado, que vive dando fora nos outros e que tá bem "foda-se" pro mundo. Eu não percebo o quanto isso é irritante até eu ler uma fanfic que, como a sua, mostre um lado mais "gente boa" (?) do Yoongi.

Ah, eu também gostei de você mostrar os aspectos pessoais um do outro, deixando bem claro (ênfase no "bem) o quanto eles são opostos. Eu realmente espero - e acho que irá acontecer - que eles formem uma amizade antes de um romance surgir. Eu fico um tanto agoniado quando os personagens mal se conhecem e já querem, sei lá, casar (se for pwp até vai, mas aí é outro tópico completamente diferente do que eu estou falando aqui). E eu acho muito fofo quando ele tem a chance de se conhecerem melhor e saberem mais da vida um do outro antes de partirem para os "saranghae". Sei lá, pode ser só frescura minha, mas eu leio tudo do mesmo jeito, não tenho sérios problemas com isso, não.

E sobre o ano novo, como eu já disse lá no começo, eu não passei muito bem, não; eu tava internado. Deu nem pra beber o champanhe...

Nossa, ficou quase do tamanho do capítulo, mas, como eu já disse lá no começo², acho que os autores gostam disso (sei lá, se eu publicasse minhas histórias eu iria amar receber comentários enormes).

Releva se tiver algum erro ou se esse comentário ficou confuso; muito o que falar o cérebro entrou em parafuso... Enfim, que seu 2017 seja muito, mas muito (mais uma ênfase no "muito) melhor que 2016 (pra mim não começou também, mas a gente segue).

E parabéns pela fic linda que é essa aqui (e pelas outras também).