História A Caçada Mortal - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Guerras, Reinos, Sobrevivencia, Suspense
Visualizações 4
Palavras 312
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Saga
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Pegue um café, e um bom cobertor que a hora de ler começou!

Capítulo 1 - A Floresta


Fanfic / Fanfiction A Caçada Mortal - Capítulo 1 - A Floresta

Acordar em uma floresta, sem lembrar o porquê de se estar ali é assustador, e Coud sabia disso. Porém, não poderia ficar parado, esperando as horas passarem naquele frio e naquela escuridão. Andar pela mata, essa era a solução, não se avistava abrigo, nem mesmo uma maldita armadilha funda. Tudo estava tão silencioso e aterrorizante, exceto por um único som, mas não um som confortante, eram uivos, e como era a única coisa no que ele poderia se agarrar no momento, iniciou a caçada ao que se esperava. Tirando seu machado, preparado para qualquer luta iminente seja do próprio lobo, dono daquele uivo, quanto de um dono a procura de briga, Coud estava pronto. Mas, encontrou algo bem diverso daquilo que esperava, era uma mãe presa a um tronco de árvore que havia caído, seus uivos eram de dor e clamor por ajuda, e mesmo com toda ajuda e cautela, essa não tinha mais chance de vida. Ela olhava para ele com tamanha tristeza, e querendo um último favor. - O que foi, amiguinha? Estou sentindo um pedido, mas eu não sei o que é. Disse Coud. E de repente, surge pulando, um pequeno lobo desesperado, para perto de sua mãe. E Coud depois do susto repentino, diz: - Entendi o seu desejo, e acho que merece um nome antes de partir. Gynn, este será seu nome. E como um último choro de agradecimento, com mistura de dor, Gynn se vai. Coud, vendo a dor do filhote, pega-o no colo, e diz: - Ei, garotão, eu lamento pela sua mãe, perdi pessoas importantes também, mas a vida é assim. E acho que você também precisa de um nome, não é? Que tal... Rusky? É um belo nome, entretanto precisamos continuar, amigão. Vamos? E seguem Coud e Rusky floresta a dentro, buscando um lugar para se abrigarem e procurar sobrevivência a curto prazo.


Notas Finais


Não é o fim, este é só o começo de uma história cheia de ação, aventura e reinos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...