História A Caçada Mortal - Capítulo 24


Escrita por:

Visualizações 39
Palavras 5.366
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Orange, Romance e Novela, Saga, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá. Sei que estou sumido, mas aqui está mais um capítulo, espero que gostem.

Capítulo 24 - Guerra infinita - parte I


    POV Oliver

Já se passaram quase duas semanas que Hunter saiu para seu treinamento com os cavaleiros do inferno ... Apesar de Sebastian mandar todos os dias relatórios via carta de fogo de como estão indo as coisas por lá.

Estou sentando na grama em baixo de uma macieira. O cheiro de maçã invade minhas narinas. O que mais me preocupa nessa história da demora de Hunter é : Nosso casamento. Que planejamos daqui uma semana e ... Se continuar assim acho que teremos que refazer marcar ... Acho que fui muito afobado em já enviar o convite e reservar o lugar é ... Preparar tudo sem Hunter ... Não que nele não tenha aprovado as coisas, nós nos comunicamos via carta de fogo praticamente todos os dias.

No ar a minha frente uma chama surge do nada e é como se uma página estivesse sendo queimada de trás para frente e logo uma página se materializa e cai no chão ... É uma carta de fogo. A carta é de Hunter.

"Mais um dia aqui, o treinamento está ficando cada vez mais pesado, estou dando conta e evoluindo, mas como eles mesmos dizem: está lento demais... Eles estão pensando em fazer um novo tipo de treinamento ... Mas eu não estou muito confiante disso, as vezes me pergunto o que estou fazendo aqui ... Enfim está tudo bem por aqui, bjos até mais tarde"

Guardo a carta no bolso de minha calça e levanto.

*Uma semana depois*

É o dia em que Hunter e eu combinamos nosso casamento é nada de noticias do Hunter ... Acho melhor cancelar ... Não consigo não ficar frustrado com tudo isso já fazem o que ? Um mês que ele está em seu treinamento ?

De repente um cheiro de enxofre invade minhas narinas uma pressão espiritual muito forte e um barulho metálico cortando o ar atingem meus tinpanos. Dou um pulo e levanto da cama e olho pela janela. Estou esse tempo todo no reino das bruxas e o quarto onde fiquei me dá uma boa vista para as pedras do transporte ... Onde há duas pilastras enormes feitas de rubis enfeitiçados onde todo teleporte é feito. Entre as pilastras enormes a uma fissura dimensional, de lá Sebastian sai, em seguida mais três homens que julgo ser os outros cavaleiros e logo atrás um outro rapaz que quase dou um pulo ao perceber quem é ... Hunter ... Uma versão dez anos mais velho do que da última vez que o vi, cabelos nos ombros, olheiras enormes, olhos na cor vermelhas como se fossem neons acesos,Calças jeans escuro, jaqueta de couro com as mangas arregaçadas e um número maior de tatuagens pelo corpo ... Pelo menos umas cinco. Um perfeito bad boy. Uma coisa me chamou atenção, na verdade duas, uma delas foi duas espadas cruzadas nas costas e outra foi ... Um corvo que sai da fissura atrás dele e pousou em seu ombro. Olhando novamente há um machado de lenhador em suas mãos.

Com minha velocidade vampírica corro para fora do castelo e em segundos estou no pé dos três degraus que leva ao piso elevado onde fica Hunter e os demais.

- Hunter ? - digo para ver se de fato é ele

- O próprio - o tom de sua voz tambem mudou ... É como se o tempo que ele passou no limbo não fosse apenas um mês e sim dez anos ele passou de um garoto com dezenove anos para um de vinte e nove da noite pro dia - Achou que eu não viria ?

- Pra ser honesto ? Sim - digo rindo

- Não faria isso com você - Ele diz - E além do mais ... - Ele diz e se vira para Sebastian - preciso que contate todos os líderes de todas as raças

- Na verdade ... - Digo e Hunter volta sua atenção a mim - Eles já estão vindo devido a cerimônia

- Ótimo ! - Hunter diz contente - Tenho planos a por em prática com eles.

