História A Batida do Seu Coração - Jikook - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin, Shonen-ai, Yaoi
Visualizações 42
Palavras 469
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Adaptação de uma das obras da ©Kira Urashima 😊

Boa leitura!

Capítulo 1 - Único


Na noite escura é quando mais me lembro de você. Quando a luz da lua ilumina o chão do meu quarto, deito-me nele para olhar o céu e lembrar-me de seus olhos, brilhantes como estrelas, que ardem num castanho brilho incandescente. Olhos que, ao me olhar, me fazem derreter o coração e o resto de juízo que ainda tenho.

Não penso em nada quando escuto seus passos vindo até a minha cama. No meio do caminho, o sobretudo preto que você usa é abandonado e, com displicência, revela-me o peito desnudo, bem talhado: o lugar onde eu mais gosto de deitar e descansar meus medos e vontades.

Meu corpo treme de excitação ao sentir suas mãos aproximarem-se do meu rosto. A maneira como acaricia meus cabelos enlouquece meus sentidos, gemidos escapam dos meus lábios quando sinto sua respiração perto do meu ouvido.

Sua voz grave amolece minhas pernas; meus poros gritam. Sinto a pele em brasa e suo frio ao menor contato da sua pele com a minha.

Minhas mãos fraquejam, numa tentativa débil de aprofundar-me em sua carne e abraçá-lo como se pudesse colocá-lo dentro de mim, muito mais do que você já está.

Palavras desconexas emergem de minha garganta. Não consigo decifrar o alvoroço que sinto dentro de mim. Não controlo minha voz, minha mente enlouquece, os olhos perdem o foco. Meu corpo vibra e molha os lençóis da cama.

—Jungkook..! – a voz sai desregulada, entrecortada pelas palpitações do meu coração agitado. Sinto-me castigado, adormecido pelo êxtase profundo, as pálpebras pesam – Jungkook...

—Hum? – seu timbre áspero provoca minha pele.

—Fique... – imploro, sedento por mais.

A visão do seu meio sorriso iluminado pelo quarto à meia luz me dá um prazer imenso. Impossível traduzir a força de seu abraço, que me acalenta e permite-me ouvir o pulsar de seu peito. Inexplicável é a textura das suas mãos nas minhas costas nuas. Indecifrável é o laço das nossas pernas e das nossas almas em todas as noites que o vento invade meu quarto trazendo seu cheiro.

—Jimin...

—O que foi? –levanto a cabeça para olhá-lo e percebo um brilho diferente iluminar seus olhos.

O silêncio toma conta do quarto. Só a garoa fina ousa falar lá fora.

—Fale, Kook... – Peço ternamente.

—Não é nada... – e ele me pressiona contra si, transferindo o ardor de seu corpo cálido. Estremeço.

—Eu te amo... –Sussurro contra sua pele, uma lágrima atrevida rola pelo meu rosto.

Jungkook estreita o abraço e eu posso sentir seu coração disparar, enquanto ele afunda seu rosto nos meus cabelos, suspirando profundamente.

Não existem palavras que possam explicar o que senti naquele momento: foi a melhor sensação que já se apoderou de mim. Nada, por mais majestoso que fosse poderia ser comparado ao que ouvi. Belos discursos seriam calados assim como o som de qualquer música. As palavras não têm a mesma intensidade das batidas daquele coração indomável que me dizem mudamente:

—Eu também te amo...


Notas Finais


Obg por ler.😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...