1. Spirit Fanfics >
  2. A babá que encanta - Narusasu >
  3. Homem Desconhecido

História A babá que encanta - Narusasu - Capítulo 43


Escrita por:


Notas do Autor


Não está corrigido;-;

Capítulo 43 - Homem Desconhecido


" - Esse caso aconteceu em Páris, no caminho para a Torre Eiffel, esse carro acabou sendo jogado a ponte abaixo...Os corpos foram recolhidos, mais infelizmente só reencontram o homem Naruto Uzumaki Namikaze, sobre seu companheiro foi confirmado que não encontraram o corpo, ou vestígios do mesmo, mais o alto móvel foi reencontrado é encontrado com tiros de arma em suas rodas, então os polícias não poderiam ter certeza, mais pode ser um caso proposital, ou seja, um caso que foi feito por alguém, vamos acompanhar esse caso, que infelizmente o herdeiro acabou sendo..."- joguei tudo que via na tela da droga daquela televisão não poderia! Meus pais não poderia tar mortos!

- MENMA! CALMA! - Gritou o loiro tentando me segura, mais oque adianta se ele estava muito abalado, com isso também

- NÃO! Mataram! Mataram meus pais! Quem fizeram isso!? Eu odeio! Eu quero Ver meus pais! - Gritei pegando meu celular saindo daquela casa sem dar explicação alguma

- Menma! Aonde você vai?! - O loiro abre a porta, estava de madrugada mais eu iria encontra alguma informação sobre o paradeiro dos meus pais

ELES NÃO ESTAVAM MORTOS! ENGUAL AQUELE HOMEM FALOU!

- Você! Vai me levar agora! Para a droga daquela polícia! - Digo apontando o dedo na cara dele

- Mais você nem sabe aonde fica isso! - Ele me olha assustado deixando suas lágrimas cair

Ele não podia disfarçar ele estava ainda mais abalado com isso

Eu descobri em menos de uma hora que meus pais sofreram um acidente, tudo oque eu mais quero é encontra eles vivos

- Eu sei! Só entra na merda desse carro e me leva! - Entrei no carro de Menma distrancando o mesmo em apuros

- "eles não estam mortos! Eles estão vivos! E vão ta me esperando de braços abertos! - Minha mente gritava por tudo isso ser mentira.

Enquanto eu e Boruto se desabava em choro sem dizer alguma fala

................

Cheguei na maldita delegacia, sabia sobre ela pelo meus pais falarem que um caso muito cruel que aconteceu com o meu tio e meus pais foi denunciado por aqui

Eles fizeram inúmeros casos internacionais, claro que esse caso estaria aqui!

E se não estivesse eu iria dar um jeito de encontra a porra do local

- Menma! Calma estamos em uma delegacia! - Boruto tentou me segura mais eu abria todas as portas desse local em busca do delegado, queria conversar diretamente com ele

- Madara! Você tem que me ajudar! - Grito após finalmente o encontrar entre milhares de portas

- Eu sabia, que iria vim aqui assim que visse a reportagen - Ele estava super calmo ainda ajeitando as suas papeladas

- É Claro! Meus pais eles estão vivos não e tio!? -

- Talvez...Mais porquê que saber tanto? - Ele finalmente me olhou, com seus olhos transportando uma calma subrenatural

- Como consegue manter essa porra! Dessa calma quando o seu sobrinho pode tarde afundando nesse mar desgraçado?! - Bato meus pulsos na mesa colocando todos os seus papéis organizados a vuar

- Porquê no meu trabalho, exige muita calma, é eu sei que ele e meu subrinho e mesmo assim eu mantenho uma calma. - os papéis que estavam prestes a ir pra janela a fora foram puxandos em segundos no ar pelas suas mãos ágeis

- Então para de se preocupar com essa porra de papéis e me fala aonde ta meus pais!

- Menma por favor se acalme - Boruto abriu a porta com os olhos inchados, com lágrimas que estavam prestes a cair

- Menma você quis dizer do Naruto não é? Se você avistou a reportagem completa você deveria ter sabido que só Naruto foi reencontrado e que o estado dele e terrivelmente grave. -

- Me diga aonde ele tá! Me fala desgraça! - Jogo todos os papéis da mesa pro chão

Não importava se aquilo demorou cinco mil anos pra serem arrumados

Eu só quero saber a onde NARUTO é SASUKE estavam

- Menma, seu pai está no hospital de Paris, uns dos melhores, Mikoto e minha mãe já estamos lá - Ele segurou meus ombros

- Quantos dias isso tem acontecido tio?!

- Infelizmente esse caso, ocorreu dois dias antes do aniversário de casamento deles, e me desculpe mais você e Boruto foram os últimos da família a ser avisados desse caso

- Não quero ouvir mais nada! Vamso Boruto vamos agora para Paris!

Pego o seu pulso o levando pra fora

- Como você que ir pra Paris a essa hora!? Você está louco?! - Ele pergunta já fora da delegacia

- Não importa iremos de carro! Se puder! - Entro no alto móvel

- Tabom...- Ele suspirou fundo - uma cidade próxima daqui tem voou internacional logo de madrugada 

- Então ta esperando oque pra ligar essa merda e ir pra essa desgraça de cidade!?

- Menma eu to tentando manter a calma mais consigo desse jeito não dá!

- Foda-sé só liga essa bosta!

....................

Abro os olhos lentamente com a visão nublada percebendo está em um lugar totalmente escuro

- "aonde eu tô? Não estaria afundando no mar"? - Pergunto ora mim mesmo no fundo da minha mente olhando pro local

Aonde eu estaria

- Acordou? Hahaha que bom estava doido pra ver seus olhinhos escarlates e pretos como a noite mais nublada possível

- Quem E você!? - Pergunto não vendo o rosto da pessoa, e nem sabendo de que lugar ou local ouvia aquela voz

- Quem faz as perguntas aqui sou eu docinho - Sinto duas mãos na minha bochecha e uma voz grave ficar mais perta mais eu não conseguia ver nada

- Me solta seu louco! - Grito tentando me solta, mais assim percebo que estou preso

- Como foi sua vida de casado? Casou e teve filhos? Que legal agora e a hora de eu curtir....


Notas Finais


Amorus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...