História A Belieber - Capítulo 43


Escrita por:

Postado
Categorias Barbara Palvin, Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Visualizações 370
Palavras 2.927
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OLHA EU DE NOVO AQUIIIIIII!
Turu bom?
Como foi o papo com o casal Jatherine?
Vamos ao capítulo!

NOTAS FINAIS!!!!

Capítulo 43 - XLI. Los Angeles


Fanfic / Fanfiction A Belieber - Capítulo 43 - XLI. Los Angeles

Los Angeles — 06/01/2017  07:55

 

Desembarcamos com Annie desmaiada nos braços de Justin.
A equipe de Justin conseguiu que fossemos liberados na pista mesmo, um carro já nos esperava com mais dois fazendo sua escolta.
Aparentemente todos sabiam sobre o noivado, que nos casaríamos no fim do ano e que Selena estava esperando seu primeiro bebê.
Isso gerou um furdunço entre os paparazzis, então todos estavam enlouquecidos para a primeira foto depois de toda alegria e dias longe dos flashes.

Justin estava extremamente tenso, mas minha ficha parecia não ter caído ainda.
A alegria de todos os dias em Turks and Caicos ainda estava tão presente que eu não queria deixar a realidade estragar nosso momento.
Ele se preocupava em mandar todos para casa em segurança, principalmente Selena que não podia se estressar por conta do bebê.

— Vamos fazer assim... Eu e Madison saímos primeiro meio disfarçados para atrairmos atenção, depois Selena sai, em seguida John e Sammy, então você sai com Katie e Annie — sugere.

— Assim tantos carros vão deixá-los confusos sobre qual seguir e vocês conseguem chegar em casa seguros — conclui seu pensamento.

— Amor, eu não me importo de ser fotografada, contato que cheguemos bem em casa, só quero que Selena não passe nervoso — o tranquilizo.

— Eu estou bem, nós todos estamos, nossa viagem foi perfeita, não vamos deixar que eles estraguem isso, não hoje, vamos ficar calmos e tudo dará certo — acaricio seu rosto e ele sorri mais calmo.

— E se Madison e Ryan saírem normal, aí nos abaixamos no banco de trás — René sugere e eu concordo.

— Pode ser que dê certo — Justin fala pensativo arrumando Annie em seu colo.

— Vou acordá-la, ela é pesada — ele nega protegendo seu sono e eu riu.

— Os meus seguranças vão escoltando o carro que vamos sair com Ryan para o caso das coisas percam o controle — Selena dá o veredito.

— Agora vamos porque eu estou morta — implora nos fazendo rir.

Ela entra no carro e se abaixa com René. Jogo uma coberta em cima deles fechando a porta.

— Trave-as — falo para Maddie que assente.

Um carro vai na frente com os seguranças, o deles no meio e mais um atrás.
Assim que o portão é aberto é como se uma nuvem de The Walking Deads cercassem o carro dificultando a saída dos carros, mas logo eles arrancam e somem com o portão sendo fechado.

— Nós vamos agora, sendo seguidos pelos seguranças e vocês — John fala e assentimos.

Entramos no SUV no banco de trás e eu escondo o rosto de Annie dos flashes que dorme nos braços de Justin com as pernas no meu colo.
Antes de chegarmos ao portão seguro a mão de Justin lhe passando segurança de que eu não estou incomodada.

— O que vamos fazer hoje? — Puxo assunto para distrai-lo que ri.

— Surpresa! — Fala animado e eu riu.

— Mais tarde eu tenho a entrevista com a Vogue, não podemos nos atrasar — aviso e ele assente.

— Você não irá se atrasar — fala e os flashes começam a invadir o carro sem parar.

— Nossa viagem foi maravilhosa, nosso ano vai ser perfeito, eu amo você — falo e lhe dou um beijo nos lábios.

— Vai ser o melhor ano da nossa vida — concorda e beija a minha testa.

