1. Spirit Fanfics >
  2. A Brave New World >
  3. Festa de Boas-Vindas

História A Brave New World - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura <3 Espero que goste!

Capítulo 3 - Festa de Boas-Vindas


Fanfic / Fanfiction A Brave New World - Capítulo 3 - Festa de Boas-Vindas

 - Vamos falar um pouco sobre física quântica - o professor falou - Já que o colega de vocês, pediu...

 

 Ele se referia ao Shawn, o menino que no dia anterior tentou falar comigo, mas a Dinah o impediu. Falando nela, estava do outro lado da sala fazendo caretas engraçadas para mim, acabei não sentando perto dela, pois estava com umas amigas.

 O professor terminou de falar sobre física quântica, e nos liberou mais cedo para o intervalo. Dinah fez sinal para ficar com ela, mas eu recusei. Desde que a Ally Brooke falou aquilo ontem, isso não saiu da minha cabeça e eu fico pensando se são pessoas más, ou seria apenas um delírio.

 

 Indo para o campus, eu pude ver Ally sentada em um banco sozinha e eu decidi ir até lá.

 

- Oi, Ally - falei e ela abriu um sorriso ao me ver

 

- Oi, Camila - respondeu - Sente-se aqui

 

- Então, teve aula de que agora? A minha foi física com o senhor Harrison - falei

 

- Tive aula de matemática com a Marie... - disse

 

 Ficou um breve silêncio entre nós, mas logo foi quebrado pela Ally.

 

- Você vai na festa de boas-vindas? - perguntou

 

- Festas de boas-vindas? - perguntei - A escola não me avisou nada, deveria ter vistos meus emails hoje de manhã

 

- Não, a escola não tem nada a ver com isso - falou - É uma festa que o Obssex Club faz todo começo de ano

 

- E o que é o "Obssex Club"? - falei fazendo o sinal de aspas com as mãos - Nome um pouco vulgar, não acha?!

 

- Concordo com você, Camila - disse - Mas, o Obssex Club é um clube dos mais ricos aqui da Raymond Academy. Eles fazem festas durante o ano, e parece que rola muito mais coisa, como eu nunca entrei, não sei o que acontece realmente, só boatos. Aliás, sua amiga Dinah, participa do clube

 

 Eu fiquei um pouco assustada com esse tal, "Obssex Club", além do nome estranho, um clube envolvendo os mais ricos do colégio...Com certeza coisa boa não é. Por acaso, eu avistei Dinah andando sozinha, e fui falar com ela. 

 

- Obrigado por me falar sobre isso, Ally - falei - Mas, agora eu tenho que ir, até.

 

- Heey, Dinah! - ela levou um susto - Como vai?

 

- Oi Mila, muito bem, tirando a aula chata de física - falou rindo - Eu estava indo encontrar minhas amigas, quer vir junto?

 

- Não, obrigada - falei e ela revirou os olhos - Mas queria te perguntar algo, posso?

 

Ela assentiu

 

- O que é o Obssex Club? - perguntei e ela se surpreendeu

 

- Como ficou sabendo? - perguntou - Quer saber, esquece. É um clube que eu estou junto com meus amigos, a gente só faz as festas mais incríveis da Raymond e de Beaufort! - disse - Vai ter as festas de boas-vindas na sexta-feira ás 20:00 horas, por favor VENHA! 

 

- Talvez eu vá, para conhecer novas pessoas... - falei

 

- ISSO! - gritou - Agora vamos lá comigo conhecer a galera do clube

 

 Eu realmente decidi ir conhecer essas pessoas, mas infelizmente o estrondoso sinal anunciava o fim do intervalo. Dinah quase chorou, pois eu estava quase indo conhecer seus amigos, e não deu certo. As próximas aulas eram de filosofia e matemática, haja paciência...

 

 

 

 

 

 

                     ***

 

 

 

 

 

Sexta-feira, 19:30

 

 Aqui estou eu, deitada na cama e escrevendo o resumo da semana no meu diário. Esses primeiros dias na Raymond Academy foram bem...diferentes, se posso dizer assim. As aulas foram bem tranquilas, nada muito sufocador. Arrumei duas "amigas" também, nada mau para a primeira semana.

Durante o resto desses dias, nem vi Dinah direito, pois ela estava arrumando os preparativos para a festa de boas-vindas, junto com suas amigas. Ally ficou bastante comigo, fui no quarto dela e pude ver o quão religiosa ela é. Conhecemos um pouco de nós duas e ela topou ir na festa comigo. Nós combinamos de chegar umas 21:00 horas lá para não chegar primeiro que todo mundo.

