História A barraca do beijo - Capítulo 29


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Barraca Do Beijo, Elle Evans, Filme, Jacob Elordi, Joel Courtney, Joey King, Lee Flynn, Noah Flynn
Visualizações 511
Palavras 1.201
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oie -)
Primeiramente gostaria de avisar que, para quem não percebeu eu apaguei o capítulo anterior, pois como eu havia dito no mesmo era algo que eu não achava necessário ou gatava de fazer, mas fiz pois achei que devesse explicações sobre o longo período que estive longe e sem publicar nada. Também apaguei porque eu sabia que com ele eu me perderia um pouco também.
Gostaria de agradecer as todos os comentários que me motivaram a fazer esse capítulo e de todas as pessoas que favoritaram e esperaram pacientemente para a publicação deste -)
Muito obrigada S2
E gostaria de me desculpar por demorar tanto, pois vocês não mereciam isso, mas não tinha como eu fazer um capítulo sem motivação e criatividade...
Enfim.
Espero que gostem :)
Vamos ler?

Capítulo 29 - Capítulo-28


Fanfic / Fanfiction A barraca do beijo - Capítulo 29 - Capítulo-28

Os dias se passaram rápido demais.

Lee e eu já tínhamos tudo organizado. Estava tudo pronto, só faltava eu escolher a roupa que eu iria, algo que não achava muito importante.

Soube que Noah estava se recuperando muito bem. Estava conseguindo andar com as muletas.

Da última vez que fui lá ele me fez um sanduíche. Foi fofo e de certa forma me bateu um arrependimento. Ele disse que nunca desistiria de mim, então resolvi não ir mais pra casa do Lee, não enquanto ele estivesse por lá, ou seja, nos encontrávamos para fazer o trabalho na minha casa ou na escola.

Lee e Luce estavam se dando muito bem. Viraram grandes amigos e acredito que Lee queira mais que isso. Ela havia lhe contado de seu relacionamento anterior com uma garota. Tanto Lee quanto eu pensamos a principio que ela era lésbica, mas ela explicou que não, que era bissexual. Levamos numa boa e ela e Lee continuaram se encontrando e saindo, claro que algumas vezes eu ia também, mas na maioria eu ficava em casa fazendo meus deveres e cuidado da peste.

– Fica quieto Brad! – Era a centésima vez que eu falava.

Eu estava tentando pentear seu cabelo para ele ir pra uma festa de criança na casa de um de seus amiguinhos remelentos.

– Se não ficar quieto eu não vou deixar você ir pra esse aniversário! – Avisei ameaçadora.

Ele finalmente ficou quieto.

Para mim era normal dá uma de “mãe” as vezes, sendo que quando a mamãe morreu o Brad era muito pequeno – e ainda é – e não entendia bem as coisas – ainda não entende –, então eu tive que cuidar dele, da casa e ajudar o papai com o que fosse preciso.

– Você é chata! – Diz mostrando língua.

– Quer ficar sem língua garoto? – Ameaço novamente.

Ele faz bico e cruza os braços.

Ouço alguém buzinar na frente de casa e já sei que era a mãe do amigo de Brad, que veio buscar ele, já que papai e eu não podíamos leva-lo.

Abro a porta e me abaixo para falar com ele antes que ele saía.

– Se comporte. – Pego no seu nariz. – Não faça eu me envergonhar e traga doces para mim. – Dou uma piscadela.

Ele sorri e eu beijo sua testa e o abraço.

– Cuidado.

Ele corre até o carro, quando ele chega se vira para mim e acena e eu aceno de volta. Ele entra no carro e facha a porta. Quando o carro saí eu fecho a porta.

Vou para o meu quarto e quando vejo as horas, estava atrasada.

Lavo meu rosto, passo uma maquiagem – apenas lápis preto e batom vermelho. Abro meu guarda roupa e vejo uma blusa que combina perfeitamente com o dia de hoje.

Ah! Havia esquecido de dizer que hoje é o dia de Carnaval, ou seja, dia da barraca do beijo. Hoje irá fazer exatos doze meses que Noah e eu havíamos nos beijado pela primeira vez. Fazia um ano que eu havia dado meu primeiro beijo em Noah Flynn, em uma barraca do beijo.

Respiro fundo e amarro meu cabelo em um rabo de cavalo.

