1. Spirit Fanfics >
  2. A bruxa >
  3. Dia ruim

História A bruxa - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 1 - Dia ruim


Fanfic / Fanfiction A bruxa - Capítulo 1 - Dia ruim

Sinceramente aquele já podia ser considerado o pior dia de sua vida, acordou atrasado, quase foi atropelado no caminho para a escola e, chegando lá quase não entrou.

Izuku achava que nada poderia piorar, estava errado, oh como estava errado. O professor fingiu (como sempre) que não via as "brincadeirinhas" que estavam fazendo com o pobre Midoriya e, isso não o supreendeu, na realidade o problema foi quando o mesmo deu folhas aos alunos para que eles escrevessem o que pretendiam fazer quando terminasse a escola .

Foi inocente ao colocar que tentaria entrar na u.a. Percebendo a burrada que tinha feito apenas quando o professor lhe dirigiu uma pergunta: 

-Midoriya e Bakugou vocês querem entrar na u.a não é mesmo?

Izuku apenas assentiu, já Bakugou deu uma resposta estilo bakugou.

-Ei, seu deku de merda está tentando me desafiar?- Nessa altura do campeonato ele já havia até mesmo derrubado o esverdeado da cadeira.

-N-não, mas não p-posso desistir antes de tentar.

-Bakugou solte o Midoriya e volte para o seu lugar.  

Resmungando ele voltou para seu lugar. E, só assim o Midoriya pôde respirar normalmente.

Quebra de tempo(fim das aulas)

Ao ouvir o sino bater, deku arrumou rapidamente suas coisas e se preparou para voltar para casa. " Bom, parece que todo mundo já foi."

Acho que todo mundo sabe que comemorar cedo quase nunca dá certo, desta vez não seria diferente. Quando já estava saindo da sala viu o grupo de bakugou.

-Oe, o que é isso?-Katsuki parecia interessado no caderno do garoto-"Anotações para o futuro"? Você é algum tipo de stalker?

Perguntou depois de ler algumas páginas.

-Não é isso,Kachan. S-são algumas informações para quando eu for um herói.

-Ahn? Você realmente acha que vai conseguir se tornar um herói?- Explodiu o caderno de anotações do garoto a sua frente para depois jogá-lo pela janela.-Se quer tanto se tornar um herói, por que não se mata? Na próxima reencarnação você pode nascer com uma individualidade.

Depois disso saiu com os seus "capangas" atrás rindo como se isso fosse algum tipo de piada.

"Ótimo, já posso considerar esse, o pior dia da minha vida. "Pensou Izuku totalmente desmotivado.

-Kachan seu idiota! Droga, isso não é comida peixes estúpidos. E saiu andando para casa.

Como estava cansado não prestou atenção no caminho e não demorou para se perder. O garoto já estava conformado que hoje o universo parecia estar contra ele.

-Sinceramente se um vilão me atacar hoje eu nem mesmo vou ficar supreso.- Resmungou suspirando.

Dito e feito, após caminhar durante alguns minutos, viu algo se mexendo ele cogitou ir olhar mas decidiu somente ir embora. O que acabou não dando certo, o que parecia uma amoeba gigante voou em sua direção tão rapidamente, que ele não pôde nem mesmo correr.

-Não vai demorar, vai ser apenas 40 segundos e, então você vai ser meu mais novo receptáculo.

A cada segundo Izuku ficava mais apavorado tentava de todas as formas escapar mas elas não davam em nada. Se soubesse que era desta forma que ia morrer (por causa de uma amoeba gigante) teria seguido o "conselho" de Katsuki.

Quando já estava quase perdendo a consciência, ouviu algo como "Não tenha medo, eu estou aqui." pensando ser apenas o desejo de ser salvo, desmaiou.

Alguns minutos depois.

O garoto abriu levemente os olhos e sentou-se olhando ao redor para entender onde estava e como havia parado alí.

 -Vejo que acordou, shonen! Então já estou indo.

Vendo o herói número 1 alí, o seu maior ídolo, viu a chance de perguntar o que sempre esteve em sua cabeça.

-Espere!Por favor! 

-Hn?- O garoto vendo que tinha a atenção do herói decediu perguntar o quê queria antes que ele fosse embora.

-Pode alguém sem individualidade se tornar um herói? 

-Não é possível ser herói não tendo individualidade.- Dito isso foi embora sem se importar como essas palavras poderiam machucar o menino.

Para Izuku era como se estivessem o destroçando por dentro. Sentia as lágrimas descerem, se perguntou por que doía já que de certa forma ele esperava esta resposta.