Passamos pelos paparazzis sem muito esforço e nos dirigimos para uma confeitaria para termos nossa primeira conversa com nossa cerimonial.
Estava tão animada que mal conseguia ficar sentada no banco do carro.
Passei o resto dos dias olhando tudo que eu pude sobre decoração, vestidos, flores e eu terei que escolher para três cerimonias.
Nossa cerimonial é a melhor do país e, terá que ficar em constante contato comigo, com certeza nos encontrar na turnê, se não esse casamento não sairá no fim do ano.

Acordei Annie quando estávamos próximos ao local para que ela despertasse e se livrasse da cara de sono.

— Oi meu bebê — beijei suas bochechas quando ela veio manhosa para o meu colo.

— Acho que dormi demais, Tata — fala me fazendo rir.

— Eu também acho, mas o seu tio não me deixou acordar você — conto e ela sorri cumplice para ele que saiu um pouco do celular.

— Você precisa trabalhar? — Pergunto já sabendo e ele ri.

— Enquanto você der a entrevista para a Vogue eu vou ter uma reunião com Scooter, precisamos resolver algumas coisas — assinto e ele sorri.

— Você está bonita — Annie fala se deitando em meu peito e eu riu.

— E você que é bonita, como fazemos? — Justin pergunta apertando a barriga dela que ri gostoso.

— Você também é bonito, tio — pisca para ele nos fazendo rir.

Quando chegamos ao local Justin pegou Annie no colo e segurou minha mão com firmeza para entrarmos na confeitaria.
Os paparazzis já estavam ali por terem no seguido e por terem suas fontes.
Entramos atraindo muita atenção para nós com a Hostess nos levando para a mesa que Justin já havia reservado.
Nos acomodamos o mais longe possível das janelas, mas mesmo assim eles nos tinham na mira de suas câmeras que não paravam de fotografar.

— O que a senhorita vai comer? — Pergunto a Annie que observa o cardápio.

— Tio... — Chama e ele larga o celular lhe dando total atenção.

— Peça o que quiser, se não conseguir comer levamos para casa — fala cumplice dela me fazendo rir.

— Então eu vou querer... — Fala pensativa e eu gargalho com Justin.

— Panquecas, ovos, bacon, suco de laranja e um pedaço bem grande de bolo de chocolate — fala me fazendo rir.

— Meu Deus! — Falo chocada e ela ri.

Justin pede tudo o que Annie pediu para nós três, mas no pedido dele inclui um open infinito de café preto.
Sua noite de sono não foi boa por conta da ansiedade de voltar para casa e eu não estava muito diferente para não o deixar sozinho pensando bobagens.

Observo a loira vindo em nossa direção com a Hostess e já fico imediatamente nervosa apertando a mão de Justin que ri.
Ela se acomoda ao lado de Annie ficando de frente para nós.

— Bom dia, senhorita Chermont, senhor Bieber, sou Geórgia Campbell a cerimonial de vocês — estende a mão e nós apertamos sorrindo para ela.

Ela tira um caderno da bolsa com uma caneta e seu iPhone. Ela mexe em algumas coisas e põem nossa conversa para gravar.

— Antes de tudo, você se importa em assinar um termo de confidencialidade? — Justin pergunta pegando em minha bolsa e ela nega rindo.

Ele lhe estende o papel e ela assina rapidamente nos devolvendo.

— Depois mandarei para vocês o meu contrato de trabalho com os valores e etc — assentimos.

— Esta é minha sobrinha Annie-Marie e minha dama de honra — apresento e elas apertam as mãos nos tirando risos.

— Você é bonita — Annie fala e ela sorri.

— Obrigada, você também é linda — ela sorri tímida e me olha que sorriu.

— Vocês já fizeram algum anuncio oficial sobre o casamento? — Pergunta e nós negamos.

— Então eu sugiro que vocês façam uma coletiva de imprensa para que não haja desentendimentos, como gravidez — sugere.

— Concordo — Justin fala e eu assinto anotando em meu bloco de notas para conversar com Jasper.

