1. Spirit Fanfics >
  2. A Cada Passo - (DOCTOR STRANGER) >
  3. Quase

História A Cada Passo - (DOCTOR STRANGER) - Capítulo 17


Escrita por: SATURNODIXON

Notas do Autor


espero que estejam gostando do rumo da fanfic

Capítulo 17 - Quase












●❯────────────────❮●

















       Me apoiei na beira da estante de madeira, dando alguns passos. Já se fazia algumas semanas depois daquilo tudo, aquela turbulência toda. Não ouço vozes, ao não ser quando estou me aproximando dos livros de Magia Negra, fora isso...Não

...

...

   Estou já dando alguns passos, apoiando nas coisas claro, não tenho muito equilíbrio ainda, mesmo assim está sendo um enorme passo para mim, que ficou anos...Anos sentada. Eu abandonei totalmente a cadeira, posso andar sem ela, contanto que não seja com lugares com degraus ou que não tenham onde para mim me apoiar. 

   Chego na estante, pegando um livro. Escutei palminhas atrás de mim, virei meu rosto, Wong fez um sinal de positivo com a mão. No começo, a biblioteca era um refúgio, um lugar maravilhoso e eu entrava com tudo nos livros, mas agora que posso da alguns passos, depois desses meses aqui, eu estou cansada de passar o tempo todo aqui dentro. 

-Se o Stranger visse isso, ele ficaria feliz, mesmo que demonstrar não seja seu forte. - Se aproximou de mim, quando passou por mim, me deu um tapinha nas costas, que quase me fez cair.

   Dou um sorriso fraco, o vendo organizar os livros longe daqui. Mais no fundo do corredor, noto que os livros de Magia Negra "sumiram", imagino que Stephen tenha pedido a Wong para tirar eles, talvez com medo que eu os pegue? Da última vez, Kaecillius apareceu. Fui voltando aos poucos para a mesa. 

     Stephen está numa "missão" já se faz semanas, última vez que nos vimos foi naquele dia que eu o machuquei sem querer. Sinto até falta de seus sermões e suas caretas. Consegui me manter em pé e da alguns passinhos até a mesa que é relativamente longe para mim até as estantes. Tom está ali, remexendo uma mecha loira de seu cabelo. 

-O bebe está dando seus primeiros passos. - Apoiou os pés na mesa, me olhando com um sorriso largo, enquanto eu sento na cadeira de madeira perto dele. - Eles crescem tão rápido. - Fez uma feição desesperada. 

   Bufei, sorrindo de lado. Wong apareceu, batendo um livro grosso nos pés de Tom, o fazendo baixar. Olhou feio para ele, antes de sair andando com outra pilha de livros. Tom olhou para trás, depois voltou a apoiar os pés na mesa. 

-Qual vai ser a boa de hoje? - Acenou com a cabeça para mim.

-Ler essa pilha de livros e fazer um resumo sobre. - Mordi a maça, folheando o terceiro livro do dia. 

-Resumo!? Que absurdo, Stranger te manda fazer resumos? - Negou com a cabeça.

-Eu que faço, ele não pede nada. - Revirei os olhos, sorrindo de lado. 

    Tom ficou quieto, fazendo um barulho com a boca. Fazer resumos sempre foram meu forte, na escola então, antes de eu sair, eu conseguia ganhar uma graninha por fazer resumos pros alunos, até mesmo para os professores.

-Daisy.

-Tava demorando. - Resmunguei. Mordi a maça, o olhando. - O que foi?

-O que adianta ler tanto, fazer resumos, conhecer tantos gestos e feitiços, se não pode ao menos treina-los? - Me apontou com o dedo. - E não me venha com discurso! 

-Eu só consigo da alguns passos, eu cairia na primeira briga que acontecesse. - Me ajeitei na cadeira. 

-Esqueci dessa parte. - Olhou pro lado. Suspirou. - Eu só não acho melhor você ficar presa tanto na teoria. 

   Eu entendo o ponto que ele quer chegar, eu mesma quero testar logo o que eu sei fazer a aprendi com os livros. Apoiei meus braços na mesa.

-Quando eu voltar a andar direito, eu quero que você seja meu primeiro oponente, o que acha? - Sorri de lado fraco. 

      Aos poucos, sua feição ficou animada.

-Eu não vou pegar leve. - Balançou sua mão.

-E não vou precisar que pegue. - Respondi, voltando a ler o livro.

-Uou. - Deu uma risada de surpresa. - Convencida.

      Virei a página.

você tenta fingir que não estou aqui

mas eu estou, Daisy












----------------














         Mais tarde no mesmo dia, eu estava organizando os livros que peguei, junto a Wong. O dia se passou rápido, caindo a noite rapidamente. Devo dizer que, na teoria as coisas estão começando a ficar complicadas. O linguajar é outro, é tanta coisa para se lembrar. Deveria haver um feitiço de memória, podendo armazenar as coisas mais facilmente! Hum, será que existe? Eu deveria tentar perguntar a Wong. 

    Escoro-me na estante, colocando um livro entre os outros livros. Estou indo aos poucos, pegando um livro de cada vez, sem me colocar muito peso, já basta meu corpo. Minhas pernas reclamam, por eu estar esforçando elas demais. Talvez eu tenha me empolgado demais, só talvez mesmo. Me apoiei na estante, pronta para voltar, quando ouvir outras vozes no ambiente e de repente, um estrondo forte e com luz. Olhei pro lado, vendo algumas estantes caídas e Wong desacordado encima delas. O que está acontecendo!?

-Wong! 

  Quando decido da um passo para ajuda-lo, eu penso duas vezes e vou ver quem o machucou. Me esforçando mais, tento me manter com equilíbrio e rapidez, indo até o meio da biblioteca. Quando chego um pouco perto, vejo Kaecillius e seus seguidores. Eles me olham, eu soube nesse momento que provavelmente estarei morta.

stephen

    Um dos seguidores fazem um laço amarelo reluzente, jogando ele na minha direção, rodeando minha cintura. Depois me jogando com tudo em um portal que estava atrás deles um pouco longe. Rolo no chão duro, depois apago totalmente quando sinto minha cabeça bater em uma parede.














●❯────────────────❮●









































Notas Finais


E continua


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...