Olho o corvo em seu ombro que apenas nos observa atentamente e junto as sobrancelhas

- Quem é seu novo amiguinho ? - digo aproximando minha mao para acariciar o bicho. Com minha aproximação o corvo fica agitado, seus olhos acendem em vermelho neon assim como os de Hunter e ele solta um símbolo

- Loki ! - Hunter repreende o corvo que imediatamente para da fazer o que estava fazendo - Ele é amigo. - Hunter diz e olha para mim... Apesar dos músculos, ele ainda continua com a mesma altura, baixinho como sempre.

Olho para os outros três senhores, todos aparentam ter entre quarenta quarenta e cinco anos, cobertos de cicatrizes e caras fechadas.

- Esses são meus irmãos - diz Sebastian - Guerra - ele diz apontando para um deles com uma cicatriz vertical no olho, ele apenas cruza os braços e me encara

- Fome - Sebastian diz apontando para um outro com uma magreza um tanto quanto assustadora

- Olá - diz fome - Será um prazer lutar ao seu lado, e comer nossos inimigos - ele solta um sorriso gatuno um tanto quanto assustador

- E peste - Sebastian diz e o homem tosse e acena com a cabeça

- Bem... Estamos devidamente aprensetados ? - Sebastian perguntando com um sorriso leve no rosto.

- Acho que sim - digo e vejo um dos mensageiros de Thalia vindo em nossa direção

- Com licença senhor Queen - Ele diz reverenciando - O rei do reino fae e o do Reino dos demônios e o dos lobos chegaram para a cerimônia

- Conseguimos um acordo com os lobos ? - Hunter pergunta

- Não que eu me lembre - Digo

- Ele responde por qual nome - Pergunto

- Por Nikclaus d'angelo - O mensageiro responde

- Que ? - digo um pouco mais alto

- Nick ? Líder dos lobisomens? - Hunter diz rindo - Isso deve ser piada, você só pode ser líder de uma raça se você fizer parte dela ... Certo ? - Hunter pergunta

- Isso ... - digo - que palhaçada é essa ? Onde eles estão ?

- Na sala de reuniões senhor, junto de Lionel Queen e seus irmãos - O mensageiro diz e eu começo a caminhar.

POV Hunter

Nick ? Líder dos lobisomens ? Hahahah isso deve ser piada ... Ele precisaria ser lobisomen pra isso. Começo a seguir Oliver que pisa forte no chão, consigo sentir raiva emanando de sua pele.

"Cuidado, sinto forças espirituais muito fortes vindo de todos os lugares" - Floki diz na minha mente

- Tudo bem, devem ser os líderes juntos - digo para Floki que se acalma.

...

Oliver atravessa empurrando as duas e enormes grandes portas de carvalho revelando todos sentados ali. Todos olham espantados, talvez do jeito que Oliver entrou furioso atrás de Nick ... Mas por algum motivo... Acho que é por minha causa. Todos me olham de cima a baixo iguinorando completamente Oliver ali mais a minha frente. Todos estão sentados em uma enorme mesa com mais ou menos uns cinco metros. Estão ali todos os líderes de todas as raças e seus parceiros ... Talvez conselheiros ... Nick está sentando na mesa tentando não fingir surpresa ao me ver... Seus olhos não estão azuis profundos estão amarelo cor de mel, sinto o cheiro de cachorro molhando vindo dele o que me faz perguntar como ele conseguiu virar lobo sendo que ele era vampiro.

Sebastian,guerra,fome e peste se posiciam do meu lado formando uma linha reta me deixando ao meio da mesma

- Oh meu Deus ! - ouço uma voz familiar e vejo Thaila se levantando da mesa e vindo correndo em minha direção. - Hunter ! Como você está diferente ... É mais forte e mais ...

