1. Spirit Fanfics >
  2. A babá - ( Imagine Jungkook ) >
  3. Apenas um beijo.

História A babá - ( Imagine Jungkook ) - Capítulo 8


Escrita por:


Capítulo 8 - Apenas um beijo.


Fanfic / Fanfiction A babá - ( Imagine Jungkook ) - Capítulo 8 - Apenas um beijo.


                         Busan, Coreia.

No dia seguinte, acordando...


Não me lembro de muita coisa, eu ouvia cantos de pássaros, era algo glorioso e poético. Meus olhos se abrem lentamente, de olhos abertos fico olhando para o teto, pensando na vida. Ouço a porta ser aberta. 

— Bom dia! — Era Jungkook, ele adentrava o quarto lentamente, ele estava com uma bandeja de café da manhã. 

Logo atrás vem um pequeno ser, com as mãos atrás de si, entrando com os cabelos soltos partidos ao lado, vinha com um sorriso lindo até mim. 

— Oi, amor! 

— S/N! Eu tava com saudade! — Diz eufórica, enquanto Jeon apenas sorria. Estava preocupada com a pequena me abraçando, não queria passar a gripe a ela. 

— Também estava, anjo. 

— Coma um pouco! Pode tomar um banho aqui se quiser. 

— O-obrigada. — Em pensar que dormi aqui com ele, me faz arrepiar. 

Hoje era terça-feira, Jungkook devia ir para a empresa. 

— Jungkook! — O mesmo me olha. — Você vai trabalhar hoje, não é?

Ele me olha por alguns segundos, enquanto Min-Ji ainda não me soltava. 

— Se sente melhor? — Ele arqueia uma de suas sombrancelhas.

Eu não podia mentir a ele...

— Eu apenas sinto algumas dores na coxa, ombros, seios... — digo um pouco receosa. — Mas nao precisa se preocupar! Pode ir trabalhar! Não se preocupe comigo.

— Não posso lhe deixar assim! Eu vou chamar um médico para vir até aqui, tem certeza que quer que eu vá? — balanço a cabeça. — Ok, mas quando o médico falar o resultado, me ligue e fale...

— O-ok... 

Depois de comer com Min-Ji em meus braços, me guio até o banheiro do mais velho, e com um pouco de timidez, eu entro no chuveiro.

Quando termino, como não tinha nenhuma roupa ali minha, Jungkook me deu um dos seus moletons, que já ficava um pouco grande em mim. 

Saio do banheiro já vestida, mexendo no meu cabelo com a toalha em minhas mãos. Jeon estava sentado na cama. 

— E-eu já vou indo, o médico já está vindo! Se cuide! — o mesmo levanta. — Sei que é forte e que vai conseguir cuidar de si mesma. — Coloca as mãos em meus ombros, olhando cara a cara. — Seja oque for, eu vou te ajudar... — sua cabeça ia em direção a minha, e seus olhos não saiam do meu, até desvia-los até meus lábios. 

Isso estava me deixando nervosa, a ponto de eu deixar a toalha em minhas mãos caírem no carpete do chão. 

— Jeongguk... — digo, e logo olhos para seus lábios entreabertos. 

— S/N, me desculpe, mas... — suas mãos suavemente iam até minha nuca. — Apenas um beijo... 

Suas palavras foram claras, eu me arrepiei por debaixo do moletom quente e espaçoso. Não disse nada, mesmo sendo errado, eu estava me sentindo confiável por ele. 

Minhas mãos seguram sua blusa ao lado de sua cintura, e vai subindo, até meus braços irem para suas costas e minhas mãos foram ao seu ombro, juntando nossos corpos. 

Eu olhava para os olhos asiáticos, que sem disfarçar olhava para meus lábios, se fechando e finalmente... selando meus lábios...

Foram exatamente três selos até os lábios se juntarem totalmente, nossas bocas se abriram para começar um beijo, e assim acontece. 

De fato, era meu primeiro beijo, e foi com alguém que eu confiava, ou não, eu não era nada para ele, ele poderia muito bem encontrar com outras garotas. Ou mulheres. Mas agora, eu não me importava com isso. 

Nossas línguas deslizavam uma com a outra suavemente, ele me prendia contra si, fazendo tudo com total cuidado. A textura dos lábios era diferente pra mim, em todos esses anos eu pensando como seria sentir lábios no seu, agora eu sabia. 

Paramos um pouco ofegantes, com os lábios levemente avermelhados, eu dou um pequeno sorriso tímido, com as festas coladas, eu desvio o olhar. 

— B-bom, eu preciso ir... — Quando descolamos nossos corpos, foi como uma expressão surpresa, mal sentíamos os toques, é como se estivéssemos literalmente nas nuvens...

Aquilo parecia errado... (o errado é mais gostos- tá, sei que estão cansados desse ditado)


(...) 

O médico já estava aqui, Jungkook estava na empresa, o médico apenas disse que faria um exame, e assim fez, disse que me daria respostas amanha. Como prometido, ligo para Jungkook. 

Com as mãos suadas, Jungkook atende e eu falo sobre oque o médico disse, com isso ele se acalmou, iria ficar tudo bem... 













Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...