História A baba - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Carla Borges
Visualizações 1
Palavras 424
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - 9


Ela subiu as escadas e logo desceu com menino e uma menina os dois tão lindos a menina tinha uma chupeta na boa e o menino estava com uma cara de sono 

Aisha- crianças essa é a Clarice a baba de vocês 

menino- pra que baba tia?

Aisha- por que a tia tem que trabalha não pode fica com vocês e vocês não podem ficar sozinhos 

menina- você brinca de barbie comigo?

eu- sim sim 

Aisha me deixou com as crianças, coloquei filme pro João que ele pediu e a Julia ficou brincado de barbie na sala e eu junto com ela, logo o pai deles chegou e os dois se animaram até bater o sono dei banho nos dois e os coloquei pra dormir cada um no eu quarto, desci e na sala estava meu chege assistindo jogo, como ainda fico bem timida perto dele passei direto pra cozinha, peguei agua na geladeira e m servir, quando me virei ele me observava  

eu- oi 

chefe- iae as crianças estão te dando muito trabalho?

eu- não eles são tão quietos 

chefe- hahaha só que não espera eles pegarem intimidade com você que nao vão sair de cima um segundo 

eu- são crianças acho isso normal 

chefe- bom, tenho umas coisas pra falar, primeiro... Qual o seu nome mesmo?

eu- Clarice 

chefe- ha eu sou o Jorge, eu sou dono do morro por isso quando ouver tiroteio você tem que ir pro cofre junto com as crianças

 ele abriu uma pequena porta que tem na cozinha e descemos uma escada juntos de cara ja vi outra porta entramos e no canto bem esdido tinha um cobre onde tinha um frigobar e uma cama, voltamos e sentamos na sala

chefe- eu tenho uma coisa pra você, deixe isso muito bem guardo e longe dos meus filhos só use se for de total emergencia

 ele me deu uma pequena maleta da cor prata abri as travas e me assustei quando vi que se trava de uma arma rosa 

chefe- tem que estar segura então é melhor estar armada, outra coisa as vezes minha filha tem saudades da mãe e começa a perguntar por ela e a mãe deles morreu, sempre falamos que ela foi morar em um lugar lindo ao lado do papai do ceu e que um dia elas iram se encontrar 

 Continuamos a conversa ate a Julia descer a escadas dizendo que estava com fome, resolvi fazer um bolo, jorge foi pra boca como diz ele deixei Julia vendo desenho e fui preparar o bolo


Notas Finais


comentem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...