História A babá do meu filho (Yoongi) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Yoongi
Visualizações 316
Palavras 1.034
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, LGBT, Policial, Romance e Novela, Saga, Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiii Galera voltei das cinzas , desculpa o sumiço.

Eu fiz um capítulo diferente tava ficando enjoada só da rotina da s/n, então eu trouxe a rotina do yoongi.

A e obrigada pelos 37 favoritos, muito obrigada mesmo meus amores.

Então é isso Boa leitura e espero que gostem desse capítulo....

Capítulo 4 - Um homicídio


Fanfic / Fanfiction A babá do meu filho (Yoongi) - Capítulo 4 - Um homicídio

¥16:46 PM¥

¥Apartamento do Yoongi¥

¥Toronto, Canadá¥

¥S/n on¥

Eu acordo com um choro de bebê e quando olho para o lado vejo Yoongi dormindo tranquilamente, depois disso começo a me lembra que fomos assistir uma série e durmimos no tapete da sala, mas não sei de onde vieram esses cobertores, saio de meus devaneio e vou para o quarto do baby.

Chegando lá vi o Yoon chorando, foi de partir o coração, caminhei até o berço e o peguei em meus braços.

S/n: pronto, meu amor eu To aqui...

Dei beijinhos em sua face e o balancei um pouquinho, logo ele foi se acalmando e voltando a dormir ... quando ele pegou no sono eu o enrolei com sua manta em meus braços e peguei seu travesseiro e uma manta mais grossa e fui para a sala.

Entrei na sala com cuidado para não acorda os Yoon's , fui me abaixando com calma no tapete, depois arrumei a manta e o traviseirinho como uma cama e deitei o baby nela, dei um beijo em sua bochecha e olhei para o Yoongi, ele é tão lindo, me inclinei um pouco mais e depositei um selarpossível queo da boca dele , sorri minimamente com isso mas logo me deitei e voltei a dormir.

¥Yoongi on¥ 

Eu também tinha ouvido o choro do Yoonzi mas vi ela se levantar e rumar para o quarto dele então resolvi voltar a dormir , depois de um tempo eu sinto um selar no canto da minha boca e sabia quem era .

Não é possível que ela sinta o mesmo por mim, essa atração inexplicável, depois disso meu coração se aqueceu e se encheu de amor um amor diferente, que eu ainda não sei explicar depois disso voltei a dormir.

¥Três horas depois...¥

Acordo com o meu celular vibrando no meu bolso, me levanto e vou atender na cozinha para não acorda-los.

¥Ligação on¥

-Alô...

-Agente Min 

-Sim 

-temos um homicídio na avenida ××× próximo a boate Light Black

-estou a caminho.

¥Ligação off¥

Depois disso voltei para sala e fui acordar a s/n .

YG: s/n acorda !!!

S/n: uhhmm...oi?

Ela se levantou coçando os olhos

YG: eu vou para a delegacia e não sei que horas eu vou voltar.

S/n: blz... Eu vou fazer algo para vc comer já que você não come desde o almoço.

YG: não precisa e eu to com pressa.

Ela fez cara de tédio

S/n: é lógico que precisa, vai se arrumar eu faço um sanduiche.

YG: então tá.

É melhor eu não discutir, mas fiquei muito feliz por ver que ela se importa comigo.

Sai de meus devaneios e fui para o meu quarto, entrei já tirando a roupa e indo direto para o meu banheiro, despois de me despir por completo entrei no box e tomei uma ducha rápida, me sequei e fui para meu guarda-roupa, peguei um boxer branca , calça jeans azul,uma camisa de mangas longas branca, uma jaqueta de couro e um par de meias pretas, me vesti depois peguei minha bota de cano baixo marrom escura e uma toca preta.

Depois de pronto fui direto para a cozinha, quando eu cheguei eu vi uma cena linda ,a s/n brincando com Yoonzi , e os dois se acabando de rir, mas logo ela se vira e me olha de cima a baixo e sua boca forma um "o" perfeito.

S/n: Caralho.

Ela falou algo que eu não entendi 

(A: ela falou em português, explico depois)

YG: que?

S/n: você tá muito gato

YG: valeu

Sorri de forma tímida

S/n: toma fiz sanduíche de misto .

YG: obrigado.

Pego o sanduíche de sua mão, embrulhado no papel toalha.

YG: bom, eu já vou indo

Ela faz sim com a cabeça e eu vou até eles dou um beijo na bochecha do Yoonzi.

YG: o papai volta já .

E dei um beijo na bochecha dela .

YG: qualquer coisa me liga , o meu número tá na caderneta que fica na estante.

Ela assente novamente e com a bochechas coradas

S/n: tchau Yoongi.

Ela se aproxima e fica na Ponta dos pés e beija o canto da minha boca, acenei e sai antes que eu a beija-se até perder o fôlego.

Sai do apartamento e fui para o elevador, o chamei e ele logo chegou, entrei e apertei o botão do subsolo onde meu carro fica e fui comendo meu sanduíche que tava maravilhoso.

Depois de um tempinho o elevador parou no andar que eu queria, amassei o papel e joguei na lixeira que tinha ali próximo e fui para o meu jeep renegade preto, assim que entrei abri o porta luvas e peguei minha pistola e vi se estava carregada... e estava a coloquei no lugar e começei a dirigir.

¥15 minutos depois¥

Cheguei na cena de crime, peguei meu cinto no porta luvas ,coloquei e desci do carro, passei por uns políciais mostrei minha identificação e fui até o Namjoon que tava com o Jimin.

YG: iae, o que temos para hoje?

NJ: ainda não temos certeza mas achamos que foi uma briga por ponto de drogas.

YG: como ele morreu?

JM: dois tiros no peito e um na perna direita, o da perna foi a distância como se fose para impedi-lo de correr já os do peito foi a queima roupa e não foram precisos por isso acho que ele teve que atirar duas vezes.

YG:humm, eles provávelmente não foram precisos por conta da fadiga do atirador, mas se fosse uma disputa por ponto teria um tiroteio, eles nunca andam sozinhos.

Nj: faz sentido, vamos analizar para ver se achamos mais.

Assenti e fui até o corpo, tinham uma poça de sangue gigante ,coloquei minha luvas e começei a olhar melhor, até que vi algo que chamou minha atenção no bolso dele, me aproximei e peguei, abri o papel e era uma bilhete de cassino clandestinos, logo sou tirado de meus devaneios com o Jimin me chamando e eu fui até ele junto do Namjoon.

Jm: o nome dele é Victor Dalas tem 31 anos, ex empresário, viciado em jogos de azar, divorciado, e tem uma filha que vive com a mãe.

YG: ex empresário, como ele perdeu?

Jm: de acordo com a ficha dele ele faliu a empresa.

YG: isso faz sentido, olha.

Entreguei a ele o bilhete .

YG: não foi um disputa de ponto e sim morte por dívida em um cassino clandestinos.

Nj: vamos continuar investigando e avisar a família, agora temos um cassino na jogada.

Nós assentimos e fomos para os nossos carros rumo a delegacia.

Continua...


Notas Finais


Gente a s/n ela viveu um tempo no Brasil, por isso ela fala português, mas isso é história para os próximos capítulos.

Então foi isso espero que tenham gostado, Beijos e até a próxima xauu....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...