1. Spirit Fanfics >
  2. A Barraca do Beijo -Beauany >
  3. Saudades...

História A Barraca do Beijo -Beauany - Capítulo 16


Escrita por:


Capítulo 16 - Saudades...


Fanfic / Fanfiction A Barraca do Beijo -Beauany - Capítulo 16 - Saudades...

Agradeço mentalmente por esse baile ser praticamente o último dia que eu veria meus colegas.

Mas... Hoje eu ainda teria a festa de aniversário na casa do Noah.

- Mãe cheguei! -Grito e subo até meu quarto. 

Preciso de um banho! Vir a pé pra casa foi a pior escolha!

Assim que cheguei no meu quarto tomei uma ducha, eu e o Noah tínhamos inventado de fazer uma festa a fantasia na casa dele.

Minha roupa alugada de diabinha estava em cima da minha cama.

- Amore como foi lá? -Minha mãe entra no meu quarto.

- Foi legal, teve uma hora que revelaram as fotos tiradas no nosso ano, até fizeram uma Barraca do Beijo idêntica a minha e do Noah. -Sorri para ela.

- Sabe que horas são?

Olho no meu celular era quase meia noite.

- Parabéns minha morena. -Ela me abraça e eu retribuo.

- Obrigada mãe! 

- Parece que era ontem você e o Noah correndo pela casa. 

- Tem certeza que não foi ontem? 

- Para de brincadeira! Vai se arrumar para sua festa. -Ela me dá um beijo na testa e sai do quarto.

Visto minha fantasia e vou a pé até a casa do Noah, embora eu esteja muito mal pelo Josh hoje eu não posso demonstrar, afinal é o dia do Noah e o meu também. 

~ Quebra de tempo ~

Noah estava fantasiado de um preso com uma máscara também listrada de preto e branco.

- O Josh vai vir? -Pergunto.

Noah muda a expressão.

- Ele me disse que iria hoje para a escola de dança, mas isso é bom não é? 

- Sim! Claro... Isso... É ótimo. 

- Vamos lá? -Ele estende a mão depois de colocar a máscara.

Tendo dar o meu melhor sorriso e seguro a mão dele.

Adoro meu aniversário, mas cumprimentar todas as pessoas é tediante.

No final do parabens eu e o Noah assopramos as velinhas.

Ele me conta no ouvido o pedido dele.

Regra número 1: O único que pode saber do seu pedido de aniversário é seu melhor amigo.

- O que pediu? -Ele pergunta.

- Nada. Acho que esse ano eu não quero nada. -Sorrio fechado.

Ele concorda com a cabeça.

Comemos o bolo e os pais do Noah sobem para o quarto deles, o pessoal aumentou o som e aproveitamos o resto da festa.

Embora eu não estivesse no clima pra festa eu fiz o meu possível pra deixar o Noah feliz.

Ele estava dançando com a Sina, tinham vários casais na festa dançando junto ou se beijando, o sentimento de culpa por magoar o Josh só aumentou.

Eu sinto falta dele, eu queria estar com ele agora. 

Olhei para a janela do quarto dele com a luz apagada.

Ele já deve ter ido embora, e mais uma vez eu fui uma babaca com alguém que eu gostava.

Não consigo ficar aqui.

Quando eu fui entrar dentro da casa do Noah ele me chamou segurando meu ante-braço.

- Any tá tudo bem?

- Não da Noah! Eu não consigo mais agir assim.

- Agir como Any? 

- Como se nada tivesse acontecido, como se a minha história com o seu irmão tivesse sido apagada. Não dá mais pra mentir pra mim mesma e pra você! -Me soltei dele e corri para dentro de casa, quando estava no corredor ele me chamou.

- Any espera! Calma. 

Parei de andar e me virei pra ele.

- Você tá muito estranha. -Ele diz erguendo uma sobrancelha.

