1. Spirit Fanfics >
  2. A Cada Passo - (DOCTOR STRANGER) >
  3. Escutando

História A Cada Passo - (DOCTOR STRANGER) - Capítulo 15


Escrita por: SATURNODIXON

Capítulo 15 - Escutando














●❯────────────────❮●
















    Depois de alguns dias, eu queria poder dizer que eu estou bem, que eu estou ótima e que a dor de cabeça parou, mas não, tudo piorou. Escuto uns sussurros na minha cabeça, que mal me deixam dormir, me tornando uma zombie completa. Eu posso resolver isso, eu não quero encher Stephen com isso, ele tem mais o que se preocupar. Talvez no livro de mente e corpo eu possa achar algo para resolver isso.

   Era tarde da noite quando decidir ir à biblioteca pegar o tal livro, eu não suportava mais as vozes que parecem a mesma de antes. Empurro-me com uma mão na roda com dificuldade, enquanto a outra, toco na minha cabeça. Eu deveria ter procurado isso antes que eu tivesse piorado.

-Não feche os olhos para essa verdade, Stranger! 

  Assim que estive perto do batente da porta da biblioteca, ouvir Wong dizer um pouco alto. Eu parei automaticamente. Talvez devesse voltar amanhã? Pelo seu tom, me parece bem raivoso. Me virei, pronta para voltar, até que escutei meu nome:

-Eu gosto dela, eu gosto da Daisy, mas não dá pra fechar os olhos para realidade que ela tem magia negra correndo pelo corpo, não aceitamos esse tipo de alma aqui. - Protestou Wong.

-Eu já disse que tenho tudo em mente. 

   Stephen? Eles dois estão discutindo?

-Eu estou sempre com ela, de olho nela, a fazendo confiar em mim. Assim eu posso provar que nem todo usuário da magia negra tem intenções do mal.

     Os sussurros ficaram mais severos. Fechei os olhos com força, tentando parar eles.

viu só? Ele a trata como uma ratinha para seus experimentos

-Porque acha que a tornei minha aprendiza? - Eu abri os olhos. 

  Escutei um trovão severo ecoando. Está chovendo desde ontem. Eu senti meu coração acelerar, ao ouvir Stephen falar tais palavras. 

-Ela é boa, eu sinto isso no olhar dela. - Wong abaixou o tom, voltando a ficar calmo. 

   Coloquei a mão na roda, pronta para cair fora dali mesmo. Eu achei que ele vinha potencial em mim, ele...Ele...Estava me usando?

ele sabia de tudo desde o começo 

porque acha que ele ficou tão bravo quando você usou a magia daquela vez? ele ia te ensinar antes de usar

    Eu só sou um experimento para ele. 

-E se tudo der errado? 

   Eu esperei a resposta de Stephen, de cabeça baixa. 

-Eu dou meu jeito. 

ele vai te matar

   Eu me empurrei com às duas mãos, saindo de lá rapidamente, sem me importar se estivesse fazendo barulho ou se eles ouviriam. Eu me sinto totalmente chateada, com o peito pesado, usada. Minha garganta começa a fechar, sinto vontade de chorar. Assim que eu estive longe dali, fora. Os pingos da chuva me cobriram, eu não me importei com o frio que estava me propondo, eu só queria fugir. Sinto-me traída, eu odeio esse sentimento. 

    Passei a mão no cabelo, colocando pra frente. Noto algo nele. Puxei um fio, vendo que era um fio branco. O arranquei, achando esquisito um fio branco no meu cabelo. 

você sabe o que se tem que fazer

   Eu estou louca, você é apenas uma voz da minha cabeça irritante. 

eu sou muito mais do que isso

não quer que Stranger pague na mesma moeda?

   Quem disse que eu quero?

eu sinto isso em você

bem no fundo

eu sei seus desejos mais obscuros 

que você tenta esconder, se passando de boa garotinha

   Cala boca, você não sabe o que fala. Droga, eu estou discutindo comigo mesma, a que ponto eu cheguei? Abaixei minha cabeça, me permitindo a tomar esse banho de água. Eu deveria ir embora? Voltar para casa, esquecer isso de magia, eu tenho minhas pernas de volta, fracas, mas eu sinto ambas, o que é muito. O que me faz continuar aqui ainda? O que me prende aqui ainda, mesmo tendo conseguido 10% do que eu queria?

você gosta dele, sua burra

   Eu levanto minha cabeça com tudo. O que a voz me diz faz meu coração acelerar. Eu passei a mão em meu peito, sentindo um sufoco. Eu gosto dele.

eu gosto dele

gosta

    Eu empurrei minha cadeira para a parte do corredor coberto. Me estremi, por estar totalmente molhada. Me abracei, tentando me aquecer. Foi quando espirrei forte. 

-Tem alguém aqui? 

   Do corredor, saiu Stephen, com um livro em mãos. Eu respirei fundo, me empurrando para trás. Eu não consigo esquecer de suas palavras.

-O que faz acordada? Porque está tão molhada? - Deu um passo.

  Eu me empurrei para trás, recuando um pouco.

-Fica longe de mim Stranger. - Minha voz chega a falhar um pouco. Meus dentes batem um no outro um pouco. 

-Aconteceu algo? 

acabe logo com isso

ele não gosta de você

-Eu...Eu sou apenas um experimento para você!? - Eu respirei fundo, ao ter coragem de o confrontar.

-Como é? - Franziu levemente o cenho.

mate-o

-Não minta para mim, por favor. - Engoli um seco. - Eu ouvi tudo, você e o Wong conversando sobre mim, do porque me manter por perto ou até mesmo ter me tornado a sua aprendiza. - Segurei com força as rodas da minha cadeira.

acabe logo com isso

acabe logo com isso!

-Eu não vou mentir para você... - Ele passou a mão no livro, fez uma pausa antes de continuar a falar. - Desde o início eu sempre soube que corre magia negra dentro de você. 

    Foi como levar um choque. Um trovão soou nos céus, raivoso. Por um momento eu me senti naquele dia chuvoso igual a esse, quando Chris me abandonou simplesmente, ele admitindo que me traia mesmo, que achou alguém melhor que eu e de pernas bonitas. Foi como levar uma facada no peito.

e doeu

doeu mais do que eu esperava

















●❯────────────────❮●




















Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...