História A barraca do beijo - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Barraca Do Beijo, Elle Evans, Filme, Jacob Elordi, Joel Courtney, Joey King, Lee Flynn, Noah Flynn
Visualizações 1.691
Palavras 1.222
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oie -)
Com tantos pedidos resovi adiantar esse capítulo :3
Vamos ler?

Capítulo 4 - Capítulo-3


Fanfic / Fanfiction A barraca do beijo - Capítulo 4 - Capítulo-3

Meu mundo estava desmoronando. O garoto que eu amo me traiu na frente de todo mundo com a garota que mais me odeia.

-As coisas só pioram para a Elle.-disse eu em terceira pessoa.

Eu esta em uma praça que ficava bem longe de casa e da escola. Não tinha quase ninguém lá, só uma senhora cega que tava dando farelos de pão para os pombos.

Sinto meu celular vibrar, quando olho era Noah me ligando.

-Acha que tem o direito de me ligar depois do que fez?-digo enquanto o telefone ainda tocava.-Pois é, você não tem.-desliguei na cara dele.

Fiquei sentada na beira do lago.

Pensei em tudo o que passamos juntos, todos os momentos, fez parecer que nada daquilo era real, tudo era uma brincadeira, um joguinho que ele estava fazendo comigo.

Lembrei de quando eu fui atrás dele no carro do Lee, pensei que era o Lee ao meu lado vestido de Batman, mas era ele.

Noah havia me feito tão feliz, mas agora estava me machucando e me deixando triste.

-Deveria parar de ser tão burra.

-Deveria mesmo.

Olho para trás e vejo Lee me fitando.

Rapidamente me levanto e corro para abraçá-lo.

-Eu não deveria estar aqui.-disse enquanto acariciava meu cabelo.-Tenho aula de trigonometria, e acredite se quiser, mas eu tô muito mal nessa matéria. Acho que vou reprovar.

-Então por que ainda faz?

-Porque eu gosto de trigonometria, e mesmo sendo uma matéria difícil, eu sei que lá na frente vai valer a pena.

Eu sabia que Lee não estava falando de trigonometria, mas sim do Noah e de mim.

-Não posso continuar com isso Lee.-digo me afastando dele.-Eu vi ele beijar a Ashiley... na frente da escola inteira.

Eu não conseguia parar de chorar, meus olhos estavam ardendo, inchados e vermelhos.

-Parece que tudo que passamos era mentira.-digo enquanto me sento na beira do lago.

-Eu não sabia que ele tinha beijado a Ashiley.-disse se sentando ao meu lado.-O que ele me disse foi que ela foi pra cima dele do nada, ele empurrou ela e depois viu você indo embora na moto.

Então foi isso.

Enchugo minhas lágrimas e me levanto.

-Não acredito que aquela vadia fez com que eu desligasse na cara do meu namorado.-chutei o vento e gritei.

-Se acalma Elle.-disse Lee colocando a mão em meus ombros.

-Não da pra me acalmar.-falei me virando para ele.-Aquela puta ta tentando me separar do Noah. E isso eu não vou aceitar. Se é guerra que ela quer, é guerra que ela vai ter.

-Uuuuh! Shiha!-disse Lee afinando a voz.-Tá bom. Vou só te apoiar para ver você quebrar a cara.

Fuzilo ele com os olhos.

-Você vai ver.

-Elle!

Conheço essa voz.

Olho para tráse vejo Noah andando em minha direção. Não sei se era impressão minha ou algo do tipo, mas parecia que sua mão estava sangrando. Quando ele chega mais perto percebo que ela realmente estava sangrando.

-O que foi isso Noah?-pergunto apontando para a sua mão.

-Não foi nada.-responde se aproximando.

-Se meteu em outra briga?

-Não me meto em brigas.

-Imagina se você se metesse.-falo sendo sarcástica.

-Eu queria falar sobre o que aconteceu na escola.-disse colocando seu cabelo para trás.

Nossa como ele era sexy.

-Lee me contou tudo. Não quero falar sobre isso. Agora me ajuda a levantar.

Noah me pega pela cintura e me levanta. Era incrível como ele era forte.

-Que tal darmos uma volta?-sugere Lee.

-Acho uma boa.-falo sorrindo.

Tiramos uma foto e fomos brincar nos brinquedos daquele parque que estava aos pedaços.

-Quem vem comigo na gangorra?-pergunto correndo na direção dela.

Vejo Lee indo atrás de mim e se oferecendo para ir comigo na gangorra. Olho para o lado noto que Noah está sentado no banco com a senhora cega.

