História A bailarina e o lutador de rua. - Capítulo 123


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, André Bourgeois, Chloé Bourgeois, Hawk Moth, Lila Rossi (Volpina), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Nooroo, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain, Wayzz
Tags Luta, Marichat, New York, Plakki
Visualizações 37
Palavras 1.628
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Obrigada pelos comentários, espero que gostem do capítulo de hoje
Uma boa leitura.

Capítulo 123 - A rebeldia de Armando


 Armando : __ Por que está o defendendo, eu sai mais prejudicado do que ele, também me ameaçou em dar uma boa surra em em mim, se eu encoste a minha mão , naquela azulada muito gostosa ! - disse irritado para o dono do bar, olhando feio para o senhor, cruzando os seus braços com revolta.

 

 

 

 Sorte : __ Bem, eu acho que você me deu uma pista, meio que sem querer, mas isso , vamos deixar de lado, porque você acredita que a senhorita Dupain Cheng, deve pertencer ao senhor, mesmo sabendo que a minha garçonete, os seus amigos não te avisaram á respeito do assunto ? - disse ao jovem revoltado, olhando sincero para ele.

 

 

 

 Armando : ___ Os meus ex- amigos , eles me disseram sim, mas eu não dei ouvidos , porque o meu pai me disse que eu posso ter tudo o que quero na minha vida ! - disse para o senhor , olhando feio para ele, fazendo uma pose de orgulho.

 

 

 

Sorte : __ Eu acho que o seu pai pode ter se enganado, eu imagino que seja um menino mimado que foi desde a sua infância , por isso eu acho que a educação dos seus pais foi muito leviana no quesito de sua educação, então, é por isso , que você acredita que tudo o que ver de bom, é seu por direito, mesmo sabendo que isso pertença a uma outra pessoa ! - disse ao jovem, analisando melhor o comportamento dele , explicando que o jovem não poderia ter tudo na minha.

 

 

 

Armando : ____ Está me insultado , senhor Sorte ? - disse para o dono do bar, olhando irritado para ele.

 

 

 

Sorte : __ Não, eu estou apenas dando uma boa lição , não é insulto , meu jovem, ! - respondeu para o rapaz, olhando com paciência para ele , tentando manter a sua frieza.

 

 

 

 

Armando : __ Está sim, eu já sabia que estava do lado daquele lutador de rua, não passa de um senhor muito irritante ! - disse para o senhor, inventando uma teoria maluca, chamando o senhor de ’ irritante “”.

 

 

 

 

Sorte : __ Por favor, se aclame, meu jovem, não sou uma pessoa irritante, eu estou apenas , tentando conversar com o senhor , sem insultar ninguém! - disse para o jovem, olhando com cautela para ele, pedindo para que ele se acalme.

 

 

 

 

Armando : __ EU NÃO VOU ME ACALMAR , SEU IDIOTA, EU FAÇO O QUE QUERO, SE NÃO É AO MEU FAVOR, EU VOU EMBORA DAQUI ! - disse para o senhor aos gritos, olhando nervoso para ele , fazendo um gesto obsceno.

 

 

 

 

Sorte : __ Por favor, pare com este comportamento infantil, continue assim , ou eu vou chamar o senhor Noir, conforme eu havia prometido para ele , também, pare com este gesto vergonhoso! - disse para o jovem, olhando sério para ele , pedindo para que ele se acalme, prometendo que ia chamar o lutador para dar uma boa lição.

 

 

 

 

Armando : __ Eu te odeio, eu vou embora daqui, não mereço ser tratado com tanta desvença aqui, também este bar é de quinta classe ! - disse para o senhor, negando a ordem dele, desfazendo o seu gesto obsceno , começando a deixar o seu lugar, criticando o local que estava .

 

 

 

 

Sorte : __ Tudo bem, pode ir , assim eu fico mais calmo , vá embora, ah, mais uma coisa .... ! - disse ao aceitar a crítica dura do jovem mimado , olhando sério para ele.

 

 

 

 

Armando : __ O que é , seu imbecil ? - perguntou com raiva, olhando com veneno para ele, voltando a fazer o seu gesto obsceno para ele.

 

 

 

 

Sorte : __ Está expulso do meu bar, não é mais bem- vindo aqui, vá embora da minha frente, aqui é um local de respeito, também lave a sua boca com sabão, antes de xingar alguém ! - disse em um tom sério , mandando para sempre o jovem mal- educado do seu bar.

 

 

 

 

 

Armando : __ Ótimo, seu imbecil, eu te garanto que não vou mais colocar os meus pés aqui, neste lugar podre ! - disse ao aceitar a sua expulsão, olhando nervoso para , cuspindo no chão.

 

 

 

 

 

Armando : __ Isso é para demostrar o meu desgosto com este local pobre, vocês tem um péssimo gosto para tudo ! - disse para o senhor, olhando feio para ele, mostrando mais uma vez o seu gesto obsceno.

 

 

 

 

 

 

Senhor : __ É um jovem muito mau - educado mesmo, os seus pais não deram os limites necessários ao senhor, mas isso não importa , apenas quero que vá embora de uma vez ! - disse sério para o jovem , olhando sério para o jovem, expulsando o jovem do seu estabelecimento uma mais vez.

 

 

 

 

 

Armando : __ Tchau , seu idiota ! - disse com grosseira, dando de costas para o dono do estabelecimento , caminhando-se para a saída do bar.

