História A Biblioteca - Imagine Jung Hoseok. - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias 1 Litro de Lágrimas (Ichi rittoru no namida)
Visualizações 15
Palavras 527
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura ♡

Capítulo 2 - Capítulo 2.


Fanfic / Fanfiction A Biblioteca - Imagine Jung Hoseok. - Capítulo 2 - Capítulo 2.

[...]

Ando através pelas pessoas com mentes ocupadas o suficiente para nem prestarem atenção por onde andam. Hoje em dia o mundo é movido pelo dinheiro, tudo é comprado hoje em dia. Menos amigos ou amores. Deve ser por isso que achar um amor verdadeiro é tão raro. Não existe loja de amores ou amizades...

Encontrava-me distraída e com os pensamentos perdidos em frente à uma pequena floricultura, as flores tão bem cuidadas e floridas, por algum motivo - ainda desconhecido, muito provavelmente não irei descobri-lo tão cedo, ou nem descobrirei - eu sinto que aquelas flores seriam especiais para alguém. Talvez minha mãe? Elas esbanjavam felicidade e cores fortes, talvez dessem vida ao quarto de minha mãe? 

Tinham tantas flores, a senhora já de idade que atendia às pessoas que iriam comprar parecia ser tão simpática. Ela utilizava uma camiseta com uma flor desenhada, uma rosa avermelhada. Penso em comprar uma flor para minha mãe, mesmo que fosse a mais simples; mas o dinheiro que eu tinha era para comprar o remédio para minha mãe hoje.

- Olá jovem! - Diz a senhora. - Quer alguma flor? São baratinhas, além de ter vários buquês para os namoradinhos. - Ela diz dando uma risada bonita de se escutar.

- Ah... Não. Obrigada senhora, talvez em outra hora! - Digo dando passos rápidos dali. Eu sempre fui fascinada por flores, além de serem motivos de felicidade, são também de tristeza. O que quero dizer? Você dá flores para alguém uma data especial, como dia das mães, aniversários. Mas também dá quando perde alguém, como num funeral; na qual seu caixão é lotado de flores coloridas. Talvez as pessoas que deram essas flores se arrependeram de não ter dado rosas ou coisas suficientes para essa pessoa antes que ela se fosse para sempre. 

Ando mais, completamente distraída, até sentir meu corpo se colar com outro, logo caindo. 

- Desculpe moça! - Diz a voz masculina e doce, pegando em minhas mãos; me levantando. 

- Não foi nada! - Digo completamente corada, suas mãos eram macias e nesse exato momento minha respiração estava meio desregulada. 

- Eu ia na direção da floricultura, estava completamente distraído! Foi falta de respeito da minha parte, desculpe-me. - Ele era tão educado. Seus cabelos estavam um pouco agitados pelo vento gélido de inverno, por que isso me chama tanta atenção? 

- Não precisa se desculpar, eu também estava distraída. Adeus. - Digo parecendo seca, não me julguem, não foi por mal. Eu estou tão corada que poderia fazer comercial de legumes estreiando como "S/n, o tomate!".

Depois dessa confusão toda, pego minha bolsa que ainda estava no chão, e saio daquele lugar sem nem deixar o homem desconhecido falar suas palavras. Chego na biblioteca colocando minha bolsa no balcão, me jogando em uma das cadeiras que os leitores ficam. Antigamente - de acordo com minha mãe - as bibliotecas eram cheias, tanto para procurar livros para temas à apenas interesse em ler um bom livro, independente do horário. Hoje em dia estamos no celular, há livros online, não é necessário ir em uma biblioteca. Mas mesmo assim, há quem venha pra ler alguma coisa.


Notas Finais


Até um próximo capítulo 🌻✨


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...