- Sombrio? - digo rindo e ela concorda - Agradeça a eles - digo me referindo aos cavaleiros

- Permita me apresentar madame - Guerra diz com um sorriso malicioso no rosto - Eu sou o cavaleiro vermelho, guerra - Ele diz pegando a mão de Thalia com cuidado e dando um beijo delicado. Seu rosto fica rosado com tamanha gentileza - Esses são morte - Ele aponta para Sebastian - Fome - aponta para fome e peste - aponta para os dois parados um ao lado do outro.

- Eu sabia que você se tornaria isso - Rei Oberon diz vindo até mim com seu enorme cabelo liso, orelhas pontudas e olhos completamente verdes florecentes ... Diferente da primeira vez que nos encontramos, ele estende sua mão em um cumprimento e eu retribuo pegando sua mão com firmeza no aperto olhando diretamente em seus olhos ... O que fui instruído a não fazer, mas ...

- Podemos começar a reunião ? - Uma voz de alguém que não tiveram percebido estar ali atinge meus tímpanos. Imediatamente sinto um arrepio na pele junto do ódio Mortal ... Altair está de pé, bem vestido de modo social. Ao seu lado há um senhor bem velho, pele enrugada e final como papel, pálida e branca como neve. Seus olhos são vermelhos neon ... Assim como os meus, provavelmente um vampiro.

- É um prazer em conhecê-lo senhor Harper, ouvi muitas histórias sobre você - O senhor diz, sua voz é suave e delicada em um sotaque britânico - Imaginei que você seria ... - O senhor sentando pensa cuidadosamente no que vai falar

Alto ? - pergunto rindo - E eu sei ... Todos pensam isso, E o senhor seria ? - Pergunto curioso

- Perdoe minha falta de educação - ele diz e Altair revira os olhos - Sou Vladislaus ... Mais conhecido como conde Drácula - Ele diz sorrindo de modo gatuno.

- O prazer é todo meu senhor ... Conde Drácula ... - digo meio confuso por não saber exatamente como pronunciar e começo a ouvir risadas pela mesa.

- Vamos começar ? - pergunto para rei Oberon que assinala que sim e volta para seu lugar, Thalia mostra meu lugar ao seu lado na cadeira com um encosto de mais ou um metro e meio ... Não sei pra que um encosto tão grande, mas okay.

- Então damos início a reunião - Digo e todos concordam.

*Algumas horas depois*

Algumas longas horas depois a reunião é dada como terminada, decidimos e resolvemos muitas coisas como por exemplo quem seria lider de qual raça e como seriam os acordos e como funcionária a guerra. Onde seria a guerra e quando iríamos atacar os sagrados. Decidimos ataca-los na calada da noite e quando eles menos esperassem e em seu próprio terreno, é arriscado pois eles conhecem a area melhor do que nós e é a terra deles, maaas ... As bruxas irão se juntar e todas irão fazer um feitiço de território... Basicamente pelo que Thalia disse, é um feitiço que transforma todo o território em outro lugar, tipo um lugar entre o espaço e tempo ... Isso requer muito poder e tempo, pois ainda não sabemos exatamente como é o território dos sagrados, porém sabemos que existe um mundo só de sagrados, então sabemos que é algo ... Imenso. E questão de poder ... Bom, deixamos um frasco com sangue de cada líder para que as bruxas possam incluir nosso poder no feitiço.

- Agora ... - Digo quando todos começam a se levantar da mesa para saírem da sala - Precisamos selar nossa aliança.