 

 

 

 

 

Sorte: __ Ah, minha nossa, que jovem mais complicado, parece que ele não aprendeu a ser mais fléxivel com as pessoas , bem, eu não conseguir resolver do jeito que eu queria , mas ele foi embora do meu bar, creio que ele não vai mais incomodar ninguém! - disse ao ver o jovem partindo do seu pai , comentando sobre a conversa que teve com o jovem teimoso, acreditando que tinha feito o seu melhor com aquilo.

 

 

 

 

 

Marinette : __ Senhor Sorte, o senhor está bem ? - disse ao chegar na mesa que o seu chefe estava com o Armando que já tinha ido embora, olhando preocupada para ele.

 

 

 

 

 

Sorte : __ Eu vou ficar bem , mas eu nem queria tomar uma medida extrema com este jovem que foi embora, mas pelo menos , eu dei o meu melhor, mesmo que ele não quis me ouvir ! - respondeu para a garçonete com sinceridade, levantando-se da mesa , olhando calmo para a azulada.

 

 

 

 

 

Marinette : __ Eu peço desculpas por toda a confusão, o meu namorado somente quis me defender dele, também ele estava incomodando um dos amigos dele , eu fiquei com pena dele ! - disse ao pedir desculpas, olhando preocupada para o chefe, contando sobre um dos ex- amigos de Armando.

 

 

 

 

 

Sorte : __ Não precisa se desculpar , senhorita Dupain- Cheng, apenas se defendeu dele ,mesmo perdendo um cliente aqui, bem, o jeito é aceitar , também mesmo ele estava mesmo incomodando os demais clientes ! - disse com calma para a garçonete , olhando calmo para ela.

 

 

 

 

 

Marinette : __ Está bem, eu vou voltar ao meu trabalho, eu tenho mais algumas mesas para atender hoje ! - disse com alívio, pretendendo voltar ao seu trabalho, olhando calma para ele.

 

 

 

 

Sorte : __ Tire a noite de folga, senhorita Dupain- Cheng, ainda é a noite do dia de São Valentim , curta o feriado ! - disse para a azulada, sugerindo para que ela descanse, dando um tapa de amigo no ombro da mestiça.

 

 

 

 

Marinette : __ Obrigada, senhor, eu vou avisar ao Chat , depois eu vou tirar essa fantasia de princesa, para ser sincera, ela já causou problemas o bastante ! - disse ao agradecer o seu chefe, olhando para si mesma, sendo sincera com o senhor.

 

 

 

 

 

Sorte : __ Isso me deu uma nova ideia , senhorita Dupain- Cheng , eu acho que este vai ser o último ano das fantasias, eu acho que são crescidas demais para isso, eu acho que foi substituir por aventais de coração, é menos embaraçoso ! - disse para a azulada, decidindo que ia mudar o uniforme das funcionárias , olhando para a mestiça.

 

 

 

 

Marinette : __ Concordo plenamente, assim vamos aparecer mais profissionais, do que umas bobas fantasias para o dia das Bruxas, que ainda está muito longe ! - disse para o chefe, concordando com a troca , comentando sobre o que achava das fantasias do dia de São Valentim.

 

 

 

 

 

Sorte : __ Sim, sim, obrigada por sua sinceridade, agora, pode ir ! - aceitando o comentário , agradecendo por ele, dispensando a garçonete do seu trabalho .

 

 

 

 

 

Marinette : __ Até amanhã, senhor Sorte, mais uma vez , obrigada ! - disse para o chefe, despedindo-se dele, começando a se retirar para ir a mesa aonde o seu namorado estava com amigo.

 

 

 

 

 

Sorte : __ Até amanhã, senhorita Dupain - Cheng ! - despedindo-se da azulada, vendo ela indo na direção da mesa do namorado , depois votando para a cozinha.

 

 

 

 

( ... )

 

 

 

 

  E então, cada um seguiu um rumo diferente, o senhor Sorte voltou para as cozinhas , enquanto a azulada foi caminhando para a mesa do namorado com o seu amigo.

 

 

 

 

( ... )

 

 

 

 

Marinette : __ Olá, Chaton ! - chegando na mesa do gato, cumprimentando ele , sorrindo calma.

 

 

 

 

Chat : __ Olá,minha princesa, como está agora ? - vendo a sua amada ao lado da mesa, devolvendo o sorriso calmo, querendo saber do estado dela.

 

 

 

 

 

Marinette ; __ Eu estou bem, fui dispensada mais cedo ! - respondeu ao gato, contando sobre a sua dispensa.

 

 

 

 

 

Chat : __ Que bom, assim vamos passar o resto da noite juntos ! - disse alegremente para a namorada , dando um sorriso animado, planejando ter uma boa noite romântica com a namorada.

 

 

 

 

 

Marinette : __ Sim, eu vou mudar de roupa, assim que eu terminar , vamos indo ! - concordando com o gato, avisando que ia mudar de roupa.

 

 

 

 

Chat : __ Está bem, eu fico a sua espera ! - disse a azulada, aceitando o pedido dela.

 

 

 

 

Marinette : __ Até mais, Chaton ! - disse para o namorado, depois saindo para ir ao banheiro para se trocar.

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Me desculpe por algum erro cometido durante a minha escrita.
Se gostou, favorite.
Se quer mais capítulos, comente.
Divulgue , por favor.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...