1. Spirit Fanfics >
  2. A Bruxa >
  3. O conto.

História A Bruxa - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, seja bem vindo (a) ao meu mundo, onde os pensamentos se tornam realidade. Espero que goste da minha história.

Capítulo 12 - O conto.


Fanfic / Fanfiction A Bruxa - Capítulo 12 - O conto.

Os meninos continuavam bebendo,essa festa ainda ia durar muito, Elly conversava com Tom, o rapaz puxava assunto, mas não parecia querer falar sobre os mesmos. 

-Tom, me desculpe, mas… Qual o verdadeiro assunto que você quer tratar? - Ela perguntou curiosa. Seu curso na faculdade é Psicologia, então ela sabe quando o assunto a ser falado é outro e não o em debate. 

- Eu não consegui disfarçar bem? - Tom perguntou sorrindo. 

- Eu acho que sim, mas estou cursando psicologia, então para mim é mais fácil descobrir! - Ela o encarou com um meio sorriso. 

- É, você tem razão! - Ele falou sorrindo. 

- Vai logo direto ao assunto! - Elly falou se ajeitando na cadeira.

- Eu queria saber, a quem você se referiu agora pouco, quem era ela, que você falou? - Tom perguntou curioso.

- Eu não me sinto bem falando sobre isso! - Ela falou se encolhendo. 

Tom poderia até ser o caseiro, mas ela não o conhecia bem, não podia sair contando coisas desse tipo para ele.

- Olha Elly, eu sei que sou uma pessoa estranha, que você não me conhece bem, mas pode confiar em mim! - Ele falou. 

- Por que eu deveria? - Ela perguntou. 

- Por que eu conheço toda a história dessa casa, e se tiver acontecendo alguma coisa com você, eu posso ajudar! - Ele explicou. 

Elly ficou um pouco pensativa, será se deveria contar tudo para ele, ou não falar nada e abafar o assunto? 

- Olha Tom, eu vou te falar, mas você não pode contar para ninguém. Ok? - Ela falou séria.

- Tudo bem, essa conversa fica só entre nós! - Ele falou fazendo um sinal de silêncio nos lábios. 

- Tudo bem. Desde que eu era pequena, digamos que eu sou super sensível a esse negócio de espírito e sobrenatural. - Ela olhou para ver se ele não estava rindo, como não estava, ela continuou. - Eu cresci no meio de tudo isso, e para fugir de tudo pensei em fazer essa viagem com eles, mas desde a hora que cheguei aqui, eu sinto uma força estranha e sombria na casa, depois senti no lago quando estava passeando com Greg e Natalie, e mais cedo, ouvi uma mulher chamar meu nome, e depois Tracy foi atacada, tem alguma coisa muito errada aqui! - Ela terminou de falar.

Tom fica a encarando pensativo, desde que a viu pela primeira vez, sabia que ela era especial. 

- Está surpreso? Me acha estranha? - Ela perguntou temerosa.

- Não Elly, você não é estranha! Eu sei o que você está passando. - Ele falou.

- Como assim sabe? - Ela perguntou. 

- Essa casa é má, e a história dela também! - Ele respondeu. 

- Você vai me contar ou vai ficar fazendo mistério? - Ela perguntou. 

- Tudo bem, vou contar. - Ele falou. - As pessoas dizem que essa mansão foi o lar de uma bruxa, ela era praticante, matou muitas crianças que enfeitiçava e trazia para cá, as pessoas descobriram e ela foi assassinada, depois, um homem começou a habitar a casa, ele era um assassino e matou muita gente com a ajuda de outro homem, ele foi preso e no julgamento falou que escutava vozes que mandavam ele matar, depois disso a mansão foi comprada pela universidade e tudo começou a dar errado para os cientistas, eles ficaram frustrados e a mansão ficou novamente abandonada.

Depois da explicação de Tom, ela fica arrepiada, e se as vozes que está ouvindo mandarem ela fazer algo ruim? Não, isso não pode acontecer!

-Elly está tudo bem? - Ele perguntou diante da cara de confusão dela. 

- Está, é só que essa história é muito assustadora! - Ela falou. 

- Vocês vão voltar? - Ele perguntou. 

- Não tem como, mesmo contando a história, eles não iriam acreditar! - Ela falou. 

- E o que vai fazer? - Ele perguntou. 

- Eu não faço idéia, o que posso fazer agora é só rezar para que eles caiam de bêbados e não vejam nada! - Respondeu. 

Enquanto os meninos bebiam e dançavam, Elly e Tom ficaram apenas olhando, se sentindo impotente, e sem saber o que fazer.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...