História A Cargo do Destino - Capítulo 2


Escrita por: e Abran

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Annie Leonhardt, Armin Arlert, Bertolt Hoover, Connie Springer, Hange Zoë, Historia Reiss, Jean Kirschtein, Levi Ackerman "Rivaille", Mikasa Ackerman, Personagens Originais, Petra Ral, Reiner Braun, Sasha Braus, Ymir
Tags Aruani, Aruani Family, Eremika, Levihan, Springles, Yumikuri
Visualizações 111
Palavras 1.150
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OLAAAAAAR POVIN!

Pela primeira vez não demorei um ano pra atualizar a fic :'3

Esse cap ta meio dramático? Talvez :v mas é assim que eu gosto :3

(Ah sempre que tiver roupas, acessórios ou lugares, eu vou deixar o link nas notas finais :3)

E muito obrigada pelos favoritos e comentarios :3

Enfim, sem mais delongas, boa leitura! :3

Capítulo 2 - Grávida?


Fanfic / Fanfiction A Cargo do Destino - Capítulo 2 - Grávida?

- Annie? - ouvi alguem me chamar, ao longe. - Annie, você consegue me ouvir? Pode abrir os olhos?

Mexi a cabeça o máximo que consegui. Mesmo sem conseguir abrir os olhos, reconheci aquela voz. Era Mikasa.

- Graças a Deus. - eu a ouvi murmurar.

Havia algo espetando meu braço, e eu estava deitada em uma cama. Podia ouvir o bipe da máquina que media meus batimentos cardíacos. Abri meus olhos, mas fechei-os novamente por conta da claridade do ambiente.

Estava num lugar todo branco, provavelmente um hospital. Minha cabeça latejava e meu ombro direito doía. Tentei abrir os olhos mais uma vez.

Havia mais de uma pessoa ao redor da minha cama, mas não consegui identificar os rostos de primeira. Pisquei algumas vezes, e tudo pareceu ficar mais nítido. Eram... Mikasa, Eren, Ymir e Historiya.

Encarei a todos arregalando um pouco os olhos ao lembrar do que havia acontecido antes do acidente, ouvi o bipe da máquina começar a acelerar e senti um nó na garganta.

- Shhh... Calma. - Mikasa segurou minha mão. - Está tudo bem.

- Você precisa descansar - foi a vez de Historiya se pronunciar

Fechei os olhos mais uma vez encostando a cabeça no travesseiro

- O que eu tenho? - Perguntei sentindo meu ombro doer novamente

- Deslocou o ombro direito, sofreu vários cortes por causa do vidro do carro que se estilhaçou, e acabou perdendo muito sangue - Disse Mikasa - Você precisou de uma transfusão. Ficou desacordada por dois dias

Assenti respirando fundo. Ela colocou sua mão sobre a minha mais uma vez, como se ainda não tivesse terminado de falar. Olhei para minhas pernas. Ainda estavam lá, assim como os braços

- E... Tem mais uma coisa. Essa é novidade para todo mundo aqui, eu soube hoje de manhã, quando vi o resultados dos seus exames - Mikasa me encarou como se procurasse as palavras certas - Não sei se é a melhor hora para isso mas... -  ela parou mais uma vez e respirou fundo - Parece que você vai ser mamãe

A notícia caiu como uma bomba atômica na minha cabeça. Por um segundo apaguei, não consegui entender aquelas palavras. Pisquei algumas vezes, como se aquilo pudesse me ajudar a reiniciar o cérebro

- O-O-O QUÊ?! - perguntei e mais uma vez o bipe da maquina acelerou - D-Do que você esta falando? C-Como assim?

Historiya colocou as mãos em frente a boca me encarando com os olhos arregalados e Ymir a abraçou. Eren aproximou-se de Mikasa colocando a mão em seu ombro

Eu? Grávida? Não. Eu e Armin tínhamos tomado cuidado todas as vezes. Não havia por que...

- Pelo menos foi o que o seu exame de sangue acusou - ela continuou

Coloquei as mãos na barriga sentindo a respiração acelerar. Nós... Nós tínhamos tomado cuidado... Tinhamos usado preservativo. Senti meu estomago embrulhar. Vinha me sentido cansada e sonolenta nesses últimos dias, mas pensei que fosse por causa dos estudos e da faculdade

Respirei fundo. Sorri um pouco, mas logo lágrimas vieram

Como iria cuidar dessa criança? Sem o Armin, sem minha família...

Quando menos percebi estava chorando igual uma criancinha. Mikasa me abraçou e fez um sinal para que os outros saíssem do quarto

- O que aconteceu?

