História A Babá - (imagine Taehyung) .hiatus - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jinyoung, Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Youngjae, Yugyeom
Tags Bts, Hentai, Kimang, Romantico, Tae, Taehyung, Você
Visualizações 1.360
Palavras 1.100
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


~>⚠ Cap com Hot.

~Boa leitura Mang's🌷

Capítulo 10 - Te amo!


Fanfic / Fanfiction A Babá - (imagine Taehyung) .hiatus - Capítulo 10 - Te amo!

S/n P.O.V

Eu não sabia o que responder, eu nunca havia feito isso antes.

— E-Eu... - Olho para ele. — Eu nunca fiz isso. - Ele sorri e aproxima sua boca do meu ouvido.

Tae: Isso não é um problema baby, eu irei ser carinhoso. - Senti um arrepio correr por todo o meu corpo, e uma grande excitação se apoderar de mim.

O Taehyung se afasta de mim e logo ataca os meus lábios em um beijo sedento e necessitado, sinto suas mãos descerem até a minha bunda e apertar o local me fazendo gemer entre o beijo.

Ele me pegou no colo e me encostou na parede, a falta de ar se fez presente então nos separamos.

Tae: Você é muito gostosa baby! - Começa a deixar beijos molhados por todo o meu pescoço, fazendo com que eu ficasse excitada.

Ele sobe as escadas comigo ainda em seu colo e assim que chegamos no quarto ele me jogou na cama subindo em cima de mim e voltando a me beijar, sinto uma de suas mãos subirem até os meus seioa ainda cobertos pelo pano do vestido e os apentando devagar fazendo eu soltar gemidos baixinhos.

Tae leva as mãos até a alça do meu vestido e vai descendo ele até que eu ficasse semi-nua em sua frente, por conta da vergonha eu tentei esconder o meu corpo.

Tae: Não esconda baby, você é maravilhosa. - Coloca os meus braços acima da minha cabeça.

Suas mãos vão até as minhas costas a procura do feixo do meu sutiã e assim que acha logo tira a peça a jogando em qualquer canto do quarto.

Tae: Você não tem noção do quanto eu esperei para te ver e te ter assim. - Coro por suas palavras e ele sorri. — Saiba que serei carinhoso apenas hoje. - Sussurra em meu ouvido.

Suas mãos descem até a minha calcinha logo livrando-se dá mesma.

Ele faz uma trilha de beijos do meu pescoço até a minha barriga. Quando eu senti sua respiração quente e acelerada perto da minha intimidade, eu corei. Era a minha primeira vez fazendo isso, por isso a vergonha.

Sinto a boca do Tae em contato com a minha intimidade me fazendo arquear as costas, sua língua ia em um ritmo lento e torturante me deixando mais excitada.Sinto dois de seus dedos adentrarem minha intimidade me fazendo gemer baixinho,bera uma sensação estranha porém prazerosa, seus dedos iam em um ritmo lento junto de sua língua.

— Tae... mais rapido. - Mordo o meu lábio inferior e percebo ele sorrir. Logo ele aumentou as investidas de seu dedo em mim, eu sentia que a qualquer momento eu iria chegar ao meu ápice.

Tae: goza para mim amor.. Goza gostoso em meus dedos princesa. -  Deixa um beijo perto da minha virilha e sinto um choque correr por todo o meu corpo e logo gozo em sua boca e seus dedos. — Agora você está pronta para me ter dentro de você baby. - Eu estava quente e com a respiração acelerada por conta do que havia acabado de acontecer.

Tae se levanta da cama e começa a se despir, quando ele estava completamente sem roupa voltou a subir em cima de mim encaixando seu membro em minha entrada.

Tae: Se doer aperta a minha mão, está bem? - Ele segura nas minhas duas mãos e assinto. Quando ele começou a empurrar seu membro para dentro de mim, eu senti uma grande ardência sem contar a dor, ele ficou um tempo parado para que eu me acostuma-se com a dor.

— Tae... está doendo. - Apertei sua mão com força e senti uma lágrima solitária descer pelo meu rosto.

Tae: Vai passar pequena. - Beija carinhosamente minha bochecha.

Eu percebia o quanto estava sendo difícil para o Tae ficar dentro de mim sem se mover, pois ele estava soltando arfares e gemidos baixinhos.

Tae: Pequena, eu irei me mover, não estou mais aguentando. - Assenti. Ele começou a me estocar lentamente, pois ainda doía. — Porra garota!.. Awn... como você é apertada! - A dor já não estava mais presente, ainda existia um pequeno incômodo, mas nada que atrapalha-se.

— Tae...mais rapido. - Ele olha para mim.

Tae: Tem certeza pequena? - Assinto. Ele aumentou as estocadas fazendo com que eu e ele gemessemos. — Awn S/n... como você é gostosa! - Aperta a minha bunda e eu arranho suas costas com minhas curtas unhas.

— Tae! - Gemi alto assim que senti ele acertar o meu ponto de prazer.

Tae: Então é aqui o seu ponto de prazer. - Sorriu malicioso e passou a estocar apenas aquele local, eu senti minha intimidade apertar seu membro avisando que eu logo gozaria. — Não faz assim...Awn...goza para o seu daddy amor. - Depois de mais algumas estocadas eu alcancei o meu ápice, mas ele continuou me estocando. Depois de mais algumas estocadas ele saiu de dentro de mim e passou a se masturbar até que chegasse ao seu apice. — Eu quero fazer isso mais vezes S/n - Se joga ao meu lado na cama com a respiração acelerada, sorrio e me deito em seu peito sentindo o cansaço me invadir.

...

Acordei no dia seguinte antes do Tae, então eu peguei uma de suas camisas e vesti.

Sai do seu quarto indo em direção a cozinha, estava disposta a fazer o café da manhã hoje.

— Minha primeira vez foi com ele, - Sorri ao me lembrar do acontecido.

Decidi afastar meu pensamentos e voltar a fazer o café.

Eu estava distraída terminando de fazer as panquecas quando sinto dois braços rodearam a minha cintura.

Tae: Bom dia, pequena! - Beija a minha bochecha.

— Bom dia, Tae! - Sorrio para ele.

Tae: O que você está fazendo?

— Panquecas, quer? - Ele assenti sorrindo.

Assim que nós começamos a comer percebi que o Tae não tirava os olhos de mim, isso me deixava envergonhada.

— O que tanto me olha? - Pergunto timidamente.

Tae: Você... não se arrependeu do que fizemos ontem? - Me olha preocupado, como se tivesse medo de que minha resposta fosse "sim".

— Não Tae, pelo contrário. - Ele sorri.

...

Depois do café da manhã eu troquei de roupa e desci para a sala eu iria assistir anime com o Tae.

Tae: Pequena posso me deitar em seu colo? - Assinto e ele se deita logo ligando a tv.

Eu comecei a fazer carinho em seus cabelos, eles eram macios e sedosos.

Tae: S/n, o que você faria caso eu disse-se que te amo? - Acabo engolindo seco.

— E-Eu não sei Tae. - Ele se senta ao meu lado.

Tae: Pois eu sei, eu te amo s/n e quero você só para mim, por que você não entende isso. - Me abraça e coloca a cabeça na curvatura do meu pescoço.


Continua...


Notas Finais


Huh, não sei o que dizer😶

O que acharam?🌸

Sigam o meu perfil: @Kimang 🌷


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...