-Vem brincar com a gente Noah!-grito enquanto subo na gangorra.

-Depois!-ele retorna gritando.

Lee e eu ficamos brincando bastante na gangorra e depois fomos para o balanço.

-Não sei se devo ir.-disse Lee com receio.-Tô com medo de pegar tétano.-disse imitando a Ashiley.

Não consegui segurar o riso. Ele imitava muito bem ela. Saio do balanço e vou até o Noah.

-Vamos no balanço?-pergunto parando na sua frente.

-Eu realmente não tô afim.

-Por quê? O que houve?

Eu sabia que tinha algo de errado com ele, só não sabia o que. Talvez tivesse se sentindo culpado de alguma forma pelo beijo.

-É o beijo?-perguntou e me sento do seu lado.

Ele coloca as suas mãos no rosto, respira fundo e diz:

-Tem uma coisa que eu preciso te contar sobre a Ashiley.

Eu já sabia o que ele iria falar, mas eu não disse nada, preferi que ele me contasse, pois saber algo do Noah pelo Lee é o mesmo que dizer que Justin Bieber e Selena Gomez estão juntos, as vezes a gente acerta e outras não. Não é algo totalmente concreto.

-Pode falar.-toco em seu ombro largo.

-Quando eu tinha 10 anos eu me apaixonei por ela. Sabe, amor de criança?-ele olha para mim esperando alguma resposta, mas logo continua.-No aniversário de 10 anos dela eu a pedi em namoro e ela aceitou. Nosso namoro não durou muito porque ela se mudou para a Inglaterra.

Lee havia dito que era quando ele tinha 12 anos, ou seja ela tinha 11. Tá vendo como não dá pra confiar totalmente no Lee quando se trata do Noah?

-E por que ela se mudou?-perguntei curiosa.

-A avó dela morreu e o pai dela conseguiu um emprego melhor lá. Trocávamos cartas, várias cartas por mês, até um dia em que ela me mandou uma carta dizendo que não dava mais pra ficar assim e que ela já tava namorando outro, por isso ela não respondia mais as minhas cartas.

Agora sei que Ashiley é uma galinha desde pequena. Como pôde fazer isso com o meu Noah? Mas pensando por outro lado foi melhor assim, ele descobriu antes que fosse tarde que ela era uma vadia.

-Mas não acaba por ai.-diz ele interrompendo meus pensamentos.

-O que mais aconteceu?

-Depois de dois anos ele veio passar as férias em Los Angeles. Me pediu desculpas, disse que me amava e eu aceitei. Ficamos durante as férias dela. Antes de ela ir perguntei se estávamos namorando e ela disse que não. Eu sofri muito por essa garota, mas agora eu não sinto nada por ela. Desde o dia em que eu percebi que estava completamente apaixonado por você,até mesmo antes disso, eu não pensava nela, nem penso.

Dou um sorriso. Achei muito fofo ele dizendo que está completamente apaixonado por mim, em tudo oque ele me falou só aquilo ficou na minha cabeça.

-Eu sei que não pode viver sem mim Noah.

-Você também não pode viver sem mim Shely.

Dou um sorriso, ele se aproxima e me beija. Nesse momento eu não conseguia entender o como eu consegui ficar com raiva dele, se tudo nele me fazia bem.

-Acho que já quebramos demais a regra número um.-digo sorrindo.

-Não quero mais que fique com raiva de mim.-diz colocando a mão sobre meu rosto.-E você nem deixou que quebrassemos a regra número um, foi logo saindo, nem olhou para mim.-disse rindo.

-Só promete que vai ficar o máximo possível longe dessa garota.

-Já falei que fica linda com ciúmes?

-É sério.-insisto.

-Eu também estou falando sério.-ele sorri.

Nossa, aquele sorriso. Eu queria muito beijar aquela boca.

-Promete.

-Prometo. Irei ficar o máximo possível longe dela.

Olho Lee correndo com um sorriso de criança na nossa direção.

-Vai ter festa na casa dos Flynn!-gritou ele comemorando.-Um monte de gente marcou presença. Estão doidos para ver o Flynn.-ele revira os olhos ao falar o nome do seu irmão.-Iiiiiih!-seu tom não era bom, algo de ruim iria acontecer.-Parece que a Ashiley também vai.

Noah e eu nos olhamos.

Parece que essa festa promete.


Notas Finais


Espero que tenham gostado -)
Nos vemos nos comentários ;)
Até a próxima :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...