— A data é 23/12/2017? — assentimos.

— Qual local? — eu e Justin nos olhamos e rimos.

Nossas comidas são entregues e oferecemos para que ela coma conosco que nega.
Damos algumas garfadas pela fome, mas logo retomamos o assunto.

— Uma benção budista em Bali, um casamento extremamente intimo em Turks and Caicos na ilha particular de Justin e no quintal da minha avó em Paris — ela anota tudo em uma velocidade surpreendente.

— Vocês já tem algum lugar em vista em Bali? — Pergunta e negamos.

— Então vou procurar os melhores locais para que possamos fazer isso e um monge que esteja disponível, vocês gostariam que as cerimonias fossem próximas ou espaçadas? — nos olhamos rapidamente.

— A turnê estará puxada este ano, então acredito que tudo tenha que ficar para o fim do ano — concorda anotando.

— Vocês farão apenas uma benção religiosa no Caribe? — pergunta e assentimos.

— Já sabem quem a fará? — assentimos.

— Rich Wilkerson, Carl Lentz e Chad Veach — avisa e ela o olha rindo.

— Essa será uma cerimônia muito abençoada — assentimos e Justin beija a minha bochecha.

— Em Paris toda cerimonia e festa serão no quintal da sua avó? — Pergunta e eu assinto.

— Precisarei conhecer o local — informa e eu assinto.

— Já tenho uma passagem pronta precisamos apenar marcar, minha avó receberá você para o que for preciso, eu não poderei ir, infelizmente — informo e ela assente me tranquilizando.

— Preciso saber como serão as listas para as cerimonias de Bali e Caribe — pede.

— Serão no máximo 100 pessoas para os dois — informo e ela assente.

— Estamos revisando a lista para termos certeza de que não falta ninguém — concorda.

— Agora a lista para Paris está sendo feita pelos nossos Relações Públicas e estamos na faixa de 800 convidados ainda e provavelmente vai aumentar — mordo meu lábio e ela ri me tranquilizando.

— Um buffet de luxo cobra no mínimo 100 dólares por prato dependendo do que for pedido, tem certeza que farão um casamento deste tamanho — pergunta e eu arregalo meus olhos olhando para Justin que ri.

— Está tudo bem, Geórgia, dinheiro não é problema, queremos o casamento dos sonhos — Justin fala e eu fico tensa.

— Enviaremos aos convidados a encolha carne, peixe ou frango com antecedência e o menu passará pela aprovação de vocês — assinto.

— Para Bali e Caribe vocês fretarão um avião ou compraram passagens comuns? — Pergunta e eu arregalo meus olhos novamente.

— O que sai mais barato? —Justin pergunta acabando sua terceira xicara de café e eu peço que o garçom a tire dali e ele me olha confuso.

— Você sempre fica mal quando bebe café demais, três xicaras é o suficiente — falo e ele assente beijando minha testa.

— Avaliarei e depois falo para vocês — assentimos.

— Já sabem quem serão os padrinhos e as madrinhas — assentimos.

— Para Bali e Caribe, Madison Chermont e Selena Gomez — informo as minhas e ela anota.

— Os meus serão Ryan Butler, René Chermont e Chaz Somers — assente.

— Paris? — pergunta.

— Estamos avaliando ainda, Justin tem muitos amigos — assente.

— Quais serão as cores dos vestidos? — pergunta. 

— Para Bali e Caribe quero algo bem clean, sugere algo? — Pergunto e ela assente.

— Rosa queimado, azul Tiffany, azul caribe, azul Bali, Oceanic — sugere me mostrando as cores no iPhone.

— Azul Tiffany — escolho e ela assente anotando.

— O vestido será igual ou elas escolheram? — pergunta.

— Elas escolhem, mas tem que ser essa cor — assente anotando.

— Padrinhos? — pergunta a Justin.

— Calça bege e camisa branca — informa e ela assente.

— Meus trajes serão feitos pela Balmain — completa e ela assente.

