História A Brasileira e o popular - Capítulo 14


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7, HyunA, Red Velvet, TWICE
Personagens BamBam, Chaeyoung, Dahyun, HyunA, Irene, Jackson, JB, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jihyo, Jinyoung, Jisoo, Joy, Jung Hoseok (J-Hope), Jungyeon, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Mark, Min Yoongi (Suga), Mina, Momo, Nayeon, Park Jimin (Jimin), Rosé, Sana, Seulgi, Tzuyu, Wendy, Yeri, Youngjae, Yugyeom
Tags Bts, Coréia, Escola, Romance
Visualizações 176
Palavras 818
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Fluffy, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Volteiiiiii

Boa leitura💋

Capítulo 14 - I need a blood. - Primeira Temporada


Fanfic / Fanfiction A Brasileira e o popular - Capítulo 14 - I need a blood. - Primeira Temporada


Hyuna pov's

Fico andando de um lado para o outro, para saber o que fazer. Como vou me responsabilizar sobre isso? Como vou falar com a mãa dela? Ai meu Deus, essa foi a pior ideia da minha vida trazer essas crianças aqui. Bom, vou ir chamar o Jungkook e as meninas para irmos logo. Saio de dentro do meu quarto e vou ao quarto do Jungkook.

-EI! JUNGKOOK, ABRE A PORTA!- Grito para ele escutar.

-Aff Hyuna, que se quer?- perguntou grosso

-Primeiro, me respeite, segundo, se arruma agora, eu preciso ir para o hospital.

-Vai sozinha

-Não, você vai comigo, vai logo.

-Tá bom, me dá 5 minutos.- ele fecha a porta

-Vamos- ele fala bocejando

-Calma, preciso passar no quarto das meninas ok?

-Aff, elas vão também?- falou bufando

-Sim, não reclama

Passamos nos quartos delas, e de olhar nos seus rostos era triste, eles estavam inchados de tanto chorar. É, elas gostam mesmo dela. Chamamos o uber e fomos ao hospital, como será que está lá?

Jimin pov's

D-A s/n perdeu muito sangue, estamos no meio da cirurgia para ela parar de perder tanto sangue. Ela vai precisar de uma doação de sangue.

-O-ok como eu posso doar?

D-Você sabe seu tipo sanguineo?

-O meu é A positivo

-O tipo dela é O negativo, as pessoas que tem esse tipo, só podem receber esse tipo sanguíneo. Algum parente dela está por perto?

- o irmão dela está vindo, serve?

-Sim. Quando ele chegar fale para a recepcionista me avisar.

-Obrigada doutor. Salve ela, por favor.

-Farei o meu melhor.

Fico esperando eles chegarem, até que vejo a Hyuna.

-Jimin! Como ela está? 

-Ela precisa de uma transfusão de sangue. O tipo dela é O negativo. Algum de vocês são?

-Eu não - falaram todos em coro

-Ei, o que tá acontecendo?- pergunta o Jungkook confuso.

-Jungkook, a S/N tentou se matar- eu disse quase chorando

-C-omo? C-o-mo assim? M-inha irm-ãz-inha.-Disse chorando

-Sim Jungkook, ela se jogou do último andar do Hotel.

Ele começa a chorar, mas algo me diz que ele está envolvido com a morte dela, não senti pena quando o vi chorando. Deve ser algo da minha cabeça.

S/n pov's

Eu abro meus olhos e vejo uma luz branca. Olho para os lados e percerbo que estou no hospital. Começo a chorar, como assim eu não morri? Nem para isso eu presto! Alguém abre a porta, era a enfermeira

- Ah senhorita s/n! Que bom que vocé está acordada! Tem visita para a senhora. Como você se sente?

-Estou mal mas tudo bem. Pode deixar a visita entrar.

-Ok, vou deixar vocês à sós.

Espero a minha visita entrar, e era quem eu menos queria olhar.

-Oi irmãzinha.

-Sai daqui Jungkook.

-Não, me deixe conversar com você.

-Eu vou gritar.

-Se você gritar, eu te mato.- ele mostra uma seringa com um tipo de veneno.- Sabe, a noite de ontem foi ótima não?

- Só se foi para você, porque agora eu passei a te odiar muito. Para mim você é um monstro.

-Você pode achar que eu estava bêbado, mas não, eu estava lúcido. Eu te estuprei porque eu quis, e aliás, você é bem gostosa viu? Se você sair do hospital, pode ter certeza que isso vai acontecer mais vezes.

- Deu seu descursinho né, agora sai- falei com lágrimas nos olhos.

- Eu vou, mas eu volto. Irmãzinha.- ele sai da sala e eu começo a chorar mais. Eu quero morrer, morrer e morrer mas eu não sirvo para isso. Logo após o Jimin entra.

-SAI JIMIN. SAI AGORA.-mando

-Calma, vim ver como você está.

-A CULPA É SUA DE EU ESTAR AQUI, EU QUERIA MORRER, MAS NEM ISSO VOCÊ ME DEIXA.

- eu não poderia deixar você morrer.

-POR QUE!? POR QUE?!

- eu não posso te dizer agora. Mas vou falar o que o médico disse. Você precisa de sangue, mas ninguém aqui tem seu tipo sanguíneo. Você tem ideia de quem tenha?

-Ei Jimin, me empresta seu celular?

-Pra quê?

-Só dá logo. Eu tenho ideia de quem pode ter.

-ok

Pego o telefone dele e liguei para a S/BFF

Ligação on

-alô?

-S/BFF?

-S/N? 

-Sim sou eu.

-Por que não me ligou pelo seu celular?

-Porque estou no hospital.

-O QUE?

- Sim, no Martin Luther King.

-TÔ INDO PARA AÍ

- Não não, preciso de um favor seu.

-O QUE ACONTECEU?

-eu tentei me matar, longa história mas preciso que você vá no meu pa... no Marcos Henrique para ele vir para o hospital, eu preciso de sangue e ele pode ter meu tipo sanguíneo que é O negativo.

-ok, mas depois vou aí. Ok?

-ok! Bjs bjs bjs obrigada

-Tchau.

Ligação off

-Obrigada Jimin

-O que foi?

-Nada, só espera agora. Pode ir.

-Ok. Tchau jagiya....

-O QUE?

-tchau s/n.

Ele sai do quarto e fico chorando mais e mais. Espero que a S/BFF consiga falar com o meu pa... o marcos henrique.

S/BFF pov's

Aí meu deus, o que a s/n apronta! Ela tentou se matar! Mas tenho fazer o favor dela, então subo o moro e pergunto para um comparça do Marcos se ele estava, e ele respondeu com um sim. Fui até sua casa e toquei a campainha, a casa dele é a melhor da favela inteira. E ele aparece

-S/BFF?

-Oi marcos, preciso conversar com você.

-O que foi?

- É sobre sua filha...




Continua.....













 













Notas Finais


Bjsssss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...