História A barraca do beijo - Capítulo 34


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Barraca Do Beijo, Elle Evans, Filme, Jacob Elordi, Joel Courtney, Joey King, Lee Flynn, Noah Flynn
Visualizações 599
Palavras 1.287
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oie :)
Estou aqui com mais um capítulo para vocês, mas antes, gostaria de lhes dizer que tem um perfil no insta que está postando os capítulos da minha história. Esse perfil é sobre a Barraca do beijo e também sobre Grays Anatomi. Deixarei o link nas notas finais. Também vou deixar o do meu insta, caso queira dar uma olhada ;)
É isso :)
Vamos ler?

Capítulo 34 - Capítulo-33


Fanfic / Fanfiction A barraca do beijo - Capítulo 34 - Capítulo-33

Quatro dias antes...

Matt se acordou cedo, arrumou seu quarto, fez sua higiene matinal e preparou o café.

– Bom dia certinho!

Ele olha para trás e vê Jordan indo em sua direção na cadeira de rodas.

Matt revira os olhos e volta a tomar seu café.

– Todos já acordaram? – Perguntou Jordan, enquanto se servia.

– Nem todos. – Ele pega seu celular. Havia recebido uma mensagem de Noah.

Noah: Bom dia senhor certinho!

Matt revirou os olhos. Não entendia porque o chamavam assim, pelos menos ele não se achava tão certinho quanto lhe diziam.

Matt: Bom dia senhor encrenca ;)

Matt conseguia imaginar Noah rindo daquela mensagem.

– Quero panquecas, por favor. – Diz Jordan com uma expressão de criança pidona.

Matt passa as panquecas para o seu amigo.

– Vai fazer o que hoje? – Pergunta enquanto enche as suas panquecas de chocolate.

– Hoje vou ir para a escola. Vou ajudar a Elle com a barraca do...

– E o Lee. – Jordan o interrompeu.

Matt o olhou confuso.

– Vai ajudar a Elle e o Lee na barraca do beijo. – Disse sério.

Matt toma um gole do seu café.

– Depois vou visitar o Noah.

Jordan passa a mão no seu rosto e desliza até chegar em seu cabelo. O ruivo já sabia o que estava acontecendo, mas parecia que Matt não, ou pelo menos tentava se enganar.

– Então... – ele coça a cabeça. – Como posso lhe dizer isso? – Se pergunta, colocando a sua mão no queixo. – É um seguinte, certinho: você está afim da Elle. – Ele soltou uma longa respiração, como se estivesse aliviado.

Matt começa a gargalhar e Jordan o olha como se ele estivesse maluco.

– Essa foi boa J. – Disse enquanto voltava ao normal.

– Não cara, é sério. Você tá afim da Elle, só que você ainda não percebeu.

Matt olha para o seu amigo e vê a seriedade em seus olhos claros. Um desespero começa a percorrer em seu corpo.

Como pude me apaixonar pela ex do meu amigo? Isso é muito errado!, pensou desesperado.

– Eu não posso gostar da Elle, não mais do que uma amiga. – Falou para Jordan.

J arqueia a sobrancelha. Não sabia se Matt estava tentando convencê-lo disso ou estava tentando convencer a si mesmo de tal coisa. Ele da um sorriso e diz:

– Cara, você esta ferrado. – Pega suas panquecas e vai para o seu quarto. – Acho melhor falar com o Noah sobre isso. – Fala enquanto se locomove até seu quarto.

Matt olha para seu celular e depois fica pensando em tudo que já aconteceu nesses últimos dias, e percebeu que na maior parte ele estava com a Elle, cuidando e ajudando ela. Agora sim, ele estava ouvindo seu coração. Matt pega seu celular e envia uma mensagem para Noah:

Matt: E ai cara? Tá em casa?

Não demorou muito para que Noah respondesse.

Noah: Sim. Por quê?

Matt: Tô indo ai.

Noah: Okay.

Ele guarda o celular no bolso. Vai até o seu quarto e pega as chaves do carro em cima da escrivaninha, depois saí.

...

Ao chegar na casa dos Flynn, Matt se depara com Noah tentando andar com a ajuda da sua mãe, que parecia não aguentar muito o peso do rapaz.

– Matt! – Disse a mãe de Noah sorrindo. – Entre meu filho. – Ela se vira para Noah. – E você, descanse. Com licença. – Fala deixando os dois a sós.

Matt vai até Noah, que estava sentado no sofá, com as suas muletas encostadas no braço do sofá. Ele se senta ao lado do seu amigo.

– Esqueceu as flores. – Disse Noah com sarcasmo.

