História A aventura de uma Bandida - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Clash Royale
Personagens Personagens Originais
Tags Anime, Clash Royale, Jogos, Naruto
Visualizações 0
Palavras 1.292
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ninguém tá lendo, vou postar mais mesmo

Capítulo 2 - II - E a jornada começa


Fanfic / Fanfiction A aventura de uma Bandida - Capítulo 2 - II - E a jornada começa

|-| Sttar On |-|    


Lá estava ela, Sttar, no território vermelho ela estava usando sua capa e sua máscara, o que indicava que a Jovem bandida estava saqueando o território vermelho, e até lá ela era perseguida por guardas, cartazes de "procurado" estavam espalhados pelos dois reino, o dela e o vermelho que ficava a quilômetros de casa. Sttar só se tornou essa bandida por causa de um mago que incendiou sua casa e ela perdeu todos seus pertences e isso fez ela ficar revoltada e acabou se tornando essa bandida tão temida por todos. Sttar estava no território vermelho para saquear a maior ferraria daquele reino e o dono era um corredor o que dificultou o roubo dela, mas felizmente o crime foi efetuado com sucesso por ela. A jovem ladra sai daquele reino por uma trilha feita por ela, a trilha dava bem no grande portão do reino no qual ela morava, Sttar tira sua capa deixando a mostra seus cabelos cinzentos e retira sua máscara logo indo em direção sua casa.

Já em sua casa ela retira o ouro e as gemas adquiridas no seu crime.

"Mil novecentos e noventa e nove... Dois mil... Duas mil moedas de ouro e cem gemas, bom, muito bom" 

A jovem ladra fica feliz por ter conseguido alguma coisa nesse golpe. Sttar termina de arrumar seu equipamento e sai de sua casa indo em direção a cabana de goblins, onde iria encontrar com Simon seu novo escudeiro, com Scarlet e Stuart.

*Já na cabana de Goblins*       

—Onde está aquela sua amiga, Scarlet? – Resmunga Stuart impaciente

—Ela já deve estar chegando, mantenha a calma. – Responde Scarlet pedindo para um goblin servir mais bebida para ela —Ela sempre se atrasa, acostu-me.

O clima estava tenso entre aqueles dois, Simon apenas ficava calado observando o movimento dos goblins que entravam e saiam dali. Ele estava muito assustado segurando sua lança com as duas mãos.

Todos já estavam impacientes esperando por Sttar quando ela adentra o estabelecimento com o equipamento da jornada que ele iria fazer.

—Cheguei! – Fala a jovem vestida com sua capa pretde  não teria problemas dela vestir ali, pois apenas criminosos frequentavam aquele lugar, e sim a princesa também era uma criminosa.

—Finalmente! Onde você estava? – Pergunta o príncipe.

–Já sabemos, ela teve alguns problemas – Completa Scarlet.

—Isso mesmo. – Termina a ladra.

Assim o goblin lanceiro, a bandida, o príncipe das trevas e a princesa começam sua jornada, o primeiro lugar onde eles iriam era o vale dos feitiços, eles precisavam de feitiços de cura, fúria e de gelo para continuarem em busca do ovo lendário. Sttar pensava em vender o ovo por uma bela grana, como o Stuart iria receber seu pagamento e Scarlet era uma princesa eles não precisariam do dinheiro então ela dividiria com Simon.

*Vale de feitiços*     

Quando o grupo chegou no vale de feitiços eles se separaram para ir buscar os feitiços e poupar tempo. Stuart foi atrás da cura, Scarlet foi em busca da poção de gelo e por fim Sttar e Simon foram procurar poção de fúria.

*Stuart*           

Stuart estava montado em seu cavalo segurando sua clava, quando um mago desfere um tiro de fogo contra o príncipe.

—Idiota! O que pensa que esta fazendo. – Fala Stuart que caíra de seu cavalo. 

—Estou impedindo que você passe. – Fala o mago que logo desfere outro golpe. 

O príncipe consegue desvia girando para o lado, já que ele estava caído no chão.

