História A arte de perder o controle. - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias SNUPER
Personagens Sebin, Suhyun, Taewoong
Visualizações 2
Palavras 351
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Disputa.



Terminei meu choro e me desprendi de nosso abraço. Eu sabia que aquilo que eu tava fazendo era errado, poxa, ele tinha namorado. Eu queria puxá-lo e dar um beijo nele. Poxa, Jang Sebin. Fui para a cozinha sem nem olhar para a cara dele. Abri a geladeira e bebi um copo de água. Lembrei que antes eu tinha pego sua garrafa de vinho. Olhei para a sala e vi Taewoong sentado no chão com a garrafa do seu lado. Fui até ele quase correndo e vi que ele tinha bebido o resto. Bem rápido ele. Crusei os braços e fiquei o encarando. Ele enfiou a mão no bolso, tirou vários bombons e os colocou no chão. Eu ri com aquela situação. Ele pegou três, os abriu, e consequentemente colocou os três na boca. Fiquei espantada com aquilo. Ele me olhou e sorriu, dava para ver os três bombons em sua boca, ele salivava.

- Ei, Sebin. Senta aqui comigo, vamos dusputar quem coloca mais balas na boca? - Ele disse sorrindo.

- Tá é besta! - Gargalhei. - Você está louco?

- Tô falando sério. - Ele parou de sorrir.

Me segurou pelo braço e me puxou. Sentei e peguei um bombom. 

- Calma, calma... - Ele disse engolindo os que estavam em sua boca. - Temos que dar a partida, Sebin.

Sorri e esperei ele terminar de engolir. Por que eu estava fazendo aquilo?

- Pegue mais! - Ele disse colocando vários em minha mão.

Comecei a rir. Ele também pegou vários. Ele disse já e começamos. Ele colocou o primeiro na boca, o mastigou e engoliu, depois desembalou outro e fez a mesma coisa. Eu apenas ia abrindo todos os bombons e os colocando em minha perna, até que todos estivessem  abertos. Ele me olhou espantado. Eu fui colocando de três em três na boca, por sorte alguns eram totalmente sólidos.

Ele se apressou ao ver que estava perdendo, por último, coloquei cinco bombons na boca, consegui engolir alguns que foram triturados, mas sobrou um que grudava muito, fui no intuito de engolí-lo, mas ele grudou na minha garganta e eu senti o meu ar faltando.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...