1. Spirit Fanfics >
  2. A babá - Imagine Park Jimin >
  3. Capítulo 9

História A babá - Imagine Park Jimin - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


6 queria hot, pois vão ter :)
(Se a vergonha alheia deixar porque meu Deus, tá difícil kkkkk)
eu escrevi essa merda enquanto escutava fire então meio que não deve ter nada a ver e não vai mudar nada na vida de vocês mas é isso
:3




Boa leitura💛

Capítulo 9 - Capítulo 9


Fanfic / Fanfiction A babá - Imagine Park Jimin - Capítulo 9 - Capítulo 9

O dia se passou como qualquer outro, sem nada de muito novo. Sarang como sempre ficou com o jeito mimado dela e eu sofri pra controlá-la sozinha, bom, foi basicamente isso.

Por volta de umas 17:00 da tarde, eu estava na cozinha ajudando a Nayeon com a louça e a Sarang ficou na sala com a Milk, então Yoongi apareceu literalmente do nada.

Yg- Gente, o patrão dois tá aí, eu daria uma agilizada na cozinha se fosse vocês.

S/n- Ele já chegou?!

Yg- Oh sua lerda, eu falei pra você antes que ia buscá-lo, você é surda?

Ny- Yoongi, será que dá pra parar de ser grosso pelo menos por um dia?

Yg- Ninguém pediu sua opinião.

Enquanto os dois discutiam, eu olhei pra porta da cozinha e vi Jimin entrando junto com a Sarang.

S/n- Ah... gente...

Ny- Olha só, você não tem o direito de falar assim comigo!

S/n- Gente...

Yg- Eu falo com quem eu quiser da maneira que eu quiser!

S/n- Oh seus idiotas! Se vocês não quiserem ser demitidos é bom olharem pra merda da porta.

Jm- Eu to adorando, podem continuar, vamos ver quem é demitido primeiro.

O Yoongi foi embora na hora e a Nayeon continuou cuidando da louça como se nada tivesse acontecido.

Srg- Por que eles estavam brigando?

S/n- Bobagem, nada demais.

Ny- A culpa é daquele imprestável.

Jm- Pois é, mas aquele "imprestável" trabalha aqui há muito mais tempo que você então cala a sua boca e respeite ele, porque na próxima briga entre vocês a primeira demitida vai ser você!

S/n- Ei, se acalma, foi só uma discussão.

Jimin me encarou e saiu da cozinha sem falar mais nada, talvez eu tivesse um certo dom de acalmar ele.

S/n- Olha, Nayeon. Não liga ok? Ele só ameaça mas eu sei que não cumpre.

Ny- Eu não tenho medo dele, o único que tem o direito de nos demitir é o Jihyun, e ele nunca faria isso.

S/n- É... faz sentido.

Ny- Acho melhor você ir cuidar da Sarang antes que seja ameaçada também, eu cuido da louça sozinha.

S/n- Tá bom.

Fui para a sala com a Sarang e ali fiquei, Jimin não deu sinal de vida desde que subiu e acho melhor assim porque ele parecia bem alterado, até demais eu diria.

Srg- S/n, sabia que meu irmão gosta de você?

S/n- Oi?

Srg- Eu ouvi ele falando sozinho no quarto mais cedo.

S/n- Ah... o que você ouviu exatamente?

Srg- Que ele te ama, mas disso eu já sabia, vocês dois se olham diferente.

S/n- Olha, pra uma criança você é bem espertinha né?

Srg- Eu sei.

Yg- Todo mundo fala isso.

S/n- Yoongi, que dia você vai parar de aparecer do nada?!

Yg- No dia que eu morrer, então espera sentada.

S/n- Chato.

Yg- A...

Yoongi olhou pra escada e ficou quieto na mesma hora, quando eu me virei vi Jimin descendo.

S/n- Não sabia que você tinha medo do Jimin.

Yg- Eu tenho amor ao meu emprego então to caindo fora, tchau.