- Concordo - Diz rei Oberon - Mas ainda não sabemos qual selo usarmos, existem vários selos

- Temos que discutir sobre qual selo é melhor, se é um das fadas, das bruxas, dos demônios ... Enfim - Diz Thalia

- Eu sei disso - digo com sorriso gatuno pra todos que ficam confusos - Mas eu trouxe a solução

- E qual seria ? - Nick diz e sinto um embrulho no estômago com o cheiro de cachorro vindo dele

- Como você conseguiu se tornar um lobo ? Vampiros não se tornam lobos - Digo estreitando os olhos

- Discussões fora da pauta da reunião não serão toleradas senhor Harper - Vladislaus diz

- Perdoe minha falta de respeito - Digo

- Qual seria o selo perfeito para essa ocasião ... Tenho cinco mil anos é essa é a primeira vez que me pego intrigado com algo que beneficie a todos - Vladislaus continua

- Loki, por favor - Digo é o corvo ali na mesa onde todos estamos sentado em um instante se transforma em um homem nu abaixado com um joelho no chão e de cabeça baixa em reverência. - Você sabe que não precisa fazer isso

- Perdão senhor - Ele diz se levantando ficando ereto ao meu lado como meu guarda costa.

- Ainda não entendi - Thalia diz confusa um pouco corada por Loki estar nu.

- olhem para seu oblíquo em seu abdômen - Digo e todos começam a olhar para abdômen sarado de Loki - Olhem essa tatuagem

- É apenas uma nota musical, é um sol - Nick diz.

- Errado ... É uma nota sol ... Mas não só uma nota sol - Digo levantando da cadeira ficando ao lado de Loki e levanto minha camisa mosantra o mesmo símbolo no mesmo lugar que o de Loki

- Que bonitinho - Altair diz e sinto vontade de socar a cara dele - Os dois fizeram tatuagem igual.

- É um selo Altair - Digo mais alto do que imaginei

- Impossível - Vladislaus diz rindo - Nunca vi um selo assim em nem um dos meus cinco mil anos.

- Exatamente - digo - Eu criei ele

- Hahahha - Vladislaus ri alto - criadores de selos são sacerdotes que dedicam a vida toda para fazer um selo, por que acha que não existem muitos selos ? Pra fazer um selo simples e fraco demora no mínimo cem anos!

- Que seja, se for verdade, como esse seu selo beneficiária a todos ? Porque estamos nesse dilema pois não queremos um selo que beneficie apenas um de nós é sim todos. - Rei Oberon diz

- Eu criei um advogado - Digo olha do para Floki - Esse selo possui inteligencia, por exemplo, se todos nós usarmos esse selo e futuramente um dos lider de uma das raças se voltar contra a aliança, o selo agiria imediatamente, acionado todos os outros líderes revelando seus planos, estratégias e tudo mais, além de anular seus poderes temporariamente. Ele será nosso juiz, ele não vai estar do lado de ninguém, vai estar do lado de todos criando um equilíbrio entre a aliança.

- Olhando assim parece uma boa - Thalia diz

- O único problema é que todos teremos controle um sobre os outros ... - Digo e todos parecem não entender. - Todos nós teremos poder uns contra os outros ... Por tanto ... Se por exemplo Astaroh - digo apontando para o líder dos demônios - sem ofensas. Se ele por um acaso decidir se virar contra as outras raças, nos líderes teremos poder o suficiente pra inpedi-lo

- Que tipo de poder pra impedir ? - Astaroh pergunta estreitando seus olhos negros e leitosos para mim

- Não sei, talvez uma dor, talvez incapaz de atacar pessoas de outras raças, talvez uma punição, tornar humano ... Tudo depende do que for aprovado na assembleia. - Explico e todos parecem muito interessados.

- Mas Loki parece bem fiel a você - Nick diz e sinto talvez uma pitada de ciúmes em sua voz.

- De fato, ele é, mas isso é só por que apenas eu e ele temos esse selo ... Apartir do momento em que todos tiverem o selo ... Ele será fiel a todos. Afinal, ele foi criado para nos servir - Digo olhando para Loki

- Bem ... Por mim tudo bem - Thalia diz dando de ombros ... Parece uma boa

- Obivio que vai ta tudo bem pra você - Astaroh diz revirando os olhos.