— Para Paris as madrinhas usarão preto — aviso e ela assente sorrindo.

— Tão moderna, adoro noivas modernas — rimos.

— Annie usará a mesma cor das madrinhas? — nego e troco um sorriso com minha pequena que estava muito calada.

— Usará branco — assente anotando.

— Ela e Jazzy usarão branco, minha outra daminha de honra — assente.

— Jaxon usará algo que Olivier fará para ele e Justin — assente.

— Seu vestido? — sorriu nervosa e ela sorri.

— Estou entre Albertta Ferretti, Carolina Herrera, Oscar de La renta e Vera Wang — rimos.

— Você terá três casamentos, pode usar três estilistas — assinto animada e ela ri.

— As alianças? — Justin sorri apertando minha mão.

— Eu vou desenhar, não se preocupe — assente anotando.

— Decoração? — Pergunta.

— Em Bali eu quero algo bem colorido, bem vivo, escolha algumas opções de flores para me mostrar depois — assente anotando.

— Quero rosas, lírios e orquídeas com certeza — assente anotando.

— Mas rosas não eram clichês? — Annie pergunta e eu riu.

— Tio Justin soube me conquistar depois dos buques que me mandou — beija minha bochecha e eu riu.

— Quero paredes de flores em Paris, como no casamento de Kim — concorda anotando.

— Quem vai ser a decoradora? Preciso do número dela — pede.

— Nicole Gerald — passo seu contato e ela anota.

— Vamos marcar uma reunião para escolhermos isso — assinto.

— Confeitaria e o menu: vou escolher os buffets e as confeitarias para irmos fazer as provas dos pratos, doces e escolher o bolo — assentimos.

— Convite vocês vão querer a mão, certo?! — assinto e Justin concorda depois de mim rindo.

— Devem sair também uns cem dólares por convite — Justin concorda.

— Vou escolher algumas opções e vamos lá escolher — assentimos.

— Você tem até 14/02 para fazer tudo que precisamos estar aqui em LA, porque dia 15 estaremos no México — anota isso e assente.

— Lua de mel? — pergunta e eu fico extremamente animada.

— Estou preparando um roteiro surpreendente — Justin fala e eu fico chocada.

— Você não me falou isso — ele gargalha.

— Surpresa, baby — me dá um selinho rápido.

— Ensaio geral será na casa da sua avó? — assinto e ela anota.

— Tenho algum limite de gasto? — Pergunta olhando para Justin que ri.

— Nenhum! Faça o casamento dos sonhos para a mulher da minha vida — fala e abraça meu corpo de lado me fazendo rir.

— Agora eu preciso conversar com os noivos separadamente, por favor — pede e eu assinto.

— Termine de comer que eu vou primeiro —Justin fala beijando a minha testa e de Annie.

 

Justin Bieber’s P.O.V

Geórgia me observava e eu ri nervoso ajeitando a gola da minha camiseta.
Grande parte do que elas conversaram eu não entendi, mas eu queria estar perto dela no momento que ela escolhesse tudo, quero dar a minha opinião, sei que isso é importante para ela, mesmo que para mim seja importante ver apenas a mulher da minha vida entrar vestida de noiva.
Eu vou acompanhar todas as decisões, vou opinar honestamente, porque ela quer que seja o nosso casamento, não o seu casamento só e é exatamente por isso que eu a amo tanto. E outras coisinhas mais.

— O que pensa sobre o amor, Justin? — Pergunta me tirando dos meus devaneios e eu sorriu.

— Eu não sabia o que era amor até conhecer Katherine. Ela é a maior definição de amor para mim, companheira, amiga, presente, respeitosa, torna os meus dias melhores, não existe outra definição de amor que não seja: Katherine — falo e ela assente sorrindo parecendo ter gostado do que ouviu.

— O que acha do casamento? — Pergunta.

— Acredito que quando amamos tanto alguém queremos dividir tudo com ela, até mesmo o teto e dentro de um relacionamento precisamos dar o próximo passo — concorda ainda sorrindo.

