1. Spirit Fanfics >
  2. A Bela e a Fera - Sasusaku >
  3. Surpresa (.3)

História A Bela e a Fera - Sasusaku - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Surpresa (.3)


Fanfic / Fanfiction A Bela e a Fera - Sasusaku - Capítulo 4 - Surpresa (.3)

Sakura se encontrava tranquila lendo seu livro, enquanto lá fora perto de sua casa, está havendo um tipo de festa. Uma festa feita por Sasori tinha convidados, bolo, rosas por todo lado e claro um padre.

— Está na hora de chamar a noiva – Com um sorriso galanteador vai em direção a casa de Saky

Ele bate duas vezes na porta e Sakura abre a porta dando de cara com ele, ela apenas sorri forçado.

— Bonjour Sasori

— Olá Sakura – Ele entra na casa sem a permissão de Sakura que revira os olhos e o ver analisando a casa

— Posso te ajudar com algo ?

Sasori sorri de orelha a orelha quando ela pergunta isso e começou a falar.

— Sabe Saku... não há uma garota nesta aldeia que não gostaria de estar em seu lugar, Chegou o dia... – Ele anda até um espelho e se admira, mas logo volta a falar e Sakura o olha com desinteresse — Chegou o dia dos seus sonhos virarem realidade.

— O que você sabe sobre meus sonhos, Sasori ?- Pergunta tentando entender onde ele quer chegar

— Muito! Imagine só – Se senta na poltrona, que antes Sakura estava sentada, e coloca seus pés de lama em cima da mesinha, onde se encontrava o livro de Sakura — Uma cabana de caça rústica, minha caça assando no fogo, minha esposa massageando meus pés. Enquanto os pequenos brincam com os cães. Teremos seis ou sete ? – pergunta olhando para Sakura que pega o seu livro debaixo dos pés imundos dele.

— Cães ?

— Não, Sakura. Garotos robustos como eu – Fala convencido

— Imagine só – Diz sarcasticamente, enquanto limpava seu livro

— E sabe quem será essa mulher ?

— Deixe-me pensar... – Seus pensamentos são interrompidos com a fala de Sasori

— Você, Sakura

— Sasori, eu... não tenho palavras... eu não sei o que dizer

Sasori se levanta da poltrona e pega o livro que estava nas mãos de Sakura, e o joga para longe, Sakura começa a ficar nervosa quando ver que ele se aproximava demais. Ela começa a dá passos para trás, se encostando à porta de entrada.

— Diga que casará comigo – Impressa Sakura na porta

— Sinto Muito Sasori – Sakura alcança a maçaneta — Mas eu não mereço você

Sakura abre a porta com tudo e Sasori cai para fora da casa, Sakura fecha a porta e se encosta nela respirando fundo.

|•|

Quando os musicistas veem o Sasori, começam a tocar o “Lá vem a noiva”.

— Parem de tocar seus idiotas! – Sasori grita chamando atenção de todos — Estão vendo alguma noiva aqui ? Estúpidos – Revira os olhos

Sasori anda até os musicistas e pega o maestro pelo colarinho de seu traje formal, o maestro apenas arregala os olhos com medo. Vendo a cena, Tobi corre para perto de Sasori e o vira para si, o fazendo largar o maestro.

— Respira – Fala fazendo Sasori respirar e expirar — Pense na Sakura vestida de Noiva e você a esperando no altar com um enorme sorriso.

Sasori abre um enorme sorriso ao imaginar isso, todos o olham com medo e confusos com a repentina mudança de humor.

— Casamento não será hoje, eu e Sakura decidimos adiar – Ele fala suavemente e todos começam a recolher as decorações e o altar de rosas.

Depois de todos recolherem as coisas, Tobi olha esperançoso para Sasori quando ouve o “Eu e Sakura decidimos adiar”.

— E então ? Como foi lá dentro ? Ela aceitou ? – Ao perguntar isso Sasori fica sério

— Sakura... irá ser minha esposa, por bem ou por mal – Se vira para ir embora

Tobi olha para seu melhor amigo e respira fundo, sabia que ia dá muita merda e já tinha avisado ele, mas acabou sendo ignorado por Sasori.

|•|

Sakura olha pela janele e percebe que todos foram embora, sai de casa e dá uma leve checada para ver se Sasori também tinha ido embora.

— Ele é tão babaca – Fala revirando os olhos e pegando um palmo de milho na mão e jogando para as galinhas — Ele acha mesmo que eu quero me casar com ele ? E como pode ser tão convencido ? – arfa — Idiota convencido

Sakura se senta na pequena escada e olha as galinhas se reunirem para comerem o milho.

— Eu só não saio dessa aldeia, por causa do meu pai, não quero deixa-lo sozinho nessa aldeia que a acham esquisito e que precisa de um psiquiatra.

Sakura acaba se distraindo pensando, mas logo é tirada de seus pensamentos quando ouve um cavalo se aproximando.

— Sato ? – corre para perto dele — Cadê meu pai ? – Se desespera

O cavalo olha em direção a trilha que vai a cidade, Sakura se desespera totalmente e começa a tremer.

— Me leve até ele!

Sato apenas assentiu e Sakura corre para dentro da casa e pega um sobretudo preto de seu pai.

— Vamos! – Fala se sentando no cavalo



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...