- Desculpa? - ela diz num tom irritado

- Enfim - digo evitando uma discussão olhando para Loki que volta para sua forma de corvo parando poisado na mesa - Demônios são especialistas em selos e contratos e pactos ... Então, levem Loki e façam o que fazem de melhor ... - Digo olhando para o corvo e o acariciando. - Vocês tem a tem o fim de minha cerimônia e de Oliver para responder ... Caso contrário, irei dar início a guerra e planos sem estabelecer a aliança.

- Está nos dando um prazo, Harper ? - Pergunta rei Oberon

- Sim ! - digo firme pegando meu machado no suporte da cadeira, levantando e me ajeitando.

- Você não tem toda essa autoridade ! Baixe sua bola garoto ! - Nick diz bravo. Apenas ignoro o que ele disse e começo a caminhar em direção a saida.

...

Estou um pouco nervoso, confesso, não sei se estou pronto para me casar ... Eu tenho apenas ... 19 anos e casamento já é uma coisa pra vida toda, e quando se é vampiro ... Isso se torna para toda a eternidade ... Talvez eu esteja assim pois mesmo tendo seguro em frente com minha escolha entre Oliver e nick... Confesso que ainda fico balançado sobre os dois ...

- Serviu ? - Ouço Thalia do lado de fora do closet me acordando dos meus pensamentos. Olho novamente para o espelho e analiso o lindo terno de Griff que coube exatamente no meu corpo. Oliver sabe mesmo escolher roupas ou James ... - Serviu. - digo terminando de abotoar o blazer a abro a porta do closet. Thalia está pronta, vestido londo de seda que se ajusta ao cordo, salto altos, cabelos presos em tranças com flores por todo seu cabelo

- O que foi ? - ela pargunta rindo

- Você está bonita - digo passando por ela e sentando na enorme cama king size

- Obrigado - Ele diz corada e um silêncio toma o local - me jogo na cama suspirando e ela faz o mesmo do meu lado - Você não tem certeza da sua escolha ... Tem ?

- Claro que eu tenho - digo firme tentando disfarçar

- Hunter, você sabe que não precisa mentir pra mim, sabe ? - Ela diz deitando de lado olhando para mim que continuo deitado olhando para o teto - E esse selo entre a gente ... Ele meio que nos liga, então praticamente eu sinto o que vc sente

- E o que eu estou sentindo nesse momento ? - pergunto ainda olhando para o teto

- Você está aflito ! - ela diz e dou de ombros

- Todos nós estamos ... Estamos prestes a estourar uma guerra - Digo

- Você pode estar aparentemente mais velho, mais maduro... Mas continua sendo o mesmo garoto - Thalia diz me encarando e reviro os olhos - É difícil estar apaixonado por uma pessoa ... imagine por duas ... Olha quando se é mortal, você pode passar muitos anos com uma escolha errada, mas em quarenta ou cinquenta anos você morre e tudo acaba, mas quando se é submundano , você fica toda a eternidade com essa sua escolha errada ...

- O que te faz pensar que eu não fiz a escolha certa ? - digo interrompendo ainda olhando para o teto

- Sua dúvida, quando se tem certeza de uma escolha você não fica em dúvida !

- E quem disse que estou em dúvida ? - digo rindo me vira do para ela

- Seja honesto com você mesmo Hunter ... Você não tem certeza da sua escolha - Ela faz uma pausa - Mas ... Você quem sabe, sua consciência é seu guia - Thalia diz se levantando da cama e arrumando o vestido - Só não viva uma vida triste por achar que deve algo para algum deles, okay ? - Ela diz e sai me deixando sozinho no quarto.

Os padrinhos :Thalia, Oberon, Astaroh, Nick e os outros oito irmãos de Oliver e todos os líderes das raças entraram pelo cumprido e enorme tapete vermelho cheio de pétalas de violetas misturados de flores de cerejeira que caem devidos as grandes árvores de cerejeira. O tapete passa entre grande quantidade de bancos de madeiras completamente decorados com tecidos de ceda na cor branco e milhares de flores que eu nunca tinha visto em todos meus anos de vida. Estávamos em uma estufa enorme que mais parecia uma floresta dentro do nível mais alto do Castelo do reino das bruxas.