- Eu te amo Noah! Mas acontece que eu também amo o Josh. Eu quero ficar do seu lado pra sempre, mas ser meu melhor amigo não te dá o direito de dizer pra mim quem eu devo me apaixonar. E se eu não gostasse da Sina? O que você iria fazer? 

- É diferente Any, a Sina não é sua irmã e não tem nenhuma regra que envolva ela.

- Nós inventamos essas regras quando éramos pequenos. 

- O que tá querendo dizer Any?

- Eu to querendo dizer que eu amo o Joshua Beauchamp, assim como fiquei feliz por você e a Sina você devia fazer o mesmo por mim. Se não pode aceitar a minha felicidade e também ficar feliz por mim, então é porque não é o meu melhor amigo. 

Meus olhos já se encheram de lágrimas.

- Você tá cometendo um grande erro.

- É a minha escolha.

Ele deu um pequeno sorriso fechado.

- Eu te amo Any, se for pra te ver feliz eu aceito isso. 

- Aí meu Deus, muito obrigada! -Fui até ele e o abracei sendo retribuída.

Nos separamos.

- Eu preciso achar o Josh, será que ele já foi embora?

- Tá legal, eu vou te ajudar! 

- Vou avisar minha mãe que estamos saindo.

- Eu vou pegar o carro, você dirige, te espero lá fora.

- Tá bem! -Sorrio e saio dali.

Quando chego no final do corredor eu chamo ele.

-Ei Noah!

- Que foi?

- Eu te amo. -Sorrio.

- Eu também te amo, agora vai logo! 

- Tá!

Corro até o banheiro e ligo para minha mãe que devia estar em casa.

- Alô mãe? Eu vou com o Noah para o aeroporto encontrar o Josh, tudo bem?

- Essa é minha garota! Se cuida meu bebê.

Desligo e celular e corro para a frente da casa onde o Noah já estava com o carro. Sentei no banco do motorista, coloquei o cinto e dei partida no carro.

- Pronto? 

- Aham.

Caramba e se não der tempo? 

- Acha que a pior coisa foi ver a cara do Josh no baile, será que ele tá muito bravo comigo? Não importa! Eu vou encontrar ele, dizer os meus sentimentos e falar o quão boba eu fui. 

- Acabou de dizer. 

Eu olho para ele e ele tira a máscara. 

- CARAMBA JOSH? AÍ MEU DEUS! -Sem querer acabo não vendo que ainda estávamos na pista de carros.

- Any cuidado! -Ele me avisa e eu volto meu olhar para frente. - Que nos matar doida? 

- Você tá aqui! -Sorrio. 

- Se quiser dizer o quão boba você foi eu to disposto a ouvir. -Ele sorri.

Estaciono o carro e olho para ele.

- Foi ideia do Noah isso, não foi? 

- Trocar as fantasias? Claro que foi.

- Achei que estivesse embarcando no avião agora.

- Eu não podia perder a oportunidade de te ver antes de ir. 

- Depois de eu ter te dado um fora na frente de todo mundo? Coragem hein. 

- Ei! Assim você faz eu me arrepender de ter vindo. -Ele cruza os braços.

- Desculpa, não sabe o quanto eu to feliz de te ver, muito obrigado por estar aqui mesmo eu ter dito aquelas coisas no baile. -Dou um sorriso fechado.

- Eu te amo bobona. 

Aquelas palavras e aquele sorriso... Eu sou rendida por ele, e olha que é ele que está vestido de ladrão.

- Vai ficar parado me olhando ou vai me beijar? -Ergo uma sobrancelha.

Ele coloca as mãos pra cima em sinal de rendição e se aproxima de mim, dá uma puxada na minha nuca fazendo com que nossos lábios se tocassem.

Que saudade daquela boca e daquele beijo! 



Notas Finais


Nosso casal tá de voltaaaaa!!!!
Mas como toda a história, essa está chegando no fim ;-;

Noah ganhou todo meu respeito
Any ganhou a felicidade que precisava.

Mals por ter postado o cap beeem tarde!!

Beijoos ❤️ Até o próximo cap...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...