As lágrimas caíam como cascatas e a dor em seu peito era tanta, que o mesmo nem percebeu quando ela deixou de ser mental e passou a ser física.

-AHHH!

A dor quase insuportavel se foi tão rápida quanto veio. E, talvez pelo o cansaço o esverdeado não notou a mudança em seu corpo. Diria que foram horas até chegar em casa e tudo o que mais queria era tomar um banho e deitar-se na sua cama e depois chorar até não poder mais.

Sua mãe ainda não havia chegado, constatou aliviado, não queria que a mesma o visse assim.

Entrando no banheiro tirou a roupa e, com razão, quase morreu de susto ao se ver no espelho.

-Ahhh!

Não se reconheceu ,quer dizer, a pessoa no espelho tinha cabelos verdes e sardas, mas definitivamente não era ele, afinal desde quando era uma garota?

Verificou se havia mais alguém com ele e não, não havia. Depois pensou ser sua mente lhe pregando peças.

-Finalmente você despertou sua magia...

-Ahh!Q-quem é v-você ?

-Sou Midoriya Alisse, prazer.

-Como entrou na minha casa? E como assim "Midoriya"? Você é da minha família?

-Oh, calma garota.

-Eu sou um cara!

-Seu corpo desmente isso.

Apenas nessa hora "a garota" percebeu que estava nua na frente de uma desconhecida. Corando fortemente enroulou-se em uma toalha.

-De qualquer forma, quem é você?

- Eu já falei, sou Alissa Midoriya.

-Tá, mas como entrou aqui?

-Eu sempre estive aqui, quer dizer, não exatamente aqui, e sim dentro de você apenas quando você despertou a sua magia eu pude sair.

-Quê? C-como assim dentro de mim? E que magia é essa de que você tanto fala?

-Você nunca ouviu falar da lenda das bruxas?

-Sim... Minha mãe gostava de ler para mim, quando eu era criança. Acho que era assim "Quando estiver perto do tempo do caos, o poder das bruxas será canalizado em uma criança, a única criança bruxa de seu tempo. Ela derrotará o que não é natural, e se tornará a maior serva da natureza". Mas o quê isso tem haver ?

-Garota você é burra ou o quê?- Perguntou entediada.-Sinceramente mestra, você deveria ter escolhido uma criança mais inteligente.

-Espera, você quer que eu acredite que eu sou uma bruxa e você, sei lá, um espírito?  

-Eh, sim?

-Meu deus, eu devo está ficando louco.

-Venha cá!- A Midoriya a olhou receosa.- Venha logo eu não mordo! Veja!-Na palma da mão dela se fez presente fogo Izuku ficou impressionado, mas não convencido.-Viu? Agora acredita.

-E daí? Isso pode ser muito bem a sua individualidade.

-Individualidade o quê diabos é isso?

-Invidualidade é o poder que 80% da população mundial tem. Cada um tem uma diferente as mais comuns são: fogo, água, gelo, super força entre outras.

-Como elas surgiram- Perguntou a mulher interessada.

-Um bebê na China nasceu brilhando ele foi o primeiro, depois disso só cresceu o número de pessoas com poderes.

-Quer saber, me peça para fazer algo.

O Midoriya até tentou pensar em algo, mas chegou a conclusão que o melhor era pedir várias coisas, afinal não teria como ela fazer tudo sem ser uma bruxa, certo?

-Pode começar fazendo uma roupa feminina para mim?

Depois de pedir coisas totalmente (ou quase) aleatórias, resolveu que, por hora, acreditaria que a mesma era realmente uma bruxa.

-Está bem, por hora irei acreditar em você.

-Finalmente.

Espuçou a mulher do banheiro e começou a tomar seu tão esperado banho.

Alguns minutos depois...

Saindo do banho, vestiu um pijama que a intrusa havia pego (roubado) para ela. Era estranho ter peitos. Olhando pela janela, viu que já era noite e isso explicava seu sono.

Desceu a escada e entrou na cozinha, colocando um ramém instantáneo no fogo.

-O quê está fazendo?

-Cozinhando. Quer um pouco?

-Não precisa, eu sou um espírito,lembra?

Depois disso as duas ficaram em silêncio. 

Algum tempo depois, quando Izuku terminou de comer.

-Estou indo dormir.

 -Não se preocupe, quando você dormi eu volto para dentro de você. 

-Isso não parece muito legal.

E, apesar da idea de ter alguém dentro de si não lhe agradar, não demorou para a garota dormi.


Notas Finais


Espero que tenham gostado❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...