O sol está se pondo, deixando o local ainda mais bonito, o local está lotado, cheio de lobos,fadas,vampiros, demônios,bruxas e entre outras raças sentadas assistindo a todos os padrinhos e madrinha de meu casamento entrarem um a um e se posicionando no altar onde há um sacerdote e Oliver esperando por mim em um lindo terno branco com detalhes pretos. Uma rosa vermelha como sangue recém colhida no bolso do lado esquerdo do peito do paletó.

(Obs: É extremamente recomendo que leia ouvindo a música "Bloodstream - Stateless")

De repente, a música Bloodstream da banda Stateless começa a tocar indicando que é minha hora de entrar e passar pelo enorme tapete vermelho até chegar a Oliver. Dou meu primeiro passo e meio que travo,minhas pernas não se movem e por um instante entro em desespero com todos ali de pé diante olhando para mim. De repente sinto um braço cruzando no meu me ajudando a dar os seguintes passos.

Olho para meu lado direito e vejo Nick ali me guiando olhando firme para frente como um cão guia, não sei como não senti o cheiro de cachorro antes, seu rosto está sério e consigo sentir a tristeza vindo do mesmo, ele está bem vestido assim como todos. Oliver não consegue disfarçar estar encomodado com isso, porem não faz nada que possa parar Nick. Percebo todos olhando para nos. alguns de reprovação, outros, confusos, alguns de aprovação. Tento ignorar tudo é seguir em frente, ergo minha cabeça e olho firme para frente dando um passo de cada vez.

Por fora, estou completamente tranquilo, mas por dentro ... Ahhhhhh por dentro estou querendo explodir ... Estou tão nervoso que se me perguntarem meu nome ... Juro que não vou saber responder... Droga ... Por que estou assim ? Por que estou tão indeciso... Eu preciso continuar ... Continuar e ... Ahhhhhh droga que droga, eu não posso fazer isso com Nick ... Nem com Oliver ... Nem comigo mesmo.

Por um estante paro de andar, sinto um pequeno tranco de nick puxando para continuar a caminhar, mas é impossível, minhas pernas estão travadas, todos começam a me olhar, inclusive Oliver com aqueles olhos verdes maravilhosos cheios de lágrimas, ele sabe o que significa essa pequena parada ... Por isso o choro ... Não é de alegria e sim de tristeza ... Não sei como,mas ele sabe Exatamente porque parei de caminhar. Por um momento sinto um arrepio na nuca e um frio na espinha.

Giro meu corpo e vejo um portal se abrir diante de nossa cabeças. Erick Frye sai do mesmo como um raio vindo em minha direção com uma espada em suas mãos. Em um piscar de olhos soluna, a espada de Lúcifer está em minhas mãos. Ao se chocar com a espada de Erick uma grande corrente de ar explode a nossa volta, vejo com o canto dos olhos as pétalas de flores de cerejeira voarem para longe assim como algumas pessoas muito próxima de nós junto de boa parte da decoração, inclusive Nick.

- Ótimos reflexos - Erick diz girando o corpo e me ataca do novamente.

De repente uma chuva de caçadores começa, milhares de caçadores caem do portal sobre nossas cabeças, eles começam a encurralar todos ali, vejo a movimentação atrás de mim oberon, Astaroh, Thalia e todos os líderes se posicionam sobre o palco onde Oliver estava me aguardando para a cerimônia. Revido um ataque de Erick é dou um chute em seu peito o fazendo dar quatro passos para traz ... O que é o suficiente para dar um espaço para respirar e pensar.

- Filho da ...

- Olha a boca Frye ! - digo rindo recuando me reunindo com os outros líderes.