— Você ama Katherine? — Pergunta e eu sorriu.

— Amo mais que tudo, é a mulher da minha vida — trocamos um sorriso.

— Você está apaixonado? — riu e ela me acompanha.

— Não sei como isso é possível, mas a cada segundo eu fico ainda mais apaixonado por ela — falo e ela olho rapidamente que conversa com Annie.

Eu vou me casar com o amor da minha vida! Isso é tão fantástico.
Ela não perde por esperar pela surpresa que terá mais tarde.

 

Katherine Chermont’s P.O.V

 

Quando Justin voltou sozinho ele me deu um beijo rápido se sentando e eu caminhei até Geórgia que sorria para mim abertamente.
Ela parece uma ótima profissional e ainda pela quantia que vai ganhar isso faz que seu trabalho tenha que ser ainda mais perfeito.
Gostei de como nos entrosamos, de como ela me ajudou em minhas escolhas, realmente gostei dela.

Terei que conversar com Justin sobre meu pai querer pagar o nosso casamento. Ele faz questão, falou que quer dar esse luxo a sua única filha. Para que eu não tenha dó de gastar seu dinheiro que eu sempre recusei depois que comecei a ganhar o meu.
Eu preferia pagar por tudo isso sozinha, mas os dois jamais permitiriam.

Acomodo-me na cadeira a sua frente e ela sorri me fazendo retribuir.

— Você está animada, Katherine? — Pergunta e eu quase explodo rindo.

— Me chame de Katie, por favor — assente.

— Geórgia, eu estou a ponto de explodir como fogos de tão feliz — conto e ela ri com meus pulinhos.

— Você está ansiosa? — Pergunta e eu riu.

— Eu estou muito ansiosa para que o dia chegue logo, mas tão tranquila por saber quem me esperará no altar, eu não tenho dúvidas sobre a minha escolha — sorri e eu retribuo.

— O que você acha do casamento? — Pergunta.

— Para mim é algo muito sério! Meus avós e meus pais sempre me deram exemplos de casamentos lindos. Nunca foi meu sonho casar, mas quando Justin entrou em minha vida foi como se todos os passos que nós demos fossem nessa direção e não podíamos estar mais certos — sorrimos uma para a outra.

— O que você pensa do amor, Katie? — sorriu apaixonada.

— O amor para mim é o melhor sentimento do mundo — quando se é com a pessoa certa, como Justin. Sinto que estou no lugar certo. Em um relacionamento baseado em amor, confiança, respeito e amizade, não poderia ser melhor — concorda sorrindo.

— Você ama seu noivo? — riu e ela me acompanha.

— Tanto quanto um dia de Sol — admito e ela sorri com carinho.

— Você está apaixonada? — pergunta e eu ponho minhas mãos no peito.

— Eu me pergunto como pode existir tanto fogo em um relacionamento, como mesmo depois de ama-lo ainda acha-lo perfeito como só a paixão faz — rimos.

— Obrigada por suas respostas — assinto e nos levantamos voltando para a mesa.

Me sento ao lado de Justin, mas ela continua em pé.
Ela aperta a mão de Justin e trocamos um abraço apertado.

— Meus parabéns, vocês estão prontos para este passo tão importante no amor! — segura nossas mãos e trocamos sorrisos.

— Este aqui é o meu contrato. Avaliem com os advogados e no próximo encontro me entregam com alguma mudança que queiram fazer ou apenas assinado — assentimos.

— Tchau Annie, amei conhecer você — fala abraçando minha pequena que sorri.

— Uma sugestão: se houver algo que estejam escondendo ou que queiram contar, este é o momento, depois daqui não existirá mais como — me olha diretamente e eu fico chocada.

 

Continua...


Notas Finais


Look chegada a LA: https://www.polyvore.com/los_angeles/set?id=230167005

ELES VÃO CASAR MESSSSMO, PORRRRAAAA!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...