—Você irá se arrepender de ter me atacado dessa forma, verme insolente – Após falar Stuart levanta rapidamente subindo em seu cavalo e indo em direção ao mago. Ele só conseguiu sobreviver ao primeiro golpe por causa de seu escudo, que agora estava quebrado. O Príncipe estava em seu dash quando consegue acertar o mago o deixando com apenas metade de seus pontos de vida.

—Agora você já era. – Diz o cara do cavalo indo outra vez na  direção do Mago, o qual cai no chão e tema beber uma poção de cura, mas Stuart é mais rápido e pula do cavalo segurando os braços do mago. —Onde conseguiu isso?

—Eu fabriquei – Diz ele tentando sair de baixo do grandalhão que lhe prendia. —Você nunca irá achar ela.

—Como pode ter tanta certeza assim? – Stuart pega sua clava e ameaça o menor que tentava resistir —Você me fala onde ela fica ou eu acabo com seus pontos de vida restantes.


*Scarlet*           

Scarlet vagava pelo vale feitiços perguntando para todos quem sabia onde vendia poção de gelo ou fabricava a tal poção. "Mas que droga, onde eu encontro essa buceta". Scarlet estava impaciente procurando por a tal poção de gelo quando encontra um construtor muito revoltado.

—O que está acontecendo? – Pergunta a jovem princesa que se aproxima do construtor com calma.

—Nada que interesse a você, agora saia daqui.

—....Eu só queria ajudar – A jovem vira de costas e sai andando a procura de sua poção novamente

—Ajudar? Ah muito obrigado, venha aqui. – O construtor vai até a jovem e pega em seu braço a levando até um objeto estranho. —Entre aí!

—Entrar? Por quê? O quê é isso? – Pergunta a jovem sendo empurrada para dentro do objeto. —Me tire daqui sei a**ombado.

—Não precisa ter medo minha jovem é só usar essas alavancas e sair daqui com isso muito obrigado.

De repente a voz do velho some dos ouvidos de Scarlet e ela muito curiosa começa mecher nas alavancas e o objeto começa a se mecher.

—Esse chama-se P.E.K.K.A, pode ficar para você.

Scarlet sai dali e começa sua procura a poção de gelo que sei grupo precisava para continuar sua jornada atrás do ovo. Eles teriam que ser rápidos, pois provavelmente ele quebraria e o dragão sairia de dentro, o que dificultaria a captura.

*Simon e Sttar*        

—Simon, o que esta acontecendo com você? – Pergunta a bandida que caminhava em volta da fábrica de feitiços para achar uma brecha para ele poderem entrar.

—Não esta acontecendo nada, por quê? – Simon segurava sua lança com a ponta para frente, parecia que ele estava esperando um ataque.

—Como não esta acontecendo nada?! Você parece assustado – Ela para atrás da fábrica e percebe que está faltando um pedaço do telhado —Achei, você vai ter que entrar sozinho.

—Eu? Por quê?

—Aquele espaço é pequeno para mim e você é mais rápido. Me dê suaentrar

.

O goblin sem questionar entrega a lança e fica esperando mais ordens.

—Você tem que pular em minha mão que vou lhe dar impulso e você segura na lança, OK? – ela joga a lança contra a parede e a mesma fica presa.

—tá bom

—No três. Um, dois, três. – o Goblin pula na mão de Sttar e jogado para cima segurando-se na lança. —Isso, agora é só entrar

O goblin entra na fabrica e começa a procurar a fúria, ali haviam muitos trabalhadores, então o goblin tinha que ser muito rápido e ninja para não ser detectado. O pequeno goblin enche um saco feito de pano com as poções de fúria, o que ele não sabia era como levar para fora, ele vai até a parede e bate algumas vezes esperando que Sttar entendesse o sinal. Sttar demorou para entender que ele precisava de ajuda. A menina corre pela parede até chegar na lança e pega a mesma, ela caiu no chão mas logo voltou a correr até chegar no telhado.

—O que aconteceu? – sussurra a ladra pondo sua cabeça no buraco.

—Não consigo levar o saco para fora.

—Eu tive uma ideia – ela tira a cabeça do buraco e coloca a lança, o pequeno goblin entende e fura o saco com ponta da lança e enfia a lança pelo buraco feito, Sttar puxa o saco e coloca a lança para dentro novamente para que o goblin escapasse. 


Notas Finais


Espero que gostem :^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...