- Vamos acabar com isso rapazes - Erick diz para seus inúmeros caçadores que nos encurralar por um lado - Não deixe que nem um escape

- Mais você é muito ingênuo mesmo, não ? - Oberon diz erguendo sua mão para o chão e uma lança de pedra brota do chão indo direto para sua mão.

- Concordo plenamente - Digo rindo

- Ingênuo? Eu ? quem está em desvantagem são vocês olhem só para meu exército enquanto vocês não tem ninguém ... E agora ... - Ele diz rindo - vão ser massacrados ...

- Eu acho que não - Thalia diz estalando os dedos e um grimório da grossura de uma parede com páginas amareladas surge flutuando na sua frente. - Acho que deveria repensar - Ao terminar sua frase imediatamente inúmeros portais são aberto por todos os cantos ao nosso redor ... São tantos que mal consigo contar. Imediatamente soldados de todas as raças começam a sair dos portais marchando com seus escudos, espadas, lanças e etc deixando dessa vez os sagrados encurraldos. Uma caçadora sai de trás de Erick é desenha no ar com uma caneta sagrada um símbolo. desse símbolo um portal surge.

- Recuar ! - Erick grita para seu exército que imediatamente começam a fugir pelo portal

- Isso mesmo, fujam - Astaroth grita - Isso é só o começo do que lhes aguardam.

- Não vou deixa-los fugirem - Digo correndo em direção ao portal

- Hunter ! - Nick e Oliver gritam ao mesmo tempo

Quando chego no portal todos já haviam passado, inclusive Erick. Há mais ou menos uns 15 centímetros de portal se fechando na minha frente ... Meu ódio explode por todo meu corpo, não posso deixá-lo escapar. Enfio minha mão na pequena fissura do portal, sinto uma enorme dor de queimaduras como se estivesse mergulhando minhas mãos em óleo fervente , enfio a outra e começo a arregaçar a pequena fissura dimensional ... É difícil é requer muita força para abrir, mas o ódio que estou de Erick me faz iguinorar todo o resto ... A fissura já está mais ou menos com uns trinta centímetros e ouço o grito de Sebastian

- Hunter ... Não faça isso ! - consigo ver Erick é os outros do outro lado do portal me olhando estupefatos. Continuo forçando até que uma explosão tão forte me atinge que sinto que pedaços do meu corpo e espalhado por todo o lugar. Sou jogado para longe assim como tudo e todos ali, Caio de costas no chão, tudo roda mas consigo ver a fissura dimensional a mais ou menos uns dez metros de mim virar um buraco ... Um buraco que começa a sugar tudo a nossa volta para dentro do mesmo o polverisando no momento em que é engolido pelo buraco. me seguro em uma árvore ali próxima pois o poder de sucção é tão porte que não consigo não ser sugado ... É como se um tornado estivesse ali e por segundos ... Ele para de sugar e explode novamente, dessa vez com dez vezes mais força do que a última explosão de antes de ser atingido pela explosão. junto minhas mãos como se fosse rezar e uma grande parede de rochas se ergue na minha frente instantaneamente absorvendo todo o impacto da explosão, mas a explosão é tão forte que derruba essa parede deixando em pedacinhos e sou jogado novamente para longe junto dos escombros. Tudo fica escuro e silencioso e não vejo ou ouço mais nada depois disso.

...

- Hunter ? - Ouço uma voz abafada me chamado no escuro - Hunter ? - a voz começa a gritar - HUNTER? - A voz es mais proxima, não consigo responder, nem me mover - HUNTER ! - De repente tudo toma luz e percebo que estava de baixo de escombros. Vejo Oliver desesperado, com o rosto todo machucado, o cabelo desgrenhado e sujo de areia e não sei mais o que - Graças a Deus - Ele diz aliviado tirando pedras de cima de mim ... - Me ajudem aqui - Ele diz e logo Nick Sebastian e rei Oberon o ajudam a me tirar dos escombros. Não consigo mecher um membro se quer ... A não ser os olhos ... Acho que a explosão deve ter quebrado bastante ossos ... O suficiente para me fazerem não conseguir me mecher

