História A baby needs a daddy - Taegi - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Rivais, Taegi, Taehyung Ativo, Texting, Yoongi Passivo
Visualizações 267
Palavras 999
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei hehehe
BOA LEITURA!

Capítulo 15 - Capítulo 15


Fanfic / Fanfiction A baby needs a daddy - Taegi - Capítulo 15 - Capítulo 15

Décimo quinto capítulo: Pedido de namoro.


Pouco mais de duas horas se passaram e Yoongi voltava para sua casa a pé, precisava pensar e com o motorista ao seu lado não ia o ajudar em nada. Estava confuso com tudo o que estava acontecendo, até porque nunca chegou a se relacionar de forma íntima com alguém para ficar confuso.

Seu coraçãozinho estava dolorido e ficava triste cada vez que se lembrava das palavras de SeokJin. Nam, eu sinto pena do Yoongi sabe? Taehyung não o ama e está iludindo ele por minha causa”

Não entendeu muito bem o que SeokJin quis dizer com “por minha causa” mas deduziu com seu emocional abalado, que Taehyung na verdade gostava de Jin e só estava insistindo em ficar consigo para ter alguém. Sentiu seus olhos marejarem e rapidamente balançou a cabeça.

Não gostava de demonstrar que era frágil, até mesmo para as pessoa próximas como seu pai ou outro membro da família, e não seria agora que demonstraria fraqueza. Embora a sua maior vontade fosse de somente sentar em um lugar silencioso e chorar todas as lágrimas que tentavam a todo custo sair de seus olhos.

- Você não precisava ter mentido para mim Tae... – falou consigo mesmo, parando em frente a porta de sua casa depois de muito andar.

Por mais que sua mente dizia para mandar Taehyung ir se lascar, seu interior dizia que era para perdoar o Kim e agir como se isso nunca tivesse acontecido. Afinal, passou tantos anos sem o ter e agora que finalmente o tinha só para si, ele ia o perder por causa de uma coisa “boba” ?

- Não! Ele não podia ter feito isso comigo. Para de me fazer pensar coisas idiotas, coração! – diz sussurrando, batendo levemente em seu peito.

Suspirou fundo antes de por fim, abrir a porta mas teve uma surpresa enorme ao ver um Taehyung ofegante e com um urso de pelúcia branco, que tinha um laço marrom e um coração que dizia “Te amo mais que chocolate” nos braços.

- T-tae? O q-que faz aqui? – perguntou. E agora? Como agiria? Deveria agir normalmente, como se nada tivesse acontecido, ou o expulsar de sua casa por ferir seus sentimentos?

- Eu vim te ver.

- É? Mas ... eu estou ocupado, então você pode falar comigo mais tarde.

- Hum? Você acabou de chegar, não está ocupado com nada.

- Taehyung por favor vai embora – pediu de cabeça baixa e apontando para a porta.

- Depois eu vou.

E sem dizer mais nada, o Kim pegou na mão de Yoongi e foram até a cozinha, aonde se sentaram um de frete para o outro. Taehyung entregou o urso ao Min que sentiu o ar faltar nos pulmões ao ler a pequena frase no coração, e abriu uma caixa roxa, revelando diversos bombons.

Yoongi entreabriu os lábios impressionado com a quantidade de chocolate que tinha ali. Taehyung sorriu e pegou um bombom, o comendo e logo Yoongi fez o mesmo.

- Está gostoso? – perguntou recebendo um afirmar de cabeça – foi eu quem fiz.

- Está muito bom...

- Obrigado. Demorou para fazer isso tudo, ainda bem que seu pai me ajudou.

- Meu appa te ajudou ? – perguntou incrédulo, nunca virá seu pai fazer chocolate sem o deixar com o gosto estranho.

- Sim, inclusive ele fez os bombons brancos e eu os pretos.

O Min mordeu o lábio reprimindo sua vontade de chorar. Por que Taehyung era tão bom para si, mesmo que não o amasse ?

- Taehyung ... eu queria te perguntar um coisa.

- Pode perguntar.

- Eu ouvi uma coisa do seu amigo hoje na escola.

- U-uhum.

- E ele disse à um tal de Namjoon, que você estava me iludindo – disse desviando o olhar – que você não me amava como diz que ama. Isso é verdade ?

Taehyung respirou fundo antes de o responder. Uma palavrinha errada e poderia esquecer de ter Yoongi.

- É verdade – confirma vendo a expressão do Min ficar triste e ele abaixar mais a cabeça, iria chorar – mas eu posso explicar!

Se levantou rapidamente ao ver uma lagrima descendo pela bochecha branquinha de Yoongi, e o puxou para um abraço apertado.

- P-por que ? – perguntou com a voz embargada, tentando se afastar do Kim - E-eu fiz alguma coisa errada ?

- Não, por deus, você não fez nada de errado!

- E-então por que? – segurou a camisa do Kim fortemente, o fazendo ter o corpo mais colado ao seu. Estava tão frágil.

- Isso foi um desafio meu anjo – começou – Jin me desafiou a fazer essa brincadeira de mau gosto por um prêmio muito besta, eu admito. Mas com o tempo eu fui gostando de você, eu realmente gosto de você! Me desculpa por tudo Yoon, eu não quero te ver triste por minha causa. Eu te amo... – disse beijando o topo da cabeça de Yoongi, que tinha os olhos um tanto inchados por causa do choro.

- Está mentindo! Você não me ama, ama o Jin.

- O que?! Da onde você tirou isso ? – perguntou segurando o rosto do mais novo – eu Kim Taehyung, amo Min Yoongi e somente ele.

- N-não acredito em você.

- Não faz assim neném, você acha mesmo que se eu não te amasse eu estaria insistindo? – sorriu fraco, beijando os lábios do Min que corou – Eu te amo.

Taehyung se ajoelhou em frente a Yoongi, e retirou do bolso de sua calça uma pequena caixinha preta, que logo foi aberta revelando duas alianças prata foscas.

- Quer namorar comigo Min Yoongi ? – perguntou, vendo os olhinhos do outro brilharem.

O mais novo abriu a boca várias vezes, mas nada saía de seus lábios. Estava nervoso, queria dizer que sim e o beijar até o ar faltar mas estava inseguro. E se Taehyung estivesse planejando tudo isso desde o início, para depois o descartar? Mas não deixaria seu medo acabar com a sua felicidade.

- Eu ... eu aceito.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...