História A Bruxa das flores e o Rei serpente ( reescrita ) - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Dumbledore, Bellatrix Lestrange, Dolores Umbridge, Draco Malfoy, Fenrir Greyback, Gellert Grindelwald, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Lord Voldemort, Lucius Malfoy, Luna Lovegood, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Nymphadora Tonks, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Rabastan Lestrange, Remo Lupin, Rita Skeeter, Ronald Weasley, Rúbeo Hagrid, Severo Snape, Sibila Trelawney, Sirius Black, Tom Riddle Jr.
Tags Fem!harry, Female Harry Potter, Harrymort, Herança Mágica, Holly Potter, Holly Xtom, Segredos, Sonhos, Tomarry
Visualizações 149
Palavras 1.875
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Lírica, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Seinen, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi de novo ♡

Segunda parte desse capítulo

Boa leitura ♡♡

Capítulo 10 - O Lorde dos olhos cinzas ( parte 2)



Fudge estava se tremendo de raiva , mas sabia que não podia contrariar um Lorde, ainda mais um dos quatro fundadores .

- Então...faça sua defesa .- disse cansado .

- A senhorita Potter ,realmente lutou contra um dementador ,na verdade demonstrou uma habilidade com o patrono que me deixou no mínimo. Admirado.- ele disse altivamente, como se fosse um artista em frente à um público exigente.

- O ..senhor esteve lá- perguntou o ministro hesitante

Ele confirmou com a cabeça.

- O ataque aconteceu justamente no dia que iria visitá-la ,afinal de contas, somos família- disse calmamente.

- O senhor e a senhorita Potter são parentes ? - perguntou admirada Madame Bones

- Sim .- confirmou o homem .

Holly piscou várias vezes, que história era aquela ? Ela olhou para Dumbledore que estava pálido .

Além disso ,os demais bruxos fizeram sons de alarme e surpresa.

- Descendemos da mesma família, os Peverell, mas de irmãos diferentes .No dia em questão estava indo  visitar minha prima e vê como ela estava ,Já que tinha ouvido falar que ela sofria abusos dos tios trouxas .

- Abusos ? - questionou preocupada Bones .

- Sim ,escutei de alguns conhecidos que a viram, que ela era muito magra para a idade ,além que demonstrava sinais óbvios de maus-tratos ....- Ele ficou em silêncio por um momento , parecia que estava se recompondo , o fazendo ganhar olhares de compaixão pelos demais presentes .

" Ah mas que ator , que duas caras ordinário. ...ele merecia ..qual é o nome mesmo? Ah sim...Oscar " - surgiu novamente a voz zombeteira na mente da moreninha ,que movida por curiosidade :

" Você o conhece ? " perguntou Holly mentalmente.

Para sua surpresa, a mulher demorou um tempo pra responder.

" Se o conheço? Digamos que é o traste do nosso marido " - bufou

" Aaah certo , pera ,nosso ? Eu não tenho marido!  "- exclamou confusa ." Eu tenho provavelmente um noivo mentalmente perturbado, mas marido ,não ."

" Aham, acredite nisso iludida " - rebateu indiferente.

Holly piscou algumas vezes para o nada e colocou as mãos no rosto.

- Ah meu Merlin...eu estou ficando louca..- terminou baixinho .

Enquanto Holly suspirava , Dumbledore estava em choque, foi só ele ser afastado,que em poucos meses , aquele monstro conseguiu entrar no ministério, além de obter mais poder e influencia , no fim suspirou ao ver no quão tolo Cornélio tinha se tornado.

- Além disso, o fato de ela ser uma criatura magica imediatamente anula qualquer punição sobre magia, Já que pela idade ,seus bloqueios magicos estão enfraquecendo aos poucos. Foi legítima defesa. - continuou o lorde Slytherin

O silêncio foi sepulcral.

- Desculpe...O que? - disse Fudge incerto .

- Holly Potter é uma criatura magica , uma Bruxa Primordial para ser mais exato.- disse Voldemort com simplicidade.

Uma bruxa de voz fina deu um grito no fundo .

- Bruxas primordiais estão praticamentes extintas ,a última que existiu foi Helga Hufflepuff - disse Madame Bones chocada - Me perdoe ,mas tem certeza disso ?