Jm- Até parece que eu saio demitindo todo mundo sem mais nem menos.

Yg- Você já fez isso um monte de vezes, inclusive eu fui contratado depois de você ter demitido o outro motorista por motivo nenhum.

Jm- Vamos mesmo discutir isso agora?

Yg- Não, tenho mais o que fazer, fui.

Srg- Jimin, você pode ver filme com a gente? Você não fica comigo faz tempo.

Jm- Na verdade faz menos de um dia.

Srg- Mesmo assim.

Jm- Tá bom.



Depois do jantar, a Sarang obrigou o Jimin e eu a ficar na sala, ela deitou no meio de nós dois e ficou ali. Como era de se esperar, a mesma dormiu quase no final do filme.

Levei a menina para o quarto e a coloquei na cama, quando me virei dei de cara com Jimin na porta.

S/n- O pessoal nessa casa gosta de aparecer do nada né?

Jm- Acho que peguei essa mania do Yoongi, é nisso que dá passar 5 anos juntos.

S/n- Entendi, agora dá licença que eu to caindo fora.

Fui para meu quarto na paz e tranquilidade, logo depois ouvi o barulho da porta fechando e alguém me abraçou por trás, e eu sabia muito bem quem era o engraçadinho.

S/n- Você tá ligado que o pessoal pode entrar né?

Jm- E você ta ligada que só tem nós dois acordados né?

S/n- Tá, então o que o senhor chato veio fazer aqui?

Jm- Sabe que eu não sei?

S/n- Então me solta.

Jm- Hum... não.

Tentei me soltar por conta própria, então Jimin me virou de frente pra ele e me beijou, como ele era mais forte, eu não conseguia fazer nada, além de ceder, e foi o que eu fiz, até porque eu tinha que admitir que era bom.

Alguém podia acordar e ouvir? Óbvio que sim, mas eu ainda prefiro seguir aquilo que meu irmão falou.

Jimin me colocou na cama e voltou a me beijar, não demorou muito para as roupas saírem de cena, vou ter que confessar pra vocês que Taehyung tinha razão, Jimin era a coisa mais perfeita, ainda mais naquele momento. Tive que me esforçar pra não gemer quando senti Jimin me chupando, mas estava se tornando uma tarefa cada vez mais difícil.

Quando eu estava perto do ápice, Jimin parou e voltou a me beijar, senti seu membro quase entrando em mim e segurei sua mão.

S/n- Olha... eu nunca fiz isso... vai com calma.

Jm- Acho que eu já sabia - ele sorriu e me beijou.

Tá, ele era vidente mas acho que eu também já tinha prestado atenção que ele estava sendo bem cauteloso comigo, eu até ia perguntar como ele sabia mas ninguém se importa.

Foi impossível não gemer alto por causa da dor quando ele me penetrou, apertei sua mão e fechei os olhos mordendo os lábios pra não fazer mais barulho. Jimin me beijou tentando me fazer esquecer a dor que aos poucos foi passando, a idéia de gemer baixo foi pro buraco e tanto eu quanto Jimin já havíamos parado de nos importar.

A medida que Jimin ia percebendo minha dor sumir, ele foi mais rápido e aí definitivamente eu desisti de gemer baixo porque foi impossível. Cheguei ao meu ápice e mais algumas investidas depois, Jimin parou de me estocar e também chegou ao dele, nos deitamos juntos na cama e Jimin me beijou.

Jm- Posso admitir uma coisa?

S/n- Fala.

Jm- Eu te amo.

Fiquei em silêncio olhando pra ele por uns segundos totalmente surpresa.

S/n- E-eu... também te amo.

Talvez eu tivesse falado sem pensar, mas pra dizer a verdade eu acho que estava mesmo gostando dele, e agora eu tinha certeza de que ele também me amava.


Continua...


Notas Finais


Não sei vocês mas eu quero enfiar minha cabeça no buraco


Fui


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...