- Eu e o Armin... Brigamos - respondi tentando controlar o choro - O... O Bertholdt... M-Me beijou e o Armin viu... Ele acha que... Ele acha que eu o traí, Mikasa! Você sabe que eu nunca faria isso! Eu o amo... Ou pelo menos amava...

Mikasa me encarou como se eu tivesse falado a maior bobagem do mundo

- Vocês vão terminar?

- Sim, o jeito como ele falou comigo, Mikasa, como se... Eu fosse uma... uma... - engoli o choro que ameaçava vir novamente - Enfim... eu não quero vê-lo nem pintado de ouro na minha frente - encarei o teto - Por mais que seja difícil no começo...

- Tudo bem - abriu um minimo sorriso - mas e o bebê?

O bebê... Não quero que ele tire isso de mim... Ele não merece cuidar dessa criança...

- Vou cria-la Sozinha

- O quê?! Ficou maluca?

- Você não pode contar a ele - A encarei - Por favor, Mikasa...

- Tudo bem, agora descanse, o médico disse que você poderá ter alta amanhã

Assenti e Mikasa saiu do quarto, deixando-me sozinha com meus pensamentos.


Por Mikasa Ackerman


Saí do quarto e Eren logo veio me perguntar o que havia acontecido

- Annie e Armin brigaram - respondi e ele me encarou surpreso - Ela não quer contar a ele que esta grávida - continuei

- Então é melhor não contar para ela que o Armin esteve aqui - assenti

Eu estava realmente preocupada com a Annie. O Armin era tudo para ela

Lembro que quando nos conhecemos, antes de eles namorarem, Annie era fechada e não falava com ninguém, depois de um tempo descobri que ela sofria de depressão desde a morte dos pais e era criada pelo tio que não dava a minima para ela

Depois de um tempo ela e Armin se aproximaram, e com isso acabamos nos aproximando também, quando menos percebi já éramos melhores amigas

Tenho medo do que pode acontecer daqui pra frente, ainda mais com esse bebê...

- Ei, Mikasa, está tudo bem? - Eren perguntou quando entramos na casa dele

- Sim... Eu só... estou preocupada com a Annie

- Ei... - segurou meus ombros e depositou um selinho em meus lábios - Vai ficar tudo bem, a Annie é forte, ela vai conseguir superar tudo isso

- Eu espero...


***


Por Annie Leonhardt


No dia seguinte recebi alta do hospital e voltei pra casa - o último lugar que eu queria estar.

Entrei em casa com o coração apertado. Estava tudo do mesmo jeito

Subi para o quarto, estava bagunçado, o armário aberto e as coisas dele não estavam mais lá. Senti as lágrimas virem ao olhar nossas fotos em porta-retratos no criado mudo

.

.

.

"- Aonde esta me levando, Armin? - perguntei curiosa

Armin me guiava para algum lugar. Suas mãos cobriam minha visão, o que me deixava mais curiosa para saber o que ele estava aprontando

- E... Chegamos - tirou as mãos liberando minha visão

Meu queixo caiu. Era uma casa de dois andares, com um quintal enorme cheio de flores

- Armin... Eu não acredito...

- E é nossa - sorriu colocando as chaves da casa em minhas mãos - vamos entrar?

Assenti e entramos na casa

Era bem simples, apesar de ter dois andares não era tão grande. Era perfeita

Sorri e o abracei

- É perfeita... - ele sorriu e me beijou

E naquele momento, eu me senti a mulher mais sortuda do mundo"

.

.

.

Desci novamente e fui para a cozinha a fim de comer alguma coisa, só então percebi uma caixinha preta ao lado do fogão. Peguei-a e abri

Coloquei a mão em frente a boca sentindo meus olhos se encherem de lagrimas novamente. Eram duas alianças prateadas, com a letra "A" gravada na parte interior

Por que? Por que tudo isso tinha que acontecer?

Mas agora eu estava decidida. Decidida a viver uma vida sem Armin Arlert...


Por mais difícil que tenha de ser.


Notas Finais


Então, o que acharam? :3
Querem que eu faça um cap narrado pelo Armin?

Os links:

Casa: http://www.ig10.net/img/fotos/fachadas%20de%20casas%20duplex%20pequenas%204.jpg
Interior da casa(pq sim :v): http://www.dobkanize.com/wp-content/uploads/2017/12/space-saving-decor-ideas-small-open-plan-home-interiors-small-space-design-728x410.jpg
https://www.tuacasa.com.br/wp-content/uploads/2015/12/decoracao-quarto-de-casal-simples-01.jpg

Acho que assim fica mais fácil de imaginar a história :v

Críticas? Elogios? Sugestões? Comentem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...