 

Terminei de escrever no meu diário, e logo fui tomar meu banho e me arrumar para festa.  Nós duas combinamos de chegar umas 21:00 horas lá para não chegar primeiro que todo mundo.

Coloquei um cropped preto de mangas longas, uma saia xadrez preta também e meu all-star branco. Dinah havia me mandado mensagem dizendo que não tinha uma escolha de roupa específica. Então vesti a roupa que mais me senti a vontade.

 

 

 

 

***

 

 

 

21:34

 

Pelo visto, a festa já estava bombando. Ally havia dito que a Raymond não tem nada a ver com o clube, mas a "confraternização" estava sendo feita no salão do colégio, perto a piscina. Haviam muitas pessoas, algumas que eu nem tinha visto por aqui...

Ally parecia um pouco desconfortável, mas eu avisei que caso ela não gostasse da festa, nós iriamos embora. Entramos no grande salão lotado, e várias pessoas já pareciam fora de si, bêbadas e talvez...Drogadas. Uma garota subiu ao palco e chamou a atenção de todos para si.

 

- Boa noite, estudantes da RAYMOND!! - todos vibraram com o grito dela - Eu sou a Normani e espero que você curtam a festa de boas-vindas! Especialmente os calouros!

 

  Ela saiu do palco e a festa continuou. Havia uma mesa com bebidas, obviamente a Ally não quis, mas eu fui pegar para mim. 

 

- Que bom que você veio! - Dinah apareceu de surpresa - Está gostando?

 

- Oi, Dinah! Sim, parece ser bem divertida a festa - falei

 

- Está vendo aquela porta lá, com um segurança na frente? - ela apontou para a porta aonde se encontrava um homem muito alto e forte e eu assenti - Ali é a área VIP, eu e meus amigos estamos ali. Já dei seu nome, qualquer hora aparece, estarei de esperando. Beijinhos

 

Ela saiu e eu comecei a verificar as bebidas. Algumas eu nunca tinha visto, outras eram bem chiques e pareciam ser bem caras. Servi um pouco de vodka no meu copo, não era muito de bebidas alcoólicas, mas hoje eu podia. Antes de retornar ao mesmo local que Ally, passei os olhos por toda a festa...Até eu...Encontrar os mais lindos pares de olhos verdes, que eu conhecia bem.

Não podia ser...Impossível. Ela me mandou milhares de cartas, dizendo que estava na Califórnia ou em Nova York. Como?! E as diversas vezes que me disse não aguentar voltar a Beaufort por conta do acidente, ou porque sentia ódio de todos as pessoas deste lugar...

 

A garota dos olhos verdes parece ter ficado muito mais assustada do que eu, ela estava paralisada no mesmo lugar. Até uma pessoa a tirar do transe. Espera, ela andava em minha direção. Não, não posso falar com ela agora! Tentei correr até Ally para disfarçar, mas ela já não estava no mesmo local.

 

 

- Camila?! 

 

meu. Deus. era ela mesmo, consigo reconhecer esta voz rouca em qualquer lugar

 

- Lauren?! - falei assustada - O que faz aqui?

 

- Pergunto o mesmo! - falou - Estuda na Raymond? Você não estava em Miami?!

 

- Sim, mas graças ao curso de fotografia do senhor Russell...Eu estou aqui! - falei nervosa - E você? Não estava na Califórnia?

 

- Ah...Eu voltei para ver minha mãe - disse e parecia um pouco confusa - Acho que deveríamos conversar lá fora, o que acha?

 

- Claro! - falei

 

Nem sei o motivo de ter falado "claro", eu não deveria falar com ela depois de tudo o que aconteceu...

 

- Bastante tempo, não é mesmo? - tentou puxar assunto, enquanto nos aproximávamos de um banco e eu apenas acenei com a cabeça - Pois é, eu não esperava te ver tão cedo...

 

- Cedo? Fazem quatro anos, Lauren! - eu disse 

 

- E um ano que você não me responde - falou e me deixou triste, mas eu tinha meus motivos - Mas eu continuei a te mandar as cartas...Pelo jeito você leu, já que sabia que eu estava na Califórnia.

 

- É verdade, eu tenho motivos para não te responder - falei - Mas do jeito que você é, nem vai querer saber

 

Ela assentiu e uma garota morena de cabelos longos apareceu.