Coloco a camisa, que era branca com uma boca gigante no meio formada por um conjunto de uma palavra escrita em vários idiomas, essa palavra era beijo. Coloco uma calça jeans e all star preto.

Vou até a garagem e subo na moto. Fico pensando em devolver ela para Noah, mas Lee não iria saber cuidar dela tão bem quanto eu. Coloco o capacete e começo a pilotar.

...

Chegando lá encontro Luce e Lee arrumando a Barraca que estava quase pronta. Era muito fofo esses dois juntos.

– Querem ajuda? – Pergunto assustando os dois que estavam se encarando a algum tempo.

– Não. – Disse Luce sorrindo. – Estamos acabando.

– Ah! – Exclama Lee. – Esqueci de avisar que o Noah vem com o papai. – Ele coça a nuca.

Respiro fundo.

Noah ainda mexia muito comigo, mas também como não iria mexer? Eu o amava muito e ele a mim, afinal, havíamos terminado faziam alguns dias e não dá pra esquecer tudo o que passamos de uma hora para outra.

– Tudo bem Lee. – Falo e dou um sorriso. – Vou dar uma volta e ver se encontro o pessoal que vai ficar na barraca.

Ele sorri e concorda comigo.

Eu estava atrás deles pois, haviam mudado o local da barraca muito de repente e em cima da hora, por isso nós éramos os últimos a ficar prontos e por esse motivo também eu tinha que ir atrás dos primeiros na barraca, que eram as OMG e os gêmeos Tyler e Dyper.

Primeiro achei os gêmeos. Expliquei a situação e disse onde iria ficar a barraca.

Eu estava andando atrás das garotas quando esbarro em Noah, que estava com o senhor Flynn o ajudando.

– Shelly. – Disse ele com aquele sorriso tentador.

– Oi Noah. – Falo séria.

– Elle! – Exclama o senhor Flynn sorrindo.

– Senhor Flynn! – Falo sorrindo.

– Soube que Lee e você fizeram uma barraca do beijo. – Diz parecendo interessado.

– Sim, mas acho melhor o senhor ficar longe. – Brinco.

Ele ri.

– Talvez eu passe por lá. – Diz Noah.

Algumas garotas surgem do nada e começam a falar e dar em cima dele. Então eu aproveito essa oportunidade para sair daquele local e procurar as garotas, que naquele momento era a minha prioridade.

Logo depois encontrei as OMG e lhes disse o mesmo que havia dito para os gêmeos. Foi quando elas me disseram para mandar uma mensagem para todos, mas expliquei que meu celular estava descarregado e em casa. Foi então que elas mandaram mensagens para todos, do local onde ficaria a barraca, o que para mim foi um alívio. Voltei junto com elas para a barraca.

As coisas estavam indo muito bem. As pessoas repetiam até cinco vezes na fila. Foi quando algo ruim aconteceu.

Mia me chamou para trás da barraca e desesperada falou que Gwyneth não estava se sentindo bem.

Olho para a morena e vejo que ela realmente estava mal. Soava frio e dizia estar tonta. Foi quando ela vomitou em cima de Olivia que estava ajudando ela a se abanar.

Olivia, furiosa e envergonhada, saiu de lá correndo e chorando de raiva.

Parecia que tudo estava perdido.

– Você vai ter que ficar no meu lugar na barraca Helen. – Disse Mia. – Eu vou levar Gwyneth para o hospital e para a sua casa. Não posso participar agora, mas quando voltar eu participo. – Disse ajudando Gwyneth a ficar de pé. – Tem que ficar no meu lugar Helen. Eu vou ficar no lugar da Gwyn e depois vemos se Olivia volta ou não.

Eu estava surpresa com o que Mia acabar de falar, pois ela se mostrou uma garota bastante inteligente e preocupada com sua amiga, então apenas concordei.

Ela saiu de lá e depois ajudou Gwyneth a entrar no carro.

Fui até Lee e expliquei o que havia acontecido. Luce resolveu ficar no meu lugar no caixa e Lee entendeu e concordou, hesitando, mas concordou.

Subo as escadas. Meu coração começa a acelerar. Pego a venda e a coloco.

Depois disso, tudo fica escuro e só uma coisa vem em minha mente. Algo que Noah havia dito, antes de eu encontrar as OMG:

Talvez eu passe por lá.


Notas Finais


Espero que tenham gostado -)
Nos vemos nos comentários ;)
Até a próxima :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...