Matt ri. Lembrou de quando ele havia visitado Noah no hospital e lhe levado flores.

– Da próxima vez eu lembro de trazer. – Disse sorrindo.

Se houver uma próxima vez., pensou Matt, que de repente fica triste, e Noah notou a expressão de seu amigo.

– O que foi cara? – Perguntou Noah preocupado, mas de uma forma distraída. – Você está com uma cara de quem acabou de chegar de um enterro. – Brincou.

Matt não estava se sentindo bem. Seus sentimentos estavam confusos e ele não queria magoar seu amigo, muito menos tentar algo que tinha grande chance de dar errado – declarar seu amor para Elle e falar sobre isso com o Noah. Por outro lado, Matt não conseguia mentir para o seu amigo e nem esconder esse furacão de sentimentos aos quais o J o ajudou a libertar.

– Noah, tenho que falar algo que não vai ser nada fácil para mim e nem para você. – Ele respira fundo.

– Você é gay? – Perguntou Noah sério. – Porque se for isso, tudo bem cara. Vamos continuar sendo amigos, só espero que não se apaixone por mim. – Falou descontraído. – Eu sei que sou irresistível, mas...

Matt começou a rir de seu amigo.

– Eu não sou gay. – Falou ainda rindo, depois voltou a ficar sério e até mesmo triste. – Noah, eu... – as palavras pareciam fugir de sua mente, como se não houvesse uma forma mais amável ou agradável de falar sobre aquele assunto. – Eu... eu estou apaixonado pela Elle.

Noah fica em choque, no primeiro momento ele não acredita no que Matt estava falando, mas logo a ficha cai.

– Eu sei que você ainda ama ela e eu prometo ficar longe e me afastar dela. Eu sei que você ainda a ama, e eu não quero separar vocês...

– Nós já estamos separados Matt. – Admite Noah tristemente.

Matt fica cabisbaixo. Um silêncio devastador circula sobre a sala e talvez sore toda a casa.

– Tudo bem Matt. – Fala Noah, quebrando o silêncio. – Se tem alguém que eu acho perfeito para ficar com a Elle, além de mim, esse alguém é você. – Ele olha para Matt. – Não quero que ela fique com outro babaca feito eu. – Ele sorri forçado.

Matt sente um certo alívio dentro de seu peito, como se tivesse jogado um peso fora, peso esse que sentirá faz algum tempo, mas precisou da ajuda de um certo ruivo para ajuda-lo a descobrir o motivo.

– Algum dias vocês vão voltar. – Disse Matt tentando confortar seu amigo. O garoto realmente acreditava naquilo, que algum dia os dois voltariam a ser um casal novamente.

– Não Matt. Não tem mais volta. – Ele passa as mãos sobre seus cabelos. – Só quero que me prometa que na primeira oportunidade você fará aquilo que seu coração mandar.

Matt olha para o seu amigo, e sem entender ele apenas afirma com a cabeça.

Noah sorri e o convida para jogar.

...

Quatro dias depois...

Agora Matt estava na fila. Era o segundo, até o garoto passar mal por causa de algo estragado que havia pego do lixo – sim, o garoto pegou comida do lixo. Por que? Não se sabe. Agora ele era o primeiro da fila.

Quando viu Elle subindo na Barraca, imediatamente entendeu o que Noah havia dito para ele naquele dia:

Só quero que me prometa que na primeira oportunidade você fará aquilo que seu coração mandar.

Após uma breve conversa com Vic, ele subiu as escadas e foi na direção de Elle e a guiou até o local onde deveria acontecer o beijo. Matt ficou olhando para ela, enquanto a mesma não parava de falar e naquele meio tempo penso se era a coisa certa a ser feita. Mas novamente seu coração dizia que sim. Então, seguindo o seu coração, ele a beija intensamente.

A jovem tira a venda, e ele a beija novamente, e para a sua surpresa, ela retribui. Logo depois ela olha para todos os lados e saí correndo.

Matt olhou para frente e notou a presença de Noah. Seu olhar dizia tudo. Estava muito triste, mas sabia que ele havia seguido seu coração. Então ele apenas desce do palanque e vai na direção de J, que estava boquiaberto.

– Está na hora de ir, amigão. – Fala Matt enquanto leva J para o carro.


Notas Finais


Insta do perfil que eu falei:
-> https://www.instagram.com/tkb_anatomybr/
Meu perfil:
-> https://www.instagram.com/estrela.maia/
Espero que tenham gostado :)
Nos vemos nos comentários ;)
Até a próxima :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...