 

- Hey Laur, vamos! - falou - Eu estava te procurando, ainda bem que o Alfred viu você saindo. 

 

- Oi Ari - Lauren disse - Essa é a Camila

 

- Uau! Você é a Camila?! Agora eu entendo o motivo da Laur ser tão vidrada em você - ela disse e Lauren deu um leve chute em sua perna - Brincadeira, eu sou a Ariana, melhor amiga da Lauren desde que você foi embora

 

 Quem é essa Ariana? Ela acha que tem direito de falar sobre o que aconteceu? Eu fui embora? É isso que a palhaça da Lauren falou?

 

- Ta bom...Acho melhor nós voltarmos Ari - disse - Camila, foi bom te ver. Talvez a gente consiga falar melhor em outro momento

 

Acho que meu rosto não estava muito amigável, por isso Lauren decidiu "fugir". Não gostei muito dessa Ariana, achei ela bem metida e um pouco esnobe.

 

- A galera do clube está esperando, vamos logo! - falou

 

- Espera! Vocês fazem parte do Obssex club? - perguntei e Lauren arregalou seus olhos

 

- Claro que sim! Desde o ano passado - falou Ariana - Mas a Lauren foi expulsa da Raymond e então saiu do clube

 

- Você não estava na Califórnia?! - eu perguntei e Lauren se embabacou toda para falar - Continua a mesma mentirosa de sempre, não é? Tchau, Lauren...

 

- Camila... - ela falou e pelo que consegui ver aos cantos dos olhos, Ariana a segurou.

 

 Eu não curti muito essa festa, e tomar um pouco daquela vodka me deixou um pouco estranha. Achei melhor ir procurar a Ally para a gente ir embora logo. Porém, eu vasculhei toda a festa e ela não estava por lá, até vi a Lauren se esfregando naquela Ariana.

Já que a Ally não estava mesmo na festa, eu voltei aos dormitórios e no caminho havia um menino estranho encostado nas mesas do campus. Tentei não fazer contato visual e passar direto.

 

- Olá, mocinha! - ele me parou - Aonde vai?

 

- Vou voltar para meu quarto, estou cansada - falei tentando desviar o assunto

 

- Quer alguma companhia até seu quarto? - o rapaz de olhos claros tinha um sorriso malicioso no rosto e isso me assustava cada vez mais - Recusar convites assim é falta de educação

 

- Tudo bem! - falei

 

DROGA! Eu falei "tudo bem"? Que horrível, agora tinha que pensar em várias formas de me livrar dele e não deixa-lo entrar no dormitório feminino. Sentia ele observar meu corpo a cada passo que eu dava e as vezes ele soltava uma risadinha maldosa.

 

- Chegamos! - falou em frente a porta - Abra

 

- Acho que até aqui está bom - disse 

 

- Não, não - ele não parecia muito feliz com a minha resposta - Você não me trouxe aqui para me dispensar na frente do dormitório... Vamos, abra a porta!

 

- Olha, eu estou nos meus dias - falei - Não vamos conseguir fazer o que você pretende! Preciso que você vá embora!

 

Eu falei e ele pareceu pensar por uns minutos. Não consegui decifrar suas expressões, aparentava ser uma mistura de raiva e decepção.

 

- Tudo bem, senhorita Cabello - falou, como ele sabia meu sobrenome? eu nem disse nada - Está me devendo uma noite de prazer...Tenha uma boa noite, senhorita!

 

 

Ah não! Como que esses meninos levam tudo para esse lado? Acredito que ele deve ser algum amigo da Dinah para saber meu nome e sobrenome. Com certeza, eu vou falar com ela e por um fim nisso. Eu jamais faria algo com ele, credo!

Certifiquei que ele estava longe, abri a porta do dormitório e segui para meu quarto. Antes eu parei no quarto da Ally, mas não escutei nenhum barulho e a porta estava trancada. Como deixei ela sozinha por um tempo, deve ter me procurado e voltado para o quarto.

 

Essa festa não foi das melhores, nem pensar. Claro que os que estavam altamente alterados, dirão ao contrário. Reencontrar a Lauren não foi tão legal como eu esperava a ver daqui há uns 2 anos, e ainda mais com aquela tal de Ariana.

 

Era hora de dormir e processar essa longa noite. Amanhã será um dia complicado.


Notas Finais


eitaaa! Que coisa doida essa festa... Favorite e comente o que achou?!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...