História A Arte de Amar - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Camus de Aquário, Hyoga de Cisne, Miro de Escorpião
Tags Camus X Milo
Visualizações 51
Palavras 1.144
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Obrigada a todos que acompanham essa história.

Capítulo 4 - Luxúria


 

Mila

 

Faz um mês que comecei a sair todos os finais de semana e só tive decepção, não conheci nenhum homem que me tratasse com respeito, fui tratada como se fosse uma vagabunda, mas não desisti da minha liberdade e nem de encontrar alguém que realmente sacie os meus desejos mas que me trate bem.

Hoje vou a um show e espero conseguir me divertir, estou com um vestido preto muito sexy e curto, sandália preta e decidi ir de uber, como pretendo beber é melhor não dirigir.

Chego na casa de show, entrego o ingresso para o segurança e entro, o lugar estava cheio, vou até o bar e peço uma bebida, nisso chega um homem perto de mim, o analiso bem, é lindo, longos cabelos ruivos e assim como eu também está vestido de preto, o que o deixa mais gostoso.

Camus: Faz algumas semanas que não saio, mas não posso reclamar, o meu filho sempre é prioridade na minha vida e as vezes a babá não pode ficar com ele, mas ele estava gripado e não podia sair o deixando com a babá, mesmo que cuide bem dele, já que pago acréscimo por cada noite que dorme na minha casa, não tem porque achar ruim em fazer hora extra, ele precisava de mim ao seu lado.

Chego em uma casa de show, assim que entro vou ao bar pedir uma bebida e vejo uma loira deslumbrante, ela é tão linda, não posso perder a oportunidade de a ter nos meus braços, chego perto dela com gentileza e trocamos algumas palavras.

Seus lábios são tão convidativos, não resisto mais e toco seus lábios com os meus, ela abre a boca e coloca suas mãos no meu pescoço, seguro firmemente a sua cintura final, seu cheiro é tão gostoso, com a minha língua desvendo cada cantinho dessa boca tão gostosa e ela o mesmo comigo.

Paramos o beijo quando precisamos respirar, olho para os seus lábios, fico com vontade de a beijar novamente mas quero fazer isso com o seu corpo inteiro, faço o convite para irmos para um motel, não quero ver show nenhum apenas sentir e dar prazer a essa gostosa, ela abre um sorriso e aceita o meu convite.

Mila: Entro no seu carro, sinto que essa noite será diferente, ele não me olha como se fosse um pedaço de carne, embora queira só sexo até agora foi gentil comigo e está me tratando com respeito.

Camus: Paro o carro no melhor motel da cidade, peço uma suíte com hidromassagem, faz um mês que não transo e quero tirar o atraso com essa gostosa, sempre trato bem minhas ficantes, nunca fico com uma mulher por mais de uma noite mas não tenho o direito de julgar ninguém já que também só quero sexo sem qualquer compromisso e todas as pessoas merecem respeito.

Abro a porta do quarto, deixo ela entrar, fecho a porta com chave, aproximo-me dela, passo minha mão pelo seu rosto, é a mulher mais linda com quem já estive, espero que seja boa na cama.

O que você não topa na cama? 

Mila: Não aceito sexo anal.

Camus: Não vou te forçar.

Volto a lhe beijar, dessa vez com intensidade, enquanto nos beijamos a loira passa suas mãos pelas minhas costas por baixo da camisa, coloco uma mão na sua coxa, sinto como é macia e grossa, essa loira é muito gostosa.

Nos afastamos um pouco só para tirarmos nossas roupas, fazendo isso com muita pressa e voltamos a nos beijarmos, agora as nossas mãos podem percorrerem melhor nossos corpos, vamos andando para trás até chegarmos na cama, empurro a safada para a cama de modo que suas pernas fiquem abertas e apoiadas no chão.

Ver sua buceta toda depilada me dá um desejo de fazer algo que raramente pratico, me ajoelho no chão, coloco minha cabeça entre suas pernas, sentir sua excitação deixa o pau mais duro, dou uma chupada na sua buceta, ouço a safada gemer e isso serve de incentivo para enfiar minha língua nela.

Mila: Faz muitos anos que não recebia um oral, esse safado chupa tão gostoso, é como se me fodesse com a sua língua, gemo bastante, seguro os seus cabelos, nos olhamos enquanto ele me chupa, um olhar de pura luxúria que me deixa louca, acabo gozando na sua boca.

Camus: Beijo a safada para ela sentir o seu próprio gosto, ela me empurra para o colchão, fica em cima de mim e começa a lamber e chupar o meu peito, pega o meu pau com a mão e o coloca inteiro na sua boca enquanto massageia minhas bolas, que oral mais gostoso, nenhuma mulher tinha o colocado inteiro na boca, seguro o seu cabelo sem usar muita força, não posso a machucar, só quero sentir mais prazer, fodo sua boca e gozo dentro dela, a safada engoli tudo.

Mila: Volto a lhe beijar para sentir o seu gosto na minha boca, vamos nos acariciando até seu pau endurecer novamente, pego a camisinha, rasgo o pacote com os dentes, a coloco seu pau e subo nele.

Camus: Como é bom ver a iniciativa dela, sinto meu pau ser apertado pelo seu corpo, além de ser gostosa essa loira ainda é apertada, chupo seus seios, a ajudo a cavalgar, dou uns tapas na sua bunda firme e ficamos nessa posição até gozarmos juntos e ela cair sobre o meu corpo.

A safada se deita ao meu lado, seu corpo é gostoso demais, não quero que essa noite acabe assim, vou comer essa cachorra até ficarmos exaustos, me levanto da cama, jogo a camisinha usada no lixo e ligo a hidromassagem.

Mila: Depois de nos recuperarmos daquele sexo gostoso e intenso, transamos na banheira, comigo com as mãos apoiadas na parede e o safado metendo por trás, grito de tanto prazer que sinto, meu corpo está mole após o terceiro orgasmo e sinto ele me colocar na cama.

Camus: Coloco a loira na cama e me deito ao seu lado, meu corpo está cheio de marcas das suas unhas e ela está com o corpo todo marcado já que a segurei com força, estou cansado demais para ir embora e me entrego ao sono.

Mila: Acordo sentindo uma mão na minha cintura, acho que nos abraçamos dormindo, olho para aquele corpo perfeito e beijo o ruivo que acorda e me retribui, pouco tempo depois, estava sendo comida de quatro.

Camus: Após o sexo da manhã, nos vestimos e saímos juntos do motel, não queria deixar ela pegar um táxi, acho que devo ser gentil depois dessa noite, a deixo em casa e vou para a minha casa, como estou cansado, só despeço a babá, tomo um banho e vou dormir.

Mila: Chego em casa exausta, essa noite foi muito intensa, tomo um banho rápido, coloco uma camisola e me jogo na cama.


Notas Finais


Abraços a todos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...