- Eu vou Matar você ! - Ouço a voz de Erick e sinto arrepios. Ele sai de uma pilha de rochas e escombros - O que você tem na cabeça ? Forçar a abertura de um portal ? Você quer criar um buraco negro ? - Ele saca sua espada da bainha e corre na minha direção ... Sebastian o impede ficando na minha frente

- Você está bem ? - Oliver pergunta me ajudando a ficar de pé. Apenas faço um sim com muito esforço com a cabeça e volto a olhar para Erick. Pessoas estão saindo dos escombros, todos os caçadores que passaram pelo portal antes, estão aqui novamente. A fissura que tivera explodido está novamente aberta como se não tivera acontecido absolutamente nada. consigo ver que do outro lado do portal também houve uma explosão. Do outro lado ao que parece a explosão danificou boa parte de um campo ... Ao longe consigo ver um castelo.

- Você não pode me matar ... Morte - Erick diz debochando de Sebastian - Eu sei que minha hora ainda não chegou ... Então se você interferir ... Você sabe qual é sua punição

- E quem te disse que sua hora não chegou ? Ou só está supondo ? - Sebastian diz estendendo sua foice para Erick

- Não chegou não ... Porque se tivesse chego ... Você já teria cortado minha cabeça em um piscar de olhos ... Estou errado ? - Erick diz.

Ouço pequenos estalos nos ossos de minha coluna vertebral, perna, braço, costelas e finalmente consigo sentir meu corpo novamente, me mantenho em pé e em um piscar de olhos meu machado, assim como o arco e flecha e espada de Lúcifer estão juntos a mim.

Uma rajada de flechas vem em nossa direção, Sebastian epenas gira sua foice como se fosse uma hélice de elicoptero e nem uma das flechas passam por ali, as mesmas caem no chão desnivelado e cheio de escombros. Outros sagrados se juntam a Erick é seu ego começa a crescer. Logo todos os líderes estão ao meu lado, Thalia,oberon, Astaroh, Vladislaus, Nick. E assim vai, um a um se juntam a mim. Seguro meu machado com força

- Eu ... Como líder da aliança submundana declaro - Com um movimento rápido arremesso meu machado na direção de Erick mirando bem no centro de sua cabeça - Que está iniciada a guerra contra os sagrados ! - Quando meu machado ia acertar a cabeça de Erick um de seus soldados empurra Erick e se secrifica por ele. O machado fica cravado no crânio do sagrado que cai em meio aos escombros agonizando ainda com vida

- Shhhhh - Erick sibila para o sagrado - Tá tudo bem ... Tá tudo bem ... Seu sacrifício não será em vão ... Você vai ter seu trono ao lado do rei assim como os outros bravos soldados. - Ouço o coração do soldado parar de bater, Erick fecha os olhos do soldado, serra o punho pegando novamente sua espada com ódio - Então que assim seja ! Ele diz dando um salto para cima de mim, faço o mesmo e nossas espadas se chocam provocando um tufão a nossa volta.

- Você pagará caro por ter mechido com os sagrados ! - Erick diz e mais sagrados começam a brotar da fissura aberta

- Eu não tenho medo ... Você sentirá a ira dos submundanos! - digo entre dentes.

- Que assim seja ! - Erick diz serrando os olhos com odio.


Notas Finais


Obrigado pela leitura.
Pessoal tenho uma coisinha a dizer ... Como estou sem tempo pra escrever, eu tenho muuuuitas ideias pra.fic porém demoraria muito pra colocar tudo em prática, então irei encurtar a história adiantando a guerra (que demoraria mais alguns capítulos antes de acontecer) sinto muito se as coisas irão acontecer muito rápido, mas é melhor assim do que eu nunca mais escrever e abandonar vocês. Bjs do tio lasnoches 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...