1. Spirit Fanfics >
  2. A casa >
  3. A casa

História A casa - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


O começo...

Capítulo 1 - A casa


Fanfic / Fanfiction A casa - Capítulo 1 - A casa

Em uma casa que eu já morei tinha muitas coisas que a diferenciava das outras. Meu nome é Tália, moro em São Paulo, como eu comecei a contar... Minha antiga casa tinha coisas bem estranhas. Ficava no final da rua, bem distante das outras casas, meus pais preferiram ela para não terem probelmas com os vizinhos, eles costumavam fazer festas e como de costume toda festa a música alta, todos festejavam e brincavam bastante. A casa era grande, cabia muitas pessoas, dava para enfeita-la perfeitamente, só que o cheiro da casa não era nada agradável, tudo ficava estalando { portas, janelas,o taco chão, etc } tudo fazia muito barulho, mas, não era só " um " barulho .... Eram sempre " os " barulhos.

Portas batendo toda vez com as mesmas batidas, os ecos dos corredores emitindo vozes e sussurros, sempre as mesmas coisas, aparições de mulheres e crianças quando não estávamos em casa, as coisas dentro de casa se mexiam, saiam do lugar, coisas do tipo: brinquedos que apareciam do nada e mudavam de lugar, cadeiras, panos e até mesmo nossos sapatos. 

Quando isso começou minha mãe não ligou e muito menos meu pai, tudo começou quando eu estava tomando banho, senti que tinha alguem no banheiro comigo... Eu fiquei desconfiada e chamei : 

- Mãe? Pai? 

Ninguém me respondeu, fiquei encucada e fui abrir o box para ver, não tinha ninguém, deixei quieto e voltei para o banho. Assim que voltei ouvi vozes e sussurros, para mim era como se eles estivessem fazendo alguma brincadeira comigo, eu retornei a chamar : 

Pai! Mãe! Sei que estão ai!! Parem com isso!

De repente tudo ficou em silêncio e eu tranquei a porta. Passou-se alguns minutos e ouvi alguém batendo na porta e a empurrando, querendo entrar de qualquer jeito, fiquei com medo e disse que eu já estava saindo e de nada adiantou, foi ficando mais forte as batidas e parecendo que queriam derrubar a porta, me deu frios na barriga e muito medo. Foi então que me enrolei na toalha e abri a porta correndo e gritando fui para trás dela, meus pais subiram correndo perguntando o que estava acontecendo, quando chegaram lá me encontraram no chão agachada atrás da porta.

Contei o que tinha acontecido e disseram que era tudo coisa da minha cabeça e ficaram até meio preocupados com minha saúde mental. Até que minha mãe estava fazendo o almoço e precisou descer até o porão, lá é um lugar pequeno, com só uma porta que dava para a cozinha, cheio de madeiras no chão e encostadas na parede, com pouca iluminação descendo as escadas que faziam um barulho rangendo,empoeirado, arranhões nas paredes, tudo tinha cheiro de gasolina, cheiro de algo pobre e bem queimado, ela foi até as prateleiras pegar o que precisava, tudo parecia estar tranquilo, até a porta bater, pulando de susto sente que alguém estava descendo, ela correu e se escondeu em meio as coisas que tinha lá,  ficou olhando e esperando ela chegou a ver uma figura preta grande no meio da escada. Começando a tremer pegou o celular e tentando pedir ajuda deixou ele cair, com o barulho a figura veio a se aproximar,ela correu para a cozinha gritando e tremendo, fechou a porta rápido e pediu ajuda. Com todos aqueles gritos, barulhos, meu pai desceu para ver o que tinha acontecido, ela contou para ele o que houve e com isso ele ficou desconfiado e com um pouco de medo, no pensamento dele com certeza deveria se perguntar " O que está acontecendo ?! "

A partir daí... { continua } 


Notas Finais


Espero que até aqui tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...