História A Bruxa - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bruxa, Cientista, Magia, Psicopata
Visualizações 22
Palavras 791
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá, eu gostaria de pedir desculpas aos que me acompanham, porem tenho curso, escola e etc. Em fim espero que gostem da história.

Capítulo 1 - Apenas mais um dia de serviço


Fanfic / Fanfiction A Bruxa - Capítulo 1 - Apenas mais um dia de serviço

Uma vez a cada 70 anos a bruxa reencarna, dizem quê a bruxa é um anjo enviado dos céus para reiniciar o mundo por assim dizer, a bruxa não envelhece depois dos 18. O governo deu um jeito, sacrificar ela por mais de 500 anos para o mundo não reiniciar.

Dizem que a algum tempo antes de morrer, o mentor de Stanley namorou a bruxa, e ele com as próprias mãos para salvar o mundo a matou.

Era um dia quente Stanley estava com as mãos suadas, pois seria seu primeiro dia lecionando na escola "wich live" Stanley era o típico cara com aparência de cientista maluco, usava óculos quadrados, tinha um cabelo castanho escuro excêntrico, usava jaleco por cima de uma camiseta social preta, usava uma calça coke e sapatos.

Stanley em seus 18 anos já iria começar a lecionar, a maioria dos Professores ficavam chateados por alguém tão novo estar acima deles sobre algum conhecimento qualquer e queriam a cabeça dele, mesmo que ciências não fosse considerado tão importante na sociedade mágica.

Stanley se dirigiu até a sala do diretor para se apresentar, o diretor era um homem gordo meio careca e parecia que nasceu em berço de ouro, olhou para Stanley como se olha para um aluno, e só reconheceu que não era, pelo seu uniforme.

Diretor- então você é o Sr Stanley certo? (Fez uma pausa)

entenda essa escola tem padrão Elite, com professores altamente qualificados e não acho que alguém que aparenta tanta inexperiência como você, poderia se encaixar aqui porém você teve uma boa recomendação então vou lhe explicar como as coisas funcionam aqui.

Na verdade o diretor só aceitou Stanley pois devia um grande favor a seu mentor.

Stanley fitava o homem gordo e pensava em todos os xingamentos possíveis, enquanto isso o diretor pegava alguns papéis da gaveta de sua mesa.

Diretor - certo você é da área de ciências biologia e et cetera, o senhor sabe que não é uma área muito popular certo? (ele falá com um certo tom de deboche)

(Stanley - Maldito...)

Stanley - sinceramente sei que estamos em uma sociedade mágica onde podemos resolver tudo com magia, porém eu acredito quê a minha área é muito subestimada, e nem o Feiticeiro mais poderoso poderia vencer um cientista preparado.

Stanley Abril um grande sorriso.

"Seu porco gordo e rico" ele gostaria de ter dito.

Diretor - tolice é melhor o senhor guardar suas opiniões para o senhor. Enfim você dará aula para os alunos do sétimo ano.

O grande sorriso de Stanley desapareceu em um Piscar de Olhos.

Stanley - o que? deve haver um engano, eu iria dar aula para o colegial!

Diretor - não acho que é apropriado o senhor dar aula para pessoas de sua idade. Existe uma coisa que você deve impor meu rapaz, que se chama respeito se eles te verem como igual não terão respeito.

Stanley apenas concordou e foi para o seu primeiro dia de aula, com isso no final do dia uma professora Bateu em sua porta, entrou e se sentou na cadeira mais próxima de sua mesa.

Stanley - Pois não?

professora Tânia - Prazer me chamo Tânia, desculpa o incômodo, más eu gostaria de falar com o senhor.

Stanley - Tudo bem, se importa se eu comer enquanto falamos?

Tânia - não não, pode comer!

Elá fala com um rosto engraçado. e quando menos se espera, elá está almoçando junto de Stanley e conversando. Falou sobre seu trabalho, sobre a falha do ex marido dela como pai e finalmente chegou em sua filha.

Tânia - Em fim, vim falar sobre minha filha com você Stanley, elá é a Bruxa como você deve saber, por conta disso elá não tem amigos e não vai bem na escola, então um amigo como você seria bom pra elá.

Stanley - irônico não é? magos, Feiticeiros e o único que não tem medo dela é alguém sem potencial Mágico, que não consegue criar nenhum feitiço...

Seria cômico se não fosse trágico.

E então Stanley teve uma grande ideia, ele iria ensinar a filha da Tânia e pesquisar se era possível diminuir a magia dela. Tânia aceitou a ideia.

sete da noite Stanley saiu da escola, como sempre a simpatia dessas ruas morre com o sol, ele encontra seu amigo Eborry Demon.

Eborry Demon é um lobo marrom com olhos amarelos sintilantes facilmente, visto com facilidade no escuro.

Demon - Como foi o dia? Sr.cientista maluco.

O rosto de Stanley perde toda a sua serenidade que ele normalmente mantem na frente dos outros, os olhos ficam fundos como se com a noite seus demônios tomassem conta dele.

Stanley - Eu achei ela Demon eu finalmente achei ela.

Demon - E oque pretende fazer?

Um sorriso psicótico se forma no rosto de Stanley.

Stanley - (Stanley canta) na ná ni ná nã ão sem spoilers


Notas Finais


Espero que tenham gostado ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...