História A Arte de Amar - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Camus de Aquário, Hyoga de Cisne, Miro de Escorpião
Tags Camus X Milo
Visualizações 49
Palavras 534
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desejo a todos uma ótima quinta-feira.

Capítulo 3 - Humilhação


 

Mila

 

Minha semana foi ótima, no domingo fui ao shopping, comprei vestidos todos sexy, saia, short, blusinhas, lingeries sensuais, camisolas sensuais, sandálias, realmente renovei o meu guarda- roupa e me senti muito bem com as novas roupas.

Meu trabalho foi muito tranquilo, não tive nenhum problema nele  essa semana, durante a semana liguei para um salão de beleza, sempre cuido da minha beleza mas queria fazer algo especial para o fim de semana.

No sábado de manhã fui ao salão de beleza, fiz depilação completa, unhas, hidratação no cabelo e os deixei cacheados, voltei para casa tomei banho, passei um creme hidratante de morango, desodorante, perfume, coloquei um vestido vermelho justo, curto e com bojo que valoriza os meus seios, me maquiei, coloquei cordão, brincos e uma sandália de salto, peguei uma bolsa pequena e me olhei no espelho, me senti muito gostosa.

Entrei no meu carro, dirigi por alguns minutos até chegar na boate mais famosa da cidade, entrei no estacionamento, desliguei o carro e desci, paguei o ingresso e entrei na boate, ela estava cheia, abro um sorriso e fico confiante que hoje divertiria bastante.

Chego no bar e peço uma bebida, começo a tomar e vejo que um moreno chega perto de mim, parece que me comia com os olhos, noto como ele é bonito e abro um sorriso, ele pedi uma bebida, me chama para um lugar mais sossegado e aceito o seu pedido.

Vamos para um lugar tranquilo e pouco iluminado, ele me encosta na parede, nos beijamos enquanto passamos as mãos no corpo um do outro, isso é o bastante para nos excitarmos e aceito o seu pedido de irmos para um motel.

Entro no meu carro e nos encontramos em um motel que é algumas ruas depois da boate, ele não é caminhoso mas fico com muita tesão pois tem muito tempo que não transo.

Após o sexo gostoso, ele levanta da cama, fala que sou uma vagabunda e foi muito fácil, se veste e vai embora.

Sei que só queria sexo, mas não merecia ouvir aquelas palavras, fico muito chateada, me visto, saio do quarto e quando ia sair do motel, eles me cobram a diária, pago e vou embora.

Chego em casa, vou direto para o banheiro e tomo um banho demorado, enquanto a água cai no meu corpo choro bastante, nunca me senti tão humilhada, não entendo porque as mulheres são tratadas dessa maneira, me seco, deito na cama e continuo chorando até dormir.

 

Camus 

 

Hoje queria sair, mas o meu filho não está bem, teve febre durante o dia e até precisei o levar ao médico, felizmente meu anjinho não tem nada grave, apenas uma virose, o médico receitou remédio e que tomasse bastante líquido.

Passo a tarde inteira cuidando do meu loirinho e assistindo filme com ele, lhe dou banho, faço uma sopa para comermos e o deixo dormir na minha cama.

Ele está acostumado a dormir em seu quarto, mas quando está passando mal ou tem pesadelo durante a noite, gosta de dormir comigo, me sinto muito tranquilo com ele ao meu lado, ele é a minha única família e farei o que estiver ao meu alcance para o fazer feliz.


Notas Finais


Abraços a todos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...