1. Spirit Fanfics >
  2. A bebê desaparecida - Imagine Kim Taehyung >
  3. Quem é você Kim Taehyung?

História A bebê desaparecida - Imagine Kim Taehyung - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


+1 galera <3

Capítulo 6 - Quem é você Kim Taehyung?


Fanfic / Fanfiction A bebê desaparecida - Imagine Kim Taehyung - Capítulo 6 - Quem é você Kim Taehyung?

Mary Maeve

Eram exatamente oito e trinta e cinco da noite, estava jantando com Jungkook, estávamos tendo uma conversa bem agradável desde então.

— Sim, eu estou dizendo! As pessoas são muito riquinhas lá, chega a ser enjoativo. — Disse após tomar o suco de manga que o mesmo tinha feito para mim.

 

— Eu quis te colocar na melhor escola, onde você iria ter um ensino de qualidade. Infelizmente, essas pessoas vem junto no pacote. Não está feliz com a escola? 

 

— Não é isso.. Eu gostei de lá, só hoje aprendi coisas que nunca havia que existia, o ensino é realmente bom. Mas ainda não encontrei minha cara metade lá entende?

 

— A sua o quê? 

 

— Alguém que eu possa conversar mesmo, por o assunto em dia.. Tipo um Jimin da vida sabe?

 

— Ah sim.. Mas não se preocupe isso é totalmente compreensível. É seu primeiro dia, não precisa ficar tão nervosa com isso querida, vai encontrar o seu grupo. Confia em mim certo?

 

— Confio, claro. Te agradeço por tudo que está fazendo por mim, isso eu nunca irei poder reclamar. Mas tenho medo de te machucar com toda essa história.

 

— Como assim?

 

— E se eu não for a sua filha? A cada dia que se passa me sinto mais agoniada em saber sobre isso. Não me importo em viver na rua mas não quero te decepcionar com o resultado.

 

— Primeiro: eu estou fazendo isso porque eu quero. Segundo: se você for ou não a minha filha, definitivamente não importa por que eu nunca vou te deixar, criamos um laço nesses últimos dias, e a não ser que você queira, te deixo ir embora.

 

— Não quero estar aqui por favor ou pena da sua parte.

 

— E quem disse que está? — Ele pisca para mim abrindo um sorriso. — Nada do que acontecer vai separar a gente. 

 

— Palavra de escoteiro?

 

— Palavra de escoteiro. Agora suba e durma um pouco, amanhã você tem aula.

 

— Sim senhor! — Disse fazendo sinal de continência. Saio dali e subo as escadas á caminho do meu quarto.

 

O que dizer sobre esse dia? Foi um dia bem.. Interessante. E o mais interessante de tudo foi o Taehyung. Ele claramente é um cara misterioso e por que será?

Ninguém nunca se perguntou por que ele é tão quieto mesmo sendo tão popular? Ou todos sabem da verdade mas não querem dizer?

Perguntas, e mais perguntas..

~~

 

O dia se inicia e já estava a caminho da escola. Jungkook disse que me buscaria hoje, confesso estar animada, pois combinamos de sair. Faltavam dois dias para o resultado dos exames de DNA, onde as respostas pelas quais estamos procurando estariam enfim concretas bem na nossa frente. 

Minha primeira aula hoje seria de redação, ainda não tive aula com esta turma, então talvez meu dia seria cheio de emoções: Jungkook, turma nova, Taehyung, grupo popular da escola, enfim. E tudo isso para eu não enlouquecer de ansiedade. 

Me despeço do motorista, e me direciono para dentro do colégio. 

— Merda, estou atrasada! — Bufo. Apresso meus passos para a sala de aula, e acabo esbarrando em alguém. — Você de novo? — Disse olhando para a figura á minha frente, vulgo nome é Kim Taehyung.

 

— Você gosta de esbarrar em mim ou o quê? Estou atrasado, aula de redação não dá para conversar agora.

 

— É, também não é meu dia de sorte. Estou indo pra essa aula também. 

 

— Me segue. — O mesmo pega em minha mão me levando para a suposta sala de aula. 

 

— Ei! — Ele me puxa, até que chegamos em uma sala. — Engraçadinho. Vai, você bate na porta.

 

— 'Tá com medo do professor? — Suspiro revirando os olhos. Então quando decido bater na porta para demonstrar que não estava com ''medo'', ele acaba indo junto, nossas mãos se encostam e nossos olhos se cruzam durante alguns segundos. Solto minha mão rapidamente da porta e desvio meu rosto. Ele permaneceu em silêncio, mas bateu na porta esperando que alguém abrisse.

E assim foi feito, o professor abriu, e sua cara de insatisfação nos vendo era tão nítida que cheguei a me lembrar da Sr.Martha.

— Atrasados?

 

— Sinto muito, isso não vai mais se repetir. — Digo com a cabeça baixa.

 

— Ok, entrem. Da próxima vez vou deixa-los lá fora. Estava agora mesmo passando um trabalho e já que os dois chegaram atrasados não terão como escolher com quem irão fazer. Andem, sentem em alguma mesa, farão juntos.

 

Que ótimo. Certo universo quando eu disse que queria ter a chance de conhece-lo melhor, não era para simplesmente jogar essa bomba em mim de uma vez.

 

— Ok turma, vocês terão que fazer uma redação com a dupla escolhida sobre como é a outra pessoa, como você a vê ela enfim. Esse trabalho está valendo como metade da nota do bimestre, não me desapontem. Mãos a obra!

 

— Certo. — ele começou a falar. — Meu nome é Kim Taehyung, tenho dezesseis anos e não gosto de me apresentar para desconhecidos.

 

— Ok, meu nome é Mary Maeve, tenho quinze anos e não gosto de veteranos.

 

— Quantas coisas em comum. Faltou acrescentar que ama esbarrar no parceiro de dupla.

 

— Não é bem assim, eu apenas sou um pouco distraída. Pelo menos me socializo.

 

— Você ainda não se conformou que eu não gosto de me socializar não é? Pois bem, se isso te faz se sentir melhor, gosto de conversar.

 

— O quê? 

 

— Isso mesmo. Você nunca me viu conversar com Yoongi? Aquele meu amigo que sempre me acompanha.

 

— Claro, mas isso não conta. Devem se conhecer faz tempo.. Deve fazer amizades com pessoas novas também.

 

— Isso é alguma indireta para poder virar a minha amiga?

 

— E por que a vossa alteza acha que eu quero fazer amizade com você? Está se achando muito.

 

— Sei que quer isso, anda confessa! — Ele acaba rindo.

 

— Olha só, ele sabe sorrir. Agora sim talvez eu pense no seu caso em ser sua amiga, gosto de pessoas felizes, a minha vida é caótica demais para perder tempo com pessoas infelizes.

 

— Então já posso colocar na redação que você tem uma vida muito problemática?

 

— Não.. Não quero que as pessoas saibam. Sabe guardar segredo não é senhor enigma humano?

 

— Você quer saber mais da minha vida é isso, por isso o apelido?

 

— Por que acha que estou fazendo essa redação? — Sorrio convencida.

 

— Sei. Te vejo na biblioteca para acabarmos com tudo isso garota confusão. 

 

 — Como preferir sr. Kim. 

 

Esse garoto ainda vai me dar muito trabalho..

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Desculpa qualquer erro! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...