Ele fez um gesto na varinha que tirou das vestes fazendo surgir diversos papéis na mesa dela ,nos quais ela analisou - Os papéis estão embebecidos em soro da verdade , estão aí provas que foram obtidas dos maus tratos e a prova que ela é uma das nove filhas de Ygdrasil - disse displicente .

- Isso é...- Madame Bones olhava febril para aqueles papéis, os bruxos e bruxas conversavam entre si de forma agitada - inacreditável.

- Dumbledore ? -questionou irritada - O senhor sabia que ela era maltratada pela família trouxa?

- Apenas o que eu podia ver .- disse com a voz calma - O feitiço de proteção da mãe me impedia de saber como ela passava dentro da casa .

- Feitiço de proteção. - disse uma Bruxa no fundo - realmente isso faz sentido, na situação de Potter .

- Além disso ,se for realmente uma criatura magica, deve ser imediatamente afastada de trouxas. - disse outro bruxo a esquerda.

Holly se perguntou ,o que era esse negócio de bruxa não sei o quê ,que fez todas aquelas pessoas ficarem tão nervosas .

" Digamos ..que é uma avó  do bruxo moderno ,bom é um pouco difícil de explicar ,mas pense em um espírito com forma de uma mulher feita 100% de magia negra e branca equilibradas. ..- disse muito nervosa a voz em sua mente .

" Você está bem ?" Perguntou a grifinória preocupada .

" Não gosto muito de falar sobre isso " - disse  a voz com cansaço .

Que curioso.

- Se então...- Fudge olhava para os papéis , estava nervoso e tremia - Em caso de legítima defesa, e por ser uma criatura magica ....Eu...ah...

- Meu caro ministro, ao menos tenha um pouco de dignidade - Madame Bones arrancou os papéis dele e com sua voz de trovão anunciou:

- Aqueles que acham justo uma pobre menina, não...uma Descendente das nove grandes bruxas , e que por causa delas temos magia e todo nosso universo, seja ,após sofrer nas mãos de seus parentes trouxas , abandonada por seus semelhantes e expulsa do mundo que ajudou a criar .Levantem a mão.

O ministro, Umbridge e Percy ,levantaram a mão .

- Agora - continuou sorrindo vitoriosa - Se desejam se redimir com ela , que durante 14 anos evitou o retorno de Lord Voldemort . - Holly se admirou e Dumbledore também por ela falar com tanta segurança o nome dele- Porque eu acredito sim que ele retornou e graças a ela estamos aqui vivos seja inocentada ,Levantem a mão.

Talvez fosse pelo detalhe de ser essa tal bruxa , mas Holly arregalou os olhos verdes ao ver as várias mãos erguidas a seu favor.

" Uau " .

-Então ,ministro , o senhor está vendo- disse Marvolo com o primeiro sorriso no rosto. - É hora de dar seu veredito.

- Eu ..Eu...- gaguejou Fudge pateticamente.

- Madame Bones talvez a Senhora possa assumir , nosso ministro não...parece muito bem - zombou indiferente o lorde .

- Pelo visto ...- disse com desprezo a mulher ,ela se empertigou

- Holly Hortência Potter está livre de todas as acusações - Holly deu um sorriso de alívio para Dumbledore e recebeu palmadinhas nos ombros por ele .

Madame Bones continuou .

- Alvo Dumbledore- ela o olhou com decepção- Será enviado para Azkaban por Negligência ,mas como o Feitiço de proteção impedia de verificar com mais detalhes a condição da menina, será por apenas 4 meses. - Quando ela terminou de dizer isso dois dementadores surgiram na escuridão da sala ,se posicionando para levar Dumbledore, que não revidou

- Entendo - ele suspirou conformado - Até daqui 4 meses Holly- disse com o ar jovial de sempre, parecia que ia para um resort em vez da prisão.

- Espera diretor Dumbledore- Holly tentou ir em direção ao bruxo, mas foi pega pelo braço pelo seu recém descoberto parente .Ela se virou para pedir que a largasse ,mas congelou ao ver aquelas orbes cor de um dia de chuva .

Eram cinzas e frios ,mas ao mesmo tempo acolhedores .

Holly piscou algumas vezes, se sentia afogada e perdida naqueles olhos maravilhosos .

- Eu ..eu ..- gaguejou se sentindo corar - O meu diretor..não posso deixar ele ser ..levado..

Ele a encarava muito sério e fez um não com a cabeça a puxando para mais perto dele.

Holly não estava preparada para o contato físico .

- E com isso encerramos a audiência- disse Madame Bones. - podem se retirar .

E assim foi feito , os bruxos e bruxas se levantavam de suas cadeiras e iam rumo à saída.

Holly estava com o braço do Lorde Slytherin em seus ombros , ele inexpressivo e ela vermelha feito um pimentão ,querendo ir embora .

Muitos bruxos a cumprimentavam ,outros a ignoravam e quando o ministro ,junto a secretária horrorosa ,que a encarava com um misto de desprezo e superiodade passou ,escutou uma espécie de rosnado vindo do seu acompanhante .

Quando a maioria dos bruxos saíram, ela foi guiada por ele rumo à saída ,onde o senhor Wealey a aguardava.

- Holly! Eu não acredito que você foi julgada por um tribunal completo ! E o Dumbledore foi preso - disse extremamente preocupado , mas que virou um sorriso de alívio  ao ver a garota sorrir correndo em direção ao ruivo

- Fui inocentada! Mas senhor Wealey, o que farão com Dumbledore?? - disse preocupada .

Antes que o Sr Weasley abrisse a boca ,aquela voz rouca e melodiosa , o interrompeu:

- Ele pagará o crime dele, pequena - disse o Lorde serenamente se aproximando- Arthur Weasley, certo ? - o ruivo confirmou- Se não fosse incômodo, queria trocar rapidamente algumas palavrinhas com ela .

O bruxo hesitou por um tempo significativo , Holly preocupada com o silêncio tenso , se afastou do ruivo.

- Tudo bem Sr Weasley, é rapidinho, não vai demorar .

Isso pareceu o tranquilizar um pouquinho.

- Certo, eu vou ficar aqui esperando. - disse obviamente  nervoso com a presença do outro. 

Assim ,Holly seguiu o homem até a sala do mesmo . Era uma chique e elegante sala ,com móveis variando entre marron escuro e preto ,com as paredes verde - escuro .

Ambos ficaram se encarando por um tempo, e foi Holly que se pronunciou com um doce sorriso

- Obrigada por me ajudar na audiência eu ...Hmm??- Antes que Holly pensassem em algo, o lorde a abraçou e lhe beijou com voracidade ,mas ele a largou ao sentir seu lábio ser perfurado e o gosto sangue invadir sua boca .

- Que droga ...foi essa ?? - perguntou indignada a menina esfregando os lábios vermelhos.

O homem passou a mão pelo ferimento na boca , ele cobriu o rosto com a mão esquerda e começou a rir.

- Mas quem diria que a coelhinha teria dentes tão afiados? - disse olhando para ela com aqueles olhos brilhantes cor de sangue.

- Ah meu Merlin....- disse Holly pálida em reconhecimento se afastando dele rumo a porta ,mas ele foi mais rápido e a prendeu contra a parede , mordendo seu ombro a fazendo gritar e se desequilibrar por causa da dor , caindo abraçada com ele no chão

- Me solta !! - gritou o empurrando com todas as forças em vão.

- Finalmente..finalmente- sussurou Voldemort, esfregando o nariz em seu pescoço, inspirando o cheiro de sabonetes e flores ,e a apertando mais forte o corpo macio dela.

Holly piscou quando sentiu o corpo ,em especial as mãos de Voldemort tremer , ele estava passando mal?

- Voldemort ? - perguntou hesitante e se sentindo estupida - Você está bem?

- Estou nervoso ... -disse com o rosto escondido em seu pescoço. - Finalmente posso sentir você em meus braços,e ainda sorriu pra mim ...estou muito nervoso .

Okay, ele era um doido tímido.

Até que era bonitinho....

" Dá bola pro psicopata, dá , sua imbecil ' - disse aquela voz cretina que parecia segurar uma risada

Não!!

Holly o empurrou e com toda a força que tinha ,lhe deu um sonoro tapa o atordoando. Ela correu e abriu a porta ,mas antes olhou para aqueles olhos escarlates.

- Não importa o quão bonitão e atraente seja ,isso nunca vai acontecer!! Entendeu ? ? Nunca !!

E correu em disparada para o mais longe possível.

Voldemort se levantou e sorriu divertido .

- É o que veremos...


Notas Finais


Obrigada por lerem até aqui e até o próximo